domingo, 11 de agosto de 2013

A “Gestão de Atletas” alguns casos

Por José Albuquerque

Na sequência de outros escritos e, sobretudo, to texto precedente, venho abordar alguns exemplos da “Gestão de Atletas” da Nossa SAD, escolhendo os que me parecem mais típicos e eloquentes, para que os possamos debater e com eles aprender. Faço-o mantendo sempre presentes os princípios já enunciados e, naturalmente, o bom senso de que sou capaz …

Os “Oblak” desta vida.

Uma das dificuldades que eu teria, seguramente, para “Gerir Atletas” decorre do facto de não conseguir compreender, confesso, a razão/motivação de alguns jovens milionários (há dezenas de exemplos, além dos Messi e Ronaldo) para continuarem a privar-se de muita coisa da qual eu abusei na idade deles, a continuar a treinar “como animais”, suportando a dor física, as lesões e, tantas vezes, a perda total da privacidade.
Eu gosto muito da liberdade que resulta de ter dinheiro, sempre gostei, ahahah, mas esses casos …

Quando sou confrontado com um exemplo como o do Oblak, não consigo deixar de me embasbacar com o exemplo de um garoto que, tendo os talentos suficientes para cumprir aos 35 anos o sonho que eu consegui cumprir aos 53 (depois de muito, muito, muitíssimo trabalho), aceita correr o risco de “mandar tudo pró ar” e sem razão aparente.

Falamos de um jovem que o Benfica contratou aos 17 anos (ainda não tínhamos Equipa B, recordo) e para o qual desenhou um excelente programa de formação, colocando-o em clubes onde teve oportunidade de começar a actuar, na primeira divisão, num campeonato reconhecido por ter um bom nível técnico e tácito.
Como previsto, este jovem Atleta (sim, ainda é do Benfica) correspondeu ao potencial que se lhe adivinhava e cresceu ao ponto de ser uma quase unanimidade a certeza de que vai ser um dos melhores do mundo naquela difícil posição do campo.

Então, um ‘bacano’ destes, permite-se um “chelique” que lhe pode inviabilizar uma carreira decente?
E já não seria o primeiro, poderão dizer-me alguns!

Muito bem … mas esqueçamos o ponto de vista do Atleta e coloquemo-nos na pele do “Gestor”. Ora porra, que só há uma forma de nos protegermos destes “Oblak”: é ter dois, pelo menos, esperando que um deles não seja abstruso!

Os “Carlos Martins” desta vida.

Sempre tive uma enorme admiração por este Atleta, mesmo antes dele o ser: pela “garra”, pela valia técnica e tácita, pela visível ambição e algumas outras características. Por isso, gostei que o “Maestro” o fosse buscar a Espanha, tal como gostei do papel que desempenhou no titulo de há 4 anos.
Sabendo das dificuldades que poderiam surgir em resultado da sua infeliz tendência para as lesões musculares, nunca considerei o CM um “titular indiscutível”, mas, confesso, sempre considerei que, com a maturidade dos anos, ele fosse um elemento muito importante na Equipa. Na época passada, por exemplo, escrevi dezenas de vezes que o seu contributo, a par do de D10S, iria ser determinante a partir de fevereiro e assim que ele recuperasse daquela insistente lesão.

Ver um Atleta maduro e conhecedor das preferências dos BOIS apintadores nacionais, num desafio de importância capital e depois de levar um primeiro amarelo, fazer o que o CM fez … fosse eu o Técnico e não o queria ver mais na minha frente: tratou-se de uma irresponsabilidade sem tamanho nem perdão!

Ah, mas a SAD tinha-lhe renovado o contrato uns meses antes … e, pergunto eu?
E pergunto porque, antes daquele erro crasso e tremendamente oneroso, eu teria feito o mesmo, que isto de acertar nos números do Euro milhões depois de terminado o sorteio …

Depois disso, que fique a treinar com a Equipa B (desde que se comporte como deve), ou que vá, emprestado ou oferecido, para onde lhe paguem o ordenado e … assunto encerrado! 

Os “Djaló e Jardel” desta vida.

Sem nada por onde comparar os dois Atletas, eu considero-os exemplos de um mesmo tipo: oportunidades de negócio, talvez capazes de suprir uma insuficiência na Equipa (e o Jardel foi muito útil), mas condenados a ser ultrapassados perante um desejável acréscimo de exigência.
Trata-se de dois excelentes Atletas, ambos bastante “económicos”, aos quais vai acontecer o mesmo que a tantos dos mais jovens: sendo “eliminados” no processo de selecção natural dos melhores, acabarão por sair do Plantel, seja por empréstimos sucessivos ou por uma cedência da maioria dos seus “direitos económicos”. Um deles (Jardel) deixou um contributo desportivo interessante, o outro, talvez deixe um contributo económico interessante.

Os “Urreta” desta vida.

Eis outro caso de um Atleta que me parece comprovar a extrema dificuldade em “garantir” que um jovem muito (muitíssimo) promissor venha a cumprir essas promessas, consolidando-se como um futebolista de eleição.
O Urretaviscaya (internacional A pelo seu pais), tal como tantos jovens produtos da “Fábrica”, sonhava com voos quase estratosféricos, mas já não parece ser competente para mais que aquilo que lhe conhecemos: trata-se de outro excelente Atleta a ser ultrapassado pelo nível de exigência na Equipa A e que, se houver “vaga”, poderá ter a sua derradeira temporada de afirmação na Equipa B, finda a qual ou conseguiu afirmar-se um não precoce, ou acabara por sair do Benfica, como tantos outros, preferencialmente, com algum retorno económico.

Óscar “Tacuara” Cardozo.

Excelente Atleta, com uma atitude pouco inteligente e um “empresário” incompetente e não confiável (mas cuja incompetência, compensa largamente a infiabilidade, ahahah).
Excelente rendimento desportivo e muito provável excelente rentabilidade económica: quem me dera que a SAD “descubra” outros com igual rentabilidade potencial.

Enzo “Ferrari” Pérez.

Soberbo Atleta, que compensa largamente alguma instabilidade psicológica: uma das melhores aquisições desta década!
O trabalho por ele realizado com o Técnico para se adaptar a uma nova posição no terreno, vai ficar para a História.   
Todos os dias sorrio, quando confirmo que parece que a SAD ainda não recebeu nenhuma proposta por ele, pelo menos por valores que levem a mérdia a fazer eco da tentativa.

Ezequiel “El Negro” Garay.

O meu modelo (quase) ideal de “central” (falta-lhe um pouco do “sal” irreverente do Luiz)!
Compreendo bem que ele ambicione um salário triplo do que a SAD lhe pode pagar e, por isso, que não queira renovar o seu contrato, com o inerente aumento da “cláusula”.
Espero que o Luiz não saia para Barcelona, ou não estou a ver o “Mou” a perder esta verdadeira “pechincha” por 20ME!
Enquanto ele for ficando na Equipa, a cada novo dia, aumenta o crédito do seu rendimento desportivo e, quando acabar por sair, o rendimento económico que deixará, não sera suficiente para apagar as Nossas saudades.

Eduardo “Toto” Sálvio.

Quando me falam mal do Presidente e mesmo quando o fazem com alguma razão, não consigo deixar de me recordar dos tempos, ainda recentes, em que a SAD “ia ao mercado com sacos de rebuçados” e, naturalmente, só em sonhos podíamos imaginar um Atleta desta dimensão a jogar no Benfica (a menos que fosse por empréstimo, claro).

Mesmo sendo ainda muito jovem e, por isso, manter um potencial para um ainda maior crescimento, o Sálvio é o protótipo do Atleta que desmente a minha fixação pelas exigências atléticas: trata-se de um “caga tacos” capaz de fazer tudo o que fazem os de 1,90m e … ainda mais rápido.
Ainda bem que este rapaz não parece obcecado pela perspectiva de ir para um tubarão.

Nemanja Matic.

Há pouco mais de um ano, depois daquele espectáculo contra o Chelsea, o Presidente, brincando comigo, disse-me algo como isto: “não sei se fiz um bom negócio ao aceitar este pinheiro por 5 “toneladas”” e eu, armado em chico esperto, ainda lhe ia responder que estava disponível para “dividir o risco do negócio com ele”, mas a meio já ele me estava a fazer um belo manguito.
Humildemente, trata-se do melhor “6” desta década!

Para finalizar, tenho de confessar o meu espanto quando ouço Companheiros a reclamarem pela incapacidade da SAD em já ter disponibilizado “substitutos” para estes 4 últimos Atletas!

Mas, raios me partam, onde estarão esses “verdadeiros substitutos”?
E quanto custariam?
E eles aceitariam ficar no banco?

Sinceramente, mesmo entre as equipas mais caras do mundo, vejo muito poucas que tenham um conjunto de “4, 6, 8 e 7” deste enorme gabarito. Um tal conjunto e “em dobro” … não conheço!

Viva o Benfica! 

22 comentários:

  1. Companheiros,

    Que aqueles de Vos que sintam que eu tentei escaper a mais algum "caso" importante, se sintam completamente livres para sobre ele(s) me questioner: sera' com todo o prazer que Vos darei a minha opiniao pessoal sobre outros Atletas.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  2. Esta parte (dos jogadores) sim, gosto de discutir. Pouco mais percebo do que economia e finanças mas ao contrario das ditas, gosto muito mais...

    Oblak - parece-me ser um excelente jogador, infelizmente e com o tantos outros com a cabeça feita pelo empresário, um camelo da estirpe de Pedro o alarve.
    Tenho a convicção que a confirmar-se a saída acabará nos corruptos. Foi 'atacado' a sério.

    Carlos Martins - pareceu-me sempre um negócio arriscado, até pelos valores envolvidos. Carlos Martins é o que eu chamo de jogador 'parvo' - tem tudo para ser bom mas, por falta de atitude ou burrice pura, acaba sempre por fazer asneira.
    Ainda por cima tem demasiados 'amigos' na CS e isso sempre me fez 'comichão', se é que me entendes...
    Em campo é capaz de tudo - do bom e do péssimo em curtos espaços temporais. Deve ser um pesadelo para um treinador ter que aturar um tipo assim.

    Na minha opinião foi um erro enorme contratá-lo e um erro ainda maior (inexplicável a meu ver) renovar-lhe o contrato. Agora, aguentem-no.

    Djaló e Jardel”

    Djaló sempre o achei demasiado mau quando ainda era lagarto. Um dos vários milagres de Paulo Bento.
    Jesus, ao contrario do que ainda cheguei a admitir, nunca conseguiu fazer o mesmo; um milagre. Djaló no Benfica só mesmo com um milagre dos antigos! Mas ok, foi uma oportunidade de negócio...

    Jardel é completamente diferente. Jardel a jogar nos corruptos já teria sido vendido por 20 milhões para a Rússia e na CS seria considerado um dos melhores do campeonato. É o defesa mais rápido do plantel e apenas lhe faltará ser um pouco mais afirmativo para dar um salto de qualidade. De enorme utilidade, só não é titular porque o nível no Benfica subiu muito de qualidade. Mesmo assim, não gostei nada que tivesse saído (embora compreendesse os motivos) da equipa na época passada...

    Urreta - o ai Jesus dos adeptos cibernautas. Nunca vi nada que justificasse tanto alarido.

    Cardozo - um dos melhores estrangeiros de sempre...o resto já falei até demais.

    Enzo “Ferrari” Pérez. Concordo com tudo o que dizes.

    Ezequiel “El Negro” Garay. Idem

    Eduardo “Toto” Sálvio. também, mas faltou-te dizer (tal como no caso de Enzo) que grande parte do seu crescimento futebolístico tem - claramente, o 'selo' de Jorge Jesus!

    Nemanja Matic. Um negócio da China. Se fossem honestos e fossem ler as barbaridades que escreveram acerca deste rapaz, alguns, não destapavam mais a cara...

    Bom post amigo José
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enormerrimo Guachos, Amigo e Companheiro,

      O Oblak no crac? Como, se tem contrato com a Nossa SAD?

      Se queres a minha previsao, o garotelho vai voltar, na ultima semana do mes (repara que ainda nao colocou o contrato em causa na Liga) e com uma proposta qualquer (talvez da Russia).

      Caso eu mandasse, ficava uma epoca sem jogar e sem falar com ninguem acima do roupeiro. No final da epoca, sem nem a boca abrisse ate' la', mandava alguem falar com ele.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Hehehehe!
      Eu não disse que ia - disse; a confirmar-se a saída...
      Como não sei de nada do que está a acontecer por detrás da cortina e como já vi tantos jogadores a saírem mesmo quando isso me parecia impossível...

      Tomara que tenhas razão.

      Eliminar
    3. Enormerrimo,

      Acabei agora de ver o desafio da Trofa e ... que pena a Sra. Da. Matic so' ter tido 2 Filhos, ahahah.

      Claro que o Uros ainda tem muito que aprender, mas gostei MUITO de o ver.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  3. OS MEUS TOMATES SÃO DE OURO E OS TEUS?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. isso nao sao os teus tomates, rapazola ... Devem ser os do gajo que esta' atras de ti!

      Gabo a pachorra e a ordinarice destes invertebrados, porra.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Começo a desconfiar que te vou apagar a tomatada...

      Eliminar
    3. Sr. Albuquerque não sei onde está a ordinarice. Sou um agricultor de tomate e no mercado não temos melhor e daí o meu produto ser comparado ao ouro.
      Quanto ao sr. Guachos se apagar a tomatada como irá pôr ketchup no seu prato,já pensou nisso?
      Já não chega a UE nos cortar em tudo e ainda vocês querem cortam no meu ganha pão.

      Eliminar
    4. Este anónimo é andrade. Conhece-se pelo cheiro que exala.

      Eliminar
    5. Sr. Manuel onde foi ver essa de ser andrade? Caramba, para si todos são andrades. Sou benfiquista mesmo e gosto imenso de divulgar a minha produção de tomate, tão só e apenas isso.

      Eliminar
    6. Não sei se és benfiquista ou não. Aqui não é sitio para discutir agricultura e não é sítio para aturar brincalhões de pacotilha, quer tenham tomates ou falta deles. mais uma e vai tudo para o lixo

      Eliminar
  4. Concordo com muito do José Albuquerque.

    Em relação ao Uros Matic tenho a impressão que vamos ter aqui um Matic II. lol

    Eu já tinha dito que se ele desenvolvesse tanto como o irmão poderia jogar à frente ou mesmo vir a ser o futuro substituto. Pois parece que isso é mais do que provável.
    O Ivkovic já tinha dito que o Uros físicamente era um fenómeno. Ainda não cheguei a tanto mas se comprovar isso então está bem encaminhado. Daqui a um ou dois meses falamos.

    O Salvio não pode sair. Viu-se bem a falta que fez nestes 2 últimos jogos. Penso que a direcção não anda a dormir.




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Manuel, Companheiro,

      Eu nao tenho nenhuma "inside info", mas acredito que nao sai ninguem (alem do Garay e, eventualmente, do Tacuara).

      Para levarem qualquer um dos outros (Matic, Salvio, Enzo, etc.) so' com Muuuuito dinheiro!

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  5. Meu caro JAlbuquerque- confesso que me encontro em fase de depressão benfiquista.Penso, analiso, e confesso que mergulhei numa descrença tal, que nem me reconheço.Sigo o Benfica desde um belo dia que o meu Pai me levou á Luz para ver um Benfica-Torpedo(o tal dos penaltis do Bento), ja vi jogos e jogadores que ficaram na nossa história, vi presidentes como Vale e Azevedo, virem de mansinho para se apropriarem de um clube em queda acelerada, vi a mão de Vata, chorei com o golo do Vata e com a lesão malfadada do diamantino que para mim nos tirou uma TC, vi a ascensão de PC e do FCP, muito mal compreendida pelos nossos dirigentes, que ainda lhe deram a mão que o ajudou a tirar a nossa supremacia em todos os dominios, cada vez vejo com maior apreensão a divisão que se está a cavar entre os Benfiquistas.
    Será que estamos no rumo certo?Não suporto mais ver o meu Clube perder uma taça para um Guimaraes qualquer, que depois perde com esta naturalidade para os mesmos de sempre, que vão criando esta aura de vencedores, que um dia a história se esquecerá como foi forjada.
    Vou continuar, como sempre, desde esse dia feliz do jogo da vida do Manuel Galrinho, a amar o meu Clube, a "correr" atrás dele, a defende-lo de quem me aparecer a tentar manchar o seu nome, mas sinto que cada vez mais, dentro de mim, cresce a duvida se aqueles a quem transitoriamente entregamos o leme da nossa grande nau, conhecem os ventos e as mares que nos reconduzam á rota que já tivémos, a rota dos vencedores.
    Dividir para reinar, é um principio que não gostaria de ver implantado no nosso Glorioso Clube, e cada vez me parece que nos afastamos mais do nosso lema-"de Todos Um".Para quando um rumo certo?Para quando uma Vitória?Até quando vou ter de ouvir um sabujo qualquer tentar desonrar o nosso nome, com criticas do tipo-o guimaraes ficou para a entrega da taça, e soube perder?
    Tenho saudades de um Humberto, de um Coluna, de quem saiba transmitir que a nossa camisola está sempre em escrutinio, e que os atletas que têm a honra de a envergar nunca podem dizer-"a braçadeira de capitão nem foi importante".
    Estou desanimado e triste, porque a grande verdade, é que não estamos no rumo certo,porque para mim, o rumo certo são as Vitórias de que se fizeram a nossa História, e que ainda hoje nos fazem ser um dos Clubes Miticos da historia do futebol.
    Gostava de estar optimista, mas estes ultimos dias do defeso para mim foram demais.
    Viva o Benfica!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Chakra Indigo, Companheiro,

      Solidarizo-me contigo em tudo o que aqui nos dizes (e desabafas), bem como nessa tua imensa dor, mas ...

      O Nosso Clube ensinou-me a NUNCA desistir. E quando eu escrevo NUNCA, quero dizer N U N C A !!!

      Por mais que Nos doa, Companheiro, a tanto Nos obriga a responsabilidade que temos perante todos os Mais Novos.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Qualquer benfiquista que se sinta ferido pelos dichotes de Pinto da Costa está a pôr-se no mesmo patamar de 'tacanhês' intelectual!

      Eliminar
    3. Sinto-me muito ferido é com a tentativa de diminuição intelectual de uns benfiquistas pelos outros.
      Os dichotes de Pinto da Costa resvalam na couraça da minha indiferença, mas quando se fundamentam em atitudes lamentáveis(para mim)de representantes do meu Clube, fazem-me reflectir na imagem que estamos a passar para a opinião publica.As escolhas futuras dos nossos jovens, como por exemplo qual o Clube a apoiar, baseiam-se na opinião dos Pais e pessoas que valorizam, mas também na imagem que o Clube e seus representantes transmitem.
      A imagem do Benfica é a de um Clube vencedor, popular, empreendedor, mistico.
      Pergunto eu-para os menores de 30 anos, qual a imagem que o nosso Clube está a transmitir?O meu filho mais velho, tem 21 anos, ama o Benfica porque eu, modestia á parte, soube educá-lo, mas só eu sei das duvidas que ele teve para realmente apoiar o Benfica.
      O meu patamar, é a de apoiante do Benfica á 50 anos, sócio á 25 anos, e Benfiquista depois do meu corpo morrer.
      Viva o Benfica!

      Eliminar
    4. As atitudes lamentáveis - quando feitas por elementos representantes do Benfica, também me doem muito e não preciso que um corrupto me venha lembrar disso. Não serve de exemplo para nada.

      Essa da educação dos pais tem muito que se lhe diga e acredita-me (doi-me o coração só de pensar no assunto) que não é por aí.
      Tenho dois filhos, até mais velhos (não muito num dos casos) e embora os tenha educado (presumo) da melhor maneira, a julgar pelo teu ponto de vista falhei (quase) redondamente!
      Os bons valores transmitem-se, sim, mas não mistures nisso o futebol.

      Abraço e viva o Benfica.

      Eliminar
    5. Caro Guachos,
      Peço desculpa , não pretendia atingir ninguem-apenas um lugar comum do tipo "quem é benfiquista é por ser bom chefe de familia!"
      Aí está um exemplo da dificuldade em fazermos os nossos proprios filhos identificarem-se com um Benfica Vencedor.
      Viva o Benfica!

      Eliminar
    6. Não há problema.
      Mas garanto-te que no meu caso nada tem a ver com valores benfiquistas ou com um Benfica vencedor.
      Aos meus filhos não lhes ensino que ser o primeiro é a única coisa que interessa. Aos meus filhos sempre lhe ensinei que o mais importante é sentirmos que fizemos tudo ao nosso alcance para sermos os melhores.

      Viva o Benfica

      Eliminar
  6. Estou à espera de ver o que vai escrever o alimária do gloriosaesfera sobre os familiares do Matic.

    Mais estou curioso que alguém me diga alguma coisa sobre os Andrés o D.Simão e aquele foi para o Belenenses que até me esquece o nome.

    Será que são assim tão bos jogadores?

    E N.Oliveira? que por onde passou nunca conseguiu ser titular?

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.