sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Comunicação Social

A imprensa portuguesa é muito má - subserviente, preguiçosa, ignora o jornalismo de investigação, vive dos bufos, do clientelismo, dos avençados e do copy e past.
Agora, com proliferação dos blogs, basta-lhes copiar as ideias e os debates da blogosfera para 'fabricar' e fazer noticias - como se de originalidades se tratassem...
Fazem-no sem pudor e sem nenhuma vergonha - e nem se dão ao trabalho de disfarçar.

A imprensa desportiva - em particular, é de sarjeta - não me canso de o afirmar.
Tem todos os defeitos da imprensa generalista - para pior, e ainda tem no clubismo cego e acéfalo, um laboratório de imbecilidades .
Os programas de debate são miseráveis, feitos por uma maioria de energúmenos a quem só falta cuspirem-se em directo. São pagos a peso de ouro e no fim, apenas para se insultarem mutuamente e para insultarem a inteligência dos telespectadores.
Nos jornais, encontrar um artigo de opinião que não esteja eivado de clubismo exacerbado, doentio e estupidamente fundamentalista, tornou-se tarefa (quase) impossível.

Já não me lembro de comprar um jornal e na televisão - vejo apenas, filmes, séries, a RTP2, o canal Mezzo, o VH1 Classic, futebol (sem o som na maioria das vezes) e os programas da Discovery,  National Geografic, HD Showcase...
O resto é (quase) só trampa.
(às vezes questionam-me: se não compras jornais e não vês TV como é que te mantens informado? - a resposta é simples e fácil - a blogosfera reproduz tudo o que vem nos jornais e tudo o que passa nas TVs...até a trampa - principalmente a trampa) 

Um exemplo simples (nem é dos piores) daquilo que eu considero a subversão dos valores e a pouca consideração pelo intelecto dos telespectadores...
Na passada sexta-feira jogou-se a supertaça europeia entre o Bayern e o Chelsea.
Grande jogo de futebol em perspectiva, o que viria a confirmar-se, com grande vantagem para o telespectador.

Na narração estava um discípulo do parvalhão Ribeiro Cristóvão na RR, antigo narrador da sportv e ex-director de comunicação no lagartedo de Godinho Lopes...
O narrador que celebrizou a expressão: «o guara-redes não conseguiu vencer a inercia do próprio movimento» que eu, pessoalmente, acho o máximo em matéria de futebolês!
Qual Freitas Lobo qual carapuça!

Vamos por partes - o moço é um óptimo narrador, nada tem a ver com o patético e inenarrável Fernando Correia, e na minha opinião, está ao mesmo nível dos excelentes Hélder Conduto e Valdemar Duarte da nossa BenficaTV, de José Marinho e de mais um ou dois colegas seus da sportv.
A acompanhá-lo - nos comentários, estava o ex-jogador Dani.
Dani não passa de um "atrevido" e não é melhor nem pior que a maioria dos comentadores - é mais chato que a potassa! São quase todos muito chatos e ruins de aturar como o caraças!
Falam, falam, falam, falam, falam...falam tanto que nem deixam espaço ao narrador. Aquela forma (chata) de estar sempre a interromper, para repetir o que o narrador já disse, arruína qualquer bom jogo que estejamos a ver! É uma coisa de loucos. São piores que as vuvuzelas!

Ainda por cima, a maioria destes moços não fazem a menor ideia do que estão a dizer - repetem todos os ''lugares comuns'' que conhecem até à exaustão, aquilo que já ouviram milhares de vezes, repetidos por outros chatos de igual calibre! E ainda lhes pagam por isso - suponho eu!
Entrem numa tasca ao acaso e levem o gajo mais bêbado que esteja lá dentro, que ele não dirá nada de muito diferente - com larga vantagem para o bêbado...

Mas a questão nem é essa.
A questão é que essa rapaziada está lá para comentar um jogo de futebol. Comentam mal e na esmagadora maioria das vezes obrigam-me a tirar o som da TV, mas a verdade é que isso não lhes dá o direito de hostilizar uma das equipas. 

Eu, como telespectador, tenho o direito de torcer pela equipa que quiser. Não admito que dois tristes passem o tempo a puxar por uma das equipas como se ela fosse a selecção Nacional.
Respeitem a minha/nossa inteligência.

Eu só queria que aquela equipa que Nos ganhou na final da Liga Europa, no ultimo minuto, perdesse. 
Eu só queria que aquela equipa que Nos eliminou na anterior Champions League, em dois jogos onde o Benfica foi miseravelmente roubado, perdesse. 
Se possível - que perdesse como perdeu; no ultimo minuto, sofrendo o golo do empate e depois, falhando o ultimo penalti!  

No fim do jogo aquela porcaria parecia um funeral!
Em compensação - em milhares/milhões de lares haviam, seguramente, muitos sorrisos nos rostos.
Aos profissionais apenas se pede isenção. Apenas se pede que respeitem TODOS os telespectadores. 
É para isso que lhes pagam. Se não é, assim devia ser.

E não me venham dizer que o treinador era português!
Jorge Jesus também É PORTUGUÊS e essa cambada de FDP passa o tempo todo a dizer mal dele e a torcer para que a sua equipa perca.
Vão mas é comer na...gamela da vossa pouca vergonha.

10 comentários:

  1. A mim nunca me verão a torcer por uma equipa que tenha o burro alves, o rubem micaela, o sergio conceição, o pedro emanuel, o jorge costa, o costinha, domingos e outro camelos anti-Benfica...
    Quero lá saber se eles são portugueses.

    ResponderEliminar
  2. Clap, clap, clap

    só não tiro o som da televisão porque gosto de ouvir o som do estádio!

    Já cheguei a perguntar à meo se não arranjava maneira de podermos calar os tipos e ficar com o som ambiente, à imagem do que fizeram no Mundial da África do Sul com as vuvuzelas, mas não me responderam.

    ResponderEliminar
  3. O JJ não é português, é da Reboleira (anteriormente conhecida como porcalhota!)

    Ninguém respeita um porcalhonense. LOL

    Agora a sério: são uns autênticos filhos da Nandinha

    ResponderEliminar
  4. Alto!!!
    A Nandinha não é!!
    A moça trabalhava no Gaia Shopping!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AHAHAHAHAHAHAH
      AHAHAHAHAHAHAH

      Enorme Reus, Companheiro,

      Obrigado por umas boas gargalhadas: foste brilhante!

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  5. No Gaia shopping?

    Não não! Trabalhava no "Calor da Noite"... Depois é que foi limpar os beiços para esse shopping.

    Imprensa... O GV já escreveu tudo.

    ResponderEliminar
  6. Enormerrimo Guachos, Amigo e Companheiro,

    Mas ca ganda postadela!

    Estou 100% de acordo contigo, embora ande "por fora" e, por isso, ha quase 4 anos a ter o privilegio de assistir a TV's estrangeiras, o que constitui uma enorme vantage.

    Agora, a uns meses de regressar a Portugal, ate' tenho pavor quando penso que vou ter de ouvir essa cambada: ainda bem que tambem tenho "pratos" de satellite, ahahah.

    A merdia nacional e' isso ... merdia!
    A merdia "des portiva" nem isso e': faz-me lembrar a anedota do professor que explicava a um Pai porque razao ambos os Filhos tinham reprovado, enquanto os garotos estavam numa piscine ...

    "Veja bem que aquele NADA e o irmao NEM NADA!"

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  7. Ora vamos lá aos jornaleiros!!!
    O que eu gosto,nessa escumalha è a sua total desonestidade intelectual.
    Ora vamos só a um pequeno(grande pormenor)que concerteza já devem ter reparado.
    Quando estão a comentar um jogo,e está a jogar um jogador que por acaso jogou no Benfica mesmo que depois já tenha passado por mais quatro equipas eles referem-se sempre ao ex-jogador do Benfica.

    É de uma desonestidade a toda aprova.

    Quanto à Fanã,é evidente que sei de onde veio a criatura e o peidoso arranjou sempre para as ex.um titulo nobre.

    Mena,Carol,Liza e Fanã o que têm estas personagens em comum?

    Estou a gostar muito de ver a jogar a selecção do Mendes!!

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  8. Se eles não são isentos com clubes dos quais não são adeptos desde pequeninos, não é difícil de perceber que com o seu clube façam todo menos jornalismo.

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.