terça-feira, 26 de junho de 2012

Portugal indignado!


Portugal está indignado!
Os motivos invocados são idênticos aos que os benfiquistas se queixam há 30 anos, embora à distância da lua!
Fosse assim em Portugal e os corruptos não teriam metade dos títulos conquistados...
Em Portugal rouba-se descaradamente todas as semanas e todos sabem como as coisas se fazem!
Há vídeos no youtube que relatam fielmente algumas das maiores patifarias feitas por quem devia estar preso, mas que continua a ser recebido em São Bento pelos deputados da nação, como se de um herói se tratasse!
A imprensa portuguesa trata-o com a reverência dada aos maiores patifes da História e ajuda a achincalhar quem se lhe tenta opor...

Ao longo dos últimos 30 anos, os presidentes do conselho de arbitragem, os presidentes da federação, presidentes da liga, do conselho de justiça e do conselho de disciplina, são conotados com os corruptos e a maioria são ou já foram seus dirigentes!
As excepções, foram ou são, meros fantoches sem nenhuma expressão e autonomia!
São figuras que visitam amiúde o antro da corrupção, onde fazem questão de ser vistos ao lado do peidoso senil e é usual vê-los a acompanhar o clube do putedo nas viagens ao estrangeiro... 
No entanto, o que se passa em Portugal, à imprensa portuguesa não lhes faz qualquer espécie!

Agora, parece que descobriram que na UEFA há dois figurões que se conhecem entre si e estão lá apenas para prejudicar a selecção!
É como se a Ciciolina de repente, começasse a chamar puta à fernandinha miranda!
Ah...e o Platini parece que não não gosta dos corruptos e até já ameaçou bani-los das competições europeias...

Por onde têm andado estes jornalistas tão atentos e ciosos da verdade desportiva? 
Portugal e o campeonato português não vos diz nada seus canalhas encartados?
Onde está a coragem para desmascarar os corruptos cá do burgo?

Enquanto isso, chovem elogios a este traste...

4 comentários:

  1. A grande maioria dos jornalistas "estão feitos" com aquela gentalha azulada, porque essa foi uma das estratégias. Ocupar espaço com gente da sua cor nos principais jornais. Depois, foi criar um ambiente de medo e subserviência para os manter calados. Esta é uma das maiores vergonhas do jornalismo, tanto que, se calaram com a evidência das "escutas". Cobardolas a todo o tempo.
    A chamada do Humberto Coelho, João Pinto, etc., não foi mais do que tentar "tapar o sol com a peneira". Deram-lhes os "tachos" e assim arranjaram uma auréola de credibilidade e pluralismo, que não têm mínimamente.
    Muito preocupante é o facto do Pedro Proença "ser tão bom árbitro" no estrangeiro e desde 2004 que tem "roubado" insistente e impunementemente o Benfica (os vídeos não enganam). Porque ninguém responsável do Benfica questiona esta situação?
    A classificação dos árbitros só vêem dizer que o "crime compensa". Os árbitros que espoliaram o Benfica ocuparam os lugares cimeiros. Porquê? A vergonha também passa por aqui e os jornalistas (ditos) são cegos, surdos e mudos e nem escrever sabem. SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS.

    ResponderEliminar
  2. vmpaulinop,
    Essa questão já foi tratada por mim aqui;
    http://guachosvermelhos.blogspot.pt/2012/06/roubar-o-benfica-da-direito-premio.html

    ResponderEliminar
  3. Não ponho em causa, mínimamente, que "GuachosVermelhos" tenha tratado o assunto, certamente muito melhor que eu, pois eu apenas sou um curioso na escrita. Sou um bocado antigo como benfiquista e sócio (nº 5.761) e acompanho alguns blogues, mas não pretendi, de modo algum, plagiar e/ou copiar qualquer opinião alheia. O que escrevi, saiu como consequência do meu benfiquismo e da minha revolta e "saiu", como se costuma dizer, "ao sabor da pena", atendendo a que não vejo os responsáveis do Benfica denunciar todas as tropelias com que o vão "roubando". BENFICA SEMPRE.

    ResponderEliminar
  4. Meu caro vmpaulinop,
    Não era uma critica (pelo contrario) mas uma simples constatação!
    Volte sempre

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.