segunda-feira, 11 de março de 2013

Do assobio ao auto-golo - um percurso de tolo...


Imbecilidade muito em voga; 

«Se nós não assobiássemos no jogo anterior eles hoje não goleavam»

Não há pior imbecil, que o imbecil egocêntrico, que atira para cima da equipa o fel das suas frustrações, ignorância ou estupidez natural - em forma do assobio - que depois, reclama, para si, os louros da gorda vitória, imaginando que a causa dela, da vitória, foram os seus assobios no jogo anterior...

Já vi gente a assobiar Nené, Magnusson, Cardozo ou Luisão, mas que no minuto seguinte - de boa vontade - os abraçariam ou lhe beijariam qualquer parte do corpo, se os visados o consentissem - este é o sentir do comum adepto do futebol.
Mesmo quando ainda era um imberbe rapazinho e ia ao futebol pela mão do meu Pai para ver o Freamunde,  que as coisas já se passavam assim...
Por essa altura, assobiava-se o jogador mais talentoso - Ernesto - um franzino mas genial atleta, a fazer lembrar o grande Chalana, mas que não comia (não a relva que nesse tempo não existia) a poeira ou gravilha do "carvalhal" e por isso era assobiado, até que resolvia a maioria dos jogos, saindo em ombros em muitos deles!

Assobiar faz parte da essência e da cultura do adepto comum, que adora o seu clube, que perde a vontade comer se as coisas correm mal, que passa fome, se preciso for, para poder segui-lo para todo o lado, mas que é incapaz de ver mais longe do que os golos ou as vitórias simples e fáceis da sua equipa! Para ele, o adepto comum, os adversários não contam - estão ali para serem gozados - para serem trucidados!

É o adepto que 'odeia' o Di Maria, o Gaitan ou o Cardozo, mas que arrancaria metade da gedelha se eles saíssem para um rival directo...
Esse é o típico e indispensável adepto - volúvel mas fiel, que é capaz de ''matar'' os seus meninos se estes falham um passe de trinta metros, ou se não são capazes de golear os adversários, mas que seria capaz de matar quem ousar fazer mal ao seu clube de coração...
Este tipo de adepto - a maioria - não assobia por outra razão que não seja o seu amor desmesurado ao clube, que lhe cega o raciocínio e lhe entorpece o discernimento...

Definitivamente, não é a esses adeptos que me refiro, quando os apelido de imbecis, frustrados, idiotas e outros mimos mais ou menos sentidos - esses são os que têm a 'certeza' que o clube joga melhor quando eles vão ao estádio assobiar, são aqueles que disso se gabam publicamente e reclamam para si a paternidade das vitórias folgadas, fruto dos impropérios e assobiadelas no estádio...
..............................................................................................................
O adepto comum, sofre demasiado com o intoxicamento a que é sujeito durante a semana - lê avidamente os jornais desportivos e toma como certezas absolutas os comentários e a "sapiência" dos comentadores de Tvs e Rádios, que passam a semana garantindo-lhe que o Bordéus é o equivalente ao Murteireise ou ao Vila Franca do Rosário e não uma equipa que tem um orçamento anual superior ao do Benfica.
Pior, é fazer-lhe crer que o Málaga é um clube da estirpe de um Real Madrid ou de um Bayern de Munique, ou que o Dínamo Zagreb e o Dínamo Kiev, que acaba de ser eliminado pelo Bordéus, são equipas da primeira linha europeia.

Vejamos uns quantos exemplos...
Promoção da Antena 1 aos jogos desta semana de equipas portuguesas nas competições europeias:

Sobre o Benfica...
"O Benfica vai a França defender uma vantagem tangencial contra o Bordéus..."

Sobre os outros
"O porto vai a Málaga em vantagem na eliminatória..."

Pergunta;
Qual o resultado de ambas as equipas na primeira mão das respectivas competições? - 1-0
No entanto - a única diferença entre o resultado dos corruptos e o resultado conseguido pelo Benfica, é que o Benfica também ganhou por 1-0, sim, mas com um golo legal!

Agora, tendo como fiel da balança o 'goleado' Gil Vicente...

Dos corruptos;

"Noite de massacre azul e branco. FC Porto é líder do campeonato, à frente do Benfica no capítulo da diferença entre golos marcados e sofridos"
Acrescente-se, que neste caso, houve - aqui sim - um auto-golo reconhecido pela única entidade que pode fazê-lo (Liga) e que o Gil Vicente passou a jogar como menos um jogador a partir do minuto 61...

Agora do Benfica: (aqui)  - sem auto-golo (segundo a liga) sem expulsões e com um penalti surripiado a Lima...

Auto-golo de Luís Martins... Gil Vicente em perda tornou tudo fácil. Nem houve assobios!

Só mais outro exemplo...
Dos corruptos;

Do Benfica;
Franguinho na mesa das pazes
Fanguinho? nem ao menos um galinho?

A propósito de auto-golos...
A fobia passou para a grande maioria da CS, que simplesmente ignorou a única entidade que decide, baseada no relatório do árbitro, a paternidade dos golos e retirou o golo a Maxi Pereira!
Luis Martins? e porque não o guarda-redes? e porque não os dois?

Um nojo a que nem todos conseguem escapar incólumes...
Como diz o Jorge Filipe Oliveira, um amigo benfiquista; calcem mas é as galochas!

12 comentários:

  1. Post certeiro.

    É deste tipo de posts que a blogosfera benfiquista precisa! Desmontar as mentiras repetidas, as opiniões envenenadas de corrupção, de anti-benfiquismo e de desamor à verdade.

    Obrigado

    ResponderEliminar
  2. sempre em grande guachos! Bravo!

    As minhas palmas para um benfiquista dos cinco costados! clap clap!

    Será que os petardeiros e o gang do assobio vai acusar o toque? Ricardo do Ontem Vi-te e afins estamos à espera da vossa pronúncia! lolol

    ResponderEliminar
  3. Grande malha!

    Jornalistas à pressão,radialistas da treta aos gritos, e comentadores de tv mais parecidos com cães amestrados, só mesmo por castigo. Já há muito que deixei de contribuir para o pãozinho e leitinho desses meninos...
    Alêm das galochas, sugiro também uma bomba para limpar completamente os resíduos fecais...

    ResponderEliminar
  4. Exactamente Guachos...
    Já no tempo da minha avó se dizia:
    "Só passo cartão à merda, quando ando de galochas" :)
    E as minhas, já foram ontem para lavar... lol

    Mais uma vez na mouche... :)

    ResponderEliminar
  5. Valente "petardo" sem direito a assobio.

    ResponderEliminar
  6. Enormerrimo Guachos, Companheiro,

    E com muita alegria que acabo de (re)ler mais um dos teus excelentes textos, confirmando que tu te mantens em 'pico de forma' e determinado nesta luta que Nos compete travar.

    Por isso tudo, Obrigado Companheiro.

    Entretanto (ahahah) e nao sendo psicologo (menos ainda psiquiatra), vou confessar-te a minha estupefacao perante este aparente 'masoquismo' que leva tantos Companheiros a seguirem, alegremente, uma 'merdia' que parece retirar lucros por fustigarem o Clube.

    Racionalmente, parece-me logica a existencia de muitos 'avencados' que somam a um vencimento 'legitimo' o valor que recebem do POLVO pelas genuflexoes e controcionismo perante o D. Cor(no)leone: sabemos, todos, que o caracter nao faz escola nesta era do imediatamente, tal como compreendemos como as 'operacoes com atletas', as comissoes astronomicas e os 'off shore' viabilizam a alimentacao de um imenso saco azul naquela torre em contumil.

    Essa parte, eu consigo compreender (repugna-me, mas compreendo).

    O que eu nao consigo racionalizar e a 'resposta' de tantos Benfiquistas, muitos deles perfeitamente lucidos, que persistem em buscar essa estranhissima forma de se autoflagelarem, percorrendo a 'via sacra' que parte dos 'trios de ataque ao Benfica' e termina na pasquinada, passando pelos blogues dos antivieiristas.

    Nao tendo nem ideia se tu tens conhecimentos especializados que me possam ajudar, espero que tenhas algum Amigo que te possa ajudar e que, assim, acompanhado por esse teu Benfiquismo exemplar, consigas escrever um 'ensaio' sobre este tema que se arrisca a fazer-me obcecar.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  7. «O que eu nao consigo racionalizar e a 'resposta' de tantos Benfiquistas, muitos deles perfeitamente lucidos, que persistem em buscar essa estranhissima forma de se autoflagelarem, percorrendo a 'via sacra' que parte dos 'trios de ataque ao Benfica' e termina na pasquinada, passando pelos blogues dos antivieiristas.»

    Caro José,
    Sou apenas um mero observador, mero mas atento, que vai tentando, à sua maneira, desmontar algumas malfeitorias que fazem ao nosso amado Benfica. Confesso que é por isso, para poder defendÊ-lo, que sou forçado a ler, de tudo um pouco - quer jornais, (apenas online, socorrendo-me dos companheiros que reproduzem o que a escória jornalística vai apresentando) quer blogs. Se não o fizesse, como poderia combatê-los?

    Só há uma coisa que não consigo fazer - os tais 'trios' (que como os mosqueteiros, afinal são quatro) de ataque ao Benfica. Aí não consigo mesmo, tal o asco que me metem essas personagens. Nem com as galochas...

    ResponderEliminar
  8. Enormerrimo Guachos, Companheiro,

    Nao me entendas mal, por favor.

    Primeiro, porque ate eu que quase nao vejo TV, tambem ouvi (num telejornal da RTPi) essa 'diferenca" de tratamento nos resultados da primeira mao, entre o Glorioso (tangencial) e o do crac (em vantagem).

    Depois e principalmente, porque ja e muito claro para todos os teus leitores que, ainda que passasses 24 horas por dia nessa 'via sacra' (e outras tantas de noite, ahahah), nunca te deixarias cair em cantos de sereia.

    Nao, Enormerrimo Guachos: a ti (e a outros Companheiros que assinam blogues) eu compreendo.

    Quem me deixa 'em parafuso' sao aquele Companheiros que fazem a 'via sacra' e, depois, se queixam do "silencio ensurdecedor" da Nossa Direcao, ou reproduzem um discurso que tem de saber ser manipulado.

    Recordo-me bem de, ha nao muitos dias, ter lido aquele teu texto sobre a "vantagem deles" (sabes a qual me refiro?) e, por ele, ter dito para com os meus botoes que so um Enorme Benfiquista seria capaz de ir anotando toda aquela serie de 'cu mentarios', barbaridades e mentiras para, no momento oportuno, fazer a demonstracao da sua tese.

    Ainda te digo mais: depois de muitos anos de 'combates', regozijo-me por, finalmente, ver que ha muitos Companheiros que ja nao se deixam levar por cantos da sereia e que ate desmascaram a 'merdia' nas melhores oportunidades.

    Espero ter desfeito esse mal entendido.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  9. Obrigada pelo seu contributo, mais um!
    É triste ver tantos supostos Benfiquistas emprenharem pelos ouvidos e fazerem o jogo do inimigo.
    Comigo nunca, é que eu também acredito, hoje e sempre!
    Força Benfica!

    ResponderEliminar
  10. José,
    Nem era preciso o esclarecimento.
    Não houve qualquer mal entendido e
    estamos em perfeita sintonia...

    Esses companheiros, que com um pouco de sadismo à mistura, assistem a esse lixo televisivo, acabam por me prestar um enorme favor, quando reproduzem, muitas vezes com vídeos, que me são muito úteis para saber o que se vai dizendo por lá...

    ResponderEliminar
  11. Eu leio, oiço e vejo o que essas fontes avençadas escrevem, dizem e mostram sobre o Benfica.
    Apenas porque julgo, que, também foi devido à passividade, à inércia e ao comodismo dos Benfiquistas, que foi possível que o polpus corruptus se constituisse, crescesse e se mantivesse activo até aos dias de hoje (já lá vão 30 anos!).

    Na época de Fernando Martins, os Benfiquistas fantasiaram com a beleza e grandiosidade do universo Benfiquista, ignorando ou não querendo ver, que, fora desse universo, havia inveja, ódio, falta de escrúpulos e novos meios ao dispor das demais agremiações. Era de certo modo inevitável que fossem tentadas a congregarem tacitamente as suas acções, com um único objectivo: destruir o Benfica, nas suas diferentes dimensões. Esse objectivo permanece intacto hoje em dia.

    Para desmacarar o modus faciendi, há que sair da zona de conforto, tentar defender ilucidando, levantando questões e denunciando irregularidades. Não se espere que a Direcção do Clube possa fazer tudo sozinha.
    A defesa do Benfica começa onde estiver cada Benfiquista. A Sua voz, a sua palavra será a defesa do Benfica.
    E não se pode ter pejo de defender o Benfica, quando outros não têm escrúpulos nos ataques que fazem!

    Porque é que P.Proença foi desnomeado? Será um estrategema similar ao do campo «impraticável» de Setúbal, para poder apitar um jogo mais interessante?

    É para levantar questões como estas, que este blog, e outros, como o do Carlos Alberto ou o do Miguéns, são verdadeiramente exemplares na forma como defendem o Benfica.

    Aqui respira-se Benfica e defende-se o Benfica

    Parabéns Guachos!


    ResponderEliminar
  12. "Para desmacarar o modus faciendi, há que sair da zona de conforto, tentar defender ilucidando, levantando questões e denunciando irregularidades. Não se espere que a Direcção do Clube possa fazer tudo sozinha.
    A defesa do Benfica começa onde estiver cada Benfiquista. A Sua voz, a sua palavra será a defesa do Benfica.
    E não se pode ter pejo de defender o Benfica, quando outros não têm escrúpulos nos ataques que fazem!"

    Faço o corte-e-cola porque vale a pena e assino por baixo do comentário do SuperAguia1904.

    Só não concordo com as galochas, para desentupir fossas tem que ser mesmo um par de jardineiras de borracha porque a merd@ ou água de esgoto já chega até à cintura.
    Há uns anos as galochas eram suficientes mas com 30 anos a encher sem dar vazão hoje em dia os Benfiquistas acordam, e deparam-se com "merdia" nojenta até à cintura que levou 30 anos a acumular. Carrega Guachos.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.