sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Brilhantina

Por José Albuquerque

Desculpem, mas eu não consigo deixar de sentir que esta reforma antecipada do “cabeça d’unto” se reveste de um simbolismo exemplar, porque se trata, em simultâneo, do nosso  árbitro, contemporâneo, de futebol mais competente e do BOI apintador mais determinado e eficiente a prejudicar o Nosso Clube em favor dos andruptos, de todos os tempos e nem vos vou massacrar pedindo ao Enormérrimo Guachos que aqui coloque imagens dos roubos descarados que, pelo seu número e importância, comprovam insofismavelmente esta minha acusação: todos os Leitores do Guachos sofreram essas infâmias de um modo que inviabilizou o seu apagamento da Nossa memória colectiva.

E se alguns de vós vierem assinalar e bem, que o “cabeça d’unto” tinha dado sinais de arrepiar caminho desde há uns meses a esta parte, conseguindo algumas arbitragens internas aparentemente inócuas, eu respondo-vos que isso apenas constitui mais uma prova (já desnecessária, na minha humilde opinião) contra todos os anos precedentes, marcados por exibições desvairadamente anti Benfica.

Para mim, o “cabeça d’unto” pode vestir peles de cordeiro, colocar asas de anjos e benzer-se em todas as religiões, sem abalar a minha absoluta convicção de que ele vendeu a sua profissão ao D. Cor(no)leone, em troca de não sei exactamente o quê, e, com isso, contribuiu determinantemente para o garrote imposto sobre a Verdade Desportiva e para os danos intencionais ao Nosso Clube, objectivos centrais do POLVO imundo e grosso que ainda paira e roda sobre o “des porto” nacional em geral e o “futeluso” em especial.

Por tudo isto, Companheiros, eu celebro esta partida como um bom momento para a Verdade Desportiva e mais uma oportunidade para que todos os Mais Novos reflictam sobre o que pode ter levado um homem capaz a errar tanto, tão descaradamente e tão cirurgicamente contra o Glorioso e em favor dos andruptos. Nós, os Mais Velhos, os que testemunhámos e sofremos as ofensas, sabemos perfeitamente o que foi!
       
Quanto ao futuro, por favor não me perguntem nada, que eu confesso-me meio aparvalhado com tudo o que estou a assistir …
Coisas que quase me levam a acreditar que vou, agora, poder dizer aos meus Filhos aquilo que nunca podia responder-lhes (e como eu queria poder) quando eles me olhavam a pedir Justiça, quando assistíamos, juntos, a alguns desses tantos roubos, fossem eles do “cabeça d’unto”, do “olarápio”, do “xistrema”, ou de qualquer outro dos inúmeros BOIS que Nos massacraram durante anos com a força da maior falta de vergonha, sempre descaradamente e sempre com uma estranhíssima espécie de orgulho em saberem-se asquerosos e verem-Nos impotentes.
Por outras palavras, para o futuro o “cabeça d’unto” fica como mais um exemplo, talvez o melhor deles, do que se não deve fazer e do que se não deve ser. Só isso.

E sobre o não assunto da presença do Presidente na cerimónia oficial de despedida ao “cabeça d’unto”, sobre o não assunto do imenso número de mais ou menos asquerosos que ele por lá cumprimentou e abraçou, por favor vocês não me phod@m, que eu considerei importante vir partilhar a minha humilde opinião sobre um assunto importante, ainda que apenas simbólico e nunca para escrever sobre tricas de quem não tem mais o que fazer.

O Presidente, quer nessa qualidade, quer em exercício das liberdades que lhe são constitucionalmente garantidas, vai onde quer, cumprimenta quem entende e abraça quem preferir, sabendo Nós que ele faz essas escolhas segundo os seus critérios e visão própria da realidade, sempre com consciência da leveza que esses comportamentos têm e não têm. É assim e foi, também, para isso mesmo que Nós o elegemos.

Os que pretendem (há tempo que não dava por estes, ahahah) aproveitar estas merdices para tentar funcionalizar o Companheiro Vieira, arrogando-se o ignorante direito de pretender limitar-lhe os direitos mais básicos, por mais que se disfarcem de virgens ofendidas e/ou arautos dos valoras (mas quais?), ou estão, ou se confundem com os que estão, sistemática e militantemente, unidos na mais podre má fé. Tanta coisa importante a passar-se neste mundo e há gente a preocupar-se com quem o Presidente confraterniza?

Viva o Benfica!

27 comentários:

  1. Ora bolas...
    Acabas de me "estragar" (com o brilhantismo de sempre) um belo post sobre o ladrão que já tinha arquitectado na memória...hahahah! Ficou tão bom que nem quero acrescentar mais nada. Disseste tudo o que eu penso, sem os palavrões que eu usaria sem poder evitar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enormerrimo Guachos, Companheiro e Bom Amigo,

      Assim ... fico cheio de remorsos, ate' porque tu sabes como eu gosto de ler os teus textos, especialmente os mais "picantes", ahahah.

      Viva o Benfica!
      (Jose' Albuquerque)

      Eliminar
  2. Forca Team GV.

    Fortes abracos deste emigrante "mais novito" que de tanto aqui bebe tamnaha 'e a sabedoria e coerencia espalhada neste blog!!

    L

    ResponderEliminar
  3. José, cá para mim o presidente sabe mais a dormir que os talibanzinhos da treta todos juntos, todos acordados. Ele sabe que o brilhantinas mete nojo se prepara para mais 20 anos de roubalheira, agora fora de campo. Imaginem esse fdgp na uefa?! Até me arrepio.

    ResponderEliminar
  4. Como, ontem, com graça, me disse um amigo sportinguista através de sms: "O Pedro Proença faz tanta falta à arbitragem portuguesa como o Maurício faz ao Sporting".
    Agora mais a sério, quero mesmo é que o "querido" vá morrer longe, embora, lamentavelmente, tenhamos de comer com ele num futuro breve. Noutro papel, mas voltará, só espero é que não contribua para nos voltar a foder.
    Depois daquela época tenebrosa dos Guimaros, Calheiros, Silvanos, e por aí fora, foi o maior sacana que vi na arbitragem portuguesa. Quase me atrevo a dizer que pior que o paupérrimo Benquerença. Proença, não tenho dúvidas, roubou intencionalmente, no mínimo, 2 campeonatos ao Benfica. É que não estamos a falar de incompetente, estamos a falar de sacana mesmo.
    Todos os vendilhões de charme, como ele, quando o são para foder os outros, são do piorio. Elemento asqueroso é aquilo que penso dele!

    ResponderEliminar
  5. José, está tudo bem explicado!

    Tenho ideias similares.

    Já não chamo é companheiro ao Luis. Poderei vir a fazê-lo. Mas não tenho motivos palpáveis para tal... Ainda! Aliás, o GV sabe disso!

    Saudações Gloriosas.

    PS: Agora, e de rajada, era o olerápio. Pimba. isso é que era...

    ResponderEliminar
  6. "Para mim, o “cabeça d’unto” pode vestir peles de cordeiro, colocar asas de anjos e benzer-se em todas as religiões, sem abalar a minha absoluta convicção de que ele" é um dos piores árbitros da história do campeonato português! ;)

    ResponderEliminar
  7. Exmo. José Albuquerque, na parte final do seu texto, ( o 'branqueamento' , por esta decisão do nosso Presidente...), destoa um bocado com a sua maneira de defender os interesses e a postura do nosso Benfica ! Neste caso, o da presença de LFV. na "despedida" de quem foi um autêntico f.da p. para o nosso Clube, é rapidamente ressalvado com o facto da "liberdade de acção, comum a cada cidadão"...! TODOS nös, o Sr. incluido, temos esse direito ; não impede que certas decisões do nosso Presidente são bastante desconcertantes , dando-nos o direito, pelo menos moral, de as criticar , ( falo na qualidade de socio antigo ...) sem por isso estarmos sujeitos a reparos desagradàveis . Se o p.proença é socio do SLB, e a nossa Direcção achou que deveria estar representada nessa despedida, tudo bem ; mas podiam ter enviado alguém menos representativo das nossas cores, sobretudo que os 'habitués'...jornalistas, fotögrafos, tv's, etc., etc., atè se lambem de prazer com estas situações !!! Que crédito atribuir a alguém, ( cujo clube foi prejudicadïssimo por este àrbitro, ) que sendo a autoridade màxima desse clube, se apresenta nessa despedida aos risos e abraços, fazendo tàbua raza do passado como se contencioso algum tivesse existido ? Não hà mal nenhum em fazer estes reparos quer se queira quer não, não constituindo este uso da liberdade de opinião, ( agora tão na moda...) uma qualquer tentativa para destabilizar o nosso Benfica,
    o nosso Presidente, ou a nossa Direcção . ( O comportamento deste àrbitro, quer técnica, quer disciplinar-
    mente, foi sempre prepotente, do estilo...eu quero, posso e mando, SOBRETUDO CONTRA AS NOSSAS
    CÔRES ; ainda tenho em memöria o episödio ocorrido entre ele e o Cardozo, entre outros, e os abraços
    e beijos para com os batoteiros regionalistas azuis, sabendo nös que as homenagens a uns, são sempre
    em detrimento de outros : adivinhem quais !?!?!?
    Saudações Benfiquistas de Paris ( se as quiser receber, são de bom grado .)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Sarilhos Grandes, Companheiro,

      Tu tens todo o direito a essa tua opiniao e, ate', a declara'-la em publico e por escrito, mas vais ter de reconhecer que estas muito longe (ahahah, na Cidade Luz, certo?) de conhecer todos os "contornos" e/ou criterios que levaram o Presidente a la' ir abrilhantar aquele circo e, ainda por cima, daquela forma tao meiguinha, ahahah.

      Se tu me perguntas se eu la' teria ido, eu respondo-te que que nem pelo Nosso Clube faria tal coisa (phod@-se, ter de cumprimentar toda aquela cafila de bardamerdas, nem pago em diamantes), mas sugiro-te a leitura do comentario aqui deixado pelo Companheiro que assinou "O Sonho de Damiao" e consideres que o Nosso Presidente pode muito bem ter considerado que ao cumprir aquela praxe estaria a defender o superior interesse do Glorioso.

      E e' apenas isso que aqui esta' em causa, Companheiro: termos a humildade e exercermos a solidariedade que o Presidente Nos merece, mesmo aos que o nao elegeram!
      Podemos concordar, ou nao, com cada uma das suas (dele, LFV) decisoes, agora eu creio que esta decada ja' provou que NAO TEMOS O DIREITO de colocar em causa o seu (dele, LFV) Benfiquismo.

      E claro que recebo as tuas saudacoes com muito prazer, com muitas saudades do ano em que morei na Courbevoie, no edificio "Les Poissons", num apartamento no 23o andar.

      Viva o Benfica!
      (Jose' Albuquerque)

      Eliminar
  8. meus caros, nao nos interessa NADA hostilizar este gajo. ele vai ter muito poder. pelo contrario, temos que tentar ficar nas boas graças / proximidade dele.

    ja dizia sun tzu em "a arte da guerra": mantem os teus amigos proximos, e os teus inimigos ainda mais proximos.

    ResponderEliminar
  9. Estamos a falar de Proença, por isso convém repetir o que já foi publicado.

    "Na véspera do encontro que decidiria a Supertaça da época de 2003-2004, o presidente do FC Porto preocupava-se em saber quem seria o árbitro que iria dirigir o confronto que poria frente a frente FC Porto e União de Leiria. Assim sendo, nada como obter informações junto de Pinto de Sousa, o presidente do Conselho de Arbitragem.

    Pinto de Sousa (PS): - "É...mas vou devagarito, pá, calmamente...vou falar com o Pedro Proença!"
    Pinto da Costa (PC): - "Vais?"
    PS: - "...grande jogo em Guimarães, pá! Vai fazer um grande jogo!"
    PC:- "Com recado para não expulsar ninguém.
    PS:- "Eh! Eh! Eh!"

    ...Nove dias mais tarde, no estádio Municipal de Guimarães, Pedro Proença seria de facto o árbitro da Supertaça. O Porto venceria por 1-0, golo de Costinha aos 55 minutos..."

    Até aqui nada fora do normal pelo que sabemos, podia ter sido um pedido para uma final, mas quem procurar os relatos da atuação de Pedro Proença nesse jogo, vê que a apreciação à arbitragem foi negativa, com benefícios para o Porto naturalmente.
    O golo do Porto foi obtido por abalroamento ao guarda redes do Leiria dentro da pequena área. Ah! E existiu uma expulsão...para o Leiria como seria de esperar.

    A seguir a este serviço, Pedro Proença tem repetido enormes arbitragens, sempre a favor do mesmo. Para não ser exaustivo, recordo também no Dragão, um penalty inexistente marcado pelo senhor Pedro por suposta falta de Yebda sobre Lisandro Lopez. Este lance até suscitou um ato de contrição do sr. árbitro que até reconheceu que esse penalty deu um título ao Porto.

    Mas as falhas de Pedro Proença, sempre para o mesmo lado, não se ficam por aqui. O Sporting também foi alvo do martelo de Proença no Estádio do Dragão, no célebre atraso a Stojkovic num corte de carrinho de Polga em lance dividido; lance que viria a decidir o jogo.

    Já na Luz onde entregou o título ao Porto o primeiro amarelo a Emerson, o elo mais fraco do Benfica, foi mais que duvidoso, calculando ele, que com Hulk pela frente, não seria difícil mostrar-lhe segundo, sabendo antemão que os adeptos encarnados cairiam em cima do defesa brasileiro que já estava mais que queimado.

    Mas no Dragão o despudor foi total, valeu tudo; algo não falado na comunicação social, a falta de coragem do apitador em expulsar Fernando que lhe chamou tudo bem na cara e a olhar-lhe nos olhos.

    Agora vocês dizem: mas mesmo que empatássemos no Dragão ficávamos a 4 pontos. Se eu disse que ele certificou os acessos à Liga dos Campeões não foi ao acaso. Contabilizem também os 3 pontos espoliados por este mesmo senhor contra o Marítimo. Pedro Proença a solo, retirou-nos a possibilidade de estar presentes na LC e de embolsar 8 milhões de euros. Estes senhores arrasam um clube sem punição à altura. Venham-me lá com a história que no fim do campeonato o saldo fica equilibrado entre o deve e haver.

    Um árbitro pode ter boas relações com os jogadores, mas por respeito ao futebol, adeptos, e adversário presente, devia ter um pouco mais de decoro e não andar às festinhas aos beijos e aos abraços a jogadores. Se é assim em direto, imagino fora dos holofotes. Aquela cena foi das coisas mais deprimentes que já vi no futebol. Os abraços a Hulk só podia dar no que deu...

    Agora não me venham com o suposto benfiquismo de Proença, já que os encarnados também são sempre encavados pelo personagem. Não se esqueçam que Vítor Pereira, presidente do conselho de arbitragem também é sportinguista, e não tem sido por isso que não somos achincalhados repetidamente pelos apitadores. Dá jeito dizer: ah e tal que é benfiquista ou sportinguista, mas no fim de contas...são 11 contra 11 no fim ganha o Pinto da Costa.»

    ResponderEliminar
  10. Pedro Proença Fotografado (Testemunho)
    "No domingo passado eu e a minha namorada fomos às compras no Shopping Dolce Vita (no Porto). Faltavam poucos minutos para acabar o jogo, FCPorto-Feirense, e decidimos ir embora para não apanhar a confusão dos adeptos a saírem do estádio. Quando íamos em direcção ao meu carro, estacionado junto ao Dragão Caixa, vejo sair do estacionamento subterrâneo do estádio um BMW, com o Sr Pedro Proença no banco de passageiro da frente. Estranhei esse facto por este arbitro não ser habitante da cidade do Porto, e até comentei que seria engraçado se ele fosse o nomeado para o jogo de sexta-feira. Hoje fiquei sem reacção, quando soube pelo jornal a Bola que este tinha sido o escolhido. A sua aparição no Dragão pode até não ter nada a ver com as nomeações, mas é tudo muito estranho... cheira-me a algo de errado! Obrigado pela atenção."

    A corroborar o testemunho da pessoa, um fotógrafo (da Bola) também o viu e fotografou-os. Leiam o que lhe aconteceu:

    “É engraçado saber que houve um pobre desgraçado que conseguiu fotografar o Proença a sair do Dragão, uns dias antes do jogo com o Benfica, mas como era fotojornalista enviou as fotos para o seu jornal, para conseguirem um furo. O furo acabou por ser na boca do pobre jornalista que foi parar a uma cama de hospital com a sua família ameaçada caso não destruísse as fotos... Agora percebe-se o porquê de tamanha violência... Não era só o título roubado ao Benfica, era também uma final da Champions que estava em jogo.

    Como já tinha mencionado, o Proença não dá abraços grátis. O Pedrinho fez o favor à máfia, que por sua vez fez-lhe o favor de cobrar um favor antigo ao Bitópreira dos apitos, que lá fez o favor ao desdentado do boi de amarelo.

    Não é história nem é treta.

O interveniente prefere não ser identificado, até pelas ameaças à família.

Este assunto não vai ser alongado, o que é certo é que existiu e as autoridades não fizeram nada mesmo após apresentação de queixa. O jornal é um dos diários desportivos, um dos que supostamente não estaria sob alçada corrupta mas que infelizmente parece padecer da mesma "doença" que tolda o raciocínio inclusivé a alguns magistrados.”


    Marinho Neves numa rede social:
    «Vocês pensam que o Pedro Proença é benfiquista porque ele é sócio do Benfica mas enganam-se porque ele é o maior anti-benfiquista que anda por aí no futebol...»


    ResponderEliminar
  11. Pedro Proença, um Árbitro Corrupto!
    No dia em que Pedro Proença chegue ao fim da carreira será um bom dia para o futebol.

    Em 2002 (arbitragem inqualificável num Boavista-Benfica, com dois penáltis escamoetados aos encarnados);
    Em 2004 (com um penálti assinalado a simulação grosseira de Silva (Sporting) no Benfica-Sporting);
    Em 2005 (uma das piores arbitragens de que me lembro no futebol português, em Penafiel, na ante-penúltima jornada, com quatro penáltis por assinalar a favor do Benfica);
    Em 2006 (num Benfica-Belenenses, que terminou zero a zero, e em que deixou passar uma grande penalidade evidente cometida sobre Nuno Assis);
    Em 2009 (com o famoso lance entre Yebda e Lisandro num Porto-Benfica);
    Em 2010 (penálti claro por marcar no Benfica-Sp.Braga, por mão de Rodriguez);
    Em 2011 (logo na segunda jornada, mais dois penáltis surripiados ao Benfica, na Marítimo);
    e já esta época (2012), com o penálti assinalado em Braga, a Emerson, quase sempre o árbitro lisboeta foi protagonista, pelas piores razões.

    Desde 2002, em 8 jogos decisivos, ou muito importantes, Pedro Proença escamoteou 10 grandes penalidades (!!!!) ao Benfica, assinalando mal, nalguns casos de forma grosseia, 3 penáltis contra o clube de que se diz ser sócio (o que ou é mentira, ou parece mais uma simples manobra de diversão). Isto contrasta com o facto de nunca, mas mesmo nunca, Proença se ter equivocado em favor do Benfica.

    Nesse dia, deixaremos de correr o risco de ver o Proença decidir campeonatos e finalistas da Taça. Proença traz-me à memória um jogo em Penafiel, em 2004-05, em que decidiu ignorar quatro grandes penalidades contra o clube da casa. Perdemos o jogo.

    Em 2008-09, aos setenta minutos de um jogo no Dragão, assinala mais uma inexistente grande penalidade contra o Benfica. Esse penalti deu o empate e a vitória no campeonato ao FCP.
    Esta época, entre outros espectáculos deprimentes, Proença foi o árbitro em Braga, no famoso jogo dos apagões. Conseguiu ser mais reles do que os cirúrgicos cortes de energia no Estádio: assinalou um discutível penalti contra o Benfica, ignorou duas agressões de futebolistas adversários a jogadores nossos e saiu do estádio com a sensação do dever bem cumprido.
    Foi com arbitragens destas que se chegou à singular situação de o Benfica nunca ter vencido um clássico ou um derby apitado pelo referido árbitro e de o FCP nunca ter perdido nenhum clássico ou derby com esse senhor a apitar.


    Nos jogos arbitrados pelo Pedro Proença o F.C. PORTO CONQUISTOU 78,6% DOS PONTOS EM DISPUTA NESSES JOGOS, O BENFICA 39,4%, O BRAGA 38,5% E O SPORTING 43,6%.
    O F.C. Porto conseguiu tirar proveito do saldo de 12 decisões arbitrais favoráveis com que competiu nos jogos arbitrados por PP para diretamente com essas decisões acrescentar mais 9 pontos aos 24 pontos que foi capaz de conquistar sem nenhuma influencia arbitral direta nesses jogos. Estranhamente sendo o nosso melhor árbitro internacional, PP acabou tendo pouca sorte nos jogos arbitrados na Liga ao acumular tantas decisões que influenciaram diretamente os pontos distribuídos, com grande influência no rendimento dos candidatos ao titulo nestas 6 épocas.

    Para que conste, SOMENTE NOS 25 JOGOS ARBITRADOS PELO PEDRO PROENÇA DESTES DOIS CLUBES NOS ÚLTIMOS 6 CAMPEONATOS (FCP e Benfica), EXISTE UMA DIFERENÇA DE 14 DECISÕES FAVORÁVEIS AO F.C. PORTO e consequentemente desfavoráveis ao rendimento desportivo do seu principal rival, o Benfica, enquanto que NOS RESTANTES 291 JOGOS (144 jogos do Porto e 147 jogos do Benfica)
    ARBITRADOS POR TODOS OS RESTANTES ÀRBITROS APENAS EXISTE UMA DIFERENÇA DE 9 DECISÕES ARBITRAIS FAVORÁVEIS AO F.C. PORTO.
    As condições competitivas destas duas equipas nos jogos arbitrados pelo Pedro Proença não foram claramente as mesmas.

    (No blogue "Influência Arbitral")

    ResponderEliminar
  12. Na minha singela opinião a atitude do LFV foi a adequada. O LFV já viu que com criticas e com guerras só pioramos a situação e geramos anticorpos junto da arbitragem e nunca as criticas levaram a nada. Nem com o apito dourado a coisa se resolveu, por isso... Com guerras e críticas só nos afundamos. A regra agora é o silêncio e o cumprimento de todos os protocolos com honra e brio. Ora, o Benfica foi convidado, o Benfica não faltou ao evento e o Benfica (na pessoa de LFV) cumprimentou o anfitrião do evento. Ponto final. Claro que houve sorrisos, ambos (assim me pareceram) falsos, quer do LFV quer do Proença, mas a bem dos protocolos ainda bem que assim foi. Não há distinções entre eventos, sempre que há convites, se o LFV está em Portugal é ele que vai aos eventos (enquanto outros mandam representantes para não dar a cara!). Com uma imagem de pacificação e cumprindo os protocolos com honra e educação a nossa imagem melhora (cada vez mais as grandes marcas gostam de se associar a clubes honrados e com gente educada, a imagem do Benfica vale dinheiro). O LFV fez o seu papel enquanto representante do Benfica, quer goste ou não do árbitro, e todos sabemos que não gosta, pelas mesmas razões que nós não gostamos.
    Claro que eu preferia que o benfica não tivesse sido convidado. Aliás, preferia que o Proença não tivesse motado este circo todo por causa de uma "reforma", mas que o gajo é um pedante e um convencido isso já todos sabemos. Mas deve ter ficado triste pois o seu pai na arbitragem não apareceu (mandou um representante!)

    - O Sonho de Damião -

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme O Sonho de Damiao, Companheiro,

      Muito Obrigado por este teu comentario e contributo, que eu espero possa ser lido por muitos Companheiros (mesmo que tenhas escrito mal, uma vez, o Nome do Benfica, ahahah)

      Viva o Benfica!
      (Jose' Albuquerque)

      Eliminar
    2. Obrigado. E obrigado pelos teus posts, sempre certeiros! Peço desculpa por ter escrito mal o nome do Nosso Enorme e Glorioso Sport Lisboa e Benfica! lol
      Só espero poder sempre contribuir para a grandeza do nosso clube, nem que seja com um post ou um comentário.

      Viva o Benfica!

      — O Sonho de Damião —

      Eliminar
  13. Num dia de grande felicidade, por este FDP finalmente nos deixar de apitar, fico triste com mais esta atitude do presidente, não havia necessidade. Considero que este FDP sabe arbitrar e tudo o que ele fez contra o Benfica foi intencional, pactuar com isto de alguma forma, a meu ver não é correcto. Ver na BTV ontem fazerem o elogiu deste FDP é triste.

    cumprimentos

    ResponderEliminar
  14. cabeça d'unto foi, salvo erro, a alcunha que lhe pôs o Afonso Melo num texto em que desmascarou a velhacaria desse pulha
    e também sei que por causa da publicação dessa escuta antes da final da supertaça o mesmo jornalista foi sujeito a um processo levado a cabo pelo peidoso e pelo MP por difamação e fuga ao segredo de justiça
    é esta a canalha infecta que temos de suportar
    não sei a conclusão desse processo e se alguém souber agradeço notícias
    quanto ao fim do cabeça d'unto, como diria a minha avó - erva daninha nunca morre
    Carlos Beterro

    ResponderEliminar
  15. Curiosidade... o gajo retira-se imediatamente após a primeira vitória do Glorioso num jogo grande apitado por ele... e nós com 10 por causa dos seus truques mas depois não teve a lata de outros tempos para não marcar um penalti... Ou pensava que não seria suficiente? Não interessa.

    O gajo larga os campos... onde nos prejudicava uns quantos jogos por época... o problema é se ele se faz ao lugar do Vitor Pereira (que é o que acontecerá se o Benfica for bicampeão...) Isso é problemático porque aí ele acaba por meter sempre o bedelho nos nossos jogos... Espero que não.

    E quanto a isso... o Vieira só tem de mostrar que ele se quer dar bem com esta malta... eles abandonam o barco nortenho se virem que o sol brilha mais forte fora desse barco... e isso só é possível se houver um clima cordial fora de campo com esta malta toda. Porque se eles sentem que não podem sair porque se acaba tudo, aí é que a porca torce o rabo. Não gosto, mas temos de admitir que o nosso presidente já engoliu muitos sapos (Enzo, Amorim, entre outros) sempre a bem do clube... veremos se este é o caso.

    ResponderEliminar
  16. Alguem pensa que um vaidoso como ele deixa a ribalta e os holofotes antecipadamente sem razao especial? Ca para mim o Cabeça de Unto ja tem tudo acertado para substituir o Vitor "de Cocoras" Pereira e continuar a fazer-nos tanto ou mais mal do que fez ate aqui. Nao tarda e, tal como os problemas levantados na liga que a pouco tempo conduziram a mudança de Presidente, aparecem problemas na APAF levantados pelos mesmos e la vai ele continuar a Proençar. Deixa-me preocupado.
    Angelo Costa

    ResponderEliminar
  17. Em campo o cabeça d'unto já não nos rouba mais, agora vamos ver o tacho onde vai ser metido e suas "competências".

    Miguel

    ResponderEliminar
  18. Caríssimo e grandíssimo amigo José Albuquerque,


    Por razões várias e assinaláveis, não tenho podido ( nem posso actualmente ) estar tão presente neste enormérrimo Blog como desejava.

    Ainda assim, é certo que por vezes dou uma espreitadela e fico tranquilo, a defesa do Benfica é aqui exemplarmente feita e a inspiração corre abundante. Resumindo, mais uma bela « Postadela » e com as bandarilhas colocadas no sítio exacto.

    Obrigado, pela excelência de sempre e grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Albuquerque, penso que necessidades da diplomacia "obrigaram" o Presidente a desempenhar este papel.O cabeça de unto, até no jogo da taça da época passada nos prejudicou, mas perante a enormidade da exibição do Benfica, mesmo com 10 jogadores, da Raça, Querer e Ambição, aliado ao empurrão do publico, teve de se curvar e tentar ser isento, embora tenha protelado a expulsão do Qualesma até aos 90 minutos,-assim reza a história que o jogo acabou 10 contra 10, sabe a "cartilha" toda este anti-Benfiquista!
      Eu, acredito piamente no Marinho Neves, quando diz ser ele um dos maiores anti Benfiquistas deste País, e para o provar basta ver as exibições que protagonizou, as estatísticas desses jogos, e os campeonatos que nos tirou. Ao que vinha, percebi eu rapidamente, num Penafiel-Benfica, jogo que me causou mais asco que muitas arbitragens do Silvano, o que pensei ser impossível, mas foi verdade.
      Eu se fosse o Presidente, já há muito que teria proposto a sua destituição de associado de Benfica, já teria tomado providencias para que em jogos do nosso Clube estivesse sempre lesionado,mas ainda bem que não sou Presidente, pois o estômago exigido para a participação nesta conferencia do vaidoso foi demasiado grande-bem haja Presidente, você como Homem do Mundo sabe que foi algo que teve de ser feito, e a presença do Presidente do SCP prova-o.
      VIVA O BENFICA!!!

      Eliminar
  19. Só acho que o Cabeça de Unto como oportunista que sempre foi, é e será, está atento ao vento.
    E como todos os cataventos percebeu muito rápidamente que ele está a mudar.
    E como qualquer catavento muda com ele.

    Abraço

    ResponderEliminar
  20. interessante dar uma saltada ao blog do geração de velhacos
    começam a assumir que são pagos pelo bruno de carvalho
    que nojo!

    ResponderEliminar
  21. Embora depois de se visionar este video apeteça ir a correr a casa do Proença partir umas coisitas, fica este asco para recordação
    http://videos.sapo.pt/iQlel6LSPVcrvKjVJJz1

    ResponderEliminar
  22. Embora eu compreenda o cariz institucional inerente ao cargo de Presidente do SLB que obrigou o Presidente a deslocar-se a semelhante conferência do gatuno desdentado, também acho que (tendo em atenção que o Presidente está ciente do asco que os Benfiquistas têm a tal personagem) não lhe custava nada um pouco mais de recato e menos sorrisos.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.