terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Futebol profissional: já começou a época de 2016/17 ...

Por José Albuquerque

... embora a actual esteja muito longe de estar terminada!

Começamos por qual delas: por esta ou pela próxima?

Pois bem, primeiro o que vem primeiro ...

A actual época desportiva.

Não me lixem os que seguem a bandeira do “como não está tudo bem, temos de deitar abaixo o mais possível”.
É que nem quando estivermos a Vencer tudo o que houver para Vencer poderemos dizer que “está tudo bem”, compreendido?
Haverá sempre espaço para melhorar, mesmo que já esteja tudo bem e estamos muito longe disso.

Mas, ó Zé, tu não achas que há coisas suficientes que estão mal e que isso Nos deve obrigar, pela exigência de sermos Benfica, a criticar duramente?
Não, não acho!
Nem criticar e não é isso que eu vejo entre os Benfiquistas (o “botabaixismo” nunca foi crítica em lado ou momento nenhum): pensar em soluções, sugerir alternativas credíveis, trabalhar em algo que possa contribuir positivamente e, acima de tudo, APOIAR o Nosso Clube e todas as Nossas Equipas, isso sim, isso é de Benfiquista. Isso sim, é ser exigente!

Quase tudo, no Clube, está a melhorar nesta época e, especificamente no futebol profissional, estamos a viver uma transição que me parece (agora, que antes não me parecia) inevitável. E como em todas as transições, há que manter a determinação, a ambição e, ainda mais, a lucidez.

Alguns Companheiros com quem tenho debatido o presente, insistem em comparar o Nosso momento com o do Chelsea (??!!), como se houvesse comparação possível: é que não tem, rigorosamente, nada a ver.
Se a frequência e dimensão das barbaridades já é típica dos Benfiquistas (“convenientemente” estimulados por uma mérdi@ anti e alucinada), por estes dias até cheguei a ouvir o Primeiro Ministro a pretender sugerir que o Mou se Nos juntasse, ou seja ... é o “pas de deux” entre o ridículo e o absurdo!

Tratemos de “descomplicar” o que não temos nenhuma vantagem em complicar, Companheiros ...

A Equipa tem patenteado dificuldades?
Há Atletas que não têm dado o contributo (alguns por estarem lesionados) que deles seria legítimo esperar?
O Nosso Técnico ainda não conseguiu “espremer” os recursos que tem à sua disposição, produzindo um fluxo contínuo de bom sumo?

Claro que sim e nisso estamos, obviamente, todos de acordo, Atletas e Técnico incluídos!

Nada disso é motivo para desistir, para alterar a aposta feita e, muito menos, para retirar o Nosso APOIO aos que dele mais necessitam: as Nossas Equipas. Nada disso é razão para perdermos a lucidez, antes pelo contrário.
E, exercitando a lucidez, há que reconhecer que a Equipa já falhou dois dos seus objectivos (as duas taças), está tremida em outros dois (a liga e a própria equipa) e já conseguiu o único que poderia ter conquistado até novembro (a qualificação na Champions).

Quanto aos dois objectivos perdidos, não há nada a fazer, excepto procurar aprender com esses insucessos e reconhecer que só muito dificilmente os poderíamos Vencer num ano de transição e no qual a BOIADA anda completamente tresmalhada.
Quanto aos dois objectivos em que a Equipa está tremida – a Liga na qual é desejável Vencer, importante ficar acima do terceiro lugar e absolutamente fundamental não ficar abaixo do terceiro, e o crescimento da Equipa enquanto máquina de jogar futebol ... cabe aos responsáveis trabalhar e a Nós ... APOIAR.

Pelo que consigo perceber, o Presidente (e toda a chamada estrutura) tem feito o que deve e que passa por acompanhar constantemente e o mais perto que possa, tudo o que se passa na(s) Equipa(s), quer porque lhe(s) cabe fazer o diagnóstico da situação, quer porque, principalmente, lhe vai competir a tomada de decisão no que toca às soluções a implementar.
Já a Nós, Benfiquistas, por mais desencantados que alguns andem, há que redobrar o #colinho, única forma de transmitirmos a Nossa Raça, Querer e Ambição aos que, em campo, defendem o emblema que Nós Amamos: é o chamado “you’ll never walk alone”.

Tão importante como isso, é constatar que ...

Já começou a época de 2016/17.

E, pelo terceiro ano consecutivo, a Nossa SAD tem todas as condições para a preparar em termos quase ideais (sim, que eu não admito a hipótese de não Nos qualificarmos, no mínimo dos mínimos e como “cabeças de série”, para o “play off” da Champions).

E tem as condições ideais porque:
- tem o tempo necessário para preparar uma eventual alteração no comando técnico das Equipas (de Honra e “B”); e
- tem os recursos financeiros  e o tempo necessários para colmatar as debilidades do Plantel.

E, quero sublinhar este aspeto, a Nossa SAD tem de executar esse plano com um nível de exigência superior ao que definiu há cerca de um ano, quer porque a chamada transição não se pode perpetuar, quer na medida em que se conhecem quais foram as incertezas que se fizeram insuficiências e, ainda, na justa medida em que forem acumulados insucessos na atual época desportiva.

O Presidente e a SAD, nesta época, entenderam preferir uma estratégia que implicou vários riscos, como é típico de qualquer transição, mas agravados e amplificados quer por factores endógenos (a aposta na "Fábrica"), quer por exógenos (o aumento da agressividade dos inimigos e o tresmalhar da BOIADA), o que redundou numa quase “revolução”, em vez de uma “via reformista”.
Ora acontece que, na minha humilde opinião, as chamadas “dores de crescimento” (leia-se maus resultados) actuais implicam que a próxima época seja preparada com uma determinação orientada para a minimização dos riscos desportivos.

Os Leitores do GUACHOS conhecem as principais dúvidas e/ou divergências que me têm separado do Presidente e da Gestão da Nossa SAD, que se traduzem, essencialmente, num certo “exagero” recente na velocidade do necessário reforço dos Capitais Próprios do Nosso Grupo e, eventualmente, numa anunciada “redução a um nível residual” do Nosso Passivo Oneroso.
Eu fico com pele de galinha quando ouço o Presidente dizer uma barbaridade como “só um Benfica independente dos Bancos, pode ser verdadeiramente Nosso”; isto constitui um pináculo demagógico que não há voluntarismo que possa desculpar e eu espero, ardentemente, que o processo eleitoral de 2016 o desmascare perante o maior número possível de eleitores Benfiquistas.
Uma coisa é (ou será) prometer que o Nosso Clube vai deixar, em menos de 10 anos, de ter qualquer Passivo Oneroso e, consequentemente, ter de suportar quaisquer custos financeiros, uma promessa com a qual eu conto, mas outra, absurdamente diferente, é pretender que o Nosso Grupo Empresarial só deve ser financiado por Capitais Próprios.

Mal “acomparado”, aquela barbaridade vale o mesmo que dizer que não se deve comprar uma casa a não ser pagando a pronto, ou que ela não “é nossa” se a comprarmos com recurso a crédito bancário.
Se aparecerem comentários pertinentes em relação a este tema específico, comprometo-me a regressar a ele nos próximos dias e num novo texto.

Mas, postas de lado estas minhas dúvidas e críticas, eu considero que o comportamento recente do Presidente (e de toda a estrutura, tanto quanto me é dado conhecer) tem sido impecável. Eu diria mesmo que ele tem sido quase perfeito.
E, caso demonstre, em janeiro próximo, ter encontrado e implementado algumas soluções que contribuam para melhorar o desempenho da(s) Nossa(s) Equipa(s), então eu vou reconhecer que ele continua na sua melhor “forma” de sempre.
99,9% dos seus discursos e este mais recente e redobrado apelo à unidade no Clube, revelam, com clareza meridiana, que o Presidente tem uma noção perfeita das dificuldades e do que necessitamos de fazer para as superar e ultrapassar.

Bem hajas, Companheiro Presidente, por continuares a ser o exemplo quase perfeito de um Líder capaz de “... Honrar agora os ases que Nos honraram o passado ...”

Não posso terminar, por hoje, sem me referir à Nossa BTV, uma vez que o seu próximo futuro regresso à condição de “TV do Clube”, por um prazo desejável de uma década, tem servido para muitos anti, de todas as subespécies e Taliban incluídos, tentarem montar mais uma afronta demagógica.

A Nossa BTV, minha maior vaidade emocional e racional destes anos.

Os que me conhecem, a mim ou ao meu pensamento, sabem como eu estimo esta que tem de ser a Nossa Casa Universal, razão (e emoção) pela qual fico quase doido quando vejo Companheiros a denegrirem o seu papel fundamental e estruturante no Nosso Clube, ou, mais recentemente, afirmando que ela perde relevo ao deixar de ser um canal “premium”.

É impressionante como alguns Companheiros pretendem transformar o Nosso Clube numa remelosa feira de vaidades iníquas, desorientadas e profundamente demagógicas: é que nem é necessário sair de Lisboa para perceber, em todas as conversas entre Benfiquistas, o papel determinante da Nossa televisão.
Mas se sairmos de Lisboa e falarmos com Companheiros que não podem vir todos os meses à Catedral, ou aos pavilhões, ou ao Seixal, qualquer asno vai perceber como já não é possível pensar o Nosso Clube sem ela.

Ora acontece que o Nosso Clube tem uma dimensão tal que os mares parecem piscinas, os oceanos são pequenos lagos e todos os milhões de Benfiquistas espalhados pelos quatro cantos do planeta têm, na Nossa Querida, Insubstituível e Fundamental Televisão, a “varanda com vista” para todas as realidades do Clube (e as melhores de Portugal), sem a qual a vida lhes seria, agora que estão bem habituados, quase insuportável.
Nestes últimos meses, eu tenho tido a sorte de conhecer e falar com muitos Companheiros que, quando muito, vão a Portugal uma vez por ano e posso testemunhar que o Benfica nunca mais vai deixar de ter a BTV como seu fundamental elo de ligação, a menos que a possa substituir por algo ainda mais relacional e acessível.

Que os anti e toda a mérdi@ “des_portiva” nacional ataquem a BTV, isso eu compreendo bem, mas ... que Benfiquistas a menorizem, desqualifiquem, ou cheguem a colocar em causa, isso, Companheiros, eu considero que deveria ser estatutariamente considerado como crime de lesa Clube.

Viva o Benfica!

30 comentários:

  1. Espero bem que tenha começado. É que esta o honroso terceiro lugar ninguém nos tira. E aquela coisa da Taça de Portugal também já se foi.

    Matheus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Num campeonato de grunhos tomara tu um honroso 3º lugar.

      Eliminar
    2. Em princípio o honroso 3º lugar deve estar reservado ao ceportem.
      Parece que no Benfica é obrigado e ganhar os campeonatos todos como se fosse um decreto-lei.

      Eliminar
  2. Devo dizer q entendi as declarações (demagógicas) de LFV relativas ao passivo como tendo apenas uma intenção - retirar imediatamente da cabeça de Sócios e Simpatizantes a ideia de q os milhões da Nos seriam para comprar trutas... e concordo c/ esta intenção - a ideia de adquirir jogadores de elevado valor de mercado, c/ os custos em salários q isso implicaria é completamente irreal para o estado actual do Benfica.

    Parece-me tb q a ideia de financiamento do Clube será feita através do lançamento de + obrigações dada a excelente adesão do mercado.

    Acho q c/ + 1 patrocínio forte associado ao naming poderemos, finalmente, aumentar o orçamento do Futebol Profissional e tornar-mo-nos inalcançáveis para osgas e corruptos.

    Qt à Benfica TV fiquei mt desanimado c/ a perda dos nossos jogos em casa, mas acredito q valores + altos se levantaram... naturalmente, nunca subscreverei a sporcostv enquanto tiverem realizadores e cumentadores antibenfiquistas... valeram a pena estes 3 anos de sonho q vão deixar marcas - em centenas de milhar de lares a Benfica TV vai continuar a ser o 1º canal, e tratou-se, para além do marco histórico q refere de união a nível mundial, do > rombo q o Clube podia ter dado nos mérdia antibenfiquistas naconais... nada será como dantes e os 46 000 q estiveram no nosso Estádio no jogo c/ o Rio Ave, após toda a vergonhosa campanha q sofremos, incluindo a Gloriososfera, são bem a prova da falência de 1 dos + poderosos tentáculos do polvo... cada jogo no nosso Estádio está a transformar-se num espectáculo único e imperdível!

    Concluo deixando a minha modesta opinião - ao contrário do q dizem os fiadores do "fio de jogo" temos Equipa e temos Treinador. Têm conseguido equilibrar c/ actuações arbitrais ao nível (ou piores) das roubalheiras das décadas de 80 e 90. Cabe à Direcção o controlo deste factor para nos tornarmos imparáveis a nível nacional. A nível internacional vamos voltar a vencer na Europa mt + cedo do q todos pensamos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme FranciscoB, Companheiro,

      Confesso que eu não tinha equacionado essa tua interpretação das palavras "austeras" do Companheiro LFV, mas pode bem ser que tu tenhas razão: faz todo o sentido "desligar" qualquer intenção do tipo novo riquismo, como resultado dos milhões da NOS.

      Quanto à BTV, tu podes imaginar que qualquer Benfiquista que, como eu, esteja impossibilitado de ver a Equipa na Catedral, já começou a ter saudades de ver os desafios (ao vivo, que a BTV vai transmiti-los em diferido, tal como já acontece atualmente) no Nosso canal, mesmo levando com o conduto e tudo.
      A BTV tem de continuar a ser encarada como um projeto fundamental na vida do Glorioso e eu acredito que vamos constatar um banho de criatividade a partir de julho próximo, por forma a que ela continue a ser imprescindível para todos os Benfiquistas.

      Obrigado pelo teu excelente contributo.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Caro Francisco,

      Totalmente de acordo com a 1ª parte do seu texto. LFV quis evitar especulações sobre a vinda de grandes trutas, que iriam desiquilibar de novo o orçamento do futebol.

      Quanto à última parte, sobre a qualidade da equipa/treinador, fiquei muito contente.

      Já desesperava de encontrar alguém que achasse, como eu, que o SLB, embora não esteja a deslumbrar, está a jogar um futebol muito aceitável, para quem está sem 4 titulares. Acima de tudo, nota-se uma excelente atitude, por parte dos jogadores.

      Já agora. Próximos projectos:

      1. Casa do Atleta.
      2. Liceu Benfica, junto ao Caixa Futebol Campus. Este para mim é fundamental, pois assim os atletas da formação não têm de se deslocar. Claro que o Liceu estará aberto a toda a gente e até poderá vir a ser importante fonte de receitas. Só vejo vantagens neste projecto.
      3. No seguimento do ponto anterior, também seria interessante uma Universidade Benfica.

      Eliminar
    3. Excelente ideia a do Liceu e/ou Universidade do Benfica.

      Eliminar
    4. Caro FranciscoB,
      Concordo com o excelente comentário. Partilho a desilusão dos jogos do Glorioso na sporkos, e da dificuldade em aderir à mesma. Muito terá de mudar para eu assinar aquela Merda. Nomeadamente a saída do olibeirinha. E também tenho as minhas reservas quanto à parceria com uma empresa liderada por um portista.
      A ver vamos, como diz o cego.

      CARREGA BENFICA!

      Eliminar
    5. Quando o presidente dá a entender que quer reduzir drasticamente o passivo, não estará ele com mais um grande sonho que nós não descortinamos?

      Eliminar
  3. “só um Benfica independente dos Bancos, pode ser verdadeiramente Nosso”

    Não vislumbro nada de demagógico nesta frase, caro Albuquerque. Quanto muito é uma "Lapaliçada" tamanha que nem precisava ser dita. E se em vez de bancos lá estivesse outro tipo de instituições quaisquer, continuava a ser igualmente óbvia e verdadeira.

    Se o presidente tivesse dito que antevê o futuro do clube sem a necessidade de recorrer a crédito bancário, aí sim ficaria pasmado. Só um gestor que não consegue ver mais do que um palmo à frente dos olhos e com uma capacidade de projectar o futuro a rondar os 30 segundos, é que poderia dizer tamanho disparate.
    Mas não disse. Nem nada que se pareça.

    E também me parece que os investimentos avultados em infraestruturas e recursos humanos feitos até à data, permitem projectar que o clube está apetrechado de todos os instrumentos garantes de sucesso a todos os níveis, que lhe permitem manter a vanguarda qualitativa pelo menos por uma década, não havendo a necessidade de recorrer a mais endividamento neste horizonte temporal.
    Assim sendo, fará todo o sentido alocar parte substancial dos recursos financeiros disponíveis para a diminuição do passivo bancário, no sentido de diminuir o mais possível o seu custo, e também de preparar as necessidades futuras de financiamento, começando a garantir desde já óptimas condições negociais.

    E parece-me que é já no futuro a mais de 10 anos que estão a pensar os gestores do Benfica. A próxima década está mais do que tratada. Aliás, foi tratada à 10 anos atrás. É por isto que estamos tão, mas tão à frente dos outros, tendo partido de uma situação catastrófica.

    Em suma, o futuro só me preocuparia caso o presidente se decidisse pela reforma antes de acabar o seu trabalho. Não me parece que isto vá acontecer.

    Falando então do presente, somos bicampeões. Este é que é o presente.
    E se ser bicampeão não serve para contentar os adeptos por mais do que um par de meses, tenho que concluir que ou ganhar campeonatos não interessa nada, ou que haverá alguma ruidosa gente benfiquista que não merece que os ganhemos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Manuel Afonso, Companheiro,

      O ponto que eu acho que deve ser debatido é esse mesmo que tu identificaste e porque eu continuo a pensar que devemos manter algum nível de investimento em infraestruturas desportivas, para além dos eventuais e continuados melhoramentos e manutenção do Nosso parque atual.

      No meu próximo texto vou recordar alguns temas que já aqui foram sugeridos, quer por Leitores do blogue, quer pelos autores dos textos e mesmo sem referir nenhum em especial, eu gostaria de ver assumido pelos Nossos Corpos Sociais o mesmo empreendedorismo que foi patenteado no passado recente, agora projetado para o futuro, para uma persistente expansão de novas modalidades e de uma maior cobertura do território nacional (com centro na região de Lisboa, naturalmente).

      Como já aqui escrevi, dando exemplos, por mais de uma vez, eu acredito que o potencial da Nossa Marca e do Benfiquismo que ela espoleta continuam muito longe de estar devidamente explorados, pelo que estarei na disposição de continuar a apoiar uma estratégia (cuidadosa e rigorosa, obviamente) de crescimento e desenvolvimento do Clube.

      Muito Obrigado pelo teu comentário e pela oportunidade que me deste de clarificar esta questão que eu considero tão importante.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Caro Albuquerque, em tese concordo contigo em absoluto. O que é preciso é equilíbrio na distribuição dos recursos disponíveis.
      Se me parece fundamental e óbvio o investimento na manutenção e modernização se necessária das infraestruturas existentes, se gostaria muito de assistir à criação de uma equipa de ciclismo para manter por décadas, e isto é algo que devemos aos nossos egrégios avós, parece-me estruturante e decisivo diminuir drasticamente os custos do passivo na actual conjuntura.

      Mais infraestruturas, incluindo comunicacionais, e aposta forte em mais modalidades implica maiores custos de manutenção.
      É por isto que me parece prudente libertar previamente recursos para os pagar, e cerca de 20 milhões anuais que é quanto nos custa o endividamento actual, antes de enveredar novamente e decisivamente por este caminho.

      Será isto prudência a mais? Estarás tu a ser pouco prudente?
      Esta é a pergunta de 1 milhão de dólares que ninguém vai ganhar. Simplesmente porque não tem resposta, ou porque todas as respostas estão certas.

      Eliminar
    3. Meu Caro Manuel Afonso,

      Afinal sinto que estamos de acordo e como já percebi que a linguagem económica não te é estranha, eu diria que o justo equilíbrio passa pela eliminação dos passivos mais caros, sem prejuízo dos investimentos cujos estudos sugiram melhor rentabilidade e nos prazos mais curtos.

      Uma estratégia equilibrada, pode permitir-Nos uma redução sustentada da chamada "fatura bancária" e dessa parte do Passivo, sem provocarmos um afundamento do Ativo (líquido de amortizações) e mantendo alguma agressividade nos investimentos desportivos (prefiro as infraestruturas aos Atletas e, naquelas, as destinadas ao apoio à formação e divulgação de novas modalidades, nomeadamente todas as variantes do Ciclismo).

      Se mais razões não existissem, eu aponto a necessidade de novos conteúdos para a Nossa televisão, ahahah.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  4. Companheiros,

    Não sei se perceberam, mas este texto foi escrito antes do último encontro na Catedral e, por isso e para o "atualizar", quero juntar dois pequenos parágrafos ...

    O primeiro para dizer que eu considero que a Equipa fez, com o Rio Ave, uma excelente partida (contra uma apintagem miserável), ao nível das outras duas melhores que eu já tinha visto nesta época (os desafios em Madrid e na Invicta), apagando os péssimos sinais que tinha dado na Madeira e, esperamos todos, consolidando uma progressão que vinha dos desafios precedentes (Braga e Atl. Madrid na Luz).

    E o segundo para confessar que eu preferia que as declarações do Presidente no final do encontro tivessem sido feitas pelo "Maestro", preservando-o para o papel mais institucional que eu lhe gostaria de reservar.
    Ainda assim, eu aplaudo (e de pé) todo o sentido do discurso, sobretudo na crítica explícita aos mérdi@ e na confirmação de que o Nosso Técnico não está dependente dos resultados (pelo menos até junho).

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  5. Apesar de não perceber a parte financeira, concordo em geral com o que foi dito. E mais ainda quando se critica o bota-abaixismo que grassa por muita blogosesfera. Eu, por exemplo, costumava frequentar o Benfiliado , mas já não vou lá pois nesse espaço se ganhamos o Benfica é o maior, se perdermos o Benfica é o pior, e o pior é que não se apresentam argumentos fortes para se criticar o Vieira e o Rui Vitória... apenas se repetem lugares comuns atrás de lugares comuns, enfim, estou farto de gente que se acha catedrática do futebol, mas não percebe que Rui Vitória percebe mais de futebol que nós todos juntos. Também lhe aponto defeitos, também acho que podiamos jogar melhor, mas... o que percebo eu de futebol? Já alguma vez treinei uma equipa?
    É como dizer que Mourinho (quer se goste ou não do seu estilo de jogo) não presta porque fez uma má época, esquecendo-se todo o seu passado de vitórias. Quando Rui Vitória ganhou ao Benfica JJ uma taça de Portugal, falaram mal do JJ, mas agora é o Rui Vitória que não presta e o JJ é o melhor do Mundo. Não há paciência para estas análises curtas e sem sentido de história, sem sentido do todo, e sem noção do que é ser treinador de futebol. Pede-se o fim de Vieira porque contratou o Vitória... e esquecemo-nos de tudo o que fez pelo Benfica? Eu não, eu tenho memória. LFV reergueu o Benfica, e se Rui Vitória se revelar um erro (ainda é cedo, porra!) não será por um erro que vai deixar de ter o meu apoio. Como o próprio LFV diz, só não erra quem não toma decisões. Não sou Vieirista nem anti-vierista, sou sim do Benfica e sei reconhecer quem fez bem ao Benfica e quem faz mal, e o bota-abaixo só faz mal!!

    - O Sonho de Damião -

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Plenamente de acordo com oteu comentário companheiro. Carrega Benfica

      Eliminar
    2. Enorme "O Sonho de Damião", Companheiro,

      Obrigado por este teu comentário, com o qual me identifico grandemente.

      E também te agradeço pela oportunidade de recordar a todos os Companheiros que a Democracia e a sua inerente tolerância são valores fundacionais do Nosso Glorioso Clube.

      Apesar de também não concordar com os mais recentes artigos do Enormérrimo Carlos Alberto, Autor do BENFILIADO, eu tenho por ele uma imensa Estima e nunca me permitirei colocar em causa o seu inegável Benfiquismo.
      Esse Nosso Companheiro, na minha humilde opinião, é apenas mais um de Nós que perdeu a confiança no Nosso Técnico, a ponto de preferir uma "chicotada psicológica" imediata, coisa a que eu me oponho frontalmente, tal como fiz em vários momentos anteriores, como no caso do despedimento do Fernando Santos.

      A história recente do Benfica demonstra, entre outras coisas, as enormes vantagens que resultam da estabilidade da Gestão técnica, especialmente porque, com o acumular da experiência no Clube, aumenta exponencialmente a eficácia da Equipa Técnica.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    3. Obrigado Enorme Benfiquista José. Agradeço as tuas palavras. Agradeço também a oportunidade de referir que nunca quis colocar em causa o benfiquismo de Carlos Alberto nem a sua honorabilidade, foi só um desabafo e espero que ninguém leve a mal, muito menos o próprio, que, mesmo não conhecendo pessoalmente, tenho enorme respeito.
      Como referiste e muito bem, no Benfica existe democracia, afinal, fomos a primeira instituição democrática em Portugal. E todos nós somos importantes, cada benfiquista conta, como ontem foi referido no programa da BTV "Capitães da Mística"! Todos contamos. E o Benfica é Um: todos nós.
      E aproveito para agradecer, em particular, os teus posts e os do Guachos, que me fazem sentir menos sozinho na minha forma de ver o futebol e o Benfica. Obrigado e abraço.
      Feliz Natal a todos.

      - O Sonho de Damião -

      Eliminar
    4. Mas Albuquerque, e aquele seu post sobre o técnico Rui Vitória? já esqueceu?

      Matheus

      Eliminar
  6. Caríssimo e enormérrimo amigo José Albuquerque,

    Mais um grandíssimo e muito bem elaborado Post. Bem a pressionar alto em cima das teses peregrinas dos botabaixistas militantes logo na primeira fase de construção do jogo. Depois autoridade e desenvoltura a ganhar terreno nos espaços vazios, com transições rápidas a esclarecer a real importância da BTV e bloqueios bem conseguidos a desmistificar toda a verborreia alienada dos homens da pseudo-exigência.

    Uma segunda parte ainda mais incisiva e com a qual concordo na generalidade, inclusivamente nas suas ideias mais fortes. De resto e a bem da sinceridade com defendemos o nosso Glorioso, tenho apenas de acrescentar a uma única e mínima discordância. Esta incide sobre a possibilidade de podermos tomar demasiado a sério aquela afirmação do presidente:

    “só um Benfica independente dos Bancos, pode ser verdadeiramente Nosso”;

    Creio também ( e como já aqui vi expresso ) que foi uma declaração meramente conjuntural realizada com o objectivo de cercear a criatividade de quem já via Mourinho como treinador e provavelmente uma horda de galácticos a chegar. Se Vieira estivesse sozinho até podia temer semelhante loucura, mas não estando, só mesmo se DSO tivesse sido abduzido por ETs ou se esquecesse de cumprir com o seu dever de conselheiro nesta área.


    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  7. Enormérrimo Mathayus, Amigo e Companheiro,

    AHAHAHAHAHAHAHAH, brilhante. Esse teu primeiro parágrafo ficou absolutamente brilhante, mas tenho pena que não tenhas lá conseguido encaixar o meu razoável fio de jogo e, até, alguma eficácia nos repelões, ahahah.

    Acima de tudo e aproveitando esta tua assistência, espero que fique claro que as minhas dúvidas não implicam nenhum recuar de linhas (o que revelaria pessimismo), muito antes pelo contrário: com um ponta de lança de tão alta mobilidade (LFV) e excelente jogo aéreo (e no de cintura também não é nada mau, ahahah), quero é ver os laterais bem subidos (investimentos reprodutivos) e uma boa redução dos espaços (passivos) na reação às perdas de bola.

    Abraçalhão e

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fogo, páh ó enormérrimo e grandíssimo amigo José Albuquerque,

      Assim não! De repente, fiquei pela primeira vez com a mesma sensação que devem ter os talibans quando lêem os Posts aqui no Guachos!!!

      Deste-me uma « nozada » tal aos neurónios como este teu comentário, que senti-me a perder o controlo do meio campo, as basculações já não saem como antes e o meu fio de jogo empastelou tanto que agora já parece um cordel!

      A partir deste momento ( aviso já... eh, eh, eh ) sempre que não conseguir contra-argumentar contigo vai ser só chutões directos para a grande área se conseguir chegar à linha de meio campo é cruzamento na primeira oportunidade.

      Grande abraço.

      Eliminar
    2. Essa do chuto para a área quando se passa o meio campo, tão criticada pelos espertos da bola,faz-me lembrar a Taça UEFA que perdemos com o Anderlecht em 1983... marcaram o golo do empate numa jogada dessas, depois de a ensaiarem umas 20 vezes no aquecimento...

      Têm muito que aprender, esses espertos que por aí andam...

      Eliminar
    3. Não acardito. O Clube à deriva, o parsidente não parside, o treinador não berra, os jogadores sem ideia de jogo e vocês ainda brincam. Benfiquinhas do carai...

      Eliminar
  8. AS contas da Tia….

    Um “génio” de gestão incompreendido no Pátio das Cantigas do Lumiar....

    Assim vai a contabilidade 2015/16 desse “génio”

    • Eliminação da Champions = -17,5 Milhões
    • Salário JJ = - 6 Milhões
    • Caso Doyen = -14 Milhões
    • Perda Carrillo (Birra) = - 12,5 Milhões
    • Aumento Salarial do grupo = -24 Milhões
    * Patrocinadores - 3 milhoes
    • Etc, etc, etc
    • TOTAL ESTIMADO de PERDAS = - 74,5 Milhões

    E no entretanto a Bobone, duplicou o seu salário, contratou guarda-costas e motorista para andar com honras de Estado, deu 3 voltas ao Mundo a apregoar o Pátio das Cantigas….e agora diz que não tem dinheiro para pagar os 55 Milhões de VMOCS que se vencem a 17 de Janeiro de 2016.

    Nada mal para um clube que factura 60 milhões/ano

    Mais:
    • Caso Bojinov – Tic, Tac, Tic,Tac
    • Caso Galp – Tic, Tac, Tic,Tac
    • Caso Capel - – Tic, Tac, Tic,Tac
    • VMOCS - – Tic, Tac, Tic,Tac
    • Empresários - – Tic, Tac, Tic,Tac
    * Caso Somague- Tic, Tac, Tic,Tac
    * Caso w52-Tic, Tac, Tic,Tac
    * Caso ex-funcionários-Tic, Tac, Tic,Tac
    * Caso Servilimpa-Tic, Tac, Tic tac

    Entretanto a Tia anda pelo Funchal á procura das Febras perdidas nas bifanas

    ResponderEliminar
  9. Eu acho que a parte mais chata dos jogos do Benfica deixarem de ser na Benfica TV é o facto de muito provavelmente deixarmos de ter tantos jogos à tarde!

    ResponderEliminar
  10. Acabei de ouvir na RTP a Inês Goncalves no programa 5para a meia noite. EU SEI QUEM VAI GANHAR A LIGA MAS NÃO POSSO DIZER,Pareceu me que não estava a brincar seria bom que alguém investigasse esta sujeita afeta ao grémio da fruta corrupção e putedo.Bem, a ser verdade por tudo o que se tem visto nesta liga Proença jánada me espanta.

    ResponderEliminar
  11. Enorme José, merecias o cartão vermelho directo por esta entrada assassina. Como não tenho os argumentos técnicos do Mathayus nem vou entrar em detalhes, mas não me conformo que o nosso presidente não seja apanhado na galderisse às 5 da manhã. Passa a vida nas negociatas para arranjar parcerias, o sacana. Disto não falas tu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente , uma vergonha não termos um presidente apanhado bêbado numa discoteca às 5 da manhã!!! Acho que vamos perder o campeonato! Senão vejamos: não perdemos nenhum caso em tribunal nos últimos meses; não temos presidentes (ex-?)líderes de claques; não temos um treinador que está sempre com a razão do lado dele; não temos um diretor técnico que perceba de agricultura e saiba andar de trator; não temos um comentador Santos e Pecadores a debitar merda atrás de merda na SIC; não temos um um presidente da liga a quem possamos chamar querido;... temos um Rui Costa e um Shéu, que não percebem nada de futebol e que não sabem dizer um palavrão nem andar de tractor e nunca viram uma enxada na vida... tá visto que o Benfica vai descer de divisão.
      Eu já comecei a preparar-me até para os distritais (comprei aquelas almofadinhas para colocar debaixo do rabo pois os assentos nos estádios nos distritais são duros e frios)...

      Em contrapartida, temos um presidente que insiste em valorizar a marca Benfica, o malandro... que insiste em prestigiar o Benfica afastando-se de bate-bocas, que insiste em dizer a verdade em detrimento das mentiras e do insulto (esses ficam para os trinca-bolotas e para os al capones andruptos! Temo pelo fim do nosso Benfica!

      Fora de brincadeiras: cada vez tenho mais orgulho de ser Benfiquista, e cada vez tenho mais orgulho do futuro que estamos a projetar.

      Viva o Benfica!

      - O Sonho de Damião -

      Eliminar
    2. Só eles sabem pq ficam (ou não ficam) em casa....

      Eliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.