domingo, 24 de junho de 2012

Com a Espanha são favas contadas...


Mas que grande notícia;
A Espanha será o adversário da selecção da FPF!

Quem estiver atento aos comentários que nos últimos 3 anos se fazem em Portugal na voz e na 'pena' dos cúmentadeiros, comentadores especialistas, médicos, engenheiros, jornalistas, bloguistas ou simples adeptos de café, não tem duvidas que o jogo com a Espanha será uma mera formalidade para a selecção da FPF...

Quem esteve atento aos 'freitas lobo' que nos atazanam os ouvidos nos diversos programas que diariamente seguem a selecção, sabe que a França "besta negra" de Portugal, era um dos grandes favoritos à vitória no Euro e até tinha melhor plantel que a Espanha, praticando um futebol moderno e apelativo, longe do chato e previsível futebol espanhol... até ontem...

É sabido que a Espanha joga da mesma forma que o Barcelona; um futebol chato, sem profundidade, afunilado e sem largura, em que os jogadores se limitam a trocar a bola entre si roçando o anti-jogo(!) como tantos(!) defendem...
Sabe-se que que vão ganhando uns títulos de vez em quando, mas isso é por causa dos árbitros, do Platini e da unicef, e sabe-se também que só é possível jogar aquele futebol que nem precisa de treinador, porque os jogadores jogam juntos desde que nasceram...

Ora na selecção de Espanha jogam de inicio apenas 4/5 jogadores do Barça, o que quer dizer que os restantes são do Real Madrid que como todos sabemos não nasceram juntos e que certamente detestam o futebol sem balizas que se pratica no Barça, longe do magnifico, acutilante e esplendoroso futebol praticado pelo Real Madrid nestes últimos 2 anos...
Segundo a nossa imprensa, estes dois grupos detestam-se entre si, quase tanto como brurro alves gosta das canelas dos adversários...
Ainda por cima, Del Bosque é madrileno de coração, nunca saiu de Espanha para treinar, e nós bem sabemos que quem não for campeão em Inglaterra, em Itália e em Espanha não passa de um treinador/jogador de consumo interno! 

Acresce que jogadores como Casilhas, Arbeloa (jogou no Liverpool que não faz mal a uma mosca), Sérgio Ramos, Piquet (saiu mas fracassou) Jordi Alba, Busquets (um diabo que só se sabe atirar para o chão) Xabi Alonso (outro do fraquinho Liverpool) Xavi, Iniesta e fàbregas (mais um que saiu mas nada ganhou) nunca sairam de Espanha e isso como não se cansam de afirmar os tais especialistas e todos os outros "especialistas", apenas faz deles jogadores de consumo interno...
Alguns, ainda mais optimistas dirão; a Espanha tenta jogar como o Barcelona, mas não tem Messi, que fora de Portugal até passa por ser o melhor jogador do mundo...
E eu digo, sempre baseado nos especialistas portugueses;
Ora, ora... o Messi só joga o que joga, porque tem o Xavi e o Iniesta atrás de si!

Pausa para pensar...
Espera lá...sendo assim, será que o Fernando Torres ainda vai a tempo de ganhar o troféu de melhor do mundo!
Não tem ele atrás de si , Xavi e Iniesta?
Mais tempo para pensar...
E se o maluco do Del Bosque meter o Fàbregas a fingir de avançado?
Teremos mais um a disputar o titulo ao 'nosso' Ronaldo?
Estava eu nestes considerandos meio amalucados, quando me lembrei do seguinte;
Que pensará disto o melhor treinador do mundo?


Como se pode ver, até o grande Mourinho, o melhor de entre os melhores, o que nunca falha, aquele que já ganhou em Portugal, Inglaterra, Itália e Espanha, (não como o Del Bosque que nunca provou nada fora do seu País), nos diz que a Espanha pratica um futebol estéril!
Depois de tão sábias palavras, que temos nós a temer?
Com a Espanha? são favas contadas...


2 comentários:

  1. Na linha do que fazem com Messi e o Barcelona podem continuar a achar esta Espanha fenomenal e imbatível: em futebol jogado, não foram melhores que a Itália e até com a Croácia o penalty não marcado contra bem pode ter influenciado o resultado e quem sabe a própria passagem aos quartos; com a França, o jogo foi mau, ninguém jogou nada de especial, a Espanha jogou em ritmo de treino e a França comprovou que é muito fraca; oportunidades foram muito poucas, não houve essa avalancha que gostam de "criar", nem futebol mágico algum; no fim ainda acabaram com o jogo grçaas a um penalty forçadíssimo sobre Pedro. Até ao momento Itália e Alemanha jogaram bem mais à bola que a Espanha. Temos hipóteses sim, é pressionar e não ficar na expectativa! Força Portugal!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo das 12:56,
    «A Espanha jogou em ritmo de treino e a França comprovou que é muito fraca»
    Essa é uma visão no mínimo "estranha" de um jogo dos quartos de final do Europeu, não te parece?
    Na minha televisão, de facto, vi um penaltie não marcado contra a Espanha, mas já depois de uma agressão dentro da área da França que daria não só penaltie para a Espanha como a expulsão do francês!
    A critica selectiva quando em causa está o nosso clube de coração até a entendo (eu faço o mesmo), agora neste caso, já não posso deixar passar.
    Quanto ao resto, cada um vê aquilo que a dor de cotovelo permite que consiga ver...
    O Messi, sempre o Messi!

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.