sábado, 22 de junho de 2013

Fair-play financeiro é uma treta?

Do nosso leitor, Superaguia1904, recebi por e-mail esta proposta....

«Caro Guachos,

Reparei com pena, que o debate sobre a Comunicação do Benfica, foi pouco participado... (talvez seja pela extensão do texto).
Venho propor um tema que deverá levar mais Benfiquistas a apresentar a sua opinião: Fair-play financeiro é uma treta? Como evitar que o desnível económico e competitivo para os grandes clubes europeus aumente?

Aos clubes históricos europeus, que disputam Ligas competitivas e comercialmente fortes, somam-se os novos ricos Monaco, Psg, Man. City, Chelsea, entre outros, que são tomados por russos ou árabes milionários, que multiplicam a capacidade de investimento na principal equipa de futebol. Para cumprir as regras do fair-play financeiro, emergem em todos esses clubes, extraordinários contratos publicitários.

Como evitar que o desnível económico e competitivo para os grandes clubes europeus aumente?

Cumprimentos, 
Superaguia1904»

É verdade que muita gente se queixa que não há suficientes debates para discutir o Benfica!
Mas a realidade é que quase todos gostamos muito mais de discutir as tricas dos jornais, as contratações ou supostas contratações de jogadores e preferimos 'ferver' numa qualquer guerrinha pessoal do que debater assuntos mais sérios!

Fica a sugestão do Superaguia1904!
Venham de lá essas ideias!

13 comentários:

  1. Enormerrimo Guachos, Companheiro,

    Mais uma excelente sugestao, esta que recebeste do Enorme "Superaguia1904"!

    Eu nao lhe chamaria "uma treta", mas reconheco que a UEFA nao vai conseguir os seus objetivos com este quadro normativo do "Fair Play Financeiro".

    Na minha humilde opiniao, a parte boa que a UEFA vai (ja esta a) conseguir, passa pela credibilizacao das trocas comerciais entre clubes, combatendo os caloteiros e conferindo previsibilidade a todas as operacoes com passes de atletas. Para o Benfica e uma vez que vamos continuar a ser um "Clube formador e vendedor", este aspeto assume uma importancia tremenda.

    A 'outra parte' dos objetivos da UEFA ou e inexequivel, ou ... completamente estupida!

    Comecemos pela parte estupida:
    1 A UEFA, alegando que quer que "os rendimentos do futebol, fiquem no futebol", pretende interditar a intervencao de "fundos de investimento" nas operacoes com passes de atletas;
    2 A UEFA esquece que os Bancos que financiam muitos clubes, NAO FAZEM PARTE DO FUTEBOL.

    Vejam o caso do Glorioso, que paga mais de 20ME em cada ano para usufruir de capitais alheios, boa parte dos quais utiliza para financiar aquisicoes de passes de Atletas (e contra 'isto' a UEFA nao se insurge), mas vai ser proibido de renovar o Benfica Stars Fund (um fundo fechado, formado por investidores institucionais conhecidos e reconhecidos e gerido por uma entidade acima de qualquer suspeita) atraves do qual tem partilhado o risco de investimento em alguns Atletas, com beneficios para todas as partes.

    Finalmente e como muito bem refere o Companheiro "Superaguia1904", nunca a UEFA conseguira impedir "magnatas" de inundar alguns clubes com a sua excentricidade.
    Seja atraves de absurdos contratos publicitarios, seja atraves dos 'mil e um' outros truques possiveis, nunca a UEFA vai conseguir impedir que alguns clubes tenham acesso a recursos financeiros 'anormais', NEM EU VEJO QUALQUER INTERESSE NESSE OBJETIVO.

    (continua)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (continuacao)

      Que a UEFA se concentre em interditar os "fundos de investimento" sedeados em "off shore" e/ou detidos, parcial ou integralmente, por sociedades sedeadas em "off shore", que esse pode ser um objetivo valido e capaz de eliminar nao so a especulacao 'pura e dura', como a lavagem de dinheiro, a evasao fiscal e a fuga de capitais (fenomenos que podem alimentar a corrupcao desportiva)

      Nesses pontos, sim Senhores!
      Esse trata-se de um programa que deve ser prosseguido (havera 'coragem' para tanto?)!

      Agora a "perseguicao" (ahahah, deixem-me rir ... muito) aos 'petrodolares', por e para que?

      Eu continuo a gostar muito de ver casos como a eliminacao do Man. City (fabulosamente rico) pela falidissima osgalhada, ou a extrema dificuldade com que o imensamente rico Chelsea nos conseguiu vencer em duas epocas consecutivas.

      Grave, gravissimo, e ficarmos com a sensacao de que alguns desses resultados (como o de ha duas epocas) podem ter sido 'influenciados' por fatores economicos extrafutebol, em alguns dos quais (os direitos de TV, por exemplo) podem colidir ou coincidir com os interesses particulares da propria UEFA.

      Viva o Benfica!

      PS: ainda dentro deste tema generico, daqui a algumas horas vou enviar-te um texto sobre a "Reestruturacao Financeira da osgalhada" e ... da Nossa tambem.

      Eliminar
    2. Meu caro amigo,
      Estou de acordo com tudo, excepto quando dizes que continuas "a gostar muito de ver casos como a eliminação do Man. City (fabulosamente rico) pela falidissima osgalhada"

      Aí, nada feito.
      Torcer pela osgalhada, não consigo mesmo!

      Eliminar
    3. ahahahah,

      Mas, repara bem, eu nao disse que "torcia" pela osgalhada (por acaso, naquela noite, confesso que torci) e so quis sublinhar o facto de que ha (muitas) excecoes a chamada "lei do mais forte, financeiramente", ou o Glorioso nao estaria no pote 1 da Champions.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  2. Eu sei, mas, nem assim!
    Contra as osgas marchar, marchar!

    Hehehehehe!

    ResponderEliminar
  3. reparem aqui temos um esemplo do benfiquismos um amigo teve esta iniciativa á mais de um mes e so assinaram 348 pessoas ou melhor nem isso porque varias pessoas fiseram-no repetido (o meu caso ) http://www.peticaopublica.com/?pi=P2013N40566

    ResponderEliminar
  4. Acham que a entrada de investidores na SAD, aumentaria a capacidade de reter os melhores jogadores no clube, diminuindo a necessidade de serem vendidos precipitadamente (antes do se auge na carreira e antes que seja assegurada a manutenção do nível qualitativo da equipa principal de futebol com a sua saída)?

    Acham que a entrada de investidores beneficiaria a capacidade de se desenvolver o potencial comercial (lato sensu) a nível internacional, que se reconhece ao clube?

    Confesso que a ideia que tinha de haverem investidores estratégicos no clube sofreu um revês com o exemplo recente da PT, que, mais do que patrocinador se apresentava como parceiro oficial. No entanto é difícil que se considere que tenha agido de boa fé ao estabelecer o acordo com a ZON, ou que esteja a respeitar o compromisso assumido com Benfica.
    Acresce que, casos como o do Málaga, do Beira-Mar ou do QPR, levantam sérias questões sobre a sustentabilidade de um clube que embarque nessas veleidades...

    Por outro lado, numa Liga como a nossa, com clubes financeiramente fracos, e num mercado tão pequeno como é Portugal, é muito arriscada economicamente a estratégia de "formar e vender", quando temos custos com o financiamento bancário como temos...
    Por outro lado, não vejo como essa estratégia não conduzirá a um permanente desnível competitivo a nível europeu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme "Superaguia1904", Companheiro,

      Eu nao acho que a Benfica SAD necessite ou deva ter "investidores". Reforcar as suas parcerias e sponsors ... SIM! "Investidores" ... NAO!

      O aumento do nivel qualitativo (e do valor) do Plantel, pode passar pelo crescimento dos Proveitos Operacionais (direitos de TV, principalmente), mas passa ainda mais pela capacidade de investimento em jovens Atletas e na 'pontaria' nas aquisicoes.

      Quanto maior for o numero de grandes Atletas e quanto mais polivalentes eles forem capazes de se revelar, menor o impacto dos "roubos" por parte dos clubes mais ricos. Os anos mais recentes comprovam que o Benfica tem sido capaz de reduzir o "desnivel" competitivo para os clubes mais ricos, mesmo vendendo 2 dos melhores Atletas em cada epoca.

      Diz-nos tu, Companheiro, qual poderia ser a alternativa que nos poderia garantir os "lucros" que a venda de Atletas nos tem proporcionado.

      Eu nao vejo alternativa, nem a longo prazo.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Caro José,

      desde 2007 que a estratégia seguida é a que me parece mais correcta para compensar a falta de receitas televisivas condignas e aumentar a competitividade da 1ª equipa. A estratégia teve sucesso, pese embora tenha tido natural correspondência nos custos financeiros que se suportam. A questão é que dentro de 2/3 anos esta estratégia necessitará de ser reequacionada.

      Sem dúvida que uma das bases para a qualidade do plantel se deve à pontaria na triagem e no aumento da capacidade de investimento em jovens jogadores com potencial. Exactamente por isso é que a questão do número de jogadores sob contrato me parece falaciosa. No entanto, não me parece que vá resolver suficientemente a questão da sustentabilidade financeira (pela dificuldade de manter os mesmos níveis de investimento/financiamento) e nem de melhorar, com consistência, os resultados desportivos a nível europeu.

      Vejo duas hipoteses:
      - concentrar a Benfica TV e os activos da Benfica Multimédia (sem Sportinvest, portanto) numa empresa, que teria maioria do capital da Benfica SGPS, sendo o resto aberto a investidores estratégios), seguindo uma lógica de ter um incremento substancial nas receitas (sponsors, publicidades, merchandising e de sócios);

      - ter novos investidores no capital da SAD, que, seguindo a lógica do Benfica Star Funds, permita dar capacidade de investir e renovar os contratos dos melhores jogadores até ao seu apogeu.

      Enfim, não há soluções perfeitas..

      Eliminar
    3. Enorme "Superaguia1904", Caro Companheiro,

      Eu entendo bem os teus argumentos e concordo que uma grande parceria feita sobre a Benfica TV (envolvendo, talvez, todo o Nosso Grupo de media) pode vir a ser uma chave de sucesso.

      Ainda assim, vou pedir a tua atencao para o(s) meu(s) proximo(s) texto(s) sobre "Reestruturacao Financeira", a proposito do que a sad das osgas acaba de propor a CMVM.

      Tal como eu ja vinha sugerindo nas minhas mais recentes analyses aos Nossos "R&C", parece-me que esta para surgir a oportunidade para a SAD reduzir significativamente a 'fatura' dos Custos Financeiros.

      Seja como for, em uma coisa estamos todos de acordo: na importancia que este proximo exercicio da Benfica TV vai ter.

      Eu estou otimista!

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    4. Assim o espero, mas a questão a médio prazo mantém-se...
      É que as prestações nas competições europeias são a base da valorização dos jogadores e portanto, se não se reagir à falta de fair-play financeiro, é plausível que a equipa principal não atinja regularmente os quartos/meias-finais das provas da UEFA, correndo o risco de ver minguadas duas importantes fontes de receita: nem os milhões da UEFA, nem grandes vendas.

      Mas sim, eu também estou optimista relativamente à BTV, e creio que o sucesso da BTV juntamente ao de JJ na próxima época, poderão desanuviar o cenário.

      E PLURIBUS UNUM!
      Força Benfica!

      Eliminar
  5. Enquanto houver off-shores, será quase impossível haver fair-play desportivo.. quem tem dinheiro sujo a justificar (lavar), está interessado no futebol pois algo (um jogador) que hoje vale 10 amanhã vale 100, ou seja, de um dia para o outro justifica o lucro de 90 mesmo que só tenha ganho 5..
    Vejam a quantidade de mafiosos que estão ligados ao futebol... nem falo da corrupção... basta ver a quantidade de russos, árabes e grandes industriais ligados a negócios sujos em que não existe qualquer pagamento de impostos...
    Fair-play financeiro é uma utopia... algo que nunca vai acontecer. Como é possível combater um qualquer russo que apareça com 1000 milhões para estourar (ou justificar) num qualquer clubezeco? Comprando bons jogadores? Ele conseguirá comprar qq jogador... até mesmo Ronaldo e Messi....

    ResponderEliminar
  6. Acho bem o fair-play financeiro, que obriga os clubes a não terem mais do que 70% de custos com pessoal em relação aos proveitos operacionais. O único dos 3 grandes que cumpre o fairplay financeiro e a grande distância dos outros 2 é o Benfica.

    O Porto como clube trafulha que é já começou a engendrar uma golpada para fugirem a isso. Criaram uma empresa exterior ao grupo, não consolidada, para onde vai algum do pessoal administrativo, que depois facturam ao clube como serviços prestados (outsourcing?). Vem no R&C.

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.