sábado, 11 de dezembro de 2010

XISTREMA

Sempre que vem à baila o nomeado carlos xistra para arbitrar o jogo de amanhã, lembro-me de um jogo datado de  22.10.2006  Benfica-Estrela (3-1) , véspera de mais uma visita do Benfica a Palermo, no antro do clube corruptamente assumido...

"O jogador da equipa visitada, Micolli, desmandou-se em velocidade tentando desobstruir-se no intuito de desfeitear o guarda-redes visitante. Um adversário à ilharga procurou desisolá-lo, desacelerando-o com auxílio à utilização indevida dos membros superiores, o que conseguiu. O jogador Micolli procurou destravar-se com recurso a movimentos tendentes à prosecução de uma situação de desaperto mas o adversário não o desagarrava. Quando finalmente atingiu o desimpedimento desenlargando-se, destemperou-se e tentou tirar desforço, amandando-lhe o membro superior direito à zona do externo, felizmente desacertando-lhe. Derivado a esta atitude, demonstrei-lhe a cartolina correspectiva."

Isto é um extracto tirado do relatório do jogo Benfica-Estrela (3-1) em 22.10.2006, que o carlos xistra apresentou, tentando justificar uma agressão a que Miccoli foi sujeito e que ele transformou em expulsão do próprio Miccoli, levando a que ficasse excluído do jogo das antas que se realizaria na semana seguinte!

Para além do português de sarjeta que só muito a custo se entende, revela bem a estirpe do bastardo amestrado que sempre demonstrou ser!

4 comentários:

  1. E eu estava lá a assistir a essa exibição palhaçal!!!

    Nós os Benfiquistas temos sempre, mas sempre estórias para contar sobre os apintadores...os corruptos não...quer dizer, têm, mas em sentido contrário...penso eu de que...

    ResponderEliminar
  2. a cara de porco que tem nao engana ninguem.

    ResponderEliminar
  3. Oxalá não tente lixar-nos amanhã!

    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Não tenho grandes duvidas que tentará...
    Depende muito do que o jogo for dando...
    Abraços

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.