sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Descaradamente favorecidos


PiroLito Vidigal, queixou-se que o «clube da fruta tem mais tempo de recuperação» aludindo a fantástica 'coincidência' que o coloca a jogar em Contumil já no sábado depois de na quarta feita ter sido passado a ferro pelo Braga do rafeiro conceição. De facto - não há forma de o calendário deixar de ser 'azarado' para as equipas que defrontam os espanhóis de Contumil!

Recordando...
Quinta 6 Novembro 2014 pelas 17h00 o Estoril joga na longínqua Arena Khimki (Russia) defrontando o Dynamo Moskovo...
Passados apenas três dias (chegaram na sexta, treinaram no sábado para jogar no Domingo) esgotados pelas longas viagens, a rapaziada da linha defrontaria os espanhóis de Contumil para o campeonato. Três dias mediaram os dois jogos quando o normal seria o Estoril jogar só na segunda-feira para ter um mínimo de descanso. Nesse fim de semana e muito curiosamente essa benesse caberia ao Rio Ave que ...

Depois de defrontar o Steaua Bucureste, em casa, no mesmo dia 6 Novembro, jogaria para o campeonato na segunda-feira seguinte (também em casa) com a Académica - "beneficiando" dos costumados 4 dias de descanso...

Quinta 27 Novembro 2014 - o Estoril Praia recebe o PSV Eindhoven, para a Liga Europa, enquanto que o Rio Ave se desloca, no mesmo dia, à longínqua Ucrânia para defrontar o Dínamo de Kiev...

Passados três dias, esgotados pelas longas viagens (chegaram na sexta, treinaram no sábado para jogar no Domingo) os vila condenses deslocam-se a Contumil para defrontar os espanhóis que residem na localidade, enquanto que desta vez os ''benefícios'' do jogo à segunda-feira foram parar direitinhos ao Estoril!
Três dias mediaram os dois jogos quando o normal seria o Rio Ave jogar só na segunda-feira para ter um mínimo de descanso; os tais 4 dias do costume. Curiosamente, e desta vez, o "beneficiado" foi o Estoril Praia, (jogará hoje em Paços de Ferreira) que antes saíra prejudicado aquando do jogo com os flopategos dajantas...

Quanto aos espanhóis...
Mais 24 H de descanso aquando do jogo com o Estoril e...jackpot com o Rio Ave; 48 H extra para que flopatego preparasse o embate com os esgotados vila condenses.
Terá sido por isso que o Rio Ave sofreu 4 golos nos últimos 10 minutos de jogo?
Terá sido por isso que o Estoril sofreu o golo do empate nos últimos instantes da partida, livrando-se muito à justa (salvo pelo gongo) de um castigo semelhante ao do Rio Ave?

Fantásticas coincidências que se fossem elaboradas pela mente pérfida de um velho peidoso não acredito que ficassem melhor cozinhadas....
Dois adversários envolvidos nas competições europeias; a quem lhes foi roubado o direito ao descanso, alternadamente, e à medida dos interesses do espanhóis de Contumil...
E os Dínamos, um para cada adversário dos espanhóis dajantas, ambos a leste e a muitos milhares de quilómetros de distância; mais o desgaste de varias horas em aeroportos, aviões e autocarros.
Deve ser esta a tal ''verdade desportiva'' que tanto reclama aquele pequenino reles que tem um programa na sic para perseguir o Benfica e insultar a inteligência dos telespectadores... 

Agora, como se não bastasse o castigo a Deyverson, expulso miseravelmente por vasco santos em Braga, ainda obrigam os sovados rapazes de piroLito Vidigal a um esforço extra - de todo incompreensível. Porque razão é que o Braga, seu opositor na quarta feira, apenas jogará no Domingo e se obriga os de Belém a duas sovas consecutivas? Vá lá que Miguel Rosa poderá jogar e mesmo cansado é menino para arrasar toda esta cáfila! Com Deyverson seria coisa de meninos; assim; menos de um empate já será mau para os Belenenses.

8 comentários:

  1. Caro Guachos, o teu comentàrio foi feito com a propösito e com provas . Aprovadïssimo. Penso que a
    cabeça do velho là de cima jà não dà para estas jogadas, mas que ele deitou as bases para estas arti-
    manhas, disso não hà a menor dùvida ; e não hà que se incomodar com estes factos, pois a compla-
    cência das instancias federativas, inundadas de gente azul assobiando para o lado, visto que nenhum dos
    opositores do fcp ( nosso Benfica incluïdo ...) apresenta uma exposição sobre estes factos, fàceis de com-
    provar. Para o " caracöis da Lagoïnha " ( r. santos ) e o seu ïdolo, "o brunette refilão..." , sendo situações que não favorecem o nosso Benfica, são temas que não merecem... nem que um de despenteie,
    nem que o outro amarrote o fato...tudo pela verdade do futebol ! De Paris, Saudações Benfiquistas.

    ResponderEliminar
  2. Ai e tal as situações são diferentes…

    São?
    • Uns usam Kalashnikovs outros usam paus ou pedras.
    • Uns veneram qualquer Khomeyny e outros qualquer Querido Lider local
    • Uns vestem a Burrkas e outros as camisolas de riscas azuis de barraca de praia
    • Uns subsidiam treinos de guerrilha e outros Viagens ao Brasil
    .• Uns visitam o Isis e outros o Prisioneiro 44
    • Uns gritam “Alhah al Kabbar e outros “Bibó Puerto”
    • Uns prometem 40 virgens no Paraiso e outros 40 prostitutas na terra,. -

    Efectivamente existem muitas diferenças...

    ResponderEliminar
  3. Caro Guachos, eu completo o post com as restantes informações sobre o mesmo jogo.

    Porto-Rio Ave, 30/11/2014

    Escolha criteriosa do árbitro, Olegário Benquerença, mais conhecido por fazer favores ao Porto sempre que a ocasião o exige. É só o genro do famoso ex-árbitro corrupto António Garrido.

    1. Minuto 27: Cotovelada de Marcano sobre o jogador do Rio-Ave. Seria livre perigoso à entrada da área mas Olegário marca livre ao contrário.
    2. Minuto 28: Brahimi pontapeia um jogador do Rio-Ave já fora de campo. Amarelo por mostrar.
    3. Minuto 47: 1º Golo do FC Porto precedido de agressão de Jakson Martinez a Marcelo. Seria amarelo e livre. Tello, com o caminho livre, marcou.
    4. Minuto 49: Penalti por marcar por derrube de Danilo a Zeegelaar dentro da grande área portista. Penalty e amarelo por mostrar.
    5. Minuto 52: Penalti por marcar por mão descarada na bola de Herrera dentro da grande área portista. Penalty e amarelo por mostrar.
    6. Casemiro na grande área do Rio Ave derruba sem bola um defesa do Rio Ave. 2º amarelo e consequente expulsão.

    7. Minuto 78: 2-0 por Jackson Martinez.
    8. Minuto 89: 3-0 por Alex Sandro.
    9. Minuto 91: 4-0 por Óliver.
    10. Minuto 93: 5-0 por Danilo.

    - O presidente do Rio-Ave tal como o treinador Pedro Martins assobiaram para o lado e justificaram o silêncio por causa do resultado desnivelado...!
    - Lopetegui esqueceu rapidamente o discurso sobre a arbitragem.
    - A comunicação social assinalou os erros e rapidamente passou à frente.
    - Os comentadores desportivos tiveram a coragem de afirmar, tal como o jornalista andrade Bruno Prata, que "não foi um jogo marcado pela arbitragem"…



    ResponderEliminar
  4. E já que estamos a falar do famoso Olegário Benquerença convém não esquecer isto:


    Olegário Benquerença, casado com a filha de António Garrido

    “O árbitro tirou-nos um golo e não assinalou 2 penalidades a nosso favor. Que mais posso dizer? Tirou-nos 3 pontos”. (Karadas, em conferência de imprensa.)

    “Para um jogo com a importância e o grau de risco deste Benfica-Porto, o árbitro nomeado deveria ter sido Lucílio Batista. Infelizmente o nosso árbitro nº1 pediu esta semana dispensa de arbitrar, uma DISPENSA COMPLETAMENTE CIRÚRGICA. (Onde é que já vimos isto?).

    Há aliás quem diga que vamos ter Olegário Benquerença, um árbitro internacional também mas ainda longe da competência e maturidade de L.B. Um árbitro de quem, aqui mesmo no O Jogo, Jorge Coroado disse há dias uma coisa algo misteriosa. “Apesar do modo como chegou à 1ª categoria, e inclusive a internacional, tem efectuado uma carreira em crescendo”.

    “O modo como chegou à 1ª categoria e a internacional”? Que terá querido o ex-árbitro Coroado dizer com isso? Fomos investigar e descobrimos que em 2000 ficou classificado abaixo dos outros 2 árbitros que passaram a pré-internacionais, Duarte Gomes e Bruno Paixão. Benquerença viu o seu nome ser indicado à FIFA à frente desses dois colegas que, curiosamente, não fizeram grandes ondas. Os quais tiveram de esperar uma ou duas épocas para serem internacionais. Ficou assim desfeito algum do mistério do Coroado, mas se calhar há mais. Por exemplo, saber a razão pela qual ele passou à frente dos seus colegas.

    Enfim, começa-se a perceber o porquê das arbitragens deste senhor na Madeira entre o Benfica e o Nacional, dando ordens para que o jogo começasse com um nevoeiro incrível e que depois de desculpasse com o mesmo nevoeiro para não ver 2 penalties sobre Nuno Gomes que resultariam na 1ª derrota do Benfica na época.
    Ou como o famoso Setúbal-Porto em que valida um golo marcado em posição irregular pelo Porto e subtrai um penalty e anula um golo limpo ao Vitória, alegando aqui um fora de jogo. Resultado: Setúbal-Porto. 0-1.

    ResponderEliminar
  5. Nem mais.

    Para a próxima época (porque agora ando sem tempo para recuperar) irei guardar links dos nossos blogs para a compilação... é só mentiras e deviam ser desmascaradas com factos, imagens e vídeos porque é tão fácil...

    ResponderEliminar
  6. E deixaram q o Benfica jogasse 1º pq amanhã, contra o Belenenses, "são pasteis contados"...

    ResponderEliminar
  7. Incorrecto.
    O Belenenses não jogou na quinta feira, jogou na quarta. Ou antes, não jogou. Mas compareceu em campo...

    Red Light

    ResponderEliminar
  8. Isto só entra nos eixos quando derem aos bois pretos o mesmo tratamento que se dá ao peixe seco!

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.