quinta-feira, 7 de junho de 2012

LUÍS FILIPE VIEIRA VS FERNANDO GOMES


Autor:ANTÓNIO-PEDRO VASCONCELOS
A nomeação de Tiago Craveiro, conhecido no meio como o “cachecol do Porto”, para assessor de Fernando Gomes na FPF (um mero tirocínio para chegar a secretário-geral) é uma provocação, não apenas ao Benfica, mas a todos os clubes que se batem pela verdade desportiva. No ano passado, depois de, na época anterior, o Benfica ter sido descaradamente prejudicado pelas arbitragens, Vieira decidiu, num gesto de pacificação, não comentar as arbitragens, e esse silêncio foi aproveitado para branquear um campeonato viciado. O Benfica não pode deixar que a boa fé do seu presidente seja usada contra os interesses do clube. É altura de concluir que o benefício da dúvida dado a FG acabou.

Pegando nas palavras do António Pedro; não será tempo de Luís Filipe Vieira, publicamente, retirar o apoio dado a Fernando Gomes?

5 comentários:

  1. Mais que tempo amigo Guachos.

    Aliás já o devia ter feito ainda antes do fim do campeonato!

    Saudações Benfiquistas!

    ResponderEliminar
  2. O Presidente e o facturas é que sabem o que falaram e o que o ranhoso prometeu para ser apoiado pelo Benfica.
    Decerto que terá prometido que ele e a organização mafiosa a que preside, seria imparcial!
    Como isso nunca aconteceu, é mais que tarde para retirar esse apoio!
    Agora, meus caros, começa a haver uma guerra com duas ou mais frentes!
    É a organização mafiosa do facturas (com 3 braços, a selecção, as arbitragens e a disciplina) e, pelo menos, os peões azuis do governo!
    É muita guerra junta que obriga à união de todos nós!
    Espero pela declaração de guerra ou que o "bluff" faça algum efeito!
    Até lá, alerta VERMELHO!

    ResponderEliminar
  3. Não há dúvida que houve falhanço, houve traição.
    Só LFV e FG sabem onde e como.

    Na verdade, o facto foi consumado e resta saber se, sem o apoio,em que posição se quedaria (queda) o Benfica perante situações que á partida sempre foram de posição minoritária dentro das estruturas?

    Agora vem o outro lado da questão:
    O que poderá o Benfica fazer agora para lutar pelos seus direitos tendo em conta que ficou "dentro"?

    A minha resposta é, nada!

    O País é dominado politicamente (e não só) pela corrupção, a mesma corrupção que manobra o desporto, (neste caso o futebol) e enquanto assim for, sem acção e vontade política, tudo vai continuar na mesma.

    Acabar com a estrutura corrupta é o caminho, difícil, diga-se, mas não impossível.
    No caso do desporto,como se disse, sob o ponto de vista da legislação e da justiça,é um mundo à parte e de conveniência política onde são cobrados dividendos.Se esta promiscuidade não for desfeita vai tudo continuar na mesma.

    O que podemos nós benfiquistas, fazer?

    Na essência, somos 6 milhões, uma força real que pode contribuir para a resolução de grandes problemas que assolam o país.Basta querer,
    pensar e agir.

    Como?

    Reunir a nossa vontade e fazer valer a nossa força.

    Faço-me entender?

    Não esqueçam, os corruptos estão no poder com o nosso voto!

    ResponderEliminar
  4. O Benfica está cercado. Arbitragem, disciplina, clubes sabujos dominados pelo Capo com os seus homens de mão. Com a última intervenção de LFV pensei que o Benfica mudara a agulha. Não mudou nada. O Benfica nada tem a dizer sobre este Tiago Craveira? E é curioso, até mesmo na Benfica TV homens que sempre apoiram LFV como Manuel dos Santos não se coíbem de criticarem a passividade e o silêncio da Direcção face ao que se passa à vista de todos. Nada vai mudar e preparemo-nos para o circo da próxima época.

    ResponderEliminar
  5. Olá!

    Podemos fazer uma troca de links entre blogues por favor?

    O meu é: http://davidjosepereira.blogspot.pt/

    Muito Obrigado!

    Depois passem pelo meu a confirmar a troca, para eu também adicionar o vosso blogue aos meus links.

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.