sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Websummida...

O Benfica foi à websmmit. Rui Costa, Nuno Gomes e Domingos Soares Oliveira falaram de projectos, de inovações...do futuro; do Benfica. O brunalgas também foi. Falou de si, de como ele é bom, da forma como ajudou o seu treinador a ganhar o troféu rui santos, dos seus grandes negócios; do Benfica. No fim correu para a casa de banho, outra vez aflito, com uma enorme dor de...corno. Não bateu em ninguém e também não há relatos que tenha encontrado o presidente do Arouca com as calças na mão.

Embevecidos...
O macaco madureira já tem um mestrado. A cs não lhe larga a braguilha, embevecida. Para comemorar o feito, o macaco e sus muchachos foram incendiar as carrinhas do Pedrouços. A cs continua embevecida. As autoridades, embevecidas, ainda andam à procura da arma que suicidou o Mesquita Alves na torre djantas.

Embrutecidos...
"Contra o Benfica a nossa força foi avassaladora" - Nuno Espírito Santo.
O padre Nuno é o melhor exemplo de como eles não percebem mesmo nada do que se passa à sua volta. Vivem num Mundo só deles e estão cada vez mais parecidos com os compadres do alvalixo. Olhe-se para essa espantosa epopeia lagarta em Madrid e compare-se com a galáctica exibição do foculporto contra o Benfica. As mesmas queixas, as mesmas virtudes, os mesmos clichés...cornos semelhantes...

O Rio Ave despediu Capucho. Vários barretes estão já na fila para lhe ocupar o lugar. Conceição, Domingos...qualquer coisa que cheire a foculporto. É o tal mundo que só eles percebem...

Num outro mundo esquisito...
Com medo de morrer, pedro dias entregou-se, em directo, a uma estação de televisão! Quem sabe se a arma que suicidou o Mesquita Alves não se entrega à CMTV, com medo de enferrujar.

Donald Trump ganhou as eleições nos USA. Políticos de todo o mundo deitam as mãos à cabeça espantados com a vitória do moço. Quando esses que questionam Donald Trump - espantados com a sua eleição - perguntarem a si próprios as razões que levaram o povo a escolhê-lo, encontrarão facilmente a resposta.

16 comentários:

  1. Concordo em absoluto! Estive na Websummit, que por sinal, é uma porcaria de summit, só fui porque razões profissionais a isso me obrigaram... o que salvou foi mesmo a sessão com o Rui Costa, o Nuno Gomes e o DSO, caso contrário tinha sido totalmente em vão. Ah, e tirei uma foto com o "Rui Vitória"... ok, não foi com o Rui Vitória, mas com um placard do Rui Vitória e um placard a imitar uma conferência de imprensa... mas valeu a fotografia.

    Quanto ao Trump, é exactamente como dizes!!!

    - O Sonho de Damião -

    ResponderEliminar
  2. A arma do suicidio da torre Dajantas há muito que se sabe qual é: É a do Lucky Luke, "mais rápido que a própria sombra" (teve tempo de a esconder pra longe).

    O Anónimo da pena sacudida, comentário (im)pertinente, vendedor de sonhos e vaselina, muita alma encarnada e censurada e Untador das portas (largas) das travessas.

    ResponderEliminar
  3. Só fica admirado com a eleição do Trumpa quem vive na bolha. É a maldita bolha, tanto no futebol como na política.

    As pessoas andam zangadas. Vivem cada vez com mais dificuldades. Trabalham cada vez mais, recebem cada vez menos, e pior, a estabilidade e a segurança essenciais para se viver com qualidade são uma miragem cada vez mais longínqua.
    É isto que sabem. Não sabem muito bem é porquê.

    Acham que os culpados são óbvios, os políticos que os deveriam representar e defender.
    Logo quando surge alguém de fora deste mundo, como por exemplo o Trump ou o Marinho Pinto ou outra porcaria igual, mesmo sabendo que estão a votar em montes de esterco, fazem-no só porque puta que os pariu a todos.

    E isto ainda é mais agravado quando a comunicação social, ultrapassando todos os limites éticos e deontológicos, tenta vender o candidato contrário. É que as pessoas normais também estão cada vez mais fartas da parcialidade jornalística, de televisões e rádios minadas por espertos políticos que exactamente da mesma forma que os espertos da bola, tentam vender a todo o custo a historieta que lhes pagam para impingir aos mais incautos.

    E nos EUA, desta vez a possibilidade de poder mandar foder os Clinton, mais os Obama, mais os Bush a que se juntam os Romney e todos os outros, vermelhos e azuis, juntamente com a CNN, a NBC, a FOX e restante pandilha, falou mais alto.
    E se alguém pensa que este fenómeno vai ser exclusivo dos EUA que se desengane.

    O problema é que para quem manda efectivamente, para quem manobra políticos e jornalistas como se de marionetas se tratassem, o Trump é apenas mais um, que tal como o Obama ou a Clinton nada fará para colocar em causa o seu poder.
    Por isto é que para os "mercados", os famosos mercados que ninguém sabe bem o que são, ou melhor, quem são, mesmo sendo quem manda neste podre mundo à escala global, a cataclísmica eleição do Trump não aqueceu nem arrefeceu.

    E este é que é o problema. Enquanto não aparecer algo (não alguém) que ponha em causa a economia de casino que nos arruína dia após dia, vai mudar o palhaço mas o circo continua o mesmo.

    Já só falta discutirmos religião, e ficas aqui com um blog do camandro, Guachos.
    E não. Falar dos taliban não conta...




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Belíssimo comentário Manuel Afonso.


      Miguel

      Eliminar
    2. Muito bom Manuel, como sempre.
      Nada como este último encontro entre Benfica e Porto para trazer à evidência, a alienação em que se encontra o Porto, quase ao nível do Sporting, e o facto de o único clube em Portugal que alguma vez teve "Estrutura" se chama SL Benfica. O Porto não sabe vencer sem esquemas, tanto que a eles se habituou. Quanto ao Sporting, bem, o Sporting não sabe vencer, ponto.

      Eliminar
    3. Muito boa análise, como é costume. Mas este blogue está a ficar muito eclético... Como diz o Manuel, já só falta discutirmos religião... se bem que a lagartagem está transformada numa espécie de seita, liderada pelo professor Karamba do futeluso.
      Ele sabe tudo, tudo cura, e tudo pode resolver. Os seus acólitos confiam cegamente na sua palavra, e ai de quem diga mal do mestre... se isto não é uma seita, vou ali e já venho.

      Eliminar
    4. Manuel Afonso

      Sintetizaste de facto o que leva a que surjam indivíduos como o Trump, que, quais espertalhões, acabam por aproveitar-se da saturação de boa parte das populações, se não mesmo a maior parte, relativamente àquilo que têm sido os sistemas vigentes.
      Como as políticas que têm vigorado ao longo de largos anos, independentemente das cores partidárias, são comummente mais do mesmo, quando aparece alguém com um discurso a modos que a falar-lhes aos ouvidos, há como que uma espécie de vingança do eleitor um pouco contra tudo e todos, quiçá contra si próprio, pela sua passividade, omissão e impotência, a que acresce a necessidade da condição humana de acreditar em algo, mesmo sabendo, paradoxalmente, que no final pouco ou nada melhorará.
      Não tenho simpatia nenhuma por ele, pelas ideias que transmitiu, afigura-se-me tratar-se de uma personagem repugnante, aliás, à semelhança da própria figura, tal qual pouco ou nada sinto pela Clinton, que, aí está, não é nem mais nem menos do que a politica típica do estabelecido, mas não fiquei de todo surpreendido, não só pelas razões que tu mencionaste, mas também porque há uns 4 ou 5 meses atrás, em conversa com um casal descendentes de portugueses, residentes na Florida, estes transmitiram-me a ideia firme de que ao contrário do que nós europeus pensávamos, o Trump dificilmente perderia as eleições. E porquê?
      De uma forma simplista, pelos motivos que referi no parágrafo anterior e que entroncam no teu comentário. Fiquei a matutar naquilo e mesmo com sondagens desfavoráveis, erróneas, como se confirmou, em conversas com alguns amigos, admitia que não me admirava nada que o gajo vencesse e aí está ele.
      Seja como for, comungo ainda contigo da opinião que o tal Trump pouco ou nada riscará, e, como li algures por aí, uma de duas, ou cumpre os desígnios de quem verdadeiramente manda ou corre o risco de, qual JFK, passar à história como DT.

      Eliminar
    5. Obrigado companheiros.

      Alma, acho que tens toda a razão.
      Se por um acaso ( no qual não acredito, antes pelo contrário ) tentar afrontar os poderes da Goldman sachs e da Lockheed Martin, sai da casa branca mais depressa do que pensa, e sai na horizontal.

      Eliminar
    6. Os poderes da Goldman Sachs e da Lockheed Martin que financiaram a campanha da candidata que o povo votou na maioria contra. Tal como já tinham financiado a campanha do actual presidente e Nobel da Paz (se a ironia matasse e não os drones). Já o comparar o Marinho Pinto com o eleito presidente dos EUA é confundir a obra-prima do mestre com a prima do mestre de obras. No entanto concordo com a grande probabilidade de sair da Casa Branca que vai ocupar durante os próximos 4 anos no mínimo e 8 anos no máximo, na horizontal, mas mais de metade da população Americana que nele votou seguramente não tomaria isso nem de ânimo leve, nem prostrados de quatro.
      E bom, deixo-me disto até porque nem é a primeira vez aqui no Guachos, os 5 pontos de vantagem na liderança do campeonato são mais felizes e ninguém aqui votou nessas eleições, salvo algum emigrado cidadão.
      Cumprimentos

      Eliminar
    7. Aguia

      De facto, deixamo-nos disto, mas só uma pequena nota relativamente a referires que o gajo teve mais de metade dos eleitores a votar nele, sem certeza absoluta, mas acho que ela no voto popular teve mais votos. Aliás, já em 2000 o gore teve mais votos populares mas o bush filho ganhou as eleições face ao ao sistema eleitoral dos gajos, tal como agora.
      Cumprimentos

      Eliminar
  4. O que se passa com o "Manuel" e o "Mathayus"? algo de mal? nunca mais os vi por aqui.

    VB

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai brincar com os teus.

      VB

      Eliminar
    2. Se te referes a mim, estou sempre aqui! E muito atento! Especialmente aos talibãs!
      Mas quando a competência alheia é muita não é preciso falar muito! Não gosto de saraivadas! Só gosto de falar quando tenho algo a acrescentar.
      Para além disso gosto de passear por alguns pastos com muito boi e talibã a pastar. Neste caso é revigorante ver a tristeza e o desespero alheio!

      Eliminar
  5. A dada altura escreveste "...qualquer coisa que cheire a foculporto...". Afinal escolheram 1 que FEDE a foculporto, os tipos são mais que previsíveis. Só fico descansado porque quem manda nesta merda toda é o Benfica.#rumoao36

    ResponderEliminar
  6. Já o disse aqui há tempos, raramente leio jornais porque me enojam! Mas isso não significa que não saiba o que aqui e ali se vai escrevinhando. Hoje em dia é de facto impossível. E se há jornais que me custa constatar o caminho que seguiram, a bola encontra-se largamente a quilómetros dos restantes. Aliás, creio que este sentimento é comum a quase todos os da minha geração, porque este jornal fez parte do nosso crescimento. Não a merda que é hoje. Porque com esta trampa nada se aprende, ou melhor, aprende-se, sim, que com um director reles e imbecil invertebrado como o actual director nada de bom se pode esperar.
    Dito isto, e a propósito do molusco serpa, a melhor prova da sua cretinice?, mais valia apesar de tudo que o fosse, basta ler hoje o inqualificável artigo que o idiota escrevinhou naquele outrora digno jornal sobre as políticas de comunicação dos ditos 3 grandes.
    Juro que tenho dificuldade em qualificá-la. No fundo é só filha de putice.
    O que vale é que as cabras, alguns são só mesmo cabrões, berram e o Benfica ganha.

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.