sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Taça cheia

Várias ideias fortes ficaram após o jogo de ontem em Coimbra...
  1. Grande resposta do Benfica à frustração emocional de não ter derrotado os corruptos!
  2. Grande performance física e psicológica (olá Artur) sem rasto de sequelas da batalha da luz, deixando antever uma segunda metade da época excepcional!
  3. Grande Jorge Jesus, com uma vontade inexcedível de levantar o caneco que lhe falta - excelente na gestão do plantel!
  4. Grande mentalidade de todos os jogadores, nenhum se deixando abater pelos ecos de uma comunicação social  medonha, sem respeito pelos valores éticos e morais, antes subserviente da mentira e da corrupção!
  5. Finalmente - os golos, a exibição, e a classe da maioria dos nossos futebolistas, que reduziram a pó qualquer laivo de intencionalidade do superdragão Jorge Sousa, obrigando a Académica a vergar-se  ao poderio do Benfica, sem qualquer possibilidade de resposta!
  6. Com a eliminação dos bácoros de Braga, a Taça de Portugal ficou livre de corruptos, aprendizes de corruptos e de incendiários submissos - pode-se agora respirar ar puro!
Foram quatro golos como poderiam ser 7 ou 8 - sem qualquer favor!

Segundo Freitas Lobo, foram quatro falhanços da Académica e quatro grandes golos do Lima!
Até podiam ser Lima e mais dez, mas segundo a cartilha do Lobo, é Lima e...o resto só serve para atrapalhar!
Nunca vi tamanho imbecil!

No primeiro golo, segundo Freitas Lobo, só um passe de génio de Lima, apenas ao alcance dos privilegiados descobertos pela argucia e sapiência de Freitas Lobo, permitiria a Ola 'Lima' pôr o Benfica na frente do marcador...
No segundo, Lima vestindo a pele de Matic, foi à linha de fundo cruzar, regressando mesmo a tempo de disparar a contar!

O terceiro, também de Lima, surge de um pontapé em forma de chapéu, após um brilhante passe de Lima para si próprio, e mesmo com a oposição de Cardozo, um pezudo que o procurava atrapalhar, atirou para as malhas da baliza - de referir, que Gaitan, segundo o Lobo que passa por ser Freitas, é apenas mais um elemento que quando joga só serve para atrapalhar o magnifico e omnipresente Lima!
No quarto golo, Lima, agora na pele de Sálvio, depois de passar por toda a defesa academista, desferiu um tiro magnifico que só pararia no fundo da baliza de Peiser!
Lamentavelmente - queixava-se Freitas o Lobo - a bola ainda sofreu um ressalto num defensor contrário, o que desde logo retiraria todo e qualquer brilhantismo ao lance!

Segundo Nuno Farinha, do rascord, o golo tem de ser atribuído a João Real, pois sem o ressalto na sua perna, a bola iria fatalmente para fora!

Freitas Lobo à parte (tem uma paixão (gay?) inenarrável pelo moço) Lima fez um magnifico jogo, calando (mais uma vez) as vozes de burro que se opunham à sua contratação...
Matic continua a dar razão aos inteligentes que queriam trocá-lo pelo Nuno Coelho e Enzo Perez, livre das maleitas da mamã, parece que até é jogador...
Artur, aguentou-se à bronca, mas começa finalmente a descobrir, que os amigos afinal, não são tantos como pensaria!
Jardel está condenado a levar com a matilha que não lhe larga as canelas, até porque Garay se lesionou num treino e parece que vai falhar os próximos jogos...
Luisão voltou, Martins parece que também quer voltar - Melgarejo deu uns Olas a Jonh e André Almeida defendeu  bem o que Salvio construiu...a 100 à Hora!
Cardozo, acusou o desgaste de Domingo, Gaitan falhou um golo feito e Kardec também...

Segundo a CS foi um jogo fácil - tão fácil que lhes estragou a festa!
Com 4-0, nem deu para a rábula do costume, puxando pelo mau perder dos jogadores e do treinador derrotado, perguntando-lhes se a culpa tinha sido do árbitro - não sei se por ser o amigo e superdragay Jorge Sousa, mas a verdade é que ninguém perguntou nada!
Fonix! o Benfica ganhou e a culpa não foi do árbitro? estarei no país errado??

Na sportv foram 80 e tal minutos de verdadeiro velório - a euforia e as expectativas do pré-jogo ficaram desfeitas em 8 minutos e a partir daí, tirando os orgasmos de Freitas Lobo sempre que Lima respirava mais forte, só um remate de João Real que obrigou Artur aplicar-se a fundo, animaria aqueles tristes! 

Na próxima eliminatória, encontraremos o Paços de Ferreira de Paulo Fonseca, um treinador a ter em conta e que merece ser respeitado!
Disputada a duas mãos, estupidamente desfasadas no tempo, obviamente que o Benfica é super favorito para esta meia-final, tendo de esperar pelo desfecho das outras duas meias-finais, com o interessante Guimarães-Belenenses e um empolgante Porto-Sporting, para sabermos qual será o adversário na final do Jamor!

Vítor Pereira, o reles moço de recados do clube condenado por corrupção, já tem na agenda espiolhar os próximos jogos dos lagartos, para preparar, desta vez sem os incomodativos pontapés para a frente, para a cabeça de Cardozo, a tão ansiada meia-final!

3 comentários:

  1. Até parecia que no Domingo não houve jogo!
    Gostei da atitude, gostei da garra e gostei de Jesus sempre activo e a puxar pelos jogadores...

    Grande Benfica!

    Carlos Arsénio

    ResponderEliminar
  2. Guachos, confessa, descobriste, aí para os teus lados, o poço da ironia (de qualidade, não a fina) e da clarividência.
    O que eu me ri ontem, quando um jogador da Académica, se eleva sobre o Cardozo, e sentado nele cabeceia a bola...e siga para bingo! Falta, qual falta?

    ResponderEliminar
  3. A bola de cristal dos corruptos ficou sem pilhas!
    Fizeram a estreia do filme "casos do jogo",no mesmo dia, antevendo a eliminação da taça, às mãos do lambe botas vesgo p. emanuel.
    Saíu goleada! Paciência.

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.