quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Em Portugal o normal é ser anormal!

Com 7 jornadas completas o clube do putedo tinha, com muitas ajudas pelo meio, 5 pontos de avanço em relação ao Benfica. Decorridas mais 13 - passou (sem ajudas) dos 5 pontos de avanço para 7 pontos de atraso.
Um acontecimento tido como normal em qualquer campeonato do mundo. A melhor equipa, a que tem melhores jogadores e melhor treinador, recuperou o lugar que é seu por direito próprio, chegando-se à frente, num campeonato que começou menos bem, um 'hábito' de décadas, ainda que empurrada para baixo por arbitragens manhosas como, com o Marítimo, Sporting, Belenenses...

Em Portugal, este simples acontecimento, normal em qualquer parte do mundo, provocou uma autentica calamidade publica, onde todos os jumentos encartados se posicionam para tentar explicar o que para eles é inexplicável!
'Incrivelmente' - os corruptos estão, não só atrás do Benfica, já de si um acontecimento raro e de difícil digestão para os media submissos e sem vergonha, como ainda levam com o lagartedo, num ano de baixíssimas expectativas, disparado à sua frente...

Em Portugal é mesmo assim; quando alguém consegue furar o bloqueio de três décadas de habituação à batota, tida como um acontecimento normal e até inevitável, onde a imprensa pugna e realça os feitos dos batoteiros, enquanto que, sem rebuço, arrasa, trucidando as vítimas desse sistema de corrupção e compadrio, procura-se menorizar os méritos de quem fura o bloqueio, ao invés de enaltecerem os méritos de quem trabalha com dedicação e competência...
Não tardarão as cagativas sentenças do "campeonato atípico" entre várias 'brilhantes' e bisonhas conclusões...

Como já escrevi anteriormente e nunca me cansarei de o afirmar; com meia dúzia de arbitragens (não eram precisas mais) iguais à que vimos este fim de semana, em Contumil, no jogo entre o Estoril e o clube condenado por corrupção, o Benfica de Jorge Jesus estaria a caminho do 5º título de campeão nacional e obrigaria os talibans da internet a marrarem uns contra os outros, ao invés de marrarem com a cabeça partida do Jardel ou com os comensais da "Tia Matilde"...

O Benfica de Jorge Jesus tem feito grandes campeonatos e excelentes campanhas, fazendo sempre um numero de pontos, que noutras latitudes dariam para ganhar vários campeonatos seguidos!
O que acontece em Portugal, é que existe (tem existido) um clube que os ganha, quase que, com o pleno de pontos em disputa e uma derrota (que quase nunca acontece) ou um empate são sempre uma raridade, que ocorrem normalmente quando os campeonatos já estão mais que resolvidos...

Para os mais espantados com o momento menos bom dos corruptos de Contumil, é preciso lembrar que não há mais nenhum campeonato no mundo onde isso aconteça. Só mesmo num lugar onde a corrupção e a batota são mais enaltecidas do que o cumprimento das leis ou das regras existentes, que em Portugal apenas servem para penalizar as vitimas, e, quase nunca os prevaricadores...

Vejamos...
Em Espanha o primeiro classificado já leva 3 empates e duas derrotas...
Em Inglaterra - 6 empates e três derrotas...
Em Itália - 3 empates uma derrota...
Na Alemanha  - (uma das poucas excepções) até o super Bayern de Guardiola já consentiu 2 empates...
Em França - uma derrota e sete empates...
Na Holanda - 6 empates e 3 derrotas...
Na Bélgica - 6 empates 2 derrotas...
Na Escócia - 3 empates uma derrota...
Na Rússia - 4 empates 3 derrotas...
Na Suiça  -10 empates uma derrota...
Na Turquia - 3 empates 4 derrotas...
Na Croácia - 4 empates duas derrotas ...
Na Suécia - 6 empates e 5 derrotas...
Na China - 5 empates e uma derrota...
Na Austrália  - 2 empates e 6 derrotas...etc...etc...etc...
Em todos os campeonatos do mundo, mais ou menos competitivos, todos perdem, todos empatam, e ninguém estranha nada.
É futebol - dizem....
Porque raio Portugal tem de ser diferente?

A imprensa desportiva noticia que Hulk, um antigo jogador dos corruptos de Contumil, muito conhecido pela reduzida inteligência, mas, sobretudo, por ser viciado num produto (amarelinha) que muito faz correr mas que provoca (precocemente) a muitos ex-consumidores a queda de cabelo, pensa que perdeu com o Bayern de Munique quando na verdade o seu clube jogou com o Borussia de Dortmund...(aqui)

Depois de Paulo Fonseca...Hulk...
Aquele clube funde-lhe os neurónios (o único no caso de Hulk )...
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ontem optei por ver o Galatasaray- Chelsea, sobretudo para evitar o lambebotismo execrável dos comentadores da TVI que, definitivamente, não consigo suportar...
Pior a emenda que o soneto. Melhor faria se visse o Real Madrid sem som. Perdi uma goleada das antigas - o Real Madrid joga 30 vezes melhor esta época do que nas épocas mais recentes, e levei com um jogo de merda, extremamente táctico, jogado a meio campo, sem oportunidades de golo, com as duas equipas apenas interessadas em não perder...e dois treinadores gémeos na forma de pensar o futebol!

Seis trincos mais 4 ferrolhos de cada lado e muitos confrontos físicos. Uma seca.
Freitas Lobo adorou. Adorou as sarrafadas, adorou as faltas, adorou os pontapés para a frente, e até adorou os assobios. Eram tudo grandes jogadas, grandes movimentos tácticos, grandes passes (de um dois metros), grandes falhanços, grandes defesas, grandes assobios, árvores tácticas (hahaha) etc...etc...etc...
Valha-me Deus que ontem deu-me para ser masoquista...

16 comentários:

  1. O porto este ano ja ganhou um jogo com um penalty inventado e um outro com um golo marcado em falta.qualquer dos jogos “ganhos“ por um a zero. Portanto sao quatro pontos oferecidos. Pelo contrario o Benfica ja foi roubado em cinco pontos.se portugal fosse um pais normal ja tinhamos desaseis pontos de avanco sobre o porto, e tem havido anos bem piores.
    Em relacao ao fretes lobo, com ele e em jogos dos amigos e tudo grande.ele proprio e um grande...!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os casos mais claros... o Porto ganhou ao paços de ferreira com um golo em falta (+2 pontos), venceu o guimarães com um penalty ridículo (+2 pontos), empatou com o belenenses com um penalty roubado ao belenenses e um fora-de-jogo ao fim quando o jogador do belenenses ia isolado marcado mesmo estando o jogador do belenenses no seu próprio meio campo na altura do passe (+1 ponto), roubalheira contra o setúbal com o árbitro a não ver jackson a ajeitar a bola com a mão e a ver, passado meio segundo, uma mão do setúbal... e ainda roubaram um penalty ao setúbal na primeira jornada... (+2 pontos para ser amigo). No total, e só lembrando estes jogos de tão claros que foram, temos o porto com mais 7 pontos do que devia.

      Já o Benfica teve um penalty roubado com o marítimo (-1 ponto), empatou com os clubes de lisboa com um penalty roubado e um golo em fora de jogo do adversário em ambos os jogos (-4 pontos)... para não falar no penalty que nos roubaram frente ao gil vicente sobre o Rodrigo, um lance duvidoso sobre o Arouca e tal... Ou seja... tem menos 5 pontos do que devia ter.

      Em relação ao porto a classificação está adulterada em mais de 10 pontos... e todos os anos é esta palhaçada e todos os anos é "normal" para os paineleiros e os "jornalistas" e só em Portugal é que uma equipa como ao Porto (inferior ao Benfica nas competições europeias nos últimos anos, só para tirar as dúvidas) faz campeonatos ao nível de uma equipa que joga 20 vezes melhor à bola... Isso é que é o que eles dizem "normal".

      E concordo contigo... tem havido anos bem piores... basta lembrar o ano de vilas boas... em 12 pontos de vantagem que eles conseguiram em 5 ou 6 jornadas, 10 deles foram consequência de erros do árbitros... para não falar que o Benfica só deixou de dar luta quando o Javi foi expulso por chutar uma bola para longe. Ou o ano passado... com os guarda-redes avançados e os jogos que eles ganharam por 3-1 a seguir ao Benfica-sporting fazem 8 pontos... mais o jogo da luz faz 11... até podes tirar o jogo do Sporting da gente que eles tiveram mais ajudas... ou há dois anos... Guimarães, Académica, Porto e Sporting... 4 jogos (e sem contar com as ajudas a eles) e a classificação fica alterada em 10 pontos a favor dos mesmos...

      Sei que não disse nada de novo mas é só porque todos os anos eles fazem aquilo no início do campeonato... e depois fazem cair no esquecimento e nós não podemos ir nessa cantiga.

      Eliminar
    2. Carlos Palma, antes fosse apenas isso:
      - J1: O Setúbal vencia por 1-0 já na segunda parte, quando o árbitro marca uma grande penalidade inexistente que dá o empate aos corruptos. No seguimento desse penalty, o jogador do Setúbal Kieszek agarrou a bola para perder tempo, tendo sido empurrado para o chão por Josué. O árbitro expulsou o jogador do Setúbal e os corruptos venceram por 3-1;
      - J2: Embora não influenciando o resultado, o 3º golo dos corruptos é marcado de grande penalidade (novamente), quando a falta, a existir, é cometida fora da área;
      - J3: Vitória dos corruptos por 1-0 em Paços de Ferreira, com o golo marcado após empurrão flagrante de J. Martinez nas costas do defesa, que depois cabeceou "sem oposição" (parafraseando o relato de "A Bola");
      - J5: Não expulsão de Otamendi no início da segunda parte, depois de uma entrada arrepiante sobre um jogador do Estoril. De salientar que era lance para vermelho directo, mas nem amarelo levou, pois já tinha sido admoestado;
      - J6: Vitória por 1-0 sobre o V. Guimarães, com uma grande penalidade inexistente;
      - J11: Embora não influenciando o resultado (vitória da Académica por 1-0), foi poupada uma grande penalidade aos corruptos logo a abrir a partida, e assinalada uma inexistente na parte final do jogo, a favorecer a vara de Contumil;
      - J15: Também não influenciou o resultado, mas terá sido a arbitragem mais favorável aos corruptos! Num banho de bola monumental e numa derrota por 2-0 ante o Glorioso, o árbitro permitiu um remate a J. Martinez 1 metro fora de jogo, poupou a expulsão directa ao mesmo por agressão a Maxi no início da segunda parte, e poupou uma enxurrada de cartões a jogadores corruptos, principalmente no início da segunda parte, durante o desnorte dos mesmos. Pelo meio perdoou uma grande penalidade por mão escandalosa de Mangala cujo canto consequente, felizmente, deu golo. Os corruptos queixam-se de três lances, sendo que o primeiro, quanto a mim, é o único que têm razão (interrupção de jogo com benefício do infractor, quando J. Martinez se isolava em direção à linha, e não para a baliza, como querem os corruptos fazer crer), mas mesmo aí, o jogador em causa já não devia estar em jogo. Nos lances na área do Benfica, esteve impecável no primeiro (2º amarelo para Danilo por se estatelar no chão quando sentiu um bafejar na nuca) e bem no segundo (o jogador Garay e o malabarista Quaresma estavam a lutar pela bola com o corpo, até que o "trivelas prá bancada" não aguentou, e "estranhamente" só perdeu a força quando entrou na área;
      - Já ouvi dizer que, nos jogos frente ao Rio Ave e Belenenses também houve irregularidades, mas não tenho conhecimento de causa suficiente para me pronunciar;

      Já reativamente ao Glorioso:
      - J1: Dois golos sofridos provenientes de fora de jogo contra o Marítimo (o primeiro originou uma grande penalidade) e uma grande penalidade sonegada a Lima, já no final, deu uma derrota por 2-1;
      - J2: com 0-0 no marcador, frente ao Gil Vicente, Lima marca um golo limpo, anulado ainda não se percebeu porquê, e o Benfica vê-se forçado a virar o resultado, vencendo por 2-1, quando aos 90 minutos se encontrava a perder;
      - J3: No empate 1-1 com o Sporting, o golo "verde" é marcado em fora de jogo, e perto do fim existe uma grande penalidade sobre Cardozo, não assinalada, em que o Maurício se encavalita na costas do avançado;
      - J6: Após estar a vencer o Belenenses por 1-0, estes empatam com um golo no mínimo 2 metros fora de jogo, no final da primeira parte. Na segunda parte, o árbitro foi pactuando de forma vergonhosa com o anti-jogo, sucessivas faltas e perdas de tempo da equipa azul;
      - J15 (já descrita);
      - J16: Grande penalidade perdoada ao Marítimo, por falta sobre Markovic, originando inclusivamente amarelo ao mesmo. De salientar que o Benfica venceu por 2-0 e o seu segundo golo está fora de jogo, pelo que os erros repartiram-se;
      - Constou-me que também houve erros nos jogos frente ao Arouca, Académica, Olhanense e Gil Vicente (fora), mas estaria a falar sem conhecimento de causa...

      Eliminar
  2. Caro,

    No mesmo dia, trincos ao quadrado, Fretes ao Lodo, novos-imbecis e ultra-imbecis é obra.
    Tiveste o que merecias, seu audaz!

    Abraço

    PS. Aquele antro funde os neurónio até aos nossos assalariados da RTP Porto. Parece que hoje jogam em Estugarda.

    ResponderEliminar
  3. As ajudas arbitrais valem, ao fim de uma época, 15 a 20 pontos... esta era a diferença pontual entre o Boavista e o Guimarães qd tinham representantes seus, à vez, no conselho de arbitragem... qd o representante era do Boavista e o Guimarães não estava representado o Boavista ficava em 3º lugar e o Guimarães lutava para não descer... e vice-versa...

    ResponderEliminar
  4. Caríssimo e estimado amigo Guachos,

    Vivemos num país onde se assiste a uma banalização da corrupção...

    Um lugar, onde os políticos que nos « representam » aprovam leis ( como agora )... que permitem que ao contrário dos outros cidadãos... os seus bens não possam ser conhecidos ou investigados.

    Uma República onde é possível gravitar acima das leis que regem os restantes habitantes... usufruindo de imunidades diplomáticas ou parlamentares, que são como um selo ou carimbo. que indicam que a sua presença é necessária, para ocultar procedimentos menos próprios...

    Permitindo, que por absurdo, um diplomata possa mostrar ás autoridades uma mala com estupefacientes e seguir alegremente como se transporta - se um par de peúgas!

    Uma terra onde os Dom porcoleones deste mundo, são avisados pela « justiça » dos passos que devem dar, onde os apitos não apitam e os sócios suínos podem julgar em causa própria.

    Assim é perfeitamente espectável, que tal como afirmas... o normal é ser anormal.

    ResponderEliminar
  5. É isso mesmo! E o que mais me surpreende e revolta é que os que encobrem este comportamento no futebol, condenam o mesmo na nossa economia e sociedade. Protestam contra os roubos ao cidadão, mas aplaudem as vitórias conquistadas nos mesmos moldes. E principalmente surpreende-me continuamente ter que argumentar o que não deveria ser necessário argumentar (caso vivessemos numa sociedade de bem)! Assim não sendo, o caminho é continuar a protestar, continuar a expor, e continuar a esfregar-lhes o focinho na chafurdice que eles criam...

    Relativamente ao Mourinho, discordo parcialmente! Penso que o Real Madrid do Mourinho, principalmente no ano em que foi campeão, fez jogos tão bons ou melhores do que o de ontem. E penso que o Mourinho sabe por as equipas a dar espetáculo, apenas se apercebeu há muito tempo o que o Jesus foi obrigado a fazer este ano: os ataques ganham jogos, mas as defesas ganham títulos (infelizmente)...

    ResponderEliminar
  6. Chega de André Gomes! Estou farto de tanta falta de genica, lentidão e morcãozice. Dass.., Já jogou o tempo necessário. Não dá mais que isto?! Que vá à vida dele.
    Aliás o Benfica começou a ganhar quando ficou em igualdade numérica após a expulsão do Katso, porque até aí, como o André Gomes não jogou nada, eles estavam com 11 e nós com 10. Ainda pra mais com a merda do Artur na baliza, dasss... que aflição! Também já chega de Artur.
    De resto grandes golos do Gaitas e do Marko.
    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  7. Fala quem não nasceu ontem e já cá anda há uns tempos para saber o que a casa realmente gasta:

    "A semana foi repleta de acontecimentos invulgares. E, de um modo geral, os analistas e comentadores chegaram todos às mesmíssimas conclusões.
    O Sporting reforçou a sua candidatura ao título e o FC Porto abdicou de candidatura ao título - foi a primeira conclusão da semana.
    As imagens da SAD portista, com Pinto da Costa à cabeça das hostes, no túnel do Dragão fazem prova do fim de um regime - foi a segunda conclusão da semana.
    Precipitaram-se, na minha opinião, os analistas. (...)
    No que diz respeito à disparatada conclusão quase unânime de que está para cair o status quo que fez furor nas últimas três décadas do futebol português, manifesto também o meu profundo desacordo com os precipitados gatos-pingados do referido regime.
    Entenderam todos, vá lá saber-se porquê, que os sinais dados por Pinto da Costa e companhia à saída do estádio são de inexorável decadência. Fatal engano. Os sinais não são de queda.
    São antes, e em flagrante, os sinais da ascensão do regime:
    A desautorização da autoridade, a passividade encolhida da dita autoridade no momento do safanão, o confronto belicoso com o repórter que se atreveu a colocar uma questão obrigatória podem, como é da tradição, não merecer qualquer tipo de reparo quer do Ministério da Administração Interna quer do Sindicato dos Jornalistas, mas não podem , de maneira nenhuma, fazer prova da decadência quando são prova da velha e consabida origem e ascensão.

    Em que difere a tirada «os ratos é que abandonam o navio» proferida por Pinto da Costa na recentíssima noite de 23 de Fevereiro de 2014 da tirada «os ratos fogem a sete pés» proferida por Pinto da Costa a 25 de Março de 1982 no preciso momento em que viu consubstanciada a sua vitória política e administrativa sobre Américo de Sá, o presidente deposto à má-fila?
    Ratos, sempre ratos.

    Poderão replicar-me dizendo que nos velhos tempos do regime jamais seria permitida a presença de câmaras à saída do túnel do Dragão. Mas coisas dessas já não são possíveis. Mudaram-se os tempos e hoje, se as câmaras de televisão forem barradas, cada cidadão tem a sua câmara no bolso agregada ao telemóvel e pode, a qualquer momento, fazer despertar o repórter que há em si.
    Poderão também contrariar-me dizendo que nos velhos tempos do regime seria impossível assistimos aos continuados desabafos públicos de atletas do FC Porto desagradados com a respectivas situações. Mas nesses admiráveis tempos não havia Facebook nem as demais redes sociais que vieram dispensar a bafienta utilidade dos intermediários oficiais e oficiosos.

    Desenganem-se, portanto, os que acreditam na decadência do regime só porque viram um polícia e um jornalista a ser praxados. O regime está igualzinho ao que sempre foi desde o primeiro dia. E com os mesmíssimos tiques e com a mesma retórica. O mundo é que mudou." - Leonor Pinhão

    Hoje o Benfica ganhou em dois estádios, no Estádio da Luz e no Allianz Arena em Düsseldorf com o Schalke 04 para a Champions League. Venha o Belenenses que não vai ser nada fácil mas com Eusébio e Coluna no Céu e Jesus na terra (no Benfica não no Foi Com Putedo felizmente) o Benfica pode almejar a conquista de mais 3 pontos.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ultima frase do texto da Leonor "O mundo é que mudou" contradiz muito do que ela escreveu antes.
      O mundo mudou, está em permanente mudança e é isso que acabará com os barões e os ditadores - inevitavelmente, mais cedo ou mais tarde. Os exemplos estão por aí, para quem os quiser ou souber interpretar. Caem sem dar luta? nunca. Mas o mundo está a mudar e isso...nem eles conseguem mudar.

      Eliminar
    2. O mundo mudou, mas o futeluso ainda não:

      1- http://2.bp.blogspot.com/-_bjY__YGJPw/Ukf_mq8qAYI/AAAAAAAAJ18/kTyXYqv7-BU/s1600/6%25C2%25AAJ+Benfica+belenenses.gif

      2- http://1.bp.blogspot.com/-q2ZbHX2PrHA/Ukf_oZ5OHhI/AAAAAAAAJ2E/e7ryAnSG0gE/s1600/6%25C2%25AAJ+Benfica+belenenses+1.gi

      Eliminar
    3. Ainda não amigo Superaguia, ainda não. Que os roubos ainda continuam, também ninguém tem duvidas, mas que está muito diferente do antigamente, que ninguém duvide
      Quem como eu, viveu na pele as falcatruas destes últimos 30 anos perceberá melhor a diferença abissal entre o "ontem" e o hoje!
      Já faltou muito mais...

      Eliminar
    4. Caro Guachos, por acaso discordo várias vezes do que a Leonor diz. Tem dias como dizia o outro. Esse último ponto já ela referiu antes por alturas do Apito Dourado, com smartphones, câmaras de vídeo nos telemóveis, etc, nunca o pai dela levaria uns apertões numa viela qualquer em Aveiro sem o acontecimento ter vídeo ou fotos. E nos árbitros dos quinhentinhos o que mudou também entretanto foi o nível de vida. O nível de vida e a inflação. =)
      Quanto ao resto não macradito, tal como a Leonor já estou escaldado em relação a obituários redigidos e atestados de óbito passados, com o morto a abrir o caixão e a sair pelo seu próprio pé a perguntar ao PSP pelo bar de alterne mais próximo.

      Muito bom seria que tenhas razão e acertasses como acertaste com o Guardiola no Bayern.
      Cumprimentos

      Eliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.