quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Os mitos de 2014 (II)

Por José Albuquerque

O mito do “all in”.

Não se discutindo que os andruptos fizeram uma aposta num novo modelo de gestão desportiva, eu não concordo com este mito que os coloca numa situação de quase “haraquíri”, a menos que vençam a Champions e todas as provas internas onde ainda estão em situação competitiva: na minha humilde opinião, os andruptos só estão a fazer o que tinham de fazer para tentar impedir a consolidação da Nossa hegemonia no futebol e atendendo a que deixaram de contar com o seu “velho e confiável” (tradução bacoca do Old Reliable) braço apintador, marco fundamental na actual fase de senilidade do POLVO, já claramente insuficiente para lhes garantir os sucessos de ainda há tão poucos anos.
Longe de mim embandeirar em arco e pretender anunciar a erradicação do mostrengo que garroteou a Verdade Desportiva em tantas modalidades e resultou naquilo que eu designei por “des porto” nacional, tal como, pela mesma honestidade intelectual, não creio ser possível escamotear que, com raras excepções (duas modalidades e, talvez, pelos resquícios regulamentares), o velho “xistrema” já não tem a capacidade para, por si só, definir todos os resultados.

Quanto a uma segunda faceta deste mito do “all in” – a que lhes anuncia o abismo económico e financeiro, eu sugiro a todos os Companheiros que não cometam o mesmo erro que andruptos e osgalhada cometeram ao sonhar com a morte definitiva do Benfica antes do tempo, como sequência das sucessivas e desastrosas equipas de gestão que elegemos na derradeira década do século passado. Convençam-se de que a Nossa Vitória não vai resultar da derrota dos andruptos e ainda menos do seu fenecimento: a Nossa Vitória vai ter de ser conquistada (nas 3 diferentes frentes de batalha que estão identificadas há muitos anos) e merecida.
Os andruptos continuam a manter múltiplos recursos patrimoniais e, sobretudo, desde que a turba anti Benfica continue a achar, como continua, que tudo vale desde que seja contra o Nosso Clube, subsistem muitas formas de ajuda externa com recursos e determinação suficiente para lhes oferecer balões de oxigénio, mesmo antes de pensarmos num qualquer outro bilhardário, seja ele de que origem for.

Concluindo e em síntese:
. a realidade tinha comprovado que os andruptos tinham de mudar de modelo de Gestão;
. e eles mudaram-no, embora ainda não sejam claros (humildemente e para mim) quais os contornos essenciais desse novo modelo; e, finalmente,
. o clube andrupto não está a fazer nenhuma aposta no curto prazo, nem vai desaparecer (ou falir) se não conquistar nenhum titulo nesta época desportiva.     

O mito da “reestruturação financeira”.

Finalmente consumou-se a parte de leão da benesse de 80ME, por 12 anos e sem juros (excepto se a osgasad tivesse lucros, ahahah), que constitui, na minha humilde opinião, a mais grave medida de discriminação positiva concedida a um dos participantes nas competições nacionais do “fute luso” e que eu não entendo como pode ser tolerada por todos os restantes clubes e/ou sad com equipas profissionais de futebol.
Particularmente, eu estou-me marimbando para o que vai acontecer na osgasad ao longo destes 12 anos, ou para quem serão os seus accionistas no final desse prazo: esses são problemas que dizem respeito a toda a osgalhada e eu desejo-lhes muita sorte nesse esforço hercúleo que lhes vai ser necessário se quiserem arrancar o antigo Sporting do abismo em que o enterraram, enquanto eu nunca escondi que prefiro que o Glorioso compita com equipas da osgalhada do que com outras de outros clubes nacionais quaisquer que eles sejam.
Mas esses meus votos de boa sorte não podem ser confundidos com uma disponibilidade para tapar este sol de vergonha com uma peneira, deixando que esta tremenda deturpação da Verdade Desportiva possa passar despercebida. Mais ainda e porque receio que, no médio prazo, talvez também os andruptos sejam candidatos a este tipo de ajudas, eu creio muito sinceramente, que o Nosso Clube (e os Nossos Corpos Sociais) não pode(m) permitir que a incompetência indigente de todas as instituições que regem o fenómeno desportivo, sejam as nacionais, sejam as continentais, deixem de registar esta absurda anormalidade.
Para justificar esta minha humilde opinião, vou recorrer ao único caso similar que conheço e recordar o exemplo mediante o qual o clube A.S.Mónaco foi obrigado a pagar uma indemnização compensatória que minimizasse as suas evidentes vantagens fiscais, para poder participar nas competições disputadas com os clubes franceses.

Ou seja, não estando em causa a liberdade negocial (no âmbito do direito privado) entre a osgalhada e os dois Bancos que houveram por bem conceder-lhe aquelas benesses, eu considero que o Nosso Clube deve bater-se institucionalmente contra esta evidente distorção das condições competitivas, quer para que seja encontrada uma justa compensação, quer para que fique estabelecida jurisprudência no quadro da justiça desportiva a observar em todos os eventuais futuros casos similares.

Já ao nível da UEFA e das disposições especificas do Fair Play Financeiro, os regulamentos parecem-me suficientemente claros (embora eu deles discorde), nomeadamente ao preverem a eventual correcção a todos os valores, de Custos e Proveitos, comprovadamente fora dos valores de mercado, ou seja: se a UEFA já considerou inflacionados os valores indicados para alguns sponsors e para alguns clubes (o PSG e o M. City), eu não vejo como poderiam não ser igualmente corrigidos os valores relativos aos Custos Financeiros (vergonhosamente subavaliados) expressos nas contas da osgasad.
Para mais e pretendendo a UEFA alinhar num combate ao papel dos fundos de investimento nas operações dos clubes e sad, permitir contratos de empréstimo (que é isso que são as famigeradas VMOC’s) com remunerações em função de certos resultados, vai abrir (mais) uma verdadeira autoestrada para a formalização e legalização das operações de financiamento que os fundos sempre fizeram recentemente, ficando a alegada revolução limitada ao detalhe formal do impedimento de partilha dos direitos económicos sobre os atletas, facto que, por mero exemplo, não impediu a transferência do Ramires do Nosso Clube para o Chelsea.

Concluindo, a osgalhada não procedeu a nenhuma “reestruturação financeira”, tendo, apenas, sido objecto de um tremendo perdão de juros (cuja total extensão ainda não se conhece) que constitui uma vantagem competitiva indecente e completamente injustificada, uma vez que foi concedida exactamente ao clubeco campeão dos incumprimentos bancários em Portugal.    
  
Viva o Benfica!

15 comentários:

  1. Penso que o perdão dos juros se deveu a uma ameaça bem real do Bruno de Carvalho ao sistema bancário... ou perdoam-nos os juros ou falimos de vez e não recebem nenhum (600M€), vergonha é o que certamente não faltou a Bruno de Carvalho para o fazer... perante isto e a realidade económica catastrófica do Sporting, os bancos perdoaram os juros mas com uma contrapartida, daqui a 12 anos a SAD leoninda pode efectivamente passar para o controlo dos bancos, essa é a contrapartida que ninguém fala e que pode atirar o Sporting para o desaparecimento como o conhecemos... o futuro nos dirá, até lá não prevejo um Sporting capaz de disputar com regularidade os títulos em Portugal, poderá ganhar alguns, como por exemplo a Taça de Portugal este ano, mas será sempre umas quantas conquistas esporádicas, não mais do que isso.
    Saudações companheiro e boas entradas para 2015... aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enormerrimo Papoila, Companheiro,

      Eu estou genericamente de acordo contigo e vou, mesmo, mais alem porque admito que tenha havido influencia politica/partidaria sobre os dois Bancos para que fosse dada esta benesse.

      O grande problema e' que, apesar da oferta de 80ME por 12 anos e do downsizing formidavel conseguido pelo brunalgas e sua equipa de Gestao, a osgalhada ainda esta' muito longe de ter saido do abismo

      Como creio que te lembras, ha' mais de um ano que eu passei a designer aquele clubeco por ChportAng do millennium espirito santo e, depois desta mais recente entrada da Holdimo (o Antonio Mosquito) no capital social, ja' so' falta aparecer o C (capitalista? chines?) inicial para eu poder dizer que acertei na mouche.

      E nota bem que eu nao tenho nada contra isso (entrada de novos acionistas como a Holdimo ou o tal chines) - e' para o lado que durmo melhor - mas nao me vou calar e vou continuar a insistir para que os clubes nao se calem contra a benesse bancaria que distorce a Verdade Desportiva.

      Bom Ano e

      Viva o Benfica!
      (Jose' Albuquerque)

      Eliminar
  2. Bom ano José antes de mais... Mais um post teu que leio com interesse como sempre! Confesso que esperava que esta quantidade na saída de jogadores da equipa principal, originasse uma maior descida do valor da divida e no entanto os tais 50 milhões por época fruto dos juros da divida e amortizações não permite melhor... Uma pergunta te deixo: tu que conheces como ninguém os R&C da SAD do Glorioso, Como têm evoluído esta parte das amortizações dos passes dos Atletas e o que se prevê nesta matéria? São 20 a 30 milhões ,segundo creio, por ano, em termos de valor contabilístico e talvez a substituição de atletas contratados por um nº de atletas provenientes da formação permitirá começar a diminuir este valor?abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Companheiro 218.219,

      Sim, nos ultimos exercicios o valor das amortizacoes anuais dos passes dos Atletas tem andado proximo dos 30ME e o provavel aumento do peso dos miudos do Seixal no conjunto de Atletas sob contrato profissional vai concorrer para reduzir essa rubrica dos custos. Mas olha que eu nao espero que esse impacto possa ser substancial.

      Como sabes, eu conto com a Nossa "Fabrica" como um dos pilares para um Novo Paradigma da Nossa Gestao, mas o impacto direto que eu espero sera' mais ao nivel do controlo da massa salarial global e, especialmente, ao nivel das mais valias realizadas com vendas (totais e/ou de partes dos passes) e emprestimos, alem dos proveitos decorrentes das "Compensacao de Formacao" e "Fundo de Solidariedade".

      Esta tua excelente pergunta permite-me sublinhar um ponto em que eu estou 100% de acordo com os comentarios do Enorme Manuel e que distingue as Nossas Contas das de osgalhada e andruptos: enquanto eles vao ter de continuar/comecar a fazer "downsizing", Nos temos mantido um solido equilibrio economico investidor, pelo que eu nunca sugeriria aos Nossos Gestores mais do que um controle dos custos e total concentracao no crescimento e diversificacao dos proveitos.

      Mais tarde ou mais cedo, voltarei a escrever sobre esta enorme diferenca.

      Bom Ano Novo e

      Viva o Benfica!
      (Jose' Albuquerque)

      Eliminar
  3. A BOLHA (1)

    Caro José Albuquerque, em primeiro lugar quero desejar-lhe e ao Guachos um Excelente ano de 2015. Melhor do que 2014 se possível!

    Estou de acordo com algumas coisas, naturalmente que o FCP não irá à falência. Como o Sporting não desapareceu, apesar de eu ter previsto que iria à falência, pois é o que teria acontecido se tivéssemos noutro país europeu. Sem contemplações! Porque os bancos não seriam autorizados a fazer o que fizeram, o MP impediria tal coisa pois aplicaria a lei sem perdão! Como aconteceu por exemplo na Suíça e na Escócia.

    Para todos os efeitos o que o Porto fez foi um "all-in", como disse, para impedir o Benfica de dar o salto já este ano. Mas na minha opinião estão apenas a protelar o inevitável. O Porto, à semelhança do Sporting, irá ser obrigado a fazer um valente downsizing quer eles queiram quer não! E será já no próximo ano.
    "The writing is on the wall!"

    Eles tinham de fazer alguma coisa depois de um ano desastroso, em que comparativamente com o Benfica tiveram 55M€ de diferença de resultados operacionais e 72,4M€ de EBITDA. É muita fruta! Foi em desespero de causa que fizeram o "all-in", fuga para a frente ou o que lhe quiserem chamar. Mas foram aconselhados a fazê-lo!

    Sem crédito na banca, conseguiram apenas prolongar parte de um empréstimo bancário deixando os melhores jogadores como garantia (Jackson e Danilo), endividaram-se junto de particulares (30M€) - o passivo aumentou 35M€ em 3 meses! - dinheiro esse que terá de ser devolvido no final do ano depois de venderem os seus melhores activos.

    Ao contrário da propaganda, sem scouting que se visse, tiveram de pedir ajuda ao Jorge Mendes para lhes arranjar um treinador que funcionasse ao mesmo tempo como “scouter”, treinador e potenciador de jogadores das camadas jovens. Arranjaram um basco sem experiência de treinar clubes que na minha opinião é pior do que o Paulo Fonseca. E tem-no demonstrado!

    Sem dinheiro para investimentos, tiveram de pedir emprestados 4 jogadores, todos eles suplentes nos seus clubes (que os queriam ver pelas costas) mas com salários insuportáveis para a realidade portuguesa, para além dos custos dos empréstimos, sendo o mais caro (Tello) deles um flop!
    Investiram 11M em 60% do maior flop de que há memória, Adrián, um jogador de que o AM se queria ver livre.

    Ficaram sem as referências no balneário, Helton (só veio agora), Lucho, Mangala e Fernando, substituindo-os por jogadores piores.

    O que o Porto fez chama-se "averaging down", em linguagem economista, "chasing losses". Qualquer pessoa conhecedora das roletas do Casino (perguntem ao Reinaldo) conhece o termo ou a estratégia, que consiste em aumentar a aposta quando se está a perder. Foi que fizeram.
    É uma estratégia suicida, que mais tarde ou mais cedo leva à bancarrota, à perda total do investimento, a não ser que se tenha um bolso muito fundo que aguente as perdas até o mercado "virar"! O que no caso deles não acontece. Irão ver isso no fim do ano.

    A melhor prova da fuga para a frente é que tiveram de aceitar os salários que os jogadores contratados ganhavam nos seus clubes de origem! E foram 15, empolando os custos de pessoal para níveis estratosféricos! Investiram 43M€ em jogadores, mais 60% do que o Benfica, não com dinheiro gerado internamente, como é o caso do Benfica, mas com dinheiro emprestado!



    ResponderEliminar
  4. A BOLHA (2)
    Orçamentaram para 2014/15 89M€ de proveitos operacionais (PO), mas custos gigantescos, 71M€ de custos de pessoal (CP) e 40M€ de FSE! Só nestas 2 rubricas que constituem 125% dos PO, gastam 10M€/mês!
    Os custos de pessoal são 80% dos PO quando a UEFA exige que fiquem abaixo dos 70%! Como irão resolver isso não sei. Farão o que já fizeram, passam alguns dos CP para os FSE?

    A propaganda desde o princípio do ano foi sempre a mesma, que têm os melhores jogadores, o Benfica já não contava depois de ter perdido o campeonato da Pré época, o campeonato já estava ganho era apenas uma formalidade e que a vitória na Champions seria uma realidade. Vamos a ver se passam o Basileia. Eu penso que não!

    Uma mentira repetida tornou-se um facto, mas continuo a achar que não têm melhores jogadores do que o Benfica, a não ser o avançado Jackson, muito menos equipa, nem mesmo agora que o Enzo se foi.

    Os únicos titulares nos seus clubes eram o Indi e o Brahimi, este num clube do fundo da tabela. Os espanhóis deviam andar todos a dormir, com certeza! Recuso-me acreditar que suplentes de clubes em Espanha fossem melhores do que titulares do Benfica. Se ainda houvesse a amarelinha do Póvoas acredito que este Brahimi se tornase no novo Deco mas isso já acabou. Já é altura de voltarem à terra!

    O Porto é uma bolha desde há mais de 20 anos, empolada constantemente pela CS, por gente paga e lá colocada pelo Oliveira, cuja equipa e valor dos jogadores foram empolados pela máquina de propaganda com a ajuda preciosa do doping.
    O último a ser contestado publicamente foi o Mangala. Mais um que não vale o valor pelo qual foi vendido.

    Mas estão a voltar à terra. Desde que a UEFA introduziu o ano passado o passaporte biológico começaram com os mesmos problemas físicos que afectam todas as equipas, mas que eles ao longo dos anos conseguiram disfarçar com a ajuda de uma pessoa que se chama Fernando Póvoas que até foi agraciado com um lugar na administração do clube, pelos brilhantes serviços prestados ao longo dos anos ao clube do seu coração.


    ResponderEliminar
  5. A BOLHA (3)

    Para quem não sabe ou já se esqueceu, Fernado Póvoas era um médico conhecido por falcatruas em negócios da propaganda médica, com um laboratório em Matosinhos onde se preparavam mistelas dopantes que depois eram administradas a júniores do FCP para testarem a sua potência, o mesmo que graças a uma câmara oculta deu uma “entrevista” involuntária a um jornalista da SIC em 30 de Maio de 1997 que se passou por um dirigente interessado em comprar estupefacientes para que os jogadores do seu clube corressem mais, sendo apanhado em flagrante a vender uma caixa de Centramina por 40 contos (“os comprimidos tomam-se uma hora e um quarto antes do jogo. Pode dar-lhes com café ou com água. Como são dois jogos quem tomar deve tomar dois de uma só vez”).
    Sem saber que está a ser filmado dá uma verdadeira lição sobre productos dopantes e revela contactos que lhe permite saber quando havia controlos antidoping. “Como sabia sempre dos controlos aquilo era na boa. Andei a época toda a saber”.

    Finalmente o médico deixa um conselho final, “É muito importante que os atletas sintam que está tudo controlado, que não há perigo dos atletas serem apanhados no controlo antidoping”.
    E um remate final, “A base não é só isto mas também dos árbitros, porque isto não chega para meter golos, os árbitros também são importantes”.
    Naturalmente!

    Pois é este manhoso que agora pertence à administração do FCP juntamente com outros da mesma laia. A boleia da amarelinha do Póbos agora acabou-se. Qualquer dia é expelido da administraçâo. Excedentário.

    Continuando a nossa saga…
    O FCP tem um grande jogador, Jackson, 3 bons jogadores, Danilo, Brahimi (20%) e Oliver (emprestado que vai voltar à procedência). Os outros são bons jogadores mas não queria ver nenhum no Benfica.
    Brahimi não é a última coca cola no deserto como a propaganda tenta passar. Viu-se bem quando o Porto teve adversários à altura.

    Por falar em adversários, tiveram uma sorte muito grande no grupo da Champions, em que ao melhor clube, Shakhtar, que não é de primeira linha europeia, não conseguiram ganhar, marcando os golos dos empates nos 2 jogos apenas nos ÚLTIMOS SEGUNDOS dos encontros.
    Dos 4 golos marcados contra o Bilbao, 3 deles foram frangos incríveis do guarda redes! Vejam os vídeos antes que sejam apagados como fizeram com os vídeos do BATE!

    Os jogos com o Bate foram uma paródia. Os jogadores pareceram comprados pelos apostadores, por isso desapareceram já do YouTube os vídeos com os golos que o Porto marcou no fantástico jogo que fizeram em casa quando ganharam 6-0 em que 4 dos 6 golos foram ofertas descaradas dos jogadores do Bate. Bate tudo certo!

    Eu percebo a ideia do caro José Albuquerque, o Benfica não pode nem deve embandeirar em arco pensando que o campeonato já está ganho. Não está, longe disso, acima de tudo quando eles tentam por tudo quanto é sítio, com a ajuda da máquina de propaganda e com a cumplicidade dos lagartos que ainda têm esperança em ganhar o campeopntao, que o Benfica anda a ser levado ao colo!

    Eu tenho a nítida sensação de que LFV conhece isto tudo, já percebeu há muito tempo e está porisso um passo à frente.
    Está a ganhar o privado “Tug of War” que nos últimos anos tem mantido com Pinto da Costa, que me parece cada vez mais um perdedor nato. Sem a batota não ganhava nada. Tanto como o sucesso que teve com as suas já famosas empresas que levou à falência! Comparem o tipo de gestão feito por um e outro nos útlimos anos e verão. Deixo apenas uma pergunta, acham que o Porto foi sendo preparado para o futuro? Para além do estádio que foi oferta da CM do Porto e do Estado português e do Centro de treinos que é da CM Gaia o que é que têm? Alguns troféus roubados com batota a outras equipas! Nem uma TV decente têm!
    Outra pergunta, embora já não tenha onde cair morto, porque acham que PC se quer voltar a candidatar?

    Vamos continuar a apoiar o clube, a equipa e os treinadores e a deixarem de emprenhar pelos ouvidos ou a seguirem agendas privadas, algo que muitos benfiquistas adoram!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Manuel, Companheiro,

      Antes de mais, Obrigado por estes teus contributos.

      Garanto-te que nos os dois estamos de acordo quanto ao tremendo desequilibrio economico das contas dos andruptos, ainda mais agravado pelas decisoes por eles tomadas desde maio passado. Sobre isso e sobre a extrema necessidade/urgencia deles reequilibrarem (nao sei em que novo ponto de equilibrio) Proveitos e Custos estamos 100% de acordo, mas apenas por imposicao do FFP.

      Onde eu discordo de ti e' no "simples" facto de eu estar convencido de que a superestrutura politico/economica/social no pais (triste pais este) nunca vai deixar os andruptos cair.
      Neste ultimo e no atual exercicios, vai ser a integracao do ladrao nas contas da andruptosad que vai fazer a "maquilhagem". Nos proximos exercicios, ainda nao sei qual vai ser a "solucao", mas se tivesse de apostar (eu nunca faco apostasy, nem jogo a dinheiro) eu nao teria a menor duvida em afirmar que ja' esta' a ser montada a operacao de entrada de novos Acionistas no capital social da andruptosad (por isso a preocupacao em aumentar a anterior percentagem detida pelo andruptosclubeco): muito provavelmente, vamos assistir no horizonte de 3 anos a operacoes "tipo harmonio" com entrada de novo(s) Acionista(s) (talvez a Gestifute e/ou a Doyen, entre outros possiveis) e reducoes de capital para absorver os prejuizos anuais.

      Pensa, Caro Manuel, que se "eles" nao deixam cair a osgalhada (num pais minimamente serio, aquilo ja' teria sido fechado ha' uns 5 anos), ainda menos deixarao cair os andruptos.

      E tambem estou de acordo contigo quando dizes que o "downsizing" andrupto ja' comecou ha' uns (2/3) anos, dado que ja' se resumem a futebol, andebol, hoquei e ... bilhar, ahahah.

      Bom Ano Novo e

      Viva o Benfica!
      (Jose' Albuquerque)

      Eliminar
  6. Excelentes estas 3 bolhas, Enormes, quase a rebentar...

    Algumas questões:

    - Eles ainda têm poder na UEFA, na arbitragem, ou era só o tó garrido? O facturas vai mm para lá?

    - Embora o Benfica não esteja a ser prejudicado como era habitual, eles continuam a ser ajudados - como está a influência arbitral dos corruptos no futeluso?

    - Q papel terá o tó oliveirinha neste filme?

    - Qual o interesse do reforço do clube na sad porkisca?

    - O Jakson não poderá sair já agora em Janeiro?

    - Qual o papel/importância do duque?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Algumas perguntas para as quais não tenho resposta.

      O Jackson só sai no verão mas agora terão de vender alguém a não ser que o Flopetegui/Lorpatego tenha encontrado petróleo no Olival com a sua famosa torre. Mas até o petróleo já desvalorizou 50%.
      O Duque foi para o lugar para colocar as finanças da Liga no sítio e encontrar sponsors. Depois sai.

      Tiveram que vender metade do estádio à SAD porque tinham o CP muito negativo (-38M€) o que não lhes permitia ir às competições europeias. Prevejo que o restante capital seja vendido dentro de um ano no máximo dois. Isto é, o estádio irá passar todo para a SAD e sai do clube.

      O Oliveira já viu melhores dias. Perdeu o poder que tinha e irá a pouco e pouco perder mais. Como em casos semelhantes, muita gente que estava dependente dele ou que subiu à custa dele irá sentir dificuldades nos próximos anos. Especialmente muitos infiltrados da CS que foram colocados nas TV´s e jornais não por competência mas por cor clubística (azul).

      Um exemplo: o Porto ontem não jogou melhor do que Benfica. Eu vi o jogo, não jogou nada, tão mau ou pior do que o Benfica. No entanto, hoje nos jornais o que se lê é que quem jogou mal foi o Benfica. No entanto, o Porto foi beneficiado no último minuto quando o Casemiro jogou a bola com o braço (não foi casual ao contrário do que nos tentam passar nos pasquins) pois a bola ficou ENTALADA! entre o braço e o corpo. Ora isso nunca pode ser casual! Era penalti claro!
      Os jogadores do Rio Ave bem protestaram!
      Juntamente com os outros 2 penaltis que ficaram por marcar no último jogo em 30/11 já são 3 penaltis que beneficiaram com o Rio Ave. Isto é, de uma derrota e um empate passaram para duas vitórias, uma delas de goleada! Para quem memória, o Sistema sempre funcionou assim ao longo dos anos!

      O Benfica já não está a ser tão prejudicado, em parte porque a direcção já aprendeu a movimentar-se melhor nos bastidores. isto é, conseguimos fazer frente às tentativas de adulteração dos nossos jogos por obra e graça dos Aguiares, Antoninos e afins. Mas eles continuam a ser ajudados de maneira escandalosa, como aconteceu ainda há pouco tempo no falado FCP-Rio Ave. O corrupto e vendido do Olegário fez-lhes o frete escandaloso, já está a acabar a carreira. Mas não vai ficar de mãos a abanar, algo lhe irá ser oferecido. O quê não sei. É uma questão de estarmos atentos.

      Enquanto tiverem o Antonino (que mantém ligação directa à direção do clube) ao lado do Vitor Pereira, continuam bem e a escolher os árbitros que querem. Como viram ontem. É só árbitros adeptos do clube.

      Por outro lado, os árbitros e demais agentes desportivos agora vêm os seus nomes denunciados nas redes sociais, nos vídeos do YouTube (muitos foram apagados pela máquina de propaganda) e embora gostem de dinheiro não querem ver as suas carreiras estragadas. Ninguém gosta de ser humilhado e apelidado de corrupto e vendido publicamente, mesmo que isso seja verdade.

      Viva o Benfica!




      Eliminar
    2. Quem é o investidor do bes angola os 4 mil o

      Eliminar
    3. @ Anonimo
      Trata-se da Holdimo (do meu patricio Mosquito), que transformou em acoes o dinheiro que tinha emprestado 'as osgas.
      A diferenca entre estes creditos e os 80ME dos bancos, e' que estes da Holdimo transformaram-se em acoes e os dos bancos em VMOC's (Valores Mobiliarios Obrigatoriamente Convertiveis em acoes, se nao forem antecipadamente pagos)

      Enorme FranciscoB, Companheiro,

      Na minha humilde opiniao, creio que o aumento da participacao do clubeco andrupto na sad serve dois objetivos:
      - a curto prazo, serve para "calar a boca" aos (poucos) associados que reclamavam por deixar de ser donos do ladrao;
      - a mais longo prazo, ficam com uma margem maior para admitir novos Acionistas sem perder a maioria do capital.

      Bom Ano Novo e

      Viva o Benfica!
      (Jose' Albuquerque)

      Eliminar
  7. Glorioso José

    Imprimi, como sempre, o teu 1º texto relativo a este assunto, mas ainda não tive tempo de o ler. Vou imprimir também este e vou ler devagar estes dias de folga.

    Aproveito para te abraçar com a pouca força (de braços) que tenho, mas com a maior amizade do coração vermelho de Benfica que é cada vez maior!

    Que sejas feliz!
    Se o fores, eu também serei!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Perfeito Correia, Companheiro,

      Mais uma vez tu deixas-me sem palavras.

      E vamos, ambos, continuar a ser felizes, porque nao temos alternativa e porque o Clube que Amamos e' mais Glorioso a cada dia.

      Bom Ano Novo e

      Viva o Benfica!
      (Jose' Albuquerque)

      Eliminar
  8. O próximo presidente do Sport Lisboa e Benfica (in www.slbenfica.pt):

    Como treinador, o Carlos Lisboa tem alguma meta definida até onde quer ir? Traçou algum número de conquistas de Campeonatos no seu subconsciente?
    É a conquista dos títulos que o Benfica disputa. Os meus sonhos são estes, não tenho sonhos de dizer que quero ir treinar para ali ou para acolá. Estou bem e sinto-me bem aqui como funcionário do Benfica. O que quero fazer é estar no Benfica e defender o Benfica, e que o Clube ganhe no Basquetebol, no Andebol, no Futsal, no Hóquei em Patins, no Voleibol, no Atletismo e em todas as modalidades, além do Futebol que está a fazer um bom Campeonato. Se isso acontecer, ficaremos sempre todos contentes.

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.