sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Eureka - já temos árbitros profissionais!

Fantástico - a partir de agora deixamos de ter árbitros amadores - corruptos e maus, para passarmos a ter árbitros profissionais - maus e corruptos!

Como primeira consequência, será que este fim de semana já veremos um penalti assinalado a favor do Benfica sem que alguém tenha de partir uma perna?
Para a posterioridade ficam os nomes dos primeiros gatunos profissionais; digam lá que não formam uma súcia de respeito...
Duarte Gomes, Jorge Sousa, Carlos Xistra, Artur Soares Dias, João Capela, Hugo Miguel, Pedro Proença, Olegário Benquerença e Marco Ferreira.

6 comentários:

  1. Pronto! Estamos safos! O "sistema" acabou!

    ResponderEliminar
  2. Esses que mencionaste estão no estrelato da corrupção e quanto mais corruptos, mais no topo estão.
    Neste país onde não existe justiça é vê-los a gozar com a malta e com isto juntam o resultado da corrupção ao ordenado que já não era pouco antes da profissionalização. Isto da profissionalização não passa de um prémio a esta cambada que faz os resultados sempre a favor do clube do putedo. Quem quer ganhar em campo e não num prostíbulo tem sempre o resultado condicionado a factores externos como a pontuação do próprio árbitro e internacionalizações o que vai ter directamente aos interesses do grémio do putedo.

    Miguel

    ResponderEliminar
  3. De "APITO DOURADO" virou "APITO ADIAMANTADO".
    José Lereno

    ResponderEliminar
  4. Um off-topic interessante.
    No R&C dos andrades dizem que o Moutinho teve uma mais valia de 15M€. Mas lendo o documento chega-se a um valor muito mais baixo. A não ser que o Sporting o tivesse vendido de borla, isto é, por 0 Euros. lol
    Ora leiam:

    "alienação dos direitos de inscrição desportiva do jogador João Moutinho ao AS Monaco pelo montante de 25.000.000 de Euros, que gerou uma mais-valia de, aproximadamente, 15.071.000 Euros, após dedução: (i) custos com serviços de intermediario no montante de 2.485.313 Euros prestados pela entidade Gestifute; (ii) do direito a receber 25% da mais-valia por um valor superior a 11.000.000 Euros do Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD (“Sporting SAD”) estabelecido no contrato original de compra dos direitos económicos a esta entidade no montante de 2.841.953 Euros; (iii) de responsabilidades com o mecanismo de solidariedade no montante aproximado de 147.000 Euros; (iv) do valor líquido contabilístico do passe . data da alienação, no montante de, aproximadamente, 4.905.000 Euros; e acréscimo (v) da anulação de prémios de fidelidade no montante de 450.000 Euros".

    "Partantos", esquematizando:

    Venda + 25 M€
    Preço do jogador -11 M€
    Sporting (25%) - 2,842M€
    Gestifute - 2,485M€
    Solidariedade - 0,147M€
    Valor contabilístico - 4,905M€
    Anulação de prémio +0,45 M€

    Mais Valia +4,071M€

    Daria os 15,071M€ (11m€+4,071m€) de lucro se os 11M€ da compra não existissem. ONDE ESTÂO ELES?

    O lucro real foi então de 4M€. No entanto se fossem os tais 15M€ como afirmam a venda do Moutinho ao Mónaco teria sido feita por 36M€ (25+11) e não os 25M€ que os chico espertos afirmaram ter sido o preço. Neste caso o Sporting estaria a arder com ((36-25) x 25%) =2,75M€ e teria razão nas suas pretensões.

    Espero que os tipos do Sporting estejam de olhos bem abertos.

    Além disso afirmam falsamente que as contas são consolidadas, mas não são. Falta a "Serviços Externos" e o "Estádio" que não estão consolidados. Isto é, faltam cerca de 10M€ de custos de pessoal. O passivo totalmente consolidado será também muito superior ao que mostram.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mentem como sempre. Nada de novo, mas é bom estarmos atentos. Obrigado Manuel.

      Eliminar
  5. Caro Guachos, e esqueci-me de uma coisa. Das vendas e recompras que andaram a fazer nos últimos 2 anos (está tudo no R&C) perderam mais de 3M€. Portanto o lucro foi…. não sei! É só adicionarem esse valor aos custos totais.

    Mas se o venderam por 25M€ (o que obviamente não acredito) o lucro teria sido 0! ZERO!!!

    Quem ficou a arder foi o Sporting, pois o preço real de venda terá sido antes 35M€ ou 40M€. O saldo, para os 70M€, preço total dos dois, foi o preço do James.
    Mentiram à CMVM, aos accionistas, aos sócios e ao Sporting!!

    É caso de polícia! Mas o MP não faz nada!



    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.