segunda-feira, 18 de maio de 2015

Há espaço para o TRI...

Quero eleger Jardel como símbolo deste brilhante bi-campeonato!
Jardel personifica, enquanto atleta do SLBenfica, tudo o que eu, enquanto adepto, mais respeito e dou relevância; respeito pelo treinador. respeito pelos colegas. respeito pelos adeptos, e, acima de tudo; respeito pelo Clube.
Jogadores que, com 18 ou 20 anos,  já se acham os donos do mundo e elegem os papás e os empresários como 'treinadores', dizem-me zero. Quer saiam por 5 milhões, de borla, por cinco cêntimos, 16 moedas ou 16 milhões de euros! Continuam a dizer-me zero. Estou-me nas tintas para eles. Jardel, simplesmente, encanta-me. Mas Jardel não é ''apenas'' isso. Jardel é um grande jogador de futebol. Em Portugal há apenas um central, na minha opinião, capaz de o superar; o seu colega e capitão Luisão. Ao seu lado, forma, de longe a melhor dupla de centrais da liga portuguesa. Marcou o golo mais importante do campeonato, no alvalixo, rasgou de cima abaixo as expectativas dos especialistas da bola nacional, e defecou (também por mim) em cima da brigada taliban. Quando fizer o balanço da época falarei mais de Jardel, mas também de Eliseu, Samaris, Talisca, Lima e demais Maneis...

Espaço K; 
«Peido da Costa vê o golo de Kelvin "todos os dias»
Enquanto que eles; comunicação social, lagartos, clube da fruta e talibans da internet, até poucos dias atrás ainda andavam a festejar o golo do fedelho brasuca - o Benfica de Jorge Jesus e Vieira, trabalhava no duro, conquistando dois campeonatos, uma (acaba de conquistar o direito de disputar a próxima) super-taça, uma taça de Portugal, e uma taça da liga (vai disputar outra com o Marítimo já daqui a duas semanas)! Cinco títulos e mais dois (taça da liga e super-taçaque estão perfeitamente ao seu alcance - ainda neste ano civil. As viúvas de Kelvin, no mesmo período, ganharam uma Supertaça, consequência desse titulo ''ganho'' aos 92 minutos de jogo...mas pronto; enquanto se agarrarem ao "chorões diário" para justificar estes dois anos de abstinência - insultando o intelecto dos portugueses - o BI-Campeão Nacional agradece...e arranja ''espaço'' para o TRI.

E já que estamos a falar de momentos, que ameaçam tornar-se pré-históricos, falemos de coisas mais palpáveis e ainda fresquinhas...
Assim à laia de sugestão;...E porque não, mesmo ao lado do «espaço K», começar já a preparar um «espaço T»? É certo que Tiago Caeiro não respeitou os preceitos (deixaria esse privilégio para o Lopes) fazendo em Belém o golo que carimbava o BI benfiquista ao minuto 86, mas, ainda assim, é uma pena que esse momento não fique para sempre guardado no museu da fruta...e, ainda daria, com toda a certeza, para manter o velho peidoso entretido a brincar com o comando da TV - pelo menos mais uns dois anos...

A prova de que até os ''duros'' caem. 
Eis-nos chegados ao minuto 92; o tão badalado minuto 92! A sportv bem o tentou esconder, mas outras câmaras - mais ''atentas'' - não deixaram de registar o (histórico?) momento! Flopatego capitulava, finalmente, ajoelhando precisamente no temido minuto. O minuto 92! Algo até normal para quem estava em Belém, na terra onde Jesus nasceu. Alvo de muita e boa (heheh) chacota - um pouco por todo o lado, não serei eu a crucificar o barrasco basco, mesmo que me pareça um sacrilégio que o tenha feito sem rezar. Ao mesmo tempo, na cidade berço, embalado pelo colinho de milhões de adeptos, Jorge Jesus festejava serenamente o "seu" momento, observando os seus ''maneis'' rejubilando de felicidade! Um Manto sagrado cobria então todo o estádio...

Algumas curiosidades...
Ninguém viu imagens da festa do Guimarães - no Toural...
Ninguém viu o bruxo de Fafe empanturrado a comer fruta...
O rui santos teve que dormir ao relento porque os cornos não cabiam na porta de entrada...
Depois da goleada de ontem ainda há lagartos a fazer contas pensando roubar o primeiro lugar ao Benfica...
Cerca de trezentos adeptos foram a Contumil esperar o Lopes para lhe dar os parabéns pela excelente performance na Champions...e...

O "chorões diário" promete atacar o poder politico, com a palavra de ordem de, "nós só queremos Lisboa a arder" - exigindo aos governantes que tragam para o campeonato português as equipas do Lille, Shakhtar, Bate Borisov e Basileia - por troca com o Belenenses, Marítimo, Nacional da Madeira e Boavista, demasiado indigestos para o paladar do barrasco basco...

Não posso terminar sem uma critica a Luís Filipe Vieira e à estrutura que o rodeia...
Depois de o Lopes ter dito que - «Estão de parabéns todos os que ajudaram o Benfica a ganhar o campeonato» - não se admite que o presidente BI-CAMPEÃO não lhe tenha arranjado nos festejos no Marquês, na primeira fila, o lugar que é seu por direito próprio.

21 comentários:

  1. Excelente texto. Que merece a minha total concordância.
    E aqui estou porque tinha que estar.
    Para dar os parabéns ao enorme universo benfiquista.
    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  2. Boa malha! Resumiste em poucas linhas tudo o que de importante há a dizer.

    Gostaria de referir que acompanhei tudo através da tv e um dos momentos que mais me emocionou foi a volta do autocarro à rotunda do aeroporto Sá Carneiro. Não festejo contra ninguém, mas ultimamente tinham surgido umas vozes a dizer que isso de haver muitos benfiquistas na cidade do Porto não era bem assim. As imagens de ontem do aeroporto devem ter causado ainda mais dor do que o Lotopegui a ajoelhar-se.

    Rumo ao TRI! VIVA O BENFICA!

    ResponderEliminar
  3. Pa, o Baggio no LA vem dizer que o Jardel é distrital... um gajo com aquela velocidade, capacidade de marcação e força de cabeceamento... enfim.. houve um lance na primeira parte que ele arranca com a bola da defesa até ao meio campo a deixar tudo para tras.. Que evolução. Não é o melhor central do mundo mas se isto é distrital...
    Outra: e o Cardozo a cantar o campeão voltou? E o Javi no dia que o zenit foi campeão, ele manda um video com a camisa do SLB vestida... que andré gomes e bernardo, catraios pá...
    Ainda estou arrepiado!

    Litmanen

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. DOMINGO, 24 DE AGOSTO DE 2014
      Falta de qualidade gritante, na zona do campo mais importante do jogo

      Com este corredor central nem a Liga de Honra ganharia! Jardel, Talisca, André Almeida, Jara e Lima. Assim está composto o miolo do Benfica.

      Escrito pelo MALDINI, que está sem net.
      PUBLICADA POR ROBERTO BAGGIO no LATERAL ESQUERDO

      Bons, mas mesmo muito bons, são o Marcano, o Indi e o Maicon, a quem ontem o lopinegui agradeceu publicamente...

      Bom, mas mesmo muito bom é o Oliver e Benji, um jogador que qualquer pé de microfone apelida de génio sp q faz um passe para o lado...

      Eliminar
    2. Ah...esse. Isso passa quando deixar as fraldas de lado. É como te digo; ainda há lagartos convencidos que chegarão ao titulo.

      Eliminar
  4. Ainda me doem os gémeos dos pulos que dei ontem no Marques, e ainda por cima com uma grande dor de dentes.
    Fiquei muito feliz, Jesus com a ajuda da Cruz de Cristo consagrou o Benfica BICAMPEÃO! O Lopes ajoelhou, o Antero chorou, e o Costa murchou. Estamos a assistir na primeira fila, ao fim da hegemonia Portista, e quem sabe ao inicio de um futebol mais limpo-apesar de tudo, e do golo ontem roubado, nota-se que a arbitragem está mais séria, até o irmão do Paulo Costa não foi na cantiga dos penaltys no Restelo-houvesse um Calheiros, um Fortunato ou um Guimaro e hoje estaríamos como em muitas ocasiões nos anos que passaram a fazer contas de cabeça.

    Foi pena a meia dúzia de garotelhos que deixaram uma mancha na festa, obrigaram-me a ir embora, e deram pasto para os programas anti Benfica se entreterem nos próximos dias- o Jorge Baptista hoje na SIC estava feliz para poder espetar mais umas facadas no Benfica, e ouve um telespectador que lhe disse isso mesmo.

    Neste momento de enorme felicidade, aproveito para apelar aos Benfiquistas, para que na Quarta, estejamos todos no Pav. da Luz, a nossa equipa de Basquetebol vai disputar a "negra" com a Ovarense, é o acesso á final, e todos somos poucos para levar a equipa ao colo. Esta Ovarense tem muito valor, e qualquer descuido pode ser a morte do artista.Eu quero ser mais vezes campeão este ano, não me cansei ainda.
    Viva O Benfica!

    ResponderEliminar
  5. O que nos fizeram e o que o Benfica fez.
    Tentaram tudo desde a pré época e conseguimos aguentar tudo.
    Está a chegar a hora de cair em cima deles todos.
    Somos campeões com todo o mérito com toda a justiça...mas ainda não acabou falta acertar contas se é que me entendem...força aí a dar-lhes na cabeça!

    ResponderEliminar
  6. O espaço k devia estar no nosso museu como um marco histórico de viragem na História do Benfica - um campeonato que lhes caiu do céu e q os convenceu de q estava tudo bem, q estavam no caminho certo e de q os títulos continuariam a cair do céu...

    Vivemos uma situação mt diferente do BI de há 30 anos atrás - enquanto nos anos 80 e 90 o Benfica conseguiu alguns resultados à custa de grandes e irrealistas investimentos q não podiam ter retorno financeiro, enquanto o pôtô ganhava quase tudo sem gastar um tostão estamos neste momento na posição diametralmente oposta - são eles q estão falidos e mm c/ grandes investimentos nada ganham... enquanto q o Benfica é uma verdadeira máquina de fazer dinheiro...

    Lembro-me perfeitamente de ouvir o anão rui barros dizer na rtp, após uma das finais q perdemos da Taça dos Campeões, q, afinal, o Benfica não tinha ganho nada...

    ResponderEliminar
  7. Grande Benfica!

    Agora é manter o JJ que o Tri fica bem próximo. Estamos numa situação muito melhor que os nossos adversários!

    ResponderEliminar
  8. https://www.youtube.com/watch?t=96&v=0_iiyEUCNv4

    lindo!Rudolfo Reis malhar no seu Porto

    ResponderEliminar
  9. Que lindo ser do Benfica e que bom o Gauchos estar sempre em forma, nao sei o que teria sido de mim sem este espaco.

    ResponderEliminar
  10. Ao longo de algumas décadas já vi muitas vezes a nossa paixão infinita - SLBENFICA - ser campeão. Contudo, cada vez é como se fosse a primeira. Emoção, mais emoção, ainda emoção, sempre emoção! Ontem, a emoção foi única, porque no final do jogo olhei para o lado e dei conta que o meu filho mais novo, de 22 anos, chorava em silêncio. Choro de emoção incontida pela paixão que devota a um clube único e que eu, tal como o meu pai fez comigo, lhe incuti bem como ao irmão.
    Peço perdão pelo desabafo, mas sei que me compreendem porque o BENFICA é ímpar nesta mescla de sentimentos que gerações passam a cada uma que se lhe segue. Interrogo-me tanta vez como é possivel num país tão pequeno e tão carente em vários domínios existir um clube universal e que carrega dentro de si milhentos sentimentos de milhões e milhões de pessoas. Não sei se quem criou o BENFICA alguma vez imaginou o "Monstro" que estava a criar. Decerto que não, mas a verdade é que todos, sem excepção, por tudo quanto este clube nos provoca, devemos muito a esses homens. Eu devo.
    Estou muito comovido pela vitória do nosso BENFICA e, por isso mesmo, não me apetece falar da tristeza que me causa a violência que vi no Marquês ontem à noite, onde estive com muitas pessoas da familia. Por ora, prefiro recordar as partes boas.
    Por último, não posso deixar de saudar todos os benfiquistas que ao longo de uma época muito dificil aqui deixaram sempre uma palavra de crença, de ânimo, e às vezes bem precisa foi, e em particular ao GUACHOS pelo seu benfiquismo à maneira, quase que uma pedrada no charco na blogosfera benfiquista, e por me deixar escrever aqui.
    Grande abraço caro amigo, permite-me tratar-te como tal, e parabéns.

    ResponderEliminar
  11. http://www.slbenfica.pt/noticias/detalhedenoticia/tabid/2788/ArticleId/41818/language/pt-PT/.aspx

    Estou orgulhoso!

    ResponderEliminar
  12. Estou arrepiado.

    j2mfer

    ResponderEliminar
  13. Caro GV, tens de começar a registar patentes, "as viúvas de Kelvin" merecia ser registado e reconhecido o seu autor, parabéns pelo blog que sigo religiosamente embora pouco comente.

    Tenho procurado pela internet os contadores das promessas/objectivos que LFV propôs para este mandato e não encontro, lembro-me que quando foi eleito diversos talibans os colocaram nos seus blogs, penso que estão a ser cumpridos e superados pois como disse não os encontro, se estivessem por cumprir estariam escarrapachados em todo lado como arma de arremesso para Direcção do SLB.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já foram todos ultrapassados ou no mínimo igualados. Não fora isso e não lhe largavam as canelas.

      Eliminar
  14. Já agora... vi a homenagem ao Gerrard em Liverpool... foi bonita mas gostei mais da nossa ao André Almeida.

    ResponderEliminar
  15. No Benfica, por seu turno, invade-o um caudal de alegria, já que o título de bicampeão nacional representa, incontestavelmente, um padrão significativo, na história do futebol benfiquista. A este propósito, ocorre-nos recolher, aqui, as palavras elucidativas que Jorge Jesus me confiou: “Eu sei que ainda há muito que fazer, mas ninguém pode deixar de reconhecer que eu trouxe hábitos de vitória ao futebol deste clube”. E numa voz sumida: “Que já se tinham perdido ou esquecido”. E continuou, serenamente: “Eu sei que devo muito ao presidente mas, se ele confia em mim, é porque me reconhece valor. Não estou, no Benfica, por caridade. Comigo, o futebol benfiquista iniciou um trajeto que o levará a inolvidáveis vitórias. Comigo, o Benfica, ou ganha, ou discute a vitória.”.

    Jorge Jesus faz de si mesmo uma imagem de um treinador que sabe muito do seu ofício, com particular incidência, no instinto ou na arte de descobrir o essencial de um jogo de futebol. Tem razão, para tanto. Num tempo impregnado de niilismos, de absurdismos, de absentismos, de renúncia, de rebeldia anárquica, Jorge Jesus continua firme nas suas convicções e com uma confiança inabalável no saber que vai acumulando, ao longo dos trinta anos que leva da sua profissão. Personagem controversa, como só os inovadores, os criativos conseguem ser, o futebol das suas equipas não é um plágio das sebentas dos mestres mais incensados – o futebol das suas equipas, inclassificável nas críticas dos comentaristas, tem a beleza e a eficácia das grandes clubes, mesmo sem os jogadores de excelência que brilham, nas principais equipas europeias. O saber não é pertença de ninguém, em especial, nem da hermenêutica dos retóricos de maior audiência – o saber é de quem faz e mostra que sabe fazer. A ação deve privilegiar-se, em relação à teoria.

    Relembro Fernando Namora: “Cada homem é um caso único, irrepetível e, por conseguinte, cada homem é uma surpresa” (in Brotéria, Abril de 1989, p. 462). Sendo um prático, tão-só um prático, e portanto um heterodoxo e um marginal, em relação às instituições, é um dos treinadores portugueses de vocação mais inabalável, de inspiração mais estreme e, atualmente, de mãos dadas com Luís Filipe Vieira, o grande obreiro de um profundo renovo no futebol mais representativo do Benfica. É preciso, imperioso e urgente (para os benfiquistas) que o Benfica não deixe de ser a escola (ou seminário) de futebol, que hoje é – com Jorge Jesus e sob a vigilância de Luís Filipe Vieira! E, porque ainda há muito que fazer, é preciso, imperioso e urgente que, com Jorge Jesus ou com alguém que prolongue o seu magistério, o Benfica inaugure um novo diálogo com o futebol europeu. Como na década de sessenta do século passado…

    Manuel Sérgio é Professor catedrático da Faculdade de Motricidade Humana e Provedor para a Ética no Desporto

    ResponderEliminar
  16. manuel sérgio é uma lapa, que se cola aos sucessos dos outros. Sempre que alguém ganha algo, aparece ele a colar-se a esse sucesso.

    ResponderEliminar
  17. Caro Guachos,

    99% de acordo com o post.
    Partilho de dois dos teus destaques:

    Jardel - enorme guerreiro, dentro e fora do campo, não há palavras para descrever a surpresa que tem sido a sua revelação (se calhar enganei-me quando aqui postei a dizer que era evolução. Mérito também na mesma de JJ que soube "abrir" Jardel para o mundo).

    Luís Filipe Vieira - o modo com reagiu após o apito final de soares-a-dias, tenho para mim, revela a sua perplexidade por sermos campeões sem ganhar em guimarães. Não só porque confia inabalavelmente na equipa, também pela sua ambição (que nunca acaba) que o obriga a querer ganhar todos os jogos, e efectivamente era mais bonito sermos campeões com um golaço do Jonas ou do Jardel, e finalmente pelo fracasso dos corruptos. LFV é bem capaz de ser a pessoa em Portugal que melhor conhece os tentáculos do polvo e a melhor forma dos manietar (ou enfraquecer). O mérito deste BI vai todinho para ele, na parte que me toca, é claro! ;)
    A montagem antecipada de toda a infraestrutura no Marquês não tem a ver com excesso de confiança. Essa é mais uma teoria que há-de cair por terra. Tem sim a ver com PROFISSIONALISMO e INOVAÇÃO. Duas marcas que inauguram este BENFICA NOVO do século XXI!

    CARREGA BENFICA!

    p.s. Os tourais estavam a querer pôr-se em bicos de pé. Ficaram reduzidos à sua (in)significância.

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.