segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

A rotação, os críticos e os bobos da corte!

Maxi Pereira, Luisinho, Enzo, Rodrigo e Ola Jonh, por troca com Melgarejo, André Almeida, Matic, Aimar e Gaitan, permitiram a Jorge Jesus continuar a fazer necessária rotação entre jogadores, depois de várias viagens ao norte do País, entre os muitos jogos das taças e do campeonato!
Meia equipa! Para quem tem um plantel tão mal construído, não está nada mal...
Tudo feito sem grandes sobressaltos, sem sobrecarregar a equipa e sobretudo só com vitórias...
Os próximos meses não andarão muito longe disto e há que não desperdiçar energias que mais tarde farão falta...

Muitas das criticas que se têm feito a Jorge Jesus, assentam na sua exigência desmedida em querer sempre golear, jogando sempre de prego a fundo, obrigando os jogadores a um esforço supérfluo, mesmo perante resultados confortáveis, onde o mais lógico seria controlar do jogo, com posse de bola e menos o futebol turbilhão, que leva tudo à frente, que encanta mas desgasta que se farta e era causador das quebras físicas na parte final da época...

Agora que Jesus aposta nessa gestão mais equilibrada, tudo fazendo para preservar os índices físicos da equipa, não faltam as criticas em sentido contrario...
Agora o que lhe exigem é que a equipa se desfaça toda atrás de um golo, que pode aparecer, ou não, só porque no D. Afonso Henriques o Guimarães resolveu imitar os (vários) bobos da corte e abriu-se que nem uma ostra!

Parece que o campeonato se tornou numa prova de 100 metros e andam todos atrás do centésimo de segundo ou da ponta do nariz que corta primeiro a meta...
Os campeonatos não são provas de velocidade e este não fugirá à regra. Em dezenas de anos, em centenas de campeonatos de todo o mundo, contam-se pelos dedos os títulos decididos pela diferença de golos e só faz sentido pensar nisso quando já não houver mais nenhuma possibilidade!

Não estou nada impressionado com as goleadas dos corruptos, conseguidas frente a equipas que mal levantam os pés do chão e que aproveitam esses jogos para "descansar" para os próximos compromissos!
Exemplo disso é o reduzido numero de faltas cometidas, havendo treinos de conjunto onde a intensidade é bem maior...
Não faz nenhum sentido correr desalmadamente atrás de um golo e o que interessa é que o Benfica continue a ganhar, mantendo os corruptos sob pressão, e, se fosse por mim, poupava os melhores jogadores nos jogos para a taça da liga, e mesmo com o Bayer Leverkusen, não faria nada de muito diferente! 
E borrifava-me para os críticos...

No Benfica é sempre assim - se atacas é porque deves defender, se defendes é porque devias atacar!
Não há forma de agradar aos críticos - estão sempre contra!
O Benfica deve ser o único clube do mundo em que a lesão do seu melhor goleador e um dos melhores de sempre da sua história, é festejada como se isso trouxesse qualquer vantagem à equipa!
Com a lesão de Cardozo antes do jogo de Braga, não faltaram críticos, pessoas aparentemente inteligentes, que chegaram ao ponto de insinuar que a lesão não existia e tinha sido uma manobra para afastar o jogador!!! É assim o Benfica.
....................................................................................................
Voltando ao jogo...
Constata-se que Enzo Perez encheu o campo (onde estão os críticos que o queriam mandar embora?) e que o jovem André Gomes é o maior talento benfiquista depois de Rui Costa, já lá vão...demasiados anos!
Precisa de muito trabalho e evolução táctica, mas o talento está todo lá...
É atrevido, gosta de jogar no risco, mas tem de refrear os impulsos - não é necessário que tendo a bola em seu poder, seja obrigado a fazer (sempre) um passe brilhante. Pode-se jogar para trás ou para o lado sendo igualmente eficaz e às vezes é apenas disso que a equipa precisa...
O resto da equipa cumpriu e não há mais destaques a considerar...

José Mota, mostrou a massa que é feito enquanto pessoa e treinador - a dez minutos do fim de um jogo em que perdia por 3-0, ordenou a um seu jogador que estava fora de campo, que entrasse no mesmo, rebolando-se, simulando uma lesão para perder tempo!
................................................................................................................................................
Nicolas Gaitán e Enzo Pérez vão juntar-se à selecção Argentina, enquanto que Ola John foi chamado à principal selecção da Holanda...(Enzo por lesão, acaba por ficar de fora)
Que têm estes 3 rapazes em comum?
Apenas à 6 meses atrás todos eles eram considerados flops pela comunicação social portuguesa e os adeptos exigiam a suas dispensas...
Ezequiel Garay é outro dos convocados para a selecção Argentina, também ele - noutros tempos - considerado supérfluo...

A juntar a estes, Maxi Pereira, André Gomes e...
Melgarejo - parece que o treinador do Paraguai passa os fins de semana a ver o campeonato português, mas seguramente que não lê jornais ou frequenta as redes sociais...
Jorge Jesus é que não percebe nada disto...

9 comentários:

  1. Muito bem ,grande post amigo Guachos,concordo com todo o post,como dira alguém k conheço lol , nem eu escrevinhava melhor,obrigado pelo seu post.

    Abraço

    Averapina

    ResponderEliminar
  2. CARO GUACHOS... ÉS ENORME! nem a escrever em caps locks conseguirei demonstrar a grandeza dos teus textos!

    Mais um texto fabuloso... no entanto uma pequena dúvida: penso que relativamente à palavra superfulo, o termo correcto é supérfluo, mas caso eu esteja errado, apresento desde já as minhas humildes desculpas.

    Por fim, relevar que além da lesão do melhor goleador do Benfica trazer vantagem, os críticos ainda inovam ao indicar que finalmente Jesus os anda ler e que mostra que pode aprender se seguir a cartilha deles!

    E depois o burro sou eu.... néeeeeee!!!!!!!

    ResponderEliminar
  3. Caro Guachos: não há volta a dar porque, como bem diz, os corruptos não perderão qualquer jogo até ao fim e serão campeões; como sempre. Nada me importa porque contra isto nada se poderá fazer. Ontem, por mero acaso e na SIC Notícias, deparei com um biltre encaracolado a tecer gratuitamente (será?) tais e tão rasgados elogios ao bando do Freixo que fiquei estarrecido por tal ser possível e numa estação pública, paga por todos nós.. Que era uma equipa tão perfeita, tão perfeita que até jogava de olhos fechados, concluindo que havia poucas equipas no mundo que a pudessem igualar, mesmo o próprio Barcelona. Só gostaria de saber o que faz correr estes mentecaptos. Despreza-los-ia com o maior asco, como aliás já faço, só que, na verdade, os resultados do que eles apregoam são infelizmente reais.

    ResponderEliminar
  4. RIVUS,
    Não perco tempo a ver esses programas mas sei bem de quem estás a falar!
    Esse coiso, quando o lagartedo defrontou o Barcelona no primeiro ano de Guardiola, afirmou que o Sporting era melhor e tinha um plantel superior!
    Lembro-me como se fosse ontem!
    Por aí já se vê o que o bicho percebe de bola...
    Para além disso, foi sempre um inimigo declarado de Paulo Bento, a quem acusava de não ser capaz de levar os lagartos aos títulos que ele achava ser possível conquistar...
    O tipo não vale um...caracol.

    ResponderEliminar
  5. A diferença de atitute dos jogadores do Setúbal no jogo contra os corruptos e neste, contra o Benfica, é algo de tão vergonhoso que até mete nojo. Mas, como diz o Guachos, quantas são as equipas que gostam de abrir as pernas aos corruptos? Com um presidente que é um miserável, jogadores desta estirpe e um treinador que é um asco...que possam passar muitos e longos anos na distrital.

    PS: O Edo é um broche! e a CMVM um Moutinho de merda! E é disto que é feita a massa deste país, mais nada.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo das 19:08,
    Obrigado pelas palavras e pela correcção...
    De facto escreve-se supérfluo e não 'superfulo' como por engano escrevi...

    ResponderEliminar
  7. Sendo que mais uma vez o meu caro diz tudo no texto. Notas somente.

    O antro, se os regulamentos se cumprirem, terá mais 2 a 4 jogos até ao fim da época, para além dos jogos que faltam disputar no campeonato. Muito sobrecarregados! Não estão?
    O Glorioso quantos mais terá? Muitos espera-se. Mas ai Jesus, se Jesus rodar e baixar o ritmo em jogos mais que decididos!

    Temos também a certeza que todos os que defrontar-mos o farão como se de uma final se tratasse. Temos ainda a certeza que - talvez com uma ou duas excepções - todos os que defrontarem o antro o farão como se de uma visita ao Papa se tratasse, literalmente submissos.

    Em qualquer análise que se faça, convém não perder de vista a realidade. E a realidade é que a diferença de golos só servirá numa muito singular hipótese. Empate 2-2 no antro. Em qualquer outra circunstancia ou com qualquer outro resultado valerá zero para a decisão do campeonato.


    Abraço

    RC

    ResponderEliminar
  8. Muito bom texto amigo Guachos, muito bom mesmo.

    Miguel

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.