segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

" MONTAR UM CAVALO DE CADA VEZ!"

Do nosso Companheiro e leitor influencia arbitral ...

«Embriagado com todas as loas ao plantel do maior investimento de um clube português nos últimos 30 anos e com a constante desresposabilização do treinador e dos jogadores pelos resultados da equipa promovida brilhantemente pela "super-estrutura", o FLopetegui, no ínicio desta semana, na 1ª conferência de imprensa de duas que teria de fazer esta semana, veio com a conversa:

"QUE QUERIA MONTAR UM CAVALO DE CADA VEZ!" - FLOPETEGUI

A quando destas declarações estava nomeado, Cosme Machado para o Braga-F.C. Porto, arbitro com o qual, o F.C. Porto beneficiou de 4 penaltis favoráveis e foi penalizado com 1 penalti desfavorável nos 11 jogos que dirigiu nestes últimos 7 campeonatos. Para o Marítimo-F.C. Porto, estava nomeado o João Capela, o arbitro que mais penaltis favoráveis ao F.C. Porto assinalou nos últimos 7 campeonatos, no total foram 7 penaltis favoráveis ao F.C. Porto e 1 penalti desfavorável nos 12 jogos que dirigiu nas últimas 7 épocas. Se o F.C. Porto não tivesse falhado 5 desses penaltis, poderia ter acrescentado diretamente com essas decisões arbitrais mais 6 pontos aos 26 pontos conquistados oficialmente, ou seja teria conquistado 89% dos pontos em disputa nesses jogos.

Flopetegui com os 2 jogos desta semana levou uma grande lição: Os adversários também competem pelos seus objetivos. Nunca por nunca se colocariam a jeito para serem montados, obedecendo aos desejos expressos na conferência de imprensa pelo Flopetegui de: " MONTAR UM CAVALO DE CADA VEZ!", por muito que isso agradasse aos apoiantes incondicioanais do Flopetegui e por mais que se branqueasse esta falta de respeito pelos adversários. Para agravar a situação estas palavras proferidas com tanta pressunção não estão suportadas por um trabalho de excelência efetuado com os comandados que a administração do clube colocou a sua disposição. 
A verdade é que nem o Braga, nem o Maritímo se deixaram montar, como o Flopetegui esperava na conferência de imprensa de antevisão. Aliás estas duas equipas depois dessas palavras competiram ainda com maior brio profissional. 

Apesar de, na conferencia de imprensa que antecedeu o jogo no Caldeirão dos Barreiros, o Flopetegui ter anunciado que iriam "fazer mais do que aquilo que o Benfica fez para ganhar ao Marítimo", o certo é que é mais uma vez se provou que o "discurso não significa o mesmo que percurso". Ao menos hoje na conferência após o jogo não colocou as culpas pelo desempenho da equipa em cima do arbitro, por ventura estava agradecido por este lhe ter permitido competir em superioridade númerica mais de 18 minutos, mesmo que não tenha preparado a equipa convenientemente para aproveitar essa vantagem competitiva. No Caldeirão a culpa foi simplesmente do Gallo. 

Já quando se viu em aperto no AXA, o FLOPETEGUI com medo de acabar por baixo até ameaçou abandonar o jogo. Como o jogo terminou empatado, o treinador acabou orgulhosamente levado em ombros pela "super-estrutura" e a comitiva até teve honras de uma aclamada recepção pelos seus fiéis adeptos. Orgulho! Orgulho! Orgulho! Orgulho! É só o que ouve do Flopetegui quando inexplicávelmente o Marco Silva com apenas menos 1 ponto conquistado viveu os últimos tempos em toda a comunicação social como estando iminente o seu despedimento. 

Flopetegui não abandones! Aparentemete os portistas, os benfiquistas e os sportinguistas todos lhe desejam uma longa estadia em Portugal e mesmo o Papa está muito orgulhoso do seu trabalho, seguramente voltará a ter mais mais uma demonstração desse orgulho dos adeptos de futebol na recepção da equipa desta viagem à ilha da Madeira. 
Orgulho no trabalho do Flopetegui? No trabalho de campo ou será nas conferênçias de inprensa!!!»

5 comentários:

  1. Brilhante texto. Um conjunto de considerações e afirmações muito bem « montadas » sobre a cavalgadura portista, a sua « sela » e os seus « antolhos ».

    Agora é dar com os « estribos » nos animais...

    ResponderEliminar
  2. Ahahah...

    Um burro a montar um cavalo de cada vez só podia ser um fenómeno paranormal.

    Este faz-me lembrar um bocadito o Quique Flores!
    Fala espanhol, fica bem nas fotografias, tem um ar modernaço...
    A principal diferença é que o Quique era um gentleman com aspecto de gentleman, e este é um labrego com aspecto de gentleman.

    Acho que encaixa mesmo bem numa versão modernaça do porko. É tipo um pedroto do séc XXI, só que um bocadito menos inteligente.

    É como se o jorge costa tivesse o aspecto do Néné e a personalidade do jorge costa, o sérgio conceição tivesse o aspecto do Aimar mas a personalidade do sérgio conceição, ou o pedro emanuel tivesse o aspecto do Ronaldinho Gaucho mas a personalidade do pedro emanuel.
    Isto é, à primeira vista até parece um gajo simpático, mas no fundo não passa dum carroceiro.

    É um gajo com a capacidade do José Mota, só que diz que gosta de ter posse de bola, para parecer um Guardiola. E como até tem jogadores com capacidade para ter posse de bola, para muitos até nem parece muito mau.

    Só espero que continue a apanhar muitos Bate Borisovs, Aroucas e Moreirenses pela frente e que continue a pregar-lhes grandes cabazadas, para que a malta se esqueça um bocado que só por sorte consegue ganhar um jogo a equipas competentes. Como também espero que o peidoso-mor aposte na estabilidade e na continuidade do seu espanholito calimero.

    Ah... também espero que nos próximos 2 jogos o ciganito marque 3 ou 4 golos para depois poder ser titular e fazer bosta o resto da época toda.
    E que os árbitros o protejam em todos os jogos (excepto contra o Benfica), e nunca o expulsem pelas brutais trancadas que ele prega em todos os jogos, para que ele possa continuar a fazer bosta.... todos os jogos!

    Já agora, e voltando ao burro espanhol.... será que já pensaram em construir-lhe uma torre de observação mais alta?
    Eu acho que se aquilo tivesse mais 1 ou 2 metros a equipa já jogava melhor...

    E pensando um pouco mais além... que tal a porkalhada se lembrar em fazer uma derradeira fuga para a frente, gastando mais um balurdio na próxima época, para satisfazer os caprichos do seu lopatego?
    Isso seria mel... e pela forma como os adeptos e o peidoso se orgulham dele, começo a achar que será possível ou até provável.
    Vai parecer uma verdadeira super-equipa, que concerteza irá pregar cabazadas ainda maiores aos Aroucas desta vida, mas que continuará a perder os jogos importantes!
    E depois bem que podem apertar o cinto durante uns anitos para poderem pagar a factura que o seu espanholito de estimação lhes irá deixar!

    Ele que vá tentando montar um cavalo de cada vez, que já se viu a habilidade que ele tem para a equitação...

    Quanto ao Benfica... não esquecer nem por um momento que a festa só se faz depois de se ter ganho.
    Mesmo que alguns adeptos se ponham a fazer a festa antes do tempo, o importante é que dentro do clube se mantenha a concentração, e que só se pense em festejos depois de a vitória final já ter sido completa e definitivamente conquistada!
    E bora lá fazer uma grande segunda volta!

    ResponderEliminar
  3. Não só o Flopategui não monta cavalo algum como ainda levou com uma toalha bem encharcada na tromba.

    Miguel

    ResponderEliminar
  4. Retirado do companheiro Vozes Encarnadas:

    Isto é das coisas mais importantes, que muitas vezes foi deixada para trás


    O ex-capitão do FC Porto aponta aos dragões a necessidade de «criar instabilidade no Benfica».


    Jesus não se furtou ao choque: «Ele sabe o que diz, e eu ainda sei muito mais por que razão o diz. Mas o Benfica tem uma estrutura desportiva muito forte a envolver a equipa. Ao longo destes seis anos fomos crescendo e percebendo como ser imunes a vários aspetos negativos exteriores, e a ser mais fortes do que eles. É o que temos feito ao longo destes seis anos. Somos imunes a tudo o que nos possa querer separar», afirmou.


    Miguel

    ResponderEliminar
  5. O importante é ganhar hoje. O resto é conversa.

    PS - estou contigo para que este gajo fique... parece que o porto e os treinadores espanhois dão-se sempre muito bem!

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.