domingo, 29 de dezembro de 2013

O Benfica ideal, não pode ser sonhado pequeno!

Por Mathayus

Diz o povo que « quem não tem que fazer faz colheres » e mais adequado não poderia ser o dito provérbio, a essa nova e curiosa moda dos « crudívoros »! Uma estranha gente que optou de livre vontade, por comer só alimentos naturais, crus e sem qualquer forma de processamento ou tratamento...

Nesta altura já estão a pensar « Benfica e couves não combinam » o que é obviamente verdade... mas a relevância do facto, decorre da nossa imprensa desportiva... por antagonismo, gostar de cozinhar as notícias, fervê – las, refogá – las, juntar uns quantos caldos e servi – las bem condimentadas e ao gosto do chefe cozinheiro!

Ora para mal dos nossos anseios e do maltratado conceito de verdade desportiva...  no nosso estimado Benfica, a confecção da ementa de receitas de comunicação, parece estar a cargo daquele cozinheiro sueco dos « marretas » que fala uma língua ininteligível derivada do sueco e.... que responde a tudo com... « Bork! Bork! Bork » ( perdoem – me a crueza da linguagem, mas serve como acentuador do sabor )!

Convenhamos, que « Bork! Bork! Bork »... não chega e é necessário que os interesses do Benfica, sejam defendidos de forma mais reflectida, elaborada, incisiva e assertiva... ora perante esta constatação... chegamos a um « beco aparentemente sem saída ».

Sim e claro, podemos melhorar e muito a estratégia comunicacional, consertar estratégias, seleccionar melhor os profissionais da Benfica TV, fazer umas aparições esporádicas nos canais e jornais do costume... mas, mesmo assim, nunca chegará ao que pretendemos e ao que verdadeiramente precisamos.

Não podemos ter um presidente a fazer tristes figuras como o « rei vai nu, Bruno » ou o « se minto logo existo, Pinto », nem podemos limitar – nos a comunicados circunstanciais, nem podemos dizer realmente tudo o que nos vai na alma...  porque nos ficava mal e paradoxalmente desmereceria até a posição do clube, quando ataca - se agressivamente ou defende - se com desmesurada intensidade... em causa própria.

O que me apraz então dizer ou divagar... é que se o Benfica, é na sua génese povo e nação, é o senhor do quiosque, é o Joaquim carpinteiro ou o João que já chegou a engenheiro... e se nos distinguimos sempre historicamente pela justiça, pelos valores e por um « Cosme » que de um « punhado » de gente criou um fenómeno populacional e a gigantesca legião de associados e adeptos que somos agora...

Porquê, não cogitarmos a criação de uma estrutura totalmente exterior e desanexa do Benfica clube, uma organização similar a uma « associação nacional Benfiquista »... ou o que mais lhe quiserem chamar »!
Um órgão com « peso », e vocação para expressar a opinião dos Benfiquista de todos os distritos e de todos os emigrantes e.... que poderia chamar a si, um papel relevante no combate ao flagelo arbitral.

Pois ( e friso pois )... na qualidade de representação independente do clube, poderia assumir posições claríssimas e regulares contra os assaltos de fim de semana, os sorteios inquinados e as benesses ofertadas aos rivais...
Seria algo determinante e que serviria de barragem e fortaleza contra o facilitismo com que nos roubam e que a imprensa corrupta e avençada esconde sem dificuldades...
Seria a possibilidade de  « bater e revidar por palavras... sem dó, sem piedade e sem as limitações morais e práticas do Benfica clube »!

Certo dia, disse  Einstein  que « a escuridão não existe... e que é ela é na realidade... apenas a ausência de luz »...  pois tratemos então, de pensar em trazer a nossa « luz  » para alumiar as trevas e a podridão do pobre e torturado futebol nacional.
Uma associação feita de presença constante e reflexão permanente, permitiria também que as dúvidas, os temores, as criticas, os anseios e também as sugestões e propostas para a melhoria do clube chegassem ao clube... não de forma dispersa e aleatória e sem força impactante, mas com o rótulo de seriedade e comprometimento com a vontade de todo o universo Benfiquista.

Uma agrupamento ( como antes disse, o que lhe quiserem chamar ), feito para combater ao lado da direcção ( qualquer que ela seja ) e não contra ela... sem representantes fixos, mas nomeados rotativamente para defender o Benfica, que si fizesse notado por ser a expressão efectiva do Benfica total e não do Benfiquista percentual!
Um pólo aglutinador e unido, que poderia ter como motor gerador e apenas inicial ( para respeitar o distanciamento ao Benfica  clube ) todas as casas do Benfica que após a concepção e geração dos seus núcleos regionais se desligariam do processo como uma nave – mãe se separa dos seus satélites.

Esse conjunto organizado de Benfiquistas, funcionaria qual aldeia de Asterix na luta contra o império corrupto e poderia, para além do seu objectivo primordial da exposição pública e  nos diferentes meios de comunicação dos ataques semanais ao Benfica... conseguir ( após acordo prévio com a direcção ) ter  reuniões mensais com membros desta ou seus representantes, permitindo que o clube senti – se o pulsar do coração Benfiquista, de uma forma mais real e quase omnipresente...

Sentindo a sua pressão, a sua vontade, o que reprova e o que aprova, as suas ideias criadoras e inovadoras, aproximando e estreitando a empatia e os laços entre adeptos e clube!
Registo ainda, que a forma e o modelo seguido, pode ser diferente, pode não ser sequer uma associação, ou uma estrutura de dimensão superior, mas algo mais diminuto e com a chancela Benfica... que reúna em si qualidades de representatividade e força mediática suficiente  para periodicamente poder surgir na comunicação social e cumprir a sua tarefa de moer, desgastar e macerar todos o tipo de ataques nefastos ao nosso Benfica,

Termino o meu simples e humilde exercício reflexivo, dizendo desde já, que a dificuldade de uma obra é sempre tanto menor... quanto maior a vontade de a realizar...
Lembro ainda, que « ideias não se fuzilam, mas se tiver de ser ... que fuzilem a ideia e não o autor!!!

Ps: este texto foi enviado pelo nosso leitor habitual, por sugestão do José Albuquerque e gostosamente publicado no GV - com a chancela do excelente Mathayus, que nos orgulhamos de ver assiduamente por estas bandas... 

32 comentários:

  1. Mais um grande acto de gestão.

    http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=449973

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida... faz lembrar aquele acto de gestão... em que recebemos um Matic de brinde!
      Acresce ainda, que maldizer tudo e todos e macular a imagem do Benfica por anexo... parece ser extremamente mais fácil, do que contribuir positivamente com ideias e sugestões concretas... para o seu desenvolvimento, para a potencialização dos seus recursos, dos seus êxitos e do seu funcionamento!

      Eliminar
  2. Ainda bem que gostas...é mais um voto em Vieira. A menos que sejas um porco infiltrado.

    ResponderEliminar
  3. Ao ler este texto, lembrei-me de um comentário que recentemente fiz num outro blogue afecto ao Benfica, no qual o autor criticava a falta de posição do Benfica perante a pressão ignóbil, abjecta e desproporcional que se abateu sobre a arbitragem por parte da CS e Sporting.

    Tal episódio ou factos, demonstram bem a dificuldade que é gerir um clube como o Benfica, pois, qualquer tomada de decisão do clube, será criticada! E não se trata de ser criticada pelos antis, que com esses, podemos nós bem. É sim por nós próprios, benfiquistas, que de antemão, em vez de proteger o nosso clube, gostamos mais de marcar posição por ser do contra!

    A verdade, além da falta de estratégia comunicacional, o primeiro passo para um Benfica mais forte nesse aspecto, tem que ser dado com a escolha de personalidades influentes, para que a uma só voz, defendam o Benfica em casos como estes, desonerando a direcção e o clube de fazer um trabalho que poderá ter efeitos mais nefastos do que benéficos. Seja através de um parlamento do Benfica, de uma organização como indica o leitor Mathayus, a verdade é que admito a minha impotência para dar uma solução para o clube se defender de forma airosa destas ratoeiras que os nossos rivais são useiros e vezeiros em utilizar!

    A partir do momento em que um presidente de um clube como o Benfica pediu aos benfiquistas para não assistirem aos jogos do seu clube nas saídas para fora, como uma forma de luta contra o sistema e os clubes pequenos, e essa estratégia saiu furada por parte dos próprios adeptos, que não quiseram saber de tal estratégia, sei que antes de qualquer estratégia delineada pela direcção, essa terá que começar a ser divulgada e fomentada pelas personalidades influentes, por forma a que no momento certo, a estratégia resulte. Sem isso, o próprio Benfica, sem necessidade dos antis, desfaz qualquer estratégia em virtude do apego que os Benfiquistas têm ao seu direito de liberdade de opinião, e razão dominante sobre os outros que ocupam os cargos do poder. Não peço unanimismos. Peço sim, convergência para uma única voz nas questões essenciais na defesa do Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo na generalidade... e é dessa necessidade de convergência para uma defesa a uma « única voz » que parte a sugestão que faço ( a qual pode ser abrangente ou limitar - se a um núcleo de pequena dimensão e externo ao clube, constituído por Benfiquistas comuns e também e como sugeres... algumas personalidades que lhe confiram a sustentabilidade e o conhecimento necessário para se afirmar como veículo emissor do desagrado Benfiquista perante o sistema corrupto )!

      Eliminar
    2. Está aqui tudo, o resto é forró. O episódio dos jogos fora então foi emblemático do exposto.
      Tal como foram as multas e suspensões de vários meses pela comissão de disciplina de Luis Filipe Vieira, Jorge Jesus e Rui Gomes da Silva por criticarem arbitragens criminosas que o Benfica sofreu (e isto não foi à 20 anos, eu às vezes tenho dúvidas se os 14 milhões de Benfiquistas espalhados pelo mundo ou sofrem todos de amnésia ou na percentagem destes que têm acesso à internaite só saem os duques amnésicos e/ou mal intencionados, siga).

      Quanto ao post do Mathayus falando francamente creio que já existem essas estruturas e se chamam claques? Mas posso ter entendido mal o conteúdo. E no que às claques diz respeito, ilegalizando, não havendo vontade para legalizar e não havendo legalização evidentemente não há financiamento e se não há financiamento (também conhecido por guito ou graveto) não há interesse. :)

      Relembrar também que até o Malheiro foi gozado e que no tentáculo do polvo corrupto na comunicação social, este levou 30 anos a montar, sendo por convite, é assim explicado porque uns têm Manuel Serrão e os outros bêbados do 7porting Lisbon e outros têm Vasconcelos e Fernandos Seara.
      Cumprimentos

      Eliminar
    3. Caro Aguia Imperial, concordo com o que dizes no geral... no que respeita tanto à forma como Benfica é tratado, como ao modo inadequado como o universo Benfiquista responde ao sistema criminoso que o oprime.

      Já no que respeita ao que proponho... longe, longe e longe de se poder resumir a claques ( nem quero sequer particularizar o comportamento geral delas porque é a antítese do que imaginei )!

      Falo da criação de um núcleo, que como já referi... pode até ser de pequena dimensão, de gente pensante, um misto de pessoas comuns e personalidades que possam assegurar a sua existência em termos sustentáculo económico e de projecção mediática constante...

      Uma espécie de « farol ou torre de controlo » que sinalize e responda a tudo o que de negativo é feito contra o clube ( sem o ónus... de ser o próprio clube ).

      O papel que esta poderia assumir... não pode ser desempenhado pelo clube, pelas claques, nem por vozes aleatórias... tem necessariamente de ser algo organizado e com capacidade de se manter activo de modo permanente ao longo do ano.

      E a sua viabilidade não é de todo impossível, passaria provavelmente pelo contacto de diversas personalidades Benfiquista e verificar... se algumas quereriam tomar as rédeas do processo, caso entendessem como nós... a enorme lacuna que existe a nível mediático de uma entidade que defenda realmente o Benfica com regularidade ( porque a politica de « toca e foge » nunca poderá dar resultados ).

      Eliminar
    4. Entendi mal. Menos claques e mais conselho leonino (sem croquetes) portanto. No entanto a nível mediático continua a esbarrar no mesmo problema que referi de uma rede de interesses que levou 30 anos a montar. A desmontar ou tentar desmontar de um momento para o outro só com meios de comunicação próprios e apenas neste (a gloriosasfera já se viu que não vale absolutamente nada e como as últimas eleições demonstraram suficientemente para qualquer criança entender tem relevância quase nula para os milhões de benfiquistas), e neste caso só através da Benfica Tv. Que até sinceramente era o que eu esperava que fosse utilizada (e até foi no início) e ainda mais depois de garantir os direitos de transmissão de vários jogos de futebol.

      Quem de direito em vez disso pretendeu fazer um canal de desporto mais ou menos generalista (com pitadas de Benfiquismo) para não alienar completamente potenciais subscritores de outras cores clubísticas. Estão no seu direito e eu também estou no meu de discordar completamente do caminho escolhido. Como já escrevi noutro comentário noutro post, sempre são receitas que entram no clube e a Suínoinveste empobrece.
      Cumprimentos

      Eliminar
  4. Eu não tenho dúvidas é que o teu voto foi para o Vale e Azevedo, em 2000. Capaz de dizer que um gajo que não serve ao Espanhol foi uma boa contratação para o Benfica... só pode.

    Porco infiltrado? Não conheço esse conceito. Será o de alguém que a certa altura entra no gabinete do criminoso quando quer e uns anos mais tarde é eleito presidente do Benfica sem cumprir os estatutos do clube?

    É mesmo só rir com este blog. O que vale é que são só meia-dúzia de iluminados que votarão na direcção em funções faça ela o que fizer. E entre eles anda o Pedro Fernando Santos Guerra, disfarçado de Manuel ou de outro qualquer.

    Podem andar metidos no BPN, podem não ter anos de sócio suficientes para fazer parte das listas, podem roubar o número de outro sócio, podem apoiar participantes do Apito Dourado, podem mentir descaradamente aos sócios com promessas eleitorais de baixa de preços de quotas e bilhetes, Podem fazer o que quiserem, daqui do Guachos vão sempre levar uma boa meia-dúzia de votos, se é que têm as quotas em dia.

    Só não percebo é o que é que o inteligente, sensato e lúcido José Albuquerque faz nesta lixeira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que faz aqui o inteligente José Albuquerque só ele pode responder-te se estiver para aí virado.
      O que eu me questiono é o que raio vens cá fazer tu...
      Será porque adoras chafurdar no lixo?

      Eliminar
    2. Uma opinião anónima, feita do mesmo material onírico que permitiu criar a célebre fábula de La Fontaine, em que a raposa desdenha as uvas dizendo que estão verdes... nem sequer dá uma boa cantiga de escárnio e maldizer... é apenas e bem, o auto - retrato de quem a emite!
      Se o próprio autor do comentário assume que o mesmo... é um nada sem assinatura e se limita a « atirar a pedra e a... esconder a mão », a desconversar e não a contribuir para coisa alguma...
      que dizer, senão... muito obrigado pelo esclarecimento, se alguém tivesse dúvidas sobre o valor dos antis, eles próprios dizem « valemos tanto... como alguém que não consegue sequer assumir a sua própria opinião »!

      Eliminar
    3. Hahahaha,

      "inteligente, sensato e lúcido José Albuquerque "???

      Hahahaha, se comeco a levar elogios dos "do contra", vou ter de pedir aos meus Filhos que ... me internem, hahaha.

      Eu nao sei, nem me interessa, se tu es um "porco infiltrado" ou so' mais um "do contra", mas sei que nao passas de um cobardola infantil que, tendo provas irrefutaveis contra o Nosso Presidente (sim, se fores Benfiquista, o Companheiro Vieira tambem e' o "teu" Presidente) e contra o Nosso Presidente da AG, nao tens o Benfiquismo necessario para reclamar a Justica no fora adequado.

      Isso, sim, eu sei!
      Sei que tu e esses "tantos" dos sitios que tu consideras viverem o Benfiquismo como deveria ser obrigatorio, nenhum tem a coragem suficiente para assumir as mentiras que escrevem escondidos pelo anonimato.

      Percebes, agora, as razoes que me trazem aqui, a este formidavel GUACHOS, beneficiar do Benfiquismo dos que qualificaste de "iluminados" e que eu estimo como Benfiquistas de muito gabarito?

      Eles podem nao ser assim "tantos", mas repara bem como conseguem perfumar o sitio de Benfiquismo, a ponto de "lavar a alma" a todos que por aqui passam.

      Bem hajam!

      Viva o Benfica!

      P.S.: sem orgulho, ainda te digo que eu tambem votei em JVA.

      Eliminar
    4. Respondendo a esse cobarde que mencionou o meu nome, que não passa de um perfeito imbecil pois à mingua de argumentos até pensa que eu sou nem eu sei bem quem, Pedro Guerra? (WTF?), acha que somos poucos e que temos poucos votos. Achas?

      Ouve lá bem isto ó meu grandessíssimo filho da puta, assim com todas as letras que estamos em época natalícia, eu pago a mais 4 pessoas as quotas de sócio do Benfica e com isso são bem mais de 100 votos aqueles que temos todos juntos. Percebeste? E votamos todos no mesmo.

      Portanto tira o cavalinho da chuva se pensas que são poucos aqueles que pensam como nós.
      NÓS SOMOS A MAIORIA! Os tais 87% que vos custa a engolir. Percebeste bem o que isso significa?

      Eliminar
  5. Enormerrimo Mathayus, Companheiro,

    Arre nabo!
    E eu que pensava ser ambicioso quando se trata do Glorioso (ate' rima, hahaha) e, afinal, nao passo de um pequeno "conformado" ...

    O que tu aqui propoes e' que No's, No's que Somos o Benfica, Nos juntemos em tal numero que nem necessitamos de eleicoes para sermos representativos e "limpemos" Portugal !

    Estou contigo, Companheiro! Estou disponivel para ajudar-te!

    Toca a escrever muitos mais textos para o GUACHOS, a ver se conseguimos fazer como dizia o Zeca na cancao e "animamos a malta".
    Que Todos os que trazem sugestoes, tragam solucoes e ... "um Amigo, tambem".

    Uma coisa eu te posso garantir: aqui no GUACHOS ("Tudo pelo Benfica, nada contra o Benfica!), inicias a caminhada de um belo sitio.

    Viva o Benfica (PORRA)!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caríssimo companheiro José Albuquerque,

      Repara que a minha sugestão contempla também uma « linha económica », ou seja a possibilidade de ser criada uma « versão de bolso » da mesma!
      A funcionalidade e operacionalidade da opção pela criação de um pequeno núcleo independente e representativo do universo Benfiquista, que se preste a defender o clube e que tenha capacidade para se fazer notar em termos mediáticos... não perderia efectividade e talvez permiti - se até outra liberdade e rapidez de movimentação na comunicação social.
      A dificuldade centra - se em conseguir contactar e seduzir para o projecto... também e necessariamente algumas personalidades ou Benfiquistas comuns bem colocados que lhe possam transmitir a sustentação necessária para existir e coexistir de forma sólida na comunicação social!
      Por exemplo, se o interesse é do próprio Benfica e apesar do núcleo dever preservar independência total do clube... paradoxalmente poderia até ser por exemplo, alguém deste como... um José Eduardo Moniz, que desse o pontapé de saída e utiliza - se a sua rede de conhecimentos para ajudar na concretização inicial... desse núcleo de combate pela verdade desportiva.
      Mas claro é difícil... mas a ideia das nossas sugestões é também que existe uma possibilidade efectiva de alguma « alma caridosa » Benfiquista e bem colocada se possa inspirar nos nossos debates e retirar algo deles de positivo para o Benfica... por pouco que seja!

      Eliminar
  6. Por muito que tentem infiltrar-se, a porkalhada, a lagartada e a bastardaria geracional, jamais conseguem desestabilizar os benfiquistas e muito menos os "blogs" dignos desse nome.

    Porrada neles, companheiros!

    ResponderEliminar
  7. Caro Mathayus,

    Apesar de continuar a considerar a ideia de difícil concretização conhecendo a universalidade que é o Benfica, começo a compreender que podes estar aqui a tentar semear alguma cultura ET PLURIBUS UNUM de que o Benfica muito necessita e com o qual se poderia potenciar muito a força e o sucesso desportivo no "Glorioso", a verdade é que não é de hoje que o sonho comanda a vida e também acredito que o impossível é simplesmente o que ainda não se fez e não o que nunca será feito pelas capacidades humanas.
    Criar um grupo que possa estrategicamente pensar e defender o ideais do glorioso não é descabido de todo, ou seja o tal grupo ET PLURIBUS UNUM que tenha sempre presente "a chancela Benfica... que reúna em si qualidades de representatividade e força mediática suficiente para periodicamente poder surgir na comunicação social e cumprir a sua tarefa de moer, desgastar e macerar todos o tipo de ataques nefastos ao nosso Benfica", e que nunca se esqueça dos superiores interesses do Benfica, independentemente da Direção, Treinador, Jogadores que circunstancialmente estejam com a responsabilidade de representar o clube.
    Espero que não falte nem pessoas qualificadas nem interessadas em defender os interesses do Benfica desmascarando os interesses nefastos ao glorioso.
    Cumprimentos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Influência arbitral,agradeço a análise absolutamente perfeita do que pretendia com o meu post e em todas as suas variáveis:

      o conceito em si próprio, a consciência que a dificuldade de o concretizar está longe de derivar numa impossibilidade absoluta... e a necessidade de « agitar as águas » e despertar um Adamastor com « seis milhões de homens de altura »... que está tão amorfo e descrente, que vê impossível encontrar uma dezena de almas que seja... com condições para dar « asas e olhos de águia » a uma ideia.

      O que sei e isso tenho a completa certeza... é que este Blog permite algo fundamental que é sugerir, pensar, questionar, aprimorar visões e conceitos... construir hipóteses e tentar ajudar!

      Senão vejamos: a ideia nasce da menção do Guachos ( noutro texto ) que o presidente do Benfica não deveria fazer as tristes figuras que outros fazem na defesa do clube; começo depois, por explanar uma pretensão principal mais megalómana ( o companheiro José Albuquerque... tira - me o pára - quedas ) e caio na cruel realidade e opto por uma versão mais reduzida; depois o anónimo das 16:12 menciona a necessidade de existirem « personalidades Benfiquistas » anexas ao projecto e coloquei na receita as ditas; por último o companheiro Aguia Imperial refere a dificuldade e quase impossibilidade de desmontar uma máquina corrupta com 30 anos de experiência... e eu, modestamente concluo:

      precisamos que alguém defenda o Benfica: não podendo ser nem o próprio clube, nem algo conectado ao mesmo »; é necessário sustentáculo financeiro e mediático garantido por personalidades Benfiquistas que se agreguem a outros Benfiquistas comuns; a dificuldade da criação deste núcleo de combate pela verdade desportiva é hercúlea, tremenda, assustadora e o monstro corrupto a vencer tem 30 cabeças ( de 30 anos de instalação )!

      Pois então... restam dois caminhos... ou começar a gerar - se um movimento geral, transmitido de forma viral entre Benfiquistas sugerindo a necessidade de criação duma estrutura similar à proposta e rezando a todos os santos para que alguém bem colocado « agarre e desenvolva o conceito »... ou remeter - nos decididamente... à inoperância e à resignação pura!

      Eliminar
    2. Enormerrimo Mathayus, Companheiro,

      "Resignacao"?

      NUNCA!

      Agora que lhe "tomaste o gusto" a este combate, prevejo que vais eliminar essa palavra do teu vocabulario.
      Quando um de Nos estiver demasiado cansado, ou a atravessar dificuldades pontuais, esta' "autorizado" a descansar um pouco, que outro Companheiro o vira' substituir, mas ... resignar e/ou desistir, isso nao constitui hipotese.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    3. Caríssimo companheiro José Albuquerque,

      Felizmente este Blog tem esta firmeza de ânimo, esta « alma até Almeida », que incute fervor e alento até ao mais extenuado dos peregrinos.
      O espírito de entreajuda que mencionas, é real força de sustentação, pelo que... é como diz o outro, « se o caminho se faz caminhando »... nós caminharemos!

      Eliminar
  8. Por favor, quando o vieira sair do Benfica, não fechem este blog, nem apaguem comentários, nem apaguem os vossos nomes. Está na altura de, no Benfica, aprendermos com a História. Vocês são o exemplo dos erros do passado que não podem continuar eternamente a ser cometidos.

    Vocês, orgulhosamente, fazem parte dos 83%. Mas, tragicamente, fazem também parte dos 37%. Eu sei que custa, e que é algo que tentam esquecer e ignorar. Mas isso não será esquecido. Foram vocês que tentaram reeleger o JVA em 2000. Na altura usaram, contra a oposição da qual NÃO fazia parte o vosso presidente (andava a entrar no gabinete do chefe sem bater à porta), as mesmas rasteirices que usam hoje contra quem tem os olhos abertos. Os "abutres", "aventureiros", "JNF's", os do "contra", os "filhos da puta" já existiam na altura. E foram eles que, ironicamente, permitiram a um sócio do porto e amigo pessoal do maior inimigo do Benfica, entrar pela porta do cavalo e com mais poder que os eleitos pelos sócios. Isto graças à burrice e limitação intelectual, e até de sobriedade, do inquestionavelmente Benfiquista (ao contrário de outros) Vilarinho.

    O nome do BPN, os atentados aos Estatutos e tudo o resto não ficarão ligados a todos os Benfiquistas. Só à pequena maioria de 83%. Sim, é pequena. Muito pequena mesmo. Dividam o número de sócios que votou na continuidade da mediocridade pelo número total de sócios e verão quão pequena é a vossa maioria.

    A minoria que tem dois dedos de testa e está presente é ainda menor, isso eu não contesto. Vocês enganam-se é a achar que são a maioria. Não é verdade. A maioria é daqueles que já se afastou do Benfica, temporária ou definitivamente.

    Um dos enormes feitos do vosso presidente é ter conseguido afastar grande parte daqueles que gostam do Benfica, ficando praticamente sozinho com os que gostam dele enquanto pessoa. Há muita gente que confunde as coisas. E vocês são o exemplo perfeito disso.

    Mas a verdadeira maioria não são aqueles analfabetos que rejubilaram no pavilhão Império Bonança na noite de 26 de Outubro de 2012. A maioria são os desiludidos, envergonhados, distanciados e desinteressados, que outrora fizeram parte da vida activa do clube e entretanto fartaram-se de perder. E fartaram-se de ver os dirigentes do seu clube terem atitudes que mancham a nossa História.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ó pavilhão, aqui ninguém apaga nada muito menos os nomes. Tu que vens aqui sem nome nem nick. Vai chatear a puta que te pariu. Estou sem pachorra nenhuma para aturar cobardes e nem de perto nem de longe tenho a paciência e a capacidade do Albuquerque ou do Mathayus para te responder doutra maneira. Vai chatar a pqtp.

      Eliminar
  9. Eu não faço parte dessa maioria. Faço parte da minoria ainda mais pequena daqueles que tem noção do que é o Benfica, que está farto de ser um eterno segundo e que, ainda assim, não se afasta do clube. Foi há mais de dois anos a última vez que falhei um jogo em casa, vou também com frequência apoiar as modalidades, onde as desilusões têm sido também uma constante. Ainda há umas duas semanas foi o Andebol contra o sporting, uma vergonha.

    Como sou novo, não vi o verdadeiro Benfica. Provavelmente só por isso é que ainda não me afastei do clube. Se tivesse vivido os anos 80, nem que fosse só um bocadinho, provavelmente não aceitaria fazer os sacrifícios que faço para estar presente.

    Estou optimista em relação a uma coisa. Quando o Benfica for limpo, muitos desses que foram sendo afastados ao longo dos anos, com faltas de respeito, com desprezo por parte dos dirigentes, com preços exorbitantes, com derrotas humilhantes, com atitudes vergonhosas, etc. vão voltar e fazer com que o Benfica mostre a sua verdadeira força.

    Quanto a vocês, eu sei qual a razão dessa cegueira por alguém que entrava no gabinete do corrupto sem bater à porta. O sentimento de culpa por terem sido apoiantes do Vale e Azevedo e ainda terem votado nele contra o Vilarinho, chamando "abutres", "aventureiros" e "garotos" a quem lutava por um Benfica melhor, ainda hoje está presente. E a tentativa de redimir esse erro vem na forma de um apoio cego a alguém que se fez e faz passar por algo completamente diferente de Vale e Azevedo, mas que na verdade é bastante parecido. Com as diferenças a serem todas para pior. Menos inteligente, menos (nada) Benfiquista, igualmente criminoso, igualmente demagogo e muito mais derrotado. São 13 anos de derrotas.

    Sim, eu sei que também tentam apagar isso, mas o vosso presi foi chefe do departamento de futebol quando veio um camião de marretas do Alverca, o seu anterior clube. Curiosamente, depois disto e de mais de 10 anos na presidência de um clube desportivo, tem a lata de dizer que não sabe nada de futebol.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ó pavilhão, aqui ninguém apaga nada muito menos os nomes. Tu que vens aqui sem nome nem nick. Vai chatear a puta que te pariu. Estou sem pachorra nenhuma para aturar cobardes e nem de perto nem de longe tenho a paciência e a capacidade do Albuquerque ou do Mathayus para te responder doutra maneira. Vai chatar a pqtp.

      Eliminar
  10. As perguntas que ficam sem resposta...

    Como reagir ao facto de o vosso presidente ter dito que "todos sabem que era próximo do chefe da corrupção"?

    Como fazer queixas sobre arbitragem quando se apoiam corruptos de forma inequívoca para os organismos?

    Como é que é possível ser-se presidente do Benfica sem ter uma Águia de Prata? Não vale ser desonesto e falar de presidentes anteriores, esses estavam sujeitos a outros estatutos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ó pavilhão, aqui ninguém apaga nada muito menos os nomes. Tu que vens aqui sem nome nem nick. Vai chatear a puta que te pariu. Estou sem pachorra nenhuma para aturar cobardes e nem de perto nem de longe tenho a paciência e a capacidade do Albuquerque ou do Mathayus para te responder doutra maneira. Vai chatear a pqtp.

      Eliminar
  11. Sejamos pacientes e esperar que apareça um Kim Jong-un, na corruptlândia do Porco e mande fuzilar o tio, dono da frutaria de Contumil.
    Todas as instituições corruptas, sem exceção, acabam por colapsar de dentro para fora, e a de Contumil tem os dias contados, é só esperar.
    Viva o SB

    ResponderEliminar
  12. Dedicado com todo o afecto ao exército Anti que infectou o presente tópico:

    Chegados do longínquo planeta Porcinus, os alienígenas anões deslizam pela manga de saída da nave, dissolvem – se na atmosfera e começam a esgueirar – se por entre as frinchas.
    Num ápice todos os que dormem de traseiro para o ar, sentem um estranho incómodo e passam a ser controlados ( como fantoches lorpas ), para cumprir a missão dos invasores extra – terráqueos!
    Estes, assumindo o controle da suas mentes, reprogramam o seu Benfiquismo até um nível barbaramente primário, reduzindo o seu vocabulário a algumas frases feitas sobre coisas que nunca aconteceram... ou que simplesmente não atingem e que repetem como catatuas possuídas...
    Atribuído o nome geral de Anti... a todos os possuídos, são agora diferenciados pelos números: anónimo 13:57; anónimo 17:11, anónimo 14:39, anónimo 14:41, anónimo 14:44, etc... depois vários são clonados para parecerem muitos... e começa a invasão da Blogosfera.
    A missão consiste em contaminar todos os Benfiquistas verdadeiros resistentes, sugar – lhes o cérebro por uma palhinha e deportá – los para Porcinus Corruptos como mão de obra estupidificada!
    As primeiras dificuldades colocadas ao seu feioso plano, começam quando os residentes na cidade de Guachos Vermelhos... se rebelam e resolvem questionar a sua argumentação:
    Anónimo 23:23 - Entreguem – se já terráquios... vocês entraram em falência técnica e os vossos sistemas vitais vão entrar em colapso!
    Resistente do G.V – Então o que pretendem do Benfica... se ele já não tem salvação, qual o interesse que vêm nele... são milagreiros?
    Anónimo 14:39 - É uma história de incorporação... levamos - mos para a nave – mãe e ela anexa - vos ao planeta Porcinus Corruptos, depois dividimos os restos por todos os de nome geral anónimos... e finalmente vaporizamos os dissidentes que sobrarem!
    Anónimo 14:41 – És uma lorpa 14:39.. foste entregar o plano assim... sem mais, « mas cá bruto ».
    Entretanto... a nave mãe « Fernanda » interpela o anónimo que fez a declaração de guerra e diz: « Rápido 14:44 , utilize a estratégia X1 ( mentir ocultar dados e distorcer a verdade )... « diga imediatamente... BPN, sócio do porto e Vale e Azevedo ( ainda podemos passar despercebidos )!
    Anónimo 14:41 – Mas se até a minha avozinha sabe que somos nós que inventamos estas histórias da carochinha... é demasiado estúpido, repetir incessantemente mentiras que já foram descobertas há muito!!!
    Caragos 14:41- Cumpra a ordem e cale – se... você é tão lorpa como o 14:39... não sabe o que são manobras de diversão? Nunca leu Maquiavel e a célebre frase « dividir para reinar »?
    O que interessa é que, de cada vez... que repetimos uma mentira e uma insanidade mental destas até à exaustão... temos hipóteses de recrutar um novo lorpa que acredite nesta tristeza... ou será que o 14:41... já se esqueceu... da forma como foi recrutado!!!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sabia que podia contar contigo....Hahahahahahahah!
      Mais uma resposta à Mathayus!

      Eliminar
    2. Boa Mathayus, é isso tudo. E depois repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, repetem, o mesmo, o mesmo, o mesmo, o mesmo, o mesmo, o mesmo, o mesmo, o mesmo, pensando que assim nos lavam o cérebro tentando convencermos que nós todos, os 87%, votámos, todos sem excepção, no Vale e Azevedo.

      Eu preferia ter votado no VA do que no Bruno Paspalho ou no Rangel dos Calotes. Segundo estas mentes brilhantes, era melhor votar em quem quer que fosse do que no Vieira.
      E dizem-se eles benfiquistas. Coitados, ainda eles não sabem o que os espera!





      Eliminar
    3. Enormerrimo Mathayus, Companheiro,

      Brilhante, hahahaha.

      Nao sei se es desse tempo, mas fazes-me recordar uma antiga revista ("Pao com manteiga") e o que eu me ria quando a lia.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  13. Caríssimo José Albuquerque, tenho a noção vaga de ter ouvido falar nessa revista e até de a ter visto à venda... mas confesso que nunca a li!
    Em todo o caso,agradeço e prezo o elogio.

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.