terça-feira, 14 de junho de 2016

Luís Filipe Vieira - Entrevista (parte II)











Podem ler a «Luís Filipe Vieira - Entrevista (parte I)» (AQUI)



5 comentários:

  1. Abram as imagens num novo separador e façam zomm...

    ResponderEliminar
  2. Parece que a equipa do Mendes empatou!

    Que pasmaceira... quando não há jogos do Benfica, um gajo sabe lá o que fazer...

    ResponderEliminar
  3. O Pizzi não presta, e não vale a pena levar porque está lá o gajo dos 60 Milhões do Zmerding. Apesare de ouvir dizer que no final do jogo esse já só valia 40. E é claro que é muito melhor levar o Adrien, para o caso de 5 dos outros 6 médios se lesionarem.

    É óbvio que o Raphael Guerreiro é muito mais ofensivo que o Eliseu. MUITO mais. Comparativamente, é um vendaval ofensivo.

    E sim, Cedric e Vieirinha são ambos melhores no jogo aéreo que o André Almeida! Só por causa do Vieirinha, os islandeses viram-se obrigados a meter a bola no solo porque pelo ar não ganhavam uma.

    Os jogadores do Benfica só servem para entrar a 20 minutos do fim quando o seleccionador começa a ver a vida a andar para trás.

    E assim, a selecção empatar este jogo foi mero azar!

    Siiiiii...

    ResponderEliminar
  4. Esta segunda parte parece-me ser mais pessoalizada. Tem mais a ver com a forma como o presidente sente e vive o clube.
    Nota-se uma preocupação legitima e absolutamente normal acerca do seu legado, e sobre a forma como será julgado pela história. Afinal é apenas humano.
    E como é normal num humano com 67 anos, centra-se mais nos sacrifícios pessoais necessários e inerentes ao desempenho das suas funções, do que na satisfação e realização pessoal que retira das mesmas.

    O Presidente não precisa de se preocupar com duas coisas.
    A primeira é o seu legado histórico, que está garantido, e será sempre lembrado como um dos maiores presidentes de sempre.
    A segunda é que se transforme numa espécie de Pinto da Costa. Mesmo que fosse atreito a isso, e não me parece que seja, os Benfiquistas não o são com toda a certeza. E na altura certa irá sair, seja por iniciativa própria ou gentilmente mudado de sítio pelos sócios.

    O que me parece absolutamente evidente é que esse tempo não chegou, e que como tal será Filipe Vieira a suceder a Luís Filipe, a bem do Benfica.
    Mesmo que entrevistas como esta sirvam também, em pequena medida, para nos recordar que mesmo os maiores entre nós padecem de uma condição que se designa por humana.

    ResponderEliminar
  5. É muito isso, Manuel.
    Com muita certeza um dos melhores presidentes de sempre. Com toda a certeza um ser humano!

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.