sábado, 19 de abril de 2014

Proença decide...

Muitas vezes o disse e assim continuarei até que a voz me doa: são os queridos "Proenças" (aqui) ou quem os controla, quem decide boa parte dos jogos e a maioria das competições...
 
Atente-se no jogo de quarta feira passada...
Se é certo que uma equipa de reservas do Benfica, jogando com um homem a menos durante uma hora de jogo, humilhou o clube da fruta, não é menos verdade que foi Proença quem ajudou (muito) a decidir o jogo.
 
Ao marcar aquela grande penalidade, o querido dava ao Benfica o alento que a classe dos seus jogadores precisava para acreditar ser possível chegar à vitória na eliminatória...
Bastava que Proença fizesse o que tantas vezes fez no passado, em casos semelhantes, não marcando nada, para que tudo fosse diferente.
Quer isto dizer que o lance não foi penalti? - não.
Significa apenas, que, no passado recente, nunca vi nenhum dos queridos decidir a favor do Benfica em situações similares. A Proença - bastava-lhe fazer o que sempre fez e que o levou a "melhor árbitro do mundo"; decidir a favor dos corruptos.
 
Com penalti - humilhação. Sem penalti: semana terrível para o Benfica, esqueletos fora do armário, talibans de armas em punho, cumentadeiros eufóricos a malhar em JJ, o tal "salão de festas", e...uma pressão do tamanho do mundo no que resta da época...
Obrigado Proença? - não. Apenas a constatação que os queridos decidem muito do futuro da vida de muita gente e são eles que, demasiadas vezes, fazem e desfazem campeões, fazem e desfazem carreiras.
 
Se o árbitro do Benfica-Estoril, não validasse o golo do Estoril, marcado em fora de jogo, o Benfica estaria agora a preparar-se para festejar o bi-campeonato...
Se o árbitro da final da taça de Portugal não tivesse validado o golo do empate do Guimarães, marcado em fora de jogo, o Benfica estaria agora a preparar-se para festejar a dobradinha também na taça...
Com o velho Proença, estariam agora muitos benfiquistas cagados de medo do Olhanense...
 
...E não teríamos o jornal "onojo" completamente à deriva, tentando saber de Hulk, (um tipo que se o largarmos sozinho no quarto tem dificuldade em encontrar a sala) o que é necessário fazer para evitar que o Benfica ganhe os próximos 10 campeonatos...
 
Ps: para logo...força Belém.
Quero ser campeão e quero sê-lo já hoje - quanto mais depressa melhor.

30 comentários:

  1. Caríssimo e estimado amigo Guachos,

    Total concordância, não existe Messi, Ronaldo, Ribery ou conjunto deles, que possa conseguir ter a mesma influência no resultado de um jogo... que um qualquer querido.

    No caso particular, o querido da Taça até entrou a todo o « vapor »... só, que penso que intuiu demasiado cedo, que com a expulsão o trabalho de casa já estava feito!

    Já, na segunda - parte, penso que o querido não estava preparado para um Benfica assim, um público assim e foi então que « pestanejou », fungou um pouco e mudou o paradigma do habitual:

    « Atira - te ao mar e diz que te empurrarem » a favor dos suínos... para « O mar está munta forte, a maré parece que estaia a mudar e na quero ser levado pela corrente » assinalando desta vez o penalty óbvio que existiu a favor do Benfica!

    Ou foi isso, ou então trocou a aspirina... pelas pastilhas do Qual Lesma...

    ResponderEliminar
  2. Completamente de acordo e sendo assim o que posso mais dizer?

    Força SL BENFICA!

    Miguel

    ResponderEliminar
  3. Caro Guachos...O Proença só marcou o Penalty porque....

    O Platini e a comitiva da UEFA estavam a assistir ao jogo e caso não marcasse o Penalty veria a sua carreira Internacional perturbada....

    Se o Platini não estivesse na LUz...estaríamos aqui, mais uma vez, a chamar FDGP ao Proença.

    ResponderEliminar
  4. Estou contigo, é ser campeão o quanto antes, se for já hoje ainda melhor!

    Alberto

    ResponderEliminar
  5. O Guachos Vermelhos continua a ser um dos grandes bastões do benfiquismo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro, escusavas de corrigir... afinal bastões também ficava bem!

      É que o amigo Guachos, não pára de dar « porrada » ( merecida ) em tudo o que mexe... ele é em talibans, é em suínos, é em osgas, é em avençados, é em « queridos », etc...

      P.S: Aposto, que ele até até ficou sensibilizado com a troca e bem satisfeito.

      Um dos grandes bastões do Benfiquismo é demais... essa, é daquelas que fico com inveja de não ter dito eu e que... um dia vou ter de plagiar!

      Eliminar
    2. Ha ha ha, uma maravilha, o que eu me ri. Boa Páscoa a todos!

      Eliminar
    3. Boa Páscoa também para ti caro Liverpoool.

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Exactamente - "Um dos grandes Bastões do Benfiquismo"

      Eliminar
  7. qualquer semelança com a realidade é pura ficção!!!!!!!!!!!!!!
    Quido 1....Amooor vamos à Luz!!
    Quido 2....O que é que vamos lá fazer?
    Quido 3.....Pareces parvo pá,vamos tratar da nossa vida!!!!
    Quido 4.....Explica melhor,que me vou sentar na cesta da fruta!!
    Quido 3.....Fdx,não estragues a fruta crl!!!
    Quido 2.....não éboa,nem má!!!...Foi o conseguram arranjar,que aquilo anda mal de graveto!!!
    Quido 1....Se não há graveto não há paqlhaço,da última calhou-me um traveca!!!
    Quido 3....Então só agora reclamas?
    Quido 1...Há aquilo até não correu mal,metio de 4 e nem lhe vi a fuça!!
    Quido 4...Assikm não!!!....Isto hoje tem de ser diferente!!!,é ano de Mundial e as coisas não podem ser às descaradas,e está gente importante a ver!!!!
    Quido2....Então o que sugeres?
    Quido4....Como já não há fruta,já não subo mais na carreira,graveto nem ve-lo e tenho que começar a economizar no gel,proponho começar-mos a difercificar o negócio!!!
    Quido1....O que é que isso quer dizer??
    Quido2....És mesmo burro,temos que virar a gulha para quem pagar mais!!!!
    Quido4...A propósito,vcs sabem a como está a tonelada de gel,preciso de fazer uma encomenda?

    O rresto todos sabem o final da história !!!!!!

    Não há ferro,não há palhaço!!!!

    INDIGENTES MENTAIS..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Reus penso que bateu na tecla certa.
      Nao ha bolo,nao ha anos!!!

      Eliminar
  8. Eu sou da mesma opinião que os árbitros se quiserem decidem um jogo. Existem uns melhores que outros nessa arte. Existem uns que precisam de dar mais nas vistas que outros. Proença é um dos últimos.

    No entanto existem situações em que mesmo os árbitros tentam ter cuidado. Com aquela expulsão forçada ao Siqueira Proença praticamente decidiu o jogo. Só não o decidiu completamente porque do outro lado está um Porto de rastos. Uma caricatura de equipa. Talvez tão fraco como o Sporting da época passada. Se Proença não tem apitado aquele pénalti claro sobre Sálvio e com isso ajudasse mais uma vez o Porto a conquistar um trofeu iria ficar mais uma vez manchada a imagem do querido. Para além disso Platini estava no estádio e um roubo descarado podia tirar-lhe as viagens europeias e mundiais pelas quais ele tanto rou... trabalhou. Mesmo assim se o resultado estivesse em 2-1 Proença faria o sacrificio. Confiou que iria controlar o jogo para que nada acontecesse mas o golo de André Gomes estragou-lhe os planos.

    ResponderEliminar
  9. Nem mais.

    Li os dois posts agora (só não vi o vídeo do Chorão) e é que é tal e qual. E as pessoas esquecem-se das coisas.

    A verdade é que nós perdemos a vantagem de 5 pontos há dois anos com penalties roubados em Guimarães e Coimbra e com os corruptos a marcarem dois golos precedidos de irregularidades não marcadas (mão de Lucho, falta sobre Witsel), um golo em fora-de-jogo, expulsão ridícula para o Emerson, cartão vermelho pelo menos poupado ao Álvaro Pereira... sendo que a única coisa contra que poderiam dizer é um lance em que poderia ser assinalado penalty sobre o Cardozo. E com arbitragem correcta sairíamos daquele jogo com 8 pontos de avanço e uma confiança inabalável. Sem falar na expulsão ridícula do Aimar frente ao Olhanense e do roubo frente ao Sporting.

    O ano passado foi o jogo do capela a causar tanto ruído e os corruptos nos dois jogos a seguir a ganhar por 3-1... em cada um dos jogos (Nacional e Setúbal, se não me engano) com um golo em fora-de-jogo e um golo de penalty inventado. Para não falar nos pontos (4 ou 6) que garantiram graças a guarda-redes avançados.

    E até podemos falar do ano do informático paneleiro que só é bom em clubes mafiosos... o Vilas Boas. O campeonato começou com o Benfica com 4 penalties roubados frente à académica e o porto com um oferecido. 5 pontos de diferença num jogo graças aos árbitros... ou seja, de uma vantagem do Benfica de 2 pontos, tivemos uma desvantagem do Benfica de 3. Depois foi o Nacional (penalty roubado, o golo deles nasce de um livre que não existia) e Guimarães (na quarta jornada pelo olapário benquerença). Eles acalmaram mas basta lembrar que o Benfica só perdeu o comboio do título em Braga quando o Javi é expulso por chutar uma bola para longe (Pelo Proença, que chama todos por querido, que é o rei do pau no cu e do cabelo lambido - o cota do bigode sabe do que fala). Só aí estão quantos pontos? Pois é... sem me lembrar das ajudas ao Porto (que não perderam jogos porque tiveram ajuda), só nesses jogos estão 5 pontos da primeira jornada e 9 nos outros 3. Por incrível que pareça, em 4 jornadas a classificação do Benfica (em relação ao Porto) foi apenas adulterada em 14 pontos... Só...

    E este ano... como é que eles a jogar pior que o Sporting o ano passado acabam muito melhor? A gente sabe como. E é fácil ver que, nas primeiras jornadas, o campeonato andava adulterado (Benfica em relação aos corruptos) em mais de 10 pontos (Benfica roubado contra Marítimo, Sporting e Belenenses em 5 pontos, corruptos favorecidos contra Setúbal, Paços de Ferreira, Guimarães - pelo menos - e só aí estão 7 pontos a mais... ou seja, 12 pontos em poucas jornadas).

    Todos os anos acabamos com uma diferença para o porto adulterada pelos árbitros em mais de 10 pontos. E acho que até no ano em que fomos campeões e, obviamente, no ano do Quique foi a mesma coisa... mas quando fomos campeões não havia necessidade de fazer ver isto aos benfiquistas que se deixam manipular e no ano anterior eu ainda não andava por blogs do Benfica (lia apenas o antitripa) pelo que mais valia esquecer-me de algumas coisas.

    E concordo com a análise que fazes: se o Proença não tivesse marcado o penalty, não tinha havido qualquer hipótese de dar a volta. Porque a esperança dá muita força. Mas, verdade seja dita, o Porto não levou 15-0 porque o palhaço expulsou o Siqueira por fazer uma falta... enfim.

    ... (continua)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E essa é a diferença. Ele também assinalou várias faltas contra o Porto a meio campo que normalmente não assinala... e que no primeiro jogo fez parecer que o Benfica teve uma má entrada quando não teve. Apenas tentavam sair com a bola controlada e a perdiam numa falta não assinalada... ou seja, perdiam a posso de bola antes de puderem fazer alguma coisa.

      E este ano não foi o Benfica que ficou muito melhor. Estamos melhores? Sim. Mas eles estão muito piores. Se nos últimos dois anos fomos uma equipa claramente superior aos corruptos, desta vez fomos 5 vezes melhores. E assim lá ganhámos uma eliminatória por 1 golo apenas, depois de muito sofrimento quando o futebol apresentado e a qualidade das equipas dava, com um árbitro que apitasse bem e permitisse às duas equipas o mesmo nível de agressividade a defender, era para ter chegado de lá com uma vitória e matar a eliminatória com o golo do Sálvio (e só não digo que era para ser 15-0 ou 15-1 porque sabemos que o Benfica ia controlar o jogo).

      Já agora... também são esses bois que fazem com que o Porto ganhe lá fora... já que eles sabem que 5 pontos de avanço a jogar contra 14 permite apostar na europa (como foi o Mourinho) e nós não podemos...

      Eliminar
    2. É curioso mencionar a época do Libras Boas: tem sido, desde sempre, uma enorme mistificação!

      Eu recordo-me muito bem da miserável pré-época que o Porco fez nesse ano: derrotas atrás de derrotas, e Libras Boas com o coiro a prémio. Um dos erros do Jesus, ao longo destes anos, foi ter disputado a Super-Taça desse ano com uma enorme sobranceria - esse erro deu o oxigénio necessário aos corruptos para mexerem os cordelinhos no início do Campeonato, prejudicando-nos (pontos atrás de pontos roubados) e beneficiando-se (decisões inacreditáveis a darem várias vitórias consecutivas), criando uma almofada de tal maneira "gorda" que lhes permitiu ter o fim de época em cheio.

      Por alguma razão, Libras Boas nunca mais conseguiu repetir algo sequer comparável ao que a Máfia lhe proporcionou cá em Portugal (ele está bem na Rússia - lá o "bas-fond" parece ser semelhante ao nosso).

      Eliminar
    3. Eu não diria isso do JJ... eu diria mais que ele planeou o pico de forma para outra altura da época e não o início... porque a época é longa... e jogou a supertaça contra uma equipa que não tem de ter pico de forma planeado porque isso só depende de quando é que chega a dose de amarelinha ou a ajuda dos árbitros.

      Eliminar
  10. Quem não gostou da arbitragem de Proença foi Michel Platini. Disse que o português exagerou na mostragem do cartão amarelo e em certos critérios que não especificou.
    Melhorou para o fim acrescentou. Pois, lá para o fim, o resultado estava feito.

    Atenção que o senil da Costa já anunciou uma revolução no plantel.
    Estará o senil a pensar em colocar os guarda-redes a avançados e os médios à defesa?
    Quererá dizer o senil que já tem novo treinador em vista?

    Interessa, sobremaneira, que o Sporting perca pontos hoje, no Restelo. Se tal acontecer, quando entrarmos amanhã em campo, já há festa.
    O Cosme Machado diz que tanto lhe faz.
    Interessa, de qualquer maneira, que o Benfica faça uma boa exibição e vença o Olhanense.
    Mesmo com o homem do 'xistrema', mais conhecido como Carlos Xistra.

    Desta vez, a ilustre comunicação social, ainda não fez a crónica do jogo. Só mesmo durante o jogo, prometem os avençados jornaleiros.

    Em frente rapaziada.
    Cumprimentos benfiquistas.

    ResponderEliminar
  11. Com a devida vénia deixem-me introduzir aqui um post excelente e sintético do companheiro JV, que quanto a mim, diz muito sobre a realidade. Passo a transcrever:
    "Estrutura e identidade
    A identidade nunca chega a perder-se definitivamente . Isto a propósito da ideia expressa por Benfiquistas e outros de que a vitória sobre o Porto significaria um passo na recuperação da nossa identidade.

    Quando eu era miúdo vencer o Porto por três ou quatro não era nada que nos deixasse nas nuvens. O Porto era uma espécie de Belenenses ou de Setúbal , um rival forte mas inferior ao Sporting. Só com a captura dos órgãos de arbitragem e decisão pela Associação do Porto é que as coisas mudaram . E mudaram da maneira que as coisas mudam quando são condicionadas por comportamentos ilegais que acabam impunes. Antes de falarmos de identidade devemos falar de legalidade.

    O plantel do Benfica é muito melhor que dos restantes clubes portugueses. Estranho se tivermos em conta que , no dizer de certos jornalistas , continuamos a ser um clube sem estrutura . Segundo Rui Santos ou Ribeiro Cristóvão a nossa estrutura é Jorge Jesus . Pois é. Deve ter sido Jesus quem foi desenvolvendo o extraordinário trabalho nas camadas jovens . Deve ter sido ele a segurar Gaitan , Garay , Enzo , Salvio , Cardozo ou Rodrigo enquanto a fantástica estrutura do Porto desbaratou em três anos uma equipa inteira. Trata-se apenas de saber o que se entende por estrutura. Se estivermos a falar duma associação criminosa que visa corromper árbitros então o Porto tem uma estrutura.

    Trata-se não duma recuperação de identidade mas dum início de limpeza que o Benfica protagoniza . Duma espécie de 25 de Abril, mas no futebol."
    PS meu: Atenção que ele não desvaloriza o trabalho genial do Jesus, apenas realça outros factores que também contribuem para um grande Benfica, nomeadamente a acção do Presidente e restante estrutura.
    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  12. Totalmente de acordo com este post que tem na base um comentário idêntico que o amigo RM fez ao seu post anterior.

    De facto, proença poderia perfeitamente não assinalar o penalti, e não faltariam cumentadeiros nos mérdia des portivos a branquear mais um erro clamoroso deste sr. árbitro...

    O mesmo que, depois de ser descaradamente um dos principais agentes do Sistema, tem a lata de dizer que o Presidente do Benfica procura nele a justificação para os insucessos da sua gestão!

    Continue pois a sua cruzada e não poupe nas bastonadas...

    ResponderEliminar
  13. Mais que os"queridos", são os "mercados" que decidem. Podemos barafustar, gritar, aplaudir, ou deleitar-mo- -nos que está tudo controlado pelos interesses vigentes.

    ResponderEliminar
  14. Enormerrimo Guachos, Amigo e Companheiro,
    Companheiros,

    Sao mais de 3 decadas de apintagens vergonhosas!
    Ou melhor, sao mais de 3 decadas de "xistrema": apintagens vergonhosas sempre, sempre, sempre a favorecerem os andruptos, mesmo nos campos onde eles nao jogavam.

    E escrevo assim porque eu ainda sou do tempo em que testemunhei arbitragens vergonhosas (com BOIS nitidamente "comprados"), mas nao passavam de casos isolados e que surgiam mais frequentemente em desafios que decidiam as descidas de divisao (ou as antigas "liguilhas").

    Depois disso, desde o inicio dos anos 80, o POLVO foi-se implantando progressivamente e em todas as "frentes": apintagem, justissagem e merdi@ "des portiva". Recordo-me demasiado bem desse processo, lento mas sistematico, seguro e muito "profissional".

    Nos primeiros anos, ainda eu tinha muitos Amigos Portistas (eu fui assistir, no Prater, 'a conquista da Taca dos Campeoes Europeus), a maioria dos Companheiros com os quais eu tentava discutir este assunto, diziam-me que eu andava a ver "moscas na outra banda" e que a culpa era exclusivamente Nossa, por termos deixado de garantir uma boa gestao no Clube (com o pinaculo no absurdo fecho do 3o anel, que nos exauriu financeiramente).

    Foi necessario sermos Campeoes (com salarios em atraso) em 94 para que alguns Companheiros comecassem a dar-me alguma razao e, depois disso ... foi o descalabro total, com as "gerencias" do Damasio e JVA.

    O POLVO andrupto, com o apoio expresso da osgalhada e dos valentim loureiro, tomou conta de tudo o que quis, aproveitando-se do Nosso descalabro: deu para TUDO, roubaram 'a tripa forra e chegaram ao ponto de "distribuir" os caopionatos e as tacas entre eles.

    Toda a gente sabia! Toda a gente falava! Mas ... ninguem ousava enfrenta'-los!

    Sobre os 12 ultimos anos, espero que todos se recordem bem, incluido os Companheiros mais novos. Sobre esse periodo, espero que nunca surjam provas de que o bandalho do vose' jeiga tenha usado o mesmo tipo de "argumentos", ou eu sentiria uma tal vergonha que nao sei se resistia.

    Felizmente, o POLVO andrupto e os seus lacaios (osgalhada incluida) "distrairam-se" e convenceram-se de que o Glorioso nao recuperaria daquele abismo. Phoder@m-se!

    Companheiros,

    Ainda estamos longe do Nosso objetivo Patriotico: libertar a Verdade Desportiva do absurdo garrote que lhe foi imposto pelo POLVO imundo e que transformou o Desporto em Portugal num "des porto".

    Mas ... estamos a caminho e, por isso, agora ainda menos temos direito a descansar!

    Celebremos, pois, cada um dos Sucessos e Vitorias que conseguimos e que conseguirmos, mas sem nunca aliviar o compromisso que temos com o Clube e os seus verdadeiros "Donos", que sao as geracoes mais jovens de Companheiros: se e' verdade que ja' lhes garantimos um Clube Maior do que aquele que recebemos, ainda estamos longe de poder garantir o mesmo quanto ao Desporto Nacional.

    Temos essa responsabilidade, Companheiros! Temos essa "Missao"!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  15. Grande post do Guachos e grandes comentários.
    O José Albuquerque tem toda a razão, o polvo continua cheio de força embora já se lhe comecem a ver os cotos dos tentáculos. A força nota-se acima de tudo nas modalidades amadoras em que ainda há árbitros que arbitram à moda do futebol dos anos 80 e 90. Até no voleibol dá resultado, imaginem.

    E acima de tudo, a amarelinha ainda dá um ar da sua graça em algumas dessas modalidades, especialmente quando os clubes pequenos (especialmente do norte) jogam contra o Benfica em momentos decisivos e no norte de Portugal.
    Vejam o que tem acontecido no vólei e o que acontece no andebol e no hóquei. Isto não são teorias da conspiração, infelizmente é a realidade.

    Tenho testemunhos de várias pessoas que me afirmaram, com exemplos concretos, que até nas divisões inferiores muitos clubes do centro iam ao norte buscar droga para dar aos jogadores. Acreditam que isso nos dias de hoje já acabou?
    Acham que quem ganha dinheiro com isso desistiu de o fazer? Porquê? Há controlos anti doping? A polícia já tentou acabar com esse tráfico ilegal de droga? Se o fez terá sido em segredo.
    Actualmente até há lojas que vendem droga de um modo aberto e legal.











    ResponderEliminar
  16. Se me permitem vou contar uma pequena história veridica a que eu assisti,há muitos anos no tempo do Garrido,do A.Espanhol da Nazaré,do Porém Luis e alder Dante para exolicar que a corrupção no futebol não começa no topo ,mas na divisão mais baixa,ou se ja,nos Distritais.

    Nesses tempos quem dominava o futebol a nivel do Distrito de Leiria não era a U.D-Leiria,nem o Marrazes,mas sim a U.D-Mirense(de Mira de Aire)que era uma vila própera e poderosa financeiramente até porque tinha uma indústria de lanificios bastante pujante e que dava de comer a toda a gente e suportava o clube.

    Nesses tempos a Taça do Diatrito era disputada a 2 mãos,e nas meias finais desse ano calhou a jogarem por sorteio a equipa da minha terrinha e a toda poderosa U.D-Mirense.

    Vamos fazer o 1º.jogo a Mira de Aire e perdemos por 1-0,2º.jogo em casa ganhamos 1-0,teve que haver um jogo de desempate em campo neutro que foi realizado na Batalha a meio caminho entre as 2 terras.

    O jogo foi apitado pelo garrido que ainda andava pelos Distritais,e ao intervalo ganhavamos 3-0,os balneários ficavam por detrás de uma das balizas e quando passavamos para o outro lado do campo,vimos o delegado do jogo entregar dinheiro porque a porta do árbitro estava entre aberta,e pensamos que aquilo era natural,pagamento de deslocação da arbitragem ou alguma coisa assim-

    Começa a segunda parte e eu comecei a perceber o pagamento!!

    O Garrido instalou-se a meio do campo e não nos deixava sair dali com faltas atrás de faltra,para acabar marcamos 6 golos,perdemos 4-3 o Mirense foi á final da Taça e ganhou.-

    NUNCA MAIS ACREDITEI EM ÁRTBITRO NENHUM!!!!!!!!!!!!!!

    Peço dfesculpa pelo longo texto,mas a revolta é tanta que não consigo focar calado.

    Cumprimentos e boa páscoa e até á vitória final.......INCHEM CABEÇUDOS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é verdade. Eu conheço várias histórias do António Garrido de Leiria (genro do Olegário igualmente corrupto), o árbitro mais corrupto da história do futebol em Portugal. Por isso o Porto logo que pode foi buscá-lo.
      Foi o Porto que lhe alimentou o vício do jogo que partilhava com Reinaldo Teles. E era no casino de Espinho que branqueavam o dinheiro da corrupção que entregavam aos árbitros e de outros agentes desportivos.


      Eliminar
  17. Caro Guachos, o Cosme não deixou que os teus desejos se concretizassem mas, hoje não escapa....

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.