segunda-feira, 1 de abril de 2013

A mentira do Costa...

Rui Costa é nome de gente séria - Rui Costa é nome de jogador; nome de craque!
Infelizmente também é nome de crápula ou apelido de corrupto...
Rui Costa, o árbitro, levou para a Luz um recado, que seguiu à risca exemplarmente - antigamente chamava-se "encomenda" a estes "trabalhinhos", hoje parece que é coerência...

A coerência do moço foi exemplar - qualquer jogador que respirasse mais forte tinha um amarelo garantido; se desse um espirro vinha para a rua  mais cedo, duplamente amarelado. 
Havia apenas uma excepção; uma patada no joelho (de Sálvio) com intenções assassinas!
4 cartões amarelos+2 por acumulação = 2 vermelhos ao Rio Ave, e 5+1 por acumulação =1 vermelho ao Benfica, metade deles mostrados depois de estar a ganhar por 6-1 e já nos últimos 10 minutos!
Uma "batalha campal", a que só escapou o tal moço que deu uma patada assassina em Sálvio - percebe-se bem o porquê...

A malha estava de tal maneira apertada, que a manter o critério e a coerência - coisas em que o rapaz não facilitaria um milímetro (menos na patada no joelho de Sálvio) - seria impossível não expulsar ninguém...
Com isso, fez vários favores, quer ao Benfica, quer ao Rio Ave...afinal, o único objectivo que levava metido na "cuerência"...
Garantiu um jogo de descanso ao Melgarejo, cansado das viagens intercontinentais, e ajudou o "somos porto" Nuno Espírito Santo a preparar o jogo da taça da liga contra os corruptos...

No caso do Benfica, ainda tentou mostrar que conseguia expulsar Matic, mostrando ao Proença que não passa de um cabeça de unto ao pé da sua sanha justiceira, mas, Matic, que apenas respirou mais forte uma vez, perante o cartão exibido, apenas esboçou um sorriso...amarelo!

Nuno, não terá grandes preocupações no jogo de quarta-feira; com a equipa perfeitamente desgastada do jogo contra o Benfica, e com menos duas opções ao dispor, já pode meter as reservas contra o seu clube de coração, mantendo o critério e a coerência - ninguém o poderá acusar de não apostar na taça da liga que ninguém queria...
Já só falta arrumar uma estratégia arrojada (a tal coerência) e ir jogar ao ataque...
---------------------------------------------------------------------------
A tradição já não é o que era...
Dia 1º de Abril, era antigamente aproveitado para que a imprensa pudesse publicar umas mentiras, meias-verdades ou desejos secretos, transformados em realidades...
Que vemos hoje? - Nada. 
Não há notícia que seja mais mentira que as mentiras habituais e diárias!
O "rascord" ainda tenta (envergonhadamente) meter Jesus no clube corrupto, mas quem poderá levar a sério um pasquim rasca, que em 10 notícias sobre o Benfica, mente descaradamente em três, aldraba duas e inventa as restantes?

No resto, apenas o habitual, com as paginas (on-line) dos jornais sem nenhuma mentira 'credível'...
Entre o dia 1º de Abril e os restantes dias do ano, nada muda - nem a credibilidade=zero.

1 comentário:

  1. Por exemplo, podiam aproveitar o dia 1 de Abril para dizer verdades!

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.