quinta-feira, 28 de junho de 2012

Injustiça!

Sei muito bem que o que escrevo não agrada a muitos amigos que por aqui passam. Não me admiro. Levar com uma imprensa que semana após semana, horas e horas a fio vem afirmando que temos os melhores da Europa, alguns dos melhores do mundo e sobretudo o melhor do mundo e arredores, faz com que pareça que vivo noutro planeta. Eu sei. O enevitável é que penso pela minha cabeça e enquanto for assim, não há cúmentadeiro, comentador ou fazedor de opinião, que me faça ver o que a minha LG não transmite!
Só como exemplo; ouvi Carlos Daniel, um dos melhores, senão o melhor jornalista (pelo menos é o que eu mais respeito) português, afirmar que não há muitos defesas direitos melhores que João Pereira!!! 
Disse isso com a maior convicção e juro que não estava a reinar com a malta! Adiante...

O que eu penso acerca do capitão da selecção está aqui e devo dizer que peca por defeito! Acho esse moço um perfeito idiota, mas isso fica para tratar depois...
Falemos agora da selecção;
Com os jogadores que o seleccionador Jorge Mendes pôs à disposição de Paulo Bento, não acredito que houvesse algum treinador que fizesse melhor. 
As minhas melhores previsões apontavam para um ponto com a Dinamarca na fase de grupos, e...adeus até à próxima.
Dá para perceber porque acho que Paulo Bento fez um trabalho excepcional.

A Espanha foi um justo vencedor.
Nem com todo o patriotismo do mundo a toldar-nos o raciocínio, se pode afirmar que uma equipa que não foi capaz de obrigar o guarda-redes adversário a fazer uma única defesa em 120 minutos de jogo, foi mal eliminada.
Acontece que a Espanha é a actual campeã do mundo e da Europa e os seus jogadores são na sua esmagadora maioria, bastante melhores que os seleccionados de Jorge Mendes!
Obrigá-los a ir a penalties, onde quase tudo pode acontecer, é por si só um feito extraordinário.
Com 48 horas de descanso a mais que a Espanha (se fosse ao contrario, o que se diria!...) Paulo Bento pôs (quase) toda a gente a correr atrás dos espanhóis, encurtou-lhes os espaços e não os deixou trocar a bola como tanto gostam...
Tudo atrás da linha da bola e quando a ganhassem, passe longo para Ronaldo e ele que decidisse. Tudo a defender com unhas e dentes, esperar o adiantamento do adversário, provocar-lhe o inevitável desgaste (menos 48 horas de repouso) e acreditar num milagre de Ronaldo... 
O problema é que Del Bosque sabia disso e não embalou no 'ai e tal' 'somos os campeões' e temos de jogar ao ataque. Não foi de modas; meteu a equipa retrancada defendendo-se do desgaste físico e sobretudo dos ataques de Ronaldo, verdadeiramente a única fonte de perigo que temia...
Daí nasceu um jogo aborrecidíssimo e dos mais chatos que já vi até hoje numa fase final!
Apenas no prolongamento, (com os portugueses já cansados de tanto correr) com alas rápidos e acutilantes que Del Bosque entretanto metera no jogo, pôde a selecção espanhola mostrar algum do seu magnifico futebol!
Os portugueses defenderam de forma estóica e fizeram por merecer os penalties, mas se fosse a Grécia a fazê-lo, teria uma matilha de críticos em cima...lembro mais uma vez que Casilhas não fez uma única defesa!

Neste jogo, tal como nos demais, Pepe e João Moutinho foram excelentes e apesar de não me lembrar dos seus penteados nem de os ver olhar uma única vez para os ecrãs do estádio, foram os melhores portugueses em todo o Europeu!
Não sei se são bonitos ou feios, porque a forma como se empenham no jogo, defendendo a equipa com total garra e abnegação, não dá sequer tempo aos fotógrafos e às televisões, para fazerm o melhor "boneco"...
Qualquer destes rapazes daria um bom capitão de equipa, muito especialmente Pepe, que me parece ser um líder nato, talvez o único da selecção!
Sou contra a nacionalização de estrangeiros, mas já que Pepe está lá, então que se tire o maior proveito disso...
Rui Patrício é outro que me merece o maior respeito e admiração. Muito bem!
Atenção: não se entusiasmem muito; esta avaliação é feita em função daquilo que entendo ser o real valor dos jogadores e nada tem a ver com a por vezes patética avaliação feita pela imprensa portuguesa, ou por alguns adeptos mais emocionados. OK?
Quando digo excelente ou muito bom, não se ponham para aí a ler, melhores da Europa e do Mundo.

Todos de uma forma geral, estiveram à altura daquilo que esperava deles; apesar do bom nível, em conjunto são de longe melhores que individualmente!
Esta é a avaliação que faço dos seleccionados.
Voltarei para fazê-lo mais em pormenor e falar um pouco sobre a inenarrável imprensa portuguesa...

11 comentários:

  1. De futebol técnico percebo pouco (ou mesmo nada - com muita pena minha!), mas há aqui qualquer coisa que me falha:
    Comecemos no princípio.
    Segundo os entendidos os melhores defesas centrais e direitos foram substituidos por dois trauliteiros. Afinal íamos disputar o europeu de futebol ou o europeu de cick boxing?
    Quanto aos pontas de lance foram escolhidos candidatos que ao longo dos anos provaram acertar com a baliza uma vez em cem. Para marcar golos já não é necessário no mínimo acertar com a baliza?
    Quanto à marcação de grandes penalidades fiquei muito baralhado com o que vi. Afinal quem marca primeiro, os melhores ou os piores marcadores de grandes penalidades? Colocar alguém que possivelmente é detentor do troféu de mais penalties falhados a marcar primeiro (principalmente depois de o adversário ter falhado) é no mínimo ilariante. Como é que o maior simulador de faltas vai conseguir fazê-lo a marcar um penalty? E como é que um trailiteiro vai distribuir fruta a marcar penalties?
    Haja alguém que me explique (com bonecos e tudo o mais) o que é que o chavão "ganhar nos detalhes" significa.
    Como além de não perceber nada de futebol também devo ser pouco inteligente, cheguei à conclusão que o o selecionador nacional quando a inteligência passou na sua (dele) rua ele devia estar de férias no mar da tranquilade.

    ResponderEliminar
  2. Fomos eliminados por centímetros como a mentalidade Portuguesa tanto gosta. Vitória moral!

    Na realidade fomos eliminados por um pormenor. Não temos Capitão ou não temos a braçadeira no braço certo.

    Um grande Capitão teria feito o que Nani fez. Agarrar nas "bolas" e proteger o companheiro atemorizado!
    O capitãozeco não o fez porque as "bolas" lhe estavam completamente encolhidas dentro do escuro e apertadinho traseiro. Ou muito me engano ou saíram de lá após o suspiro de alivio, de já não correr o risco de falhar uma penalidade numa meia final do Euro. Olha a imagem!

    Em nada disto vejam a defesa do Bruto Alves!

    ResponderEliminar
  3. Caro e Glorioso Guachos,

    O C. Daniel é das piores merdas que chafurdam na RTP. Tenho um livro sobre o Benfica em que várias individualidades, pressupostamente Benfiquistas falam sobre o Clube. CD é uma delas. Qual não foi o meu espanto, quando há uns anos atrás, ainda ele era o pivot de um programa desportivo na RTPalermo, quando o ouço que estava à vontade para falar pois o seu clube era o Avintes!

    Para o caralho c'o gajo, mas é!

    Perdoa-me este desabafo mas estas fantochadas tiram-me do sério.

    O que o gajo quer é o dele!
    Aliás, tu sabes tão bem quanto eu que esta corja não tem vergonha nenhuma!

    Abraço Glorioso,
    GRÃO VASCO

    ResponderEliminar
  4. Caro e Glorioso Guachos,

    Quanto à segunda parte do texto, discordo totalmente.
    Um anão é sempre um anão e este euro foi a tentativa de lhe fazer um "leilão" para entrarem milhões no antro do Freixo. E a imprensa que aqui tão bem tu criticas forte e feio tem total influência nisso(ainda hoje aquele palhaço do Nuno Dias, de manhã ajudou à missa na RTPalermo)...

    Mas como sabes, sou pouco de polémicas e não vou aqui adiantar o que quer que seja sobre o plantel da selecção pelos motivos que tu muito bem sabes e que entroncam em muitas das tuas opiniões.

    Saudações Gloriosas

    GRÃO VASCO

    ResponderEliminar
  5. GRÃO VASCO,
    Quanto ao CD apenas posso falar daquilo que ouço e até agora nunca o homem me defraudou, embora como é óbvio nem sempre esteja de acordo com ele.
    Nunca me deu a sensação de sabujice e é de longe o mais esclarecido comentador das televisões.
    Quanto ao Moutinho é preciso saber ler o que quis dizer; «Atenção: não se entusiasmem muito; esta avaliação é feita em função daquilo que entendo ser o real valor dos jogadores e nada tem a ver com a por vezes patética avaliação feita pela imprensa portuguesa, ou por alguns adeptos mais emocionados. OK?
    Quando digo excelente ou muito bom, não se ponham para aí a ler, melhores da Europa e do Mundo.»

    Apenas acho que foi incansável e isso ninguém (acredito que nem tu) ousará dizer o contrário...
    abraços

    ResponderEliminar
  6. Glorioso Guachos,

    Não embarques em conversas. O anão é um jogador banal.
    Não faças o jogo do bandido nº1 deste país e dos teus inimigos. Isso é o que eles querem. Ou já ouviste alguém durante o euro enaltecer os jogões do Fábio ou a juventude do Nélson. Inimigos são inimigos sempre, em qualquer lugar e em qualquer circunstância.

    E volto a reafirmar-te - o CD é uma merda, ou tu também vais em futebóis?
    É um gajo a quem os autênticos dispensam o tal benfiquismo "à la Seara"!
    Agora aquilo que eu te disse é verdade e ouvi-o e vi-o com os meus próprios ouvidos e olhos.
    O gajo não presta!

    Cumprimentos Gloriosos.
    GRÃO VASCO

    ResponderEliminar
  7. Meu caro GRÃO VASCO,
    se há coisa que não faço é embarcar em conversas.
    Não acho o anão moutinho banal tal como não acho que valha aquilo que dizem dele.
    Como disse no post;
    Penso pela minha cabeça e apenas o que vejo e ouço me faz opinar...
    Sou muito pouco ou nada influenciável.

    ResponderEliminar
  8. Então continua que vais pelo bom caminho...

    ResponderEliminar
  9. Nem é bom nem é mau.
    É o meu, e dele não abdico por ninguém.
    Pensei que isso fosse claro.

    ResponderEliminar
  10. Ó Guachos, não dês trela ao Grão Vasco porque ele é que tudo sabe, ele é tem razão, ele é que tem sempre a última palavra, ele... ele...ele...

    ResponderEliminar
  11. Aqui, desde que defendam o Benfica e não me faltem ao respeito como o GRÃO VASCO sempre faz aliás, pode-se opinar à vontade, mesmo que não concordem comigo...

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.