sábado, 4 de janeiro de 2014

A (falta) de estratégia - o ventriloco e o moço de recados...

A entrevista que o jovem (22 anos) Nelson Oliveira deu, logo a seguir, ao mesmo pasquim do Serpa, revela bem o quanto foi errada a entrevista  e a estratégia (a falta dela) de LFV...
Se eu quisesse, poderia construir, com enorme facilidade, uma teoria do caraças...
Não o farei, como é óbvio, mas que o presidente se pôs a jeito, ai isso pôs.

Ou o Serpa não passa de um suíno ingrato - algo que não duvido, mas que tenho muita dificuldade em acreditar que fosse este o caso, ou LFV anda mesmo a ser comido - o que também não duvido, mas que igualmente tenho muita dificuldade em acreditar que o tenha sido neste caso.
Os mais atentos e perspicazes entenderão muito bem o que quero dizer, e não vou mais alem disto.
-----------------------------------------------------------------------------------------
Nelson Oliveira, parece um daqueles bonecos que, tendo dentro de si a mão do dono, são orientados para fazer rir um publico especifico - por trás têm sempre um ventriloco a falar por si.
Nelson (ou ventriloco que lhe mexe os cordelinhos) demonstra gostar muito dos lagartos e da sua politica desportiva, (só a deste ano) e mostra-se muito critico em relação ao treinador que mais oportunidades lhe deu no futebol português; Jorge Jesus - acusando-o de não apostar em portugueses.

O que ele se esqueceu de dizer, é que os lagartos despacharam Postiga quase de borla, avançado que não por acaso nunca lhe deu qualquer chance na selecção de Mendes, que ainda por cima é o seu empresário, e preferiram ficar com Wolfswinkel e agora Montero, que são tão portugueses como Cardozo, Rodrigo ou Lima, qualquer deles (por agora) 30 vezes melhores que o referido e muito ingrato Nelson Oliveira.
Citando de memória - Pongoll, Bojjinov, Carrilho, Jeffren, Diego Rubio, Slimani e até Chhetri o indiano, para além dos referidos Wolfswinkel e Montero, são alguns dos "portugueses" que os lagartos têm apostado no ataque - nos últimos anos...

Até o treinador da selecção, Paulo Bento - um 'sueco' de fina estampa, que tal como o português nascido e criado nas ruas da Reboleira, Jorge Jesus, é conhecido no mundo do futebol por detestar portugueses, sempre o preteriu por Postiga, Pizzi, Varela, Dani, Hugo Almeida, Edinho, Ederzito mais uns quantos 'pernetas' de várias outras nacionalidades, e não lhe tem dado a mínima oportunidade de mostrar ao mundo o seu 'enorme' talento. Apesar de o empresário de ambos ser o mesmo!!!!

Se fosse tão bom a marcar golos como é a dar entrevistas e a cuspir no prato onde comeu, não estaria Nelson Oliveira sem marcar qualquer golo desde 2 de Novembro (2 meses). 
Por cá,  Rodrigo que é da mesma idade, mas que não tem assim tanto tempo para dar entrevistas, tão ocupado que anda a jogar e a tentar marcar golos, só nesses dois meses - marcou 4 nos poucos minutos que esteve em campo!

Ficam os números do avançado que diz não gostar do estilo de Cardozo. (percebe-se bem porquê)

Benfica - 21 jogos (3 golos)
Rio Ave -12 jogos (0 golos)
Paços de Ferreira - 31 jogos (5 golos) = tudo isto (supõe-se) com treinadores que não apostam em  jogadores os portugueses!
La Coruña - 31 jogos (4 golos)
Rennes - 10 jogos (6 golos)

18 extraordinários e fantásticos golos em 4 épocas como jogador profissional!
Coisa para envergonhar um qualquer Cristiano Ronaldo!
E a culpa é de Jorge Jesus...

Nelson Oliveira tem algum talento, muita imaturidade e pior do que isso, tem-se revelado melhor fora do campo do que dentro dos relvados. Porém, reconheço, que se mudar (algo que não acredito) o registo, tem características físicas que o podem levar a um patamar de excelência. 
Anda, claramente, a tentar jogar um jogo que não foi feito para si. 
Quem me conhece sabe bem que não lhe reconheço capacidade para sair do registo por onde tem andado. Falta-lhe sobretudo inteligência - dentro e fora dos relvados, para aproveitar as oportunidades que dispôs.
E muitas lhe foram dadas - ao contrario do que se tenta fazer parecer.
------------------------------------------------------------------------------------------------------
Jorge Jesus, conhecido pela sua inabilidade com as palavras, demonstrou à saciedade - nesta ultima conferência de imprensa, que, quando devidamente pensadas e muito bem estudadas, as entrevistas podem ser uma excelente arma a ser usada a seu/nosso favor.

Houve aí (aqui sim) uma estratégia consertada com a entrevista do Presidente. 
A razão de isso não fazer isto parte de um plano ou de uma estratégia global e não apenas de uma questão meramente conjuntural ou passageira é algo que nunca vou conseguir compreender...

7 comentários:

  1. Caríssimo Guachos,

    Quem sabe e não estará Nelson Oliveira, englobado no conjunto de notícias incrivelmente « inocentes e puras », que referem por mero acaso ( nos diferentes orgãos de comunicação social e em menos de 2 meses ) a eminente saída em Janeiro de: Luisão, Garay, Sulejmani, Matic, Markovic, Gaitán, Cardozo, Lima, Rodrigo, Djuricic e Ola John... e apresentam como extraordinário brinde, o facto de Ivan Cavaleiro se ter recusado a renovar... com contrato válido assinado até 2018!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim parece-me que sim. Os tais 300 mil de assinantes que não param de crescer, mexem demasiado com o sistema...

      Eliminar
  2. Meu caro Guachos

    Estou plenamente de acordo com o texto, excepção feita a: "... tem características físicas que o podem levar a um patamar de excelência."

    Nunca ninguém me viu discutir as qualidades deste ou qualquer outro jogador ao serviço do Benfica. Necessáriamente teria de exercer um acompanhamento diário nos locais de treino,entre outras coisas, para formar raciocínio e não estou nem quero estar virado para aí. Isto não quererá dizer de forma alguma que quem discute ou opina sobre esta matéria, não tenha capacidade e conhecimentos para o ajuizar, mesmo não sendo profissional. Sei que há muita gente que dariam óptimos olheiros e quiçá, óptimos técnicos, não sendo esse o meu caso.

    Quanto ao Nelson, não sendo eu um "expert" como faço saber, sinceramente, nunca me pareceu ser o jogador que dizem ser. Sómente uma vez o vi brilhar num jogo pela Selecção e creio que foi a partir daí que lhe foram dadas oportunidades as quais nunca aproveitou. Os números que avanças são prova disso mesmo.
    A minha visão pode estar equivocada, como aconteceu por exemplo, com o Cardozo, mas este provou o contrário e dei a mão à palmatória enquanto que o Nelson Oliveira...

    Fico por aqui.

    ResponderEliminar
  3. Está mais que visto que quer partir a corda (Jorge Mendes) .

    ResponderEliminar
  4. Com os seus fantasticos 6 golos, e este comportamento, esta a habilitar-se a uma estagio prolongado na 2 divisao francesa.

    ResponderEliminar
  5. Penso que os jogadores nesta altura arranjam sempre maneira de se tentar promover para tentarem entrar nos escolhidos de Paulo Bento,fala um pouco demais mas acho que é apenas isso.
    Agora quem tenta a entrevista não quer saber se é ou não promoção quer polémica audiência e vendas de papel de jornal.
    Amanhã será outro a fazer o mesmo.

    ResponderEliminar
  6. Mais um bom jogador que não marca golos... é uma "chatice" para um avançado...

    O Nelson que siga o exemplo do Diamantino Miranda - antes de regressar ao Benfica fartou-se de marcar golos no Boavista e qd o Eriksson o mandava entrar no último quarto de hora marcava sempre um golito...

    Ou então o exemplo do Paulo Sousa, que era extremo direito nos juniores... com as suas "características físicas", se começar a correr o dobro do que corre, o Nelson seria muito melhor do que o William e Carvalho...

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.