sábado, 26 de fevereiro de 2011

A verdade é como azeite

Se a moda pega, qualquer dia aquela porcaria parece a Santa Casa da Misericórdia, tantos são os avençados a quem dar de comer...

6 comentários:

  1. Não concordo com o titulo amigo Guachos:

    Preferia: "A merda flutua"

    Tal como os cagalhões pairam à superfície do Rio Douro ao sabor da maré, também os arregimentados flutuam e andam ao sabor das ondas azuis e brancas.

    ResponderEliminar
  2. Talvez "a merda flutua na pocilga corrupta"?

    ResponderEliminar
  3. Estão atolados até ao pescoço. hehe!
    E PLURIBUS UNUM

    ResponderEliminar
  4. Mais um que se junta à causa...

    http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Porto/interior.aspx?content_id=685664

    ResponderEliminar
  5. se como dizes e eu acredito,que a verdade é como o azeite,então aquilo um dia destes não vai ser a Santa Casa da Misericórdia mas antes um baixio de um viaduto qualquer onde os sem abrigo fazem as suas casas e irão, os que agora dão algumas sopas,eles próprios,pedir sopinha ao sidónio.
    abraço

    ResponderEliminar
  6. Olha o Licoteros!
    Deve ser um jardim de fetos!
    Abraço

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.