terça-feira, 13 de agosto de 2013

Benfica rachado ao meio?

Desde que o meu Pai me levava pela mão a ver o futebol, que me lembro de ouvir os adeptos - durante e após os jogos, chamar 'nomes feios' aos jogadores, técnicos e direcção do clube.
Aos 10 minutos de jogo começavam os primeiros assobios, à meia hora já se gritava palhaços e ao intervalo eram todos uns panascas. O treinador era uma besta porque não metia 'um gajo tão bom' que estava no banco (no Domingo a seguir já era outro) por troca com 'aquele nabo' que não acertava uma...

A direcção eram uma cambada de parasitas que só pensava nos copos, putas e vinho verde - era assim que se dizia então...
Ao meu Pai só o via zangado com os árbitros, um legado que me deixou até hoje e nunca o ouvi publicamente insultar alguém do clube - outro ensinamento que perdura.

Assim ou assado, no final do jogo, se o Freamunde ganhasse, já eram todos uma maravilha e se perdesse, todos não passavam de lixo. 
(Os 'nomes feios' que refiro mais em cima, não passam de um eufemismo para filhos da puta, cabrões e outros mimos semelhantes...)

São assim os adeptos em todo o lado e para dizer francamente, ver um jogo de futebol esquecendo por momentos o que se passa no campo, olhando para as expressões faciais dos adeptos, ouvindo os impropérios das bancadas, é um espectáculo absolutamente hilariante, diria que...fascinante! 
Passa-se do choro ao riso, do grito ao silêncio sepulcral, do insulto ao elogio, num abrir e fechar de olhos!
Impressionante o que um simples jogo provoca na mente de uma pessoa.
Impressionante como o futebol cega indivíduos extremamente inteligentes ao ponto de fazer deles perfeitos imbecis numa bancada qualquer!

Mesmo depois do jogo acabar 'ninguém' aceita a derrota, mesmo um empate, como um dos 3 possíveis resultados.
Há sempre alguém que é preciso achincalhar. Há sempre alguém que tem de ser 'queimado vivo' na fogueira das nossas frustrações - os malditos que nos tiraram o supremo prazer de vermos os nossos adversários humilhados!

O adepto fanático não aceita menos que uma vitória por humilhação.
Quando isso não acontece, e o adversário até acaba por ganhar, o fanático - muito mais feliz em humilhar o adversário do que no sentir e no festejo de ver a sua equipa ganhar, sente a derrota pior do que a humilhação que imaginava ver no adversário; sente-a como se de um ferro em brasa no corpo se tratasse!

Esta gente não tem cor, credo, religião ou partido; não é culta ou ignorante, limitada intelectualmente ou bastante inteligente, não é rica nem é pobre - é fanática, existe em todos os clubes e não se extingue no final dos jogos...
Antes, até há alguns anos, ficava confinada às discussões de tasca, de café, tertúlias, no trabalho e pouco mais.
Agora, o fanatismo militante mudou-se - com armas e bagagens, para a internet!
A blogosfera e os grupos sociais estão hoje polvilhados de fanatismo exacerbado.

Não há respeito por 'ninguém', 'ninguém' respeita valores, e atrás do teclado todos são heróis. Todos sabem de tudo e de tudo sabem mais que todos!
Os insultos (inócuos) das bancadas passaram para o PC - agora bem pensados, melhor elaborados, sem o stress do resultado, da emoção do jogo, da adrenalina da competição. 
No campo percebe-se que assim aconteça. Atrás do teclado, friamente, não. 

O fanatismo revela-se de muitas maneiras - sobre os mais variados assuntos, as mais variadas vertentes da sociedade, sobre instituições, pessoas...
E no fim, o que conta - o que sempre vai contar, é a bola que (não) bate no poste, o fora de jogo que (não) é assinalado, ou o golo que (não) é marcado para lá da hora. 
Tudo, afinal, se resume a isso.

Está dividido o Benfica? - sincera e honestamente parece-me que não.
Quem o afirma bem que gostaria que assim acontecesse...
Uma minoria de barulhentos não faz uma maioria silenciosa. Jamais. 
E o silêncio ainda é de ouro.

25 comentários:

  1. Gostava de concordar contigo... gostava mesmo!

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde

    tento cheio de ironia mas que encerra grandes verdades

    Fabuloso

    Deixo abraço

    ResponderEliminar
  3. Não, não está. Por muito que cantem ' o Benfica é nosso e há-de ser ', nunca passará de um patético manifestar de intenções. Ainda não perceberam - sova após sova - que por muitos que pensem ser, são sempre os mesmos. Não é esta canalha que dividirá o Benfica. Está agora na moda o Sérvia e Benfica, bem lançado por esses tristes e obviamente aproveitado pela nossa sedenta CS. São os mesmos que lá têm um estranho protocolo com uma tal « Torcida SPLIT ». São e serão sempre os mesmos tristes, mas o Benfica jamais será deles. E dividido? Não.

    ResponderEliminar
  4. Enormerrimo Guachos, Amigo e Companheiro,

    Louvadas sejam estas tuas ferias, meu Amigo: tu estas na melhor forma de sempre!

    Uma vez mais, vou recorrer a uma ja' habitual figura de estilo e escrever que, caso eu fosse invejoso, teria inveja por nao ter sido eu a escrever este belissimo texto.

    Obrigado, Companheiro! Obrigado e Parabens!

    De inteira justica este verdadeiro escol de comentadores que aqui tens (antes deste meu humilde agradecimento), eles proprios bem eloquentes.

    Viva o GUACHOSVERMELHOS!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu até queria responder mas acho que gastei tudo por hoje.
      Abraço Zé!

      Eliminar
  5. Grande post e concordo bastante com o comentário do Nuno Ferreira, no jogo com o São Paulo meteram-me nojo!!! A cantarem aquilo (e atenção que sempre apoiei o Cardozo) sem qualquer razão de ser, apenas como ataque à direcção e aos jogadores que vestiam o nosso manto sagrado.

    ResponderEliminar
  6. O que é que posso dizer?

    Foi por textos como este,que me habituei a passar por aqui todos os dias!

    Caro Guachos,infelizmente para o bem epara o mal a net entrou em nossa casa e infelizmente fez-nos voltar a ver a realidade da vida,porque por vezes convém abstrairmo-nos das coisas ou então damos em loucos.

    Serviu também para mostrar (ainda)mais que a sociedade perdeu todos os valores,acusam-se as pessoas por tudo e mais alguma coisa,não o minimo interesse em saber da presunção da inocência das pessoas até prova em contrário.

    Não se respeita nada nem ninguém é um regabofe total,felizmente que cresci e me fiz homem bem longe de Portugal em que a propria sociedade me ensinou a viver nsem amarras e muito menos libertinagem.

    Com toda a consideração e respeito os meus mais sentidos parabéns pelo texto.

    ResponderEliminar
  7. Como sempre brilhante caro Guachos.
    Uma minoria que para além disso vive num mundo completamente
    a parte basta ver o que aconteceu nas eleições do ano passado e como eles pensavam que iriam "enfernizar" o presidente Vieira.
    Aliás agora é pré-epoca desastrosa que dizem que tivemos logo tem de mudar tudo, quando em anos anteriores estavam mais que fartos de ser campeões da pré-epoca e depois não ganhar nada, enfim.

    P.S- Sempre me lembro das palavras de um familiar "maluco" benfiquista e que também me ajudou a passar a sua doença sobre uma pré-epoca em 88. Com Toni já criticado vejam bem o Vice-Campeão Europeu e que tinha perdido tudo no ano anterior fez uma pré-epoca com 5 derrotas a levar do Flamengo, Setubal, etc e até 5 da Sampdoria com todos a pedirem a cabeça de Toni sempre disse uma má pré-epoca quase sempre dá em boas epocas, pois é e mesmo empatando nas 3 primeiras jornadas fomos campeões nesse ano.

    ResponderEliminar
  8. Para além de concordar na íntegra gostaria de dizer algo mais mas só me saia isto: BRILHANTE!

    ResponderEliminar
  9. Esses birrentos são um nicho cada vez mais isolado. Ninguém lhes liga nenhuma. Julgam-se superiores na defesa do benfiquismo, mas falham nos momentos decisivos. Nem um apareceu no Dragão! Os jogos fora não contam para a medição de benfiquismo...Quem é abutre nunca será águia!

    ResponderEliminar
  10. São pessoas rasteiras que vivem uma realidade ficcionada. A jogada nas últimas eleições foi ignóbil e tão eficaz como o Pringle diante da baliza. Não percebem muito disto, não têm humildade para o reconhecer, não têm sequer um percurso acadêmico ou profissional em coisa alguma, mas julgam-se umas autoridades que deram todas as provas e mais algumas...na internet. Benfiquistas que começam a época a pedir a cabeça do treinador e a um mês do final da temporada suplicam pela sua renovação. Longe. Que estejam longe! Bem longe do Benfica!

    ResponderEliminar
  11. Esses aluados pensam mudar o mundo com um amontoado de palavras. Dizem discutir o Benfica, mas os seus interesses são bem evidentes para quem tiver dois dedos na testa. Foram os insultos para chamar à atenção os membros da direcção, as ofensas a bloggers com opiniões divergentes ou o ciúme pelo rapaz que tinha um blogue e passou a trabalhar para o Benfica. Aí é que lhes dói! Bem queriam servir-se do Benfica para esconder as carreiras falhadas como jornalistas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anonimo, Companheiro,

      Tenho 2 pedidos a fazer-te: (1) faz o favor de arranjar um "nickname", para que possamos reconhecer os teus comentarios e, depois, (2) confirma la' essa informacao (creio tartar-se de mais um boato) Segundo a qual o Tiago "foi trabalhar para o Benfica".

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  12. Amigo Guachos, o SL Benfica não está dividido, temos é uns quantos parasitas que querem que se pense que é assim. Uma grande parte da CS avençada aos poderes corruptos, mais uns quantos bloggers pobres de espírito, uns tantos tachistas (alguns antigos dirigentes e outros que tentam desesperadamente entrar na Luz como B. Paspalho e o juiz), mais uns inocentinhos e petardeiros que por aí andam, sendo os 1ºs os que mais dinamizam a coisa, devido ao seu maior poderio na comunicação e difusão.

    Miguel

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.