quinta-feira, 18 de julho de 2013

A Champions Sub-19

Por José Albuquerque

É uma noticia que quase tem passado despercebida, mas que eu considero merecedora de “honras de 1ª página”: a UEFA vai passar a organizar, já nesta época, a Champions U-19 com o mesmo formato e equipas (juniores) dos clubes da competição principal.
Num momento em que, em Portugal, tantos duvidam da validade dos altos investimentos que o Benfica continua a fazer na sua “Fábrica”, esta noticia deveria, se necessário fosse, ser suficiente para esclarecer quaisquer dúvidas que ainda subsistissem e que, na minha modesta opinião, nunca tiveram argumentos reais. 

De facto, em qualquer modalidade e no futebol ainda mais (por ser a mais popular de todas as modalidades desportivas no mundo), o Nosso Clube tem de aprofundar todos os investimentos necessários para conquistar a liderança nacional (pelo menos) na respectiva “Formação”, desde a mais simples divulgação e animação desportiva, passando pela consolidação da cultura desportiva e terminando na alta competição dos escalões etários mais jovens, sem nunca esquecer uma salutar discriminação positiva pelo feminino.

Creio que um dos erros mais frequentes que podem confundir os que colocam em causa a “Formação”, prende-se com o impulso para uma sua avaliação economicista, que menoriza os êxitos desportivos nas “Modalidades” e, confrontando-os com a dificuldade de integração dos Nossos “Produtos” na Equipa principal de futebol, parece conduzir a uma adicional avaliação económica negativa desses investimentos.
Humildemente, não concordo e nem sequer vou invocar que a “produção” de um só futebolista de eleição em cada década poderia permitir a recuperação, em resultados desportivos e económicos, da quase totalidade desses investimentos.

Ao contrário, eu considero que todas as actividades inerentes á formação desportiva, seja qual for a modalidade em causa, transportam os Nossos Valores e contribuem para a divulgação e glorificação da Nossa História, razão mais que suficiente para que o Benfica não deva considerar a prática de nenhuma modalidade, sem a suportar numa estrutura própria de “Formação”, o mais ampla e vitoriosa possível.
O Benfica somos Nós, Sócios e Adeptos, todos, sem excepção ou discriminação baseada nas modalidades que preferimos. Mais ainda, o desejável conceito de “ownership”, deve motivar-Nos a uma participação mais directa na vida das modalidades que preferimos e, assim, constituir a melhor estatística de popularidade, com base na qual a Direcção deveria estabelecer as suas prioridades estratégicas.

Regressando ao futebol e á Nossa “Fábrica”, há que assinalar que esta Champions U-19 não vai só representar (num caminho há muito seguido pela SAD, ao contribuir directamente para a proliferação de torneios internacionais nos escalões mais jovens) a institucionalização da prova mais competitiva para os Nossos Juniores, como vai constituir um segundo e determinante passo no sentido da constituição da “Primeira Liga Europeia de Clubes”, um projecto estruturante que há de ‘revolucionar’ o futebol europeu e organizar o já quase inadiável Campeonato Europeu de Clubes, no tradicional formato de “todos contra todos e a duas voltas”, talvez a razão mais importante para que o Benfica (e a Nossa TV) se constitua como um dos seus principais animadores.

A terminar, gostaria de fazer mais duas menções ligadas a este tema da “Formação”, a saber: a Nossa BTV e a “saída”, inexorável, do Benfica por parte da esmagadora maioria dos jovens futebolistas formados na “Fábrica” e tomando como exemplos os casos mais actuais dos Migueis (Vítor e Rosa), ambos excelentes Atletas e profissionais dos quais já Nos podemos orgulhar.

Creio que o Vítor e o Rosa devem considerar-se privilegiados por terem completado toda a sua formação desportiva no Glorioso, tal como devem considerar-se estimulados a provar que esse investimento lhes vai permitir completar boas carreiras em equipas de outros clubes, honrando os serviços que prestaram ao Clube e, até ás selecções nacionais jovens que ambos representaram. E Nós, Sócios e Adeptos que tantas esperanças depositámos na sua evolução desportiva, devemos preferir aplaudir o “copo meio cheio” de tudo o que eles conquistaram, em vez de carpirmos o “copo meio vazio” do que eles ainda não conseguiram.
Guarde a SAD, ou não, uma parte dos seus “direitos económicos”, fonte eventual de alguns proveitos futuros, voltem, ou não, algum deles e algum dia a envergar o Manto Sagrado, o importante é que todos nos recordemos do que já conseguimos e do que podemos melhorar no futuro.
No meu caso particular e uma vez que sou dos que privilegiam a componente atlética na selecção de jovens candidatos a futebolistas profissionais, eu concluo que nenhum dos dois conseguiu ‘libertar-se’ de um claro handicap de gabarito, contrapondo-lhe uma necessária genialidade técnica e tácita.

Tal como creio que, mal consigamos garantir um retumbante sucesso da Nossa BTV, deveremos motivar uma solução que permita o relançamento do seu antigo canal “gratuito”, especialmente dedicado ás modalidades amadoras e á “Formação”.

Viva o Benfica!   

8 comentários:

  1. Grande post caro José!

    Muito importante para o futuro de clubes como o Benfica essa iniciativa.
    Confesso que não sabia, nem vi publicitada em mais lado nenhum...

    Vou usar esta tua frase «Creio que o Vítor e o Rosa devem considerar-se privilegiados por terem completado toda a sua formação desportiva no Glorioso, tal como devem considerar-se estimulados a provar que esse investimento lhes vai permitir completar boas carreiras em equipas de outros clubes, honrando os serviços que prestaram ao Clube e, até ás selecções nacionais jovens que ambos representaram.» para dizer que é das coisas mais acertadas que li até hoje! Brutal.

    Tão brutal como a adesão dos benfiquistas à sua/nossa BenficaTV!

    Outra coisa brutal seria saber-se quantos milhares já largaram a sportv, mas esse é um estudo que aos meridias não interessa fazer...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enormerrimo Guachos, Companheiro e Amigo,

      Grato pelo elogio, acho que este sucesso (ainda parcial) da Nossa BenficaTV constitui o mais importante dos muitos aplausos merecidos pelos Nossos Corpos Sociais e, mais particularmente, pelo Presidente Vieira.

      Tal como ja te escrevi algumas vezes, esta realidade comprova a "Lei Benfiquista" que aprendi deste Presidente (ainda ele nao o era), ha mais de 10 anos: "quando os Benfiquistas querem ... ja esta feito"

      Quanto ao 'bleu' que a sporcostv esta a levar, confesso-te que e assunto que me nao preocupa (a mim basta-me a Vitoria da BTV), mas, mesmo sem nenhum dado fidedigno, tenho a certeza de que o 'rombo' deve estar a assumer proporcoes ciclopicas: so assim se compreende a velocidade com que a sporcostv anunciou o seu "novo produto" e, sobretudo, que ele 'saia' a 9,90, quando tinha sido anunciado a 15E.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  2. Mais uma vez os Manos GuachosVermelhos continuam em sintonia, transmissão de pensamento hehe!

    E PLURIBUS UNUM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enormerrimo Manosguachos, Companheiro,

      Ahahahah.

      Se isto for coisa de ADN, tenho que admitir que devemos ter antepassados comuns e talvez eu seja um 'primodosguachos', ahahah.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  3. Não tendo nada a ver com o assunto,tanto se me dá,se se mantiver este formato de participação,não estou a ver daqui a quantos anos a academia lagarta terá a oportunidade de participar nesta liga europeia de sub 19,podendo até haver uma debandada dos melhores valores q lá têm,tanto para norte como para sul.
    roquete vê finalmente o seu projeto aprovado:"Só há lugar para uma grande equipa em Lisboa"!!!
    Pairam bruma's muito densas sobre alcoshit!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Red Wings, Companheiro,

      Claro que acertaste (em cheio e como habitualmente) na deducao de uma das consequencias quase imediatas da Champions U-19, tal como demonstraste ter entendido, perfeitamente, o verdadeiro alcance do famigerado "Plano Roquette", embora tenhas preferido 'mascarar-lhe' o enunciado ...

      Em vez de "Só há lugar para uma grande equipa em Lisboa", poderias ter escrito "Só há lugar para duas grandes equipas em Portugal" (resta saber se havera para duas) e o que 'juntou' andruptos e osgalhada foi esse sonho de afastarem o Maior Clube do Mundo da future "Superliga Europeia".

      Lixaram-se ... com um F de 200 toneladas.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  4. Embora não tenha sido muito publicitada, lembro-me de há um par de meses ter visto referência a essa competição na comunicação social (onde? não me recordo). Claro que, por falta de maior publicidade, acabou por cair nas minhas "brumas da memória" (nada como usar a palavra bruma, tão em voga nos últimos tempos).

    De resto, assino por baixo do seu texto. A única coisa que acho que deveria ser feita nos casos dos jogadores que aparentem poder vir a desenvolver, no futuro, um real potencial e capacidade para regressarem à equipa A do clube, era incluir sempre (sempre!) no contracto uma percentagem na venda futura (em acréscimo aos mecanismos de compensação pela formação do atleta) e direito de opção face a outras propostas (quiçá mesmo uma cláusula de recompra). Poderia até servir para que esses jogadores, ao invés do desânimo de terem de deixar o clube, se sentissem motivados a crescer e desenvolver o seu potencial, sabendo que a casa-mãe estaria sempre com um olhinho neles para um potencial regresso.

    Para alguns jogadores parece que já tem sido feito, mas era bom que virasse regra. Foi realmente uma inovação (mais uma) na forma de terminar a ligação com jogadores excedentários do clube! Parece-me que em breve também esta será copiada...

    ResponderEliminar
  5. Enorme Joao, Companheiro,

    Inteiramente de acordo contigo!

    Essa especie de 'cordao umbilical' que referiste (uma parte dos "direitos economicos"), pode ter esse significado e motivacao que descreveste, bem mais importante do que o eventual Proveito contabilistico future.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.