quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Fibra de campeões!

O meu pai sempre me ensinou que é nos momentos menos bons que vemos quem são os que nos amam e com quem podemos contar. É essa certeza que tento passar aos meus filhos, acrescentando que, por vezes, é necessário passarmos por momentos maus para melhor percebermos a fibra de que somos feitos.

Ontem provou-se que temos uma equipa com fibra de campeão e muitos amigos (massa adepta incrível) também. E também se provou que temos uns quantos vermes na família, que não servem sequer para adubar a relva que o Artur, ou o Jardel, pisam.

Apesar de toda aquela maravilhosa manifestação de benfiquismo, ontem vi no estádio da luz, um reles ser abjecto, e a sombra de uma geração bastarda, continuamente a conspurcar o nome do Benfica, acolitando-se em blogs e grupos de verdadeiros deficientes intelectuais.
Usam o nome do Benfica em beneficio próprio, e como (alguns) não passam de uns reles e desequilibrados patifes, exultam com os maus resultados, que esperam pacientemente até saírem do esgoto. Mas não se ficam por aí...

A minha caixa de comentários, nessas alturas, sempre fica cheia da merda que lhes preenche o capacete. Juntam-se em grupo e atacam em matilha. Tristes idiotas que só conseguem elevar o meu fervor benfiquista. É que, se a cada resultado menos bom do campeão, lhes crescem os cornos, o ódio e a frustração, a mim me aumenta o benfiquismo, o orgulho e a razão.

A um nível não tão rasca, mas suficientemente sujo para nos causar (muito) asco, encontram-se os imbecis que na cs estiveram de armas e bagagens - puxando pelos russos de São Petersburgo. 
Tive de parar de assistir para evitar o vomito e a náusea que tomara conta de mim...
Como exemplo, o repórter com cara de macaco tentando a todo o custo provocar as declarações polémicas do troglodita verde...e um desgraçado (já nem me lembro se o mesmo) a grunhir um inglês simiesco, tentando entrevistar(!!!) Samaris!

Obrigado Jorge Jesus. Obrigado rapaziada por me fazerem sentir cada vez mais orgulhoso do meu sentir benfiquista.  E só tenho pena de não ter podido lá estar, para vos vitoriar com o meu mais do que merecido aplauso!
Podem não ganhar sempre mas...sempre que defenderam o manto sagrado com aquela atitude e querer, terão sempre em mim um acérrimo defensor.  Bem hajam! Viva o Benfica!

10 comentários:

  1. Quando a nossa mãe nos deu à luz não tivemos a possibilidade de escolher a família. À medida que fomos crescendo, verificamos ter familiares bons, outros mais ou menos e outros que não interessam a ninguém. É a vida.
    O mesmo acontece com alguns nojentos da família (afastada) benfiquista que dão o c* e oito tostões para dizer coisas. Algumas que de tão mal cheirosas nos deixam com necessidade de recorrer a uma água gaseificada anti má disposição.

    Estive na Catedral e acredite caro Guachos, que me senti orgulhoso de peito cheio. Pensei, ainda que por breves segundos, se noutros clubes acontece o mesmo quando a equipa perde. E refiro-me a Portugal porque no estrangeiro, nomeadamente em Inglaterra, tal acontece com alguma frequência.

    Ontem vi uma larga moldura humana a ovacionar os atletas, depois do jogo terminar. Durante quase 15 minutos, assim foi. De tal forma que Jesus deu indicações a Luisão para que toda a equipa fosse agradecer ao público. O que viria a acontecer, com os briosos atletas de águia ao peito, batendo palmas em todas as direcções do estádio. Foi bonito ver aquela união entre jogadores e sócios, adeptos e simpatizantes.
    Eu mesmo, sensível que sou e mesmo no local onde me encontrava, pouco propício a manifestações, dei comigo a 'aquecer as mãos'. Com palmas, bem entendido. Olhei para o lado, meio acanhado, e vi toda a gente a aplaudir e a levantar cachecóis.

    Intencionalmente, não falo do jogo. Todos vimos o que se passou e como se passou.
    Peço uma coisa. Desta vez não cruxifiquem Artur pelo gesto. Fez o que tinha que ser feito, para evitar um golo quase feito.
    De resto, todos oa 10 elementos que continuaram a difícil tarefa, mesmo os que entraram mais tarde, foram de uma aplicação, vontade e querer inexcedíveis. Clube que tem atletas como estes, deve sentir-se orgulhoso. Sócios, adeptos e simpatizantes que vêem os seus jogadores actuar desta forma, sentir-se-ão grandes. Ontem, todos foram grandes.

    Há alturas em que devemos ignorar os tais junta letras e 'cu-mentadores' da treta. Não merecem que percamos tempo com gentinha medíocre. Temos muitas mais coisas que merecem o nosso tempo. Temos um Benfica e isso enche-nos de alegria.

    Uma palavra final para Hulk. O que ele diz que disse aquando da sua substituição e no acesso aos balneários, peca por defeito. Esqueceu-se (?) de dizer que dedicou o seu golo ao FCPorto. Se isto não é provocar, vou ali e já venho.

    Saudações benfiquistas, sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Observador,

      Assino em baixo. Comentário perfeito.

      Abraço.

      Eliminar
  2. Enormerrimo Guachos, Companheiro e Bom Amigo,

    Sobre este teu texto de hoje, so' tenho uma palavra para comentar: MAINADA!

    O meu Filho mais velho enviou-me uma pequena gravacao particularmente valiosa (eu nao sei como e' que ele consegue estas merd@s, mas adoro-o tambem por isso) ...

    Trata-se da gravacao do final do relato do desafio de ontem na rdp e da forma como aqueles jornaleiros e cumentadeiros reagiram ao espetaculo dado nas Bancadas ...

    Primeiro com um silencio meio estranho (sinal da confusao que lhes prespassava as cabecorras) e, finalmente, o verdadeiro comentario: "que bela demonstracao de fair play da parte do public" (sic)!

    Ou seja: aqueles "russos" de alcoshit e contumil pensaram que os Benfiquistas estavam a aplaudir a equipa do Zenit.

    Maior que a inveja dos anti, so' mesmo a Nossa Gloria.

    Viva o Benfica!
    (Jose' Albuquerque)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. José, nem digas mais nada. Foi isso sem tirar nem por.

      Não bastasse a enorme demonstração de Benfiquismo ocorrida no estádio, tivemos ainda de asistir/ouvir á boquiaberta surpresa de alguns.

      Para completar o ramalhete, cristalinamente deu para perceber quão desprovidos de inteligencia são estes seres que semeiam odio ao Benfica na CS.

      Numa guerra - não há como escondê-lo, hoje é aberta - os desprovidos estão condenados ao fracasso.

      Para vós desprovidos e miseráveis apoiantes, do lambe-botismo nacional ao Porco Mor. Ontem perderam a guerra!

      Exagero? Não!
      Pode demorar, mas vocês ontem demonstraram incapacidade para entenderem a realidade. E a realidade chama-se BENFICA, vem em crescendo e é GIGANTE!

      Abraço

      Eliminar
  3. Caro Guachos

    Subscrevo o teu comentário, mas deixa-me sublinhar que me revejo particularmente no 1º parágrafo. Porque contém tudo, nem precisavas de escrever mais nada, uma saudação especial.
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Meu caro, Amem!O Benfica vai em crescendo, e não fosse a entrada desastrada no jogo e tudo seria diferente.
    Ontem recordei-me do antigo estádio não sei se pelo extase se pela loucura incondicional que o
    Benfica me provoca.
    PS_não vou bater mais no ceguinho prometo.
    PS2_ temos um grande treinador sem duvidas.

    ResponderEliminar
  5. Comentar,eu? Tudo foi dito!
    BENFICA SEMPRE!

    ResponderEliminar
  6. Conforme prevíamos, um grande jogo entre duas grandes equipas.

    Adeptos Enormes! Reacção final inesquecível e muito moralizadora para a equipa e para todos os q trabalham diariamente no nosso grande clube...

    É verdade, o Artur não dá confiança, o Jardel ofereceu 2 golos, o Samaris ainda não está mecanizado... nada q não se resolva nas próximas semanas...

    A arbitragem da UEFA continua uma vergonha, provavelmente permeável ao subornos da gazprom - só não destroem o futebol pq a paixão dos adeptos pelo jogo resiste a tudo.

    Se o palhaço verde não se drogar no jogo de Leninegrado temos boas hipóteses de devolver esta vitória... mesmo se o árbitro for o scomina ou o nazi blinch...

    ResponderEliminar
  7. Caro Guachos,

    Estou de acordo com a generalidade do post, mas penso que estás a dar demasiada importância a uma minoria. Eu percebo que é preciso não dar descanso a essa matilha de hienas, mas de facto o que importa realçar é a extraordinária e autêntica manifestação de BENFIQUISMO no final do jogo.
    Apenas me chateia ter perdido porque os russos são treinados por tipo que embora inteligente, não se importou de cavalgar a onda da corrupção para chegar à glória. E também porque o fdgp do homem verde marcou um (bom) golo quando pouco mais fez para o merecer.
    Temos que reconhecer que o villas boas ganhou ao JJ na surpresa do início com pressão alta e lançamentos para as costas dos centrais. Explorou muito bem (e também teve uma pontinha de sorte do seu lado) as maiores fragilidades deste Benfica: Falha no posicionamento defensivo de Maxi (o dani andou sempre com rédea larga), insuficiências de Jardel em jogos de alto nível (os dois golos tiveram origem em duas perdas de bola suas), falta de confiança de artur (Oblak dificilmente faria aquela falta, embora a culpa não seja dele) e a "verdura tática" de Samaris. De bom, ou melhor de muito bom, assinala-se a excelente resposta mental dos jogadores após aquela avalanche dos primeiros 20m, um ENORME Enzo, um GRANDE Gaitan, um incansável SALVIO e um gladiador Eliseu.
    Está visto que o primeiro lugar dificilmente fica ao nosso alcance. O mais provável é irmos para a liga europa. Pode ser que seja este ano que ganhemos a final.
    O nosso objectivo é o campeonato. Os corruptos estão a preparar a campanha de contra informação para atacarem a sério o campeonato com a fruta toda.
    CARREGA BENFICA! O Moreirense é para GANHAR!
    PS: Não foi a sorte que nos destinou este fdgp de árbitro. É só analisar as (coincidentes) arbitragens europeias dos últimos cinco anos para perceber que isto não tem mesmo nada a ver com sorte.

    ResponderEliminar
  8. mais um bom post, guachos... Fico a aguardar "posta" do Albuquerque acerca dos bons resultados operacionais hoje apresentados... abraço

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.