segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

O campeão nacional!

O pânico que parece estar instalado na cs portuguesa pela lesão de Nani, (o mesmo drama também se passou aquando da lesão de Óliver Torres nos espanhóis de Contumil) faz-me lembrar o desprezo e o esquecimento dos media pelos benfiquistas Fejsa, Rúben Amorim, Silvio, Eliseu e Suljemani, que se mantêm lesionados meses a fio sem que ninguém encontre motivos para prestações menos boas ou desculpas para resultados negativos. 

Que equipa (treinador) no mundo resistiria a um desfalque desta natureza depois de perder (vender) Oblak, Siqueira e Garay, (quase uma defesa completa) Markovic, Rodrigo, André Gomes, Cardozo, Kardec, para além de Urreta o ''ai jesus'' dos talibans da internet, e ainda: os jovens prodígios João Cancelo e Ivan Cavaleiro, mas sobretudo Bernardo Silva, considerado pelos especialistas da bola como o futuro grande craque do futebol nacional?

Não há nada que desculpe este treinador, obrigado a fazer milagres, quaisquer que sejam as circunstâncias!

Todos os que me conhecem sabem quão grande é a minha admiração pelo treinador Jorge Jesus. Não que antes dele chegar ao Benfica eu fizesse a mais pequena ideia da sua capacidade, e do que mais me lembro dele, para além das tiradas anti-Benfica, motivo mais do que suficiente para o detestar, é de um jogo no estádio da luz em que o Benfica ganhou por 4-0, quatro golos caídos do Céu, numa partida em que o Belenenses foi superior ao Benfica em todos os aspectos do jogo, menos na capacidade individual dos jogadores (com uma enorme dose de sorte) que acabaram por fazer a diferença no resultado (extremamente injusto) final.

Jesus conquistou-me rapidamente com o seu entusiasmo e com a sua enorme capacidade de transformar um clube sem ideias, sem identidade e sem profissionalismo (eram os tempos em que até os coxos jogavam para agradar à plateia) onde o desleixo competitivo fazia escola e onde valia mais uma entrevista na imprensa cor de rosa do que um empate ou uma vitória no campeonato...
Tudo isso é passado. Agora ninguém aceita menos que uma final europeia ou dois campeonatos seguidos. E ninguém quer saber ou se lembra dos craques da revistas cor de rosa ou dos sofridos sextos lugares. Muito menos dos lesionados ou de mais de meia equipa vendida ao "desbarato" e mais meia lesionada...

Tenho para mim que sem Jorge Jesus no Benfica - Vieira não se conseguiria aguentar na presidência a tempo de dotar o Benfica dos meios necessários para encarar o futuro da forma firme e segura de que hoje todos nos orgulhamos. Por aqui se vê a importância que dou ao treinador do Benfica. E não me venham dizer que ele teve melhores jogadores e outras tretas semelhantes. O Benfica sempre teve dinheiro (se não tinha parecia ter) para estourar em jogadores. E foram muitos os milhões que estourou em craques de pacotilha. A diferença está no (des)aproveitar e no (des)valorizar os talentos que chegavam à luz sob forma de projectos, que depois saíam sem qualquer retorno financeiro, completamente desvalorizados pelas campanhas ridículas em Portugal e na Europa, de onde o Benfica desaparecera do mapa. E a maioria dos jogadores que entraram no Benfica durante o seu reinado só passaram a ser craques de nível mundial depois de devidamente burilados por si. No inicio são todos flopes!

Tenho-me (questionado) insurgido sobre a estranha razão de o Benfica não ser referenciado pelos media como o «campeão nacional» ou os «campeões nacionais» sempre que é detentor do titulo, sabendo-se que quando são outros os campeões é habito e recorrente assim acontecer...

O mais estranho para mim, é verificar o comportamento pouco profissional, nada cuidado e sem nenhuma razão aparente por parte dos trabalhadores da nossa tv ao optarem por tratar os campeões nacionais por «os encarnados» (aqui é mesmo idiotice) ou outra coisa qualquer, olvidando o tratamento adequado e mais que merecido, justa homenagem a quem tanto lutou por isso; OS CAMPEÕES NACIONAIS! E o mesmo se passa no sítio do Benfica onde é habito tratar o Benfica por os "encarnados" ! Faz falta alguém que explique a essa gente, que já não trabalham para a tbi, para sic ou para a rtp palermo...agora representam o Benfica actual campeão nacional. Representam o BENFICA - não os encarnados. Representam o CAMPEÃO NACIONAL.

12 comentários:

  1. Excelente!

    Talvez fosse bom o JJ relembrar isso na ante-visão do jogo de de Domingo no ladrão dado q é a única pessoa do Benfica q fala regularmente nos telejornais... seria interessante e seria certamente alvo de censura...

    ResponderEliminar
  2. Na mouche como habitualmente!
    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
  3. Guachos,

    Estou curioso por saber o que Jesus fazia se:
    a) o Benfica apostasse verdadeiramente na prata da casa e fosse buscar apenas jogadores de qualidade internacional (quer fossem jovens de inegável qualidade, quer fossem veteranos de carreira, em suma os estrangeiros que um campeonato português consegue cativar);
    b) o Benfica conseguisse manter os seus melhores atletas durante 3 a 5 anos consecutivos, ou seja, sem ter que realizar vendas.
    Até onde o Benfica de Jesus poderia chegar e se nessas condições o técnico encarnado teria "unhas" para tal...

    Quanto aos me(r)dia, não te preocupes, pois quando o Benfica for bicampeão nacional, eles terão que dizer "o bicampeão nacional" em vez de "o campeão nacional". E, se na próxima temporada não o dizerem, que o Benfica continue a vencer para que no dia que tiverem que dizê-lo, sintam-no no ego. O último a rir é o que se ri melhor.

    Quanto a nós, é vencer, vencer e vencer!

    Carrega Glorioso!

    ResponderEliminar
  4. Mais um grande post Guachos, obviamente assino por baixo.
    Também tive muitas duvidas no seu ingresso apesar de gostar das suas equipas e da forma como jogavam. Também detestava o anti-benfiquismo (então em Braga) mas sinceramente a forma como sem medos se referia como dos melhores, ou mesmo o melhor treinador em Portugal já na altura fazia-me pensar que poderia ser grande. Há esse jogo com o Belem dos 4-0 e outro com o Braga que também ganhamos e levamos um banho de bola como sinceramente há muito tempo não via e não vejo na Luz (foi o celebre jogo da Playsation).
    Conquistou-me logo no discurso ao afirmar que iria ser Campeão, mas nunca mais me esqueço que onde definitivamente me conquistou foi curiosamente na 1ª grande goleada ao Setubal por 8-1. Foi há 6 anos saí da Luz com um futebol que nunca tinha visto mas quem ia comigo admirou-se que eu estava a refilar com tudo e todos, irritado mesmo pelo golo sofrido nos descontos, isto a ganhar por 8. Quando cheguei a casa e vejo JJ exactamente da mesma forma irritado por ter sofrido aquele golo de facto este é o treinador que sempre quis para o Benfica.
    Já o disse só quero que JJ fique no Benfica até ao fim da sua carreira, isso basta-me.
    Já agora imaginem Jesus com este plantel de jogadores que teve nestes 6 anos e não contanto com as contratações deste ano:
    GR- Oblak, Artur, Quim
    Defesas - Maxi, André Almeida, Coentrão, Siqueira, Luisão, Garay, D. Luiz, Jardel
    Medios, Javi Garcia, Matic, Witsel, Enzo Perez
    Alas- Ramires, Salvio, Gaitan, Di Maria
    Medios nº 10- Aimar, Markovic
    Avançados- Cardozo, Lima, Saviola, Rodrigo
    Aonde chegariamos, imaginem.

    ResponderEliminar
  5. Caro Guachos,

    partilho exatamente da mesma opinião relativamente ao Jorge Jesus. Sem ele, nao teria sido possível o desenvolvimento verficado neste últimos 6 anos. Sou da opinião que deveríamos "acarinhar" mais, o para mim, melhor treinador do mundo actualmente ( e não me digam o contrário pois ele sem ter que vender as suas perolas ano após ano ganharia tudo SEMPRE, aposto).
    Tenho a sensação que os talibans, por via da força e importânica que os mérdia e pés de microfone lhe dão, fazem-se muito amis ouvir do que os que realemente amam e so querem p bem do Glorioso Benfica.
    Não sei de que maneira mas temos de lhe fazer sentir ( a J.J.) que lhe damos o devido valor, receio que não tenha noção!

    Viva o Benfica

    ResponderEliminar
  6. Grande post com o qual estou inteiramente de acordo!

    ResponderEliminar
  7. Quando os porcos ganham levamos o ano inteiro, nos resumos inclusive, a ouvir falar em campeão nacional...estranho o ano passado não deve ter havido campeão ..

    ResponderEliminar
  8. Sem tirar nem pôr. Que LFV consiga renovar por mais (pelo menos) 3 anos. E que entretanto se encontre um treinador substituto à altura de Jorge Jesus (muito difícil, mas se aquele herdar uma equipa várias vezes campeã, será mais fácil). Embora queira que JJ fique até ao fim da carreira no Benfica, gostava de o ver a treinar um tubarão da Europa, só para ver os antis e os talibans a engolirem as teorias de que ele é só para consumo interno ou de que os orçamentos só contam quando o Benfica é obrigado a vencer um Arouca.

    ResponderEliminar
  9. Caro Guachos,

    Estou de acordo com o post, e penso que a história fará o reconhecimento ao Jorge Jesus, por ter sido um dos pilares fundamentais para libertar o futebol português das amarras em que ainda vive preso.
    Mas deixo esta pergunta: Onde estaria (e quem seria) Jorge Jesus se não tivesse assinado pelo Benfica?
    CARREGA BENFICA!

    ResponderEliminar
  10. Dificilmente poderia discordar mais.

    Dificilmente Luís Filipe Vieira se teria aguentado como presidente do Benfica não fosse Jesus?
    Acho mesmo que isto cai no domínio do disparate.

    O Jesus não se teria aguentado como treinador do Benfica não fosse o Luís Filipe Vieira.
    E isto não é uma opinião. É um facto.

    Estive fora uma semana e devo dizer que me sinto desiludido com o teor de alguns dos seus últimos tópicos.
    Problema que é meu, sem qualquer dúvida. Mas o lema deste blog pareceu-me ser "Tudo pelo Benfica, nada contra o Benfica!"
    Se na verdade o lema é "Tudo pelo Jesus, nada contra o Jesus!", sendo que para o defender até vale atacar o presidente do clube, a televisão do clube, e o que mais for, não só é um problema que é seguramente meu, como o engano também foi todo meu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa viagem e melhores sensações...aqui escreve-se sem agenda e sem objectivos de agradar seja a qum for.

      Eliminar
  11. "Tenho para mim que sem Jorge Jesus no Benfica - Vieira não se conseguiria aguentar na presidência a tempo de dotar o Benfica dos meios necessários para encarar o futuro da forma firme e segura de que hoje todos nos orgulhamos"

    Caro Guachos sem querer concordar ou discordar com esta sua opinião; de uma coisa eu tenho há muito a certeza, muitos daqueles que querem ver LFV fora do Benfica, em especial os Taliban e percebendo que ano, após ano o seu trabalho de reestruturação e consolidação do universo Benfica começa a dar frutos e que dia para dia torna o Benfica em tudo mais forte e com um futuro risonho; também eles pensam do mesmo modo. O que os leva atacar de forma desmesurada e sem pejo de se tornarem ridículos, o excelente trabalho realizado ao longos dos anos de JJ no Benfica.
    Actualmente é a única esperança que lhes resta, JJ cai, com a saída deste, os tempos desportivos de Damasio e Vale estão de volta... e é o fim de LFV. E gestão á vista está de volta ao Benfica.

    Anti-Talibans

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.