quarta-feira, 6 de maio de 2015

Talvez lhes saia o tiro pela culatra...

Há cerca de um ano o Benfica recebia a Juventus nas meias finais da liga Europa...
Do onze titular de Lisboa - apenas Maxi Pereira e Luisão continuam como titulares do campeão nacional.
Artur é (já era) suplente, Garay, Siqueira, Markovic, Enzo Perez, André Gomes, Cardozo e Rodrigo saíram e Sulejmani (na altura também suplente) fez este fim-de-semana o seu primeiro jogo (a sério) da época! Quanto à Juventus...manteve todos os titulares dessa eliminatória - a quem acrescentou o veterano Evra e o espanhol Morata - mas em contraponto não pode apresentar ontem o seu melhor jogador; Paul Pogba.

Várias coisas...
A primeira e desde logo - a vantagem do poder económico. Enquanto que o Benfica foi forçado a fazer um equipa completamente nova para esta época, a Juve manteve e reforçou o seu plantel. Consequências; o Benfica teve de se concentrar no campeonato, sem tempo para "olhar" para a Europa, e a Juventus passeou em Itália acabando por chegar às meias finais da Champions com sérias hipóteses de eliminar o Real Madrid. Fica fácil perceber, para quem não tiver palas na frente dos olhos, os méritos da hercúlea empreitada de Jorge Jesus no Benfica!

A forma como os especialistas da bola nacional tratam o campeão nacional é miserável, é badalhoca e é nojenta. Na época passada a Juventus não passava de um representante do caduco futebol italiano a quem o Benfica estava obrigado a ganhar facilmente. Lembro-me muito bem das criticas acutilantes contra a "escassa" vitória (2-1) do campeão nacional na primeira mão em Lisboa - onde ainda teve de se haver com uma arbitragem vergonhosa (penalti claro sobre Enzo Perez que ficou por assinalar). Em Turim foi muito pior; o Benfica conseguiria o empate que precisava mas pagaria com língua de palmo o atrevimento. Acabou o jogo com apenas 9 jogadores por lesão de Garay e ficava com a equipa dizimada para a final - novamente em Turim. Enzo Perez e Markovic (este do banco de suplentes) foram expulsos e Sálvio, amarelado por uma falta ridícula, também seria impedido de jogar a final.

De uma época para a outra - a Juventus passou de um (muito) simpático e mero representante do caduco futebol italiano a quem o Benfica teria de forçosamente eliminar - a um transformado poderoso colosso do futebol europeu - fantástico tetra campeão italiano e um histórico da igualha do Real Madrid!!! Quanto ao jogo; desta feita ganhou a Juventus - mesmo sem o contributo do seu melhor jogador (Pogba). Ao contrario da época passada, teve sempre contra si a imprensa e os especialistas da bola nacional, e ainda provou o sabor de uma arbitragem do tipo xistra - tal e qual o Benfica na época passada. Um ano atrás tínhamos milhões (também a generalidade da imprensa) de portugueses a torcer pela Juventus. Ontem penduram-se todos nos entrefolhos do Ronaldo.

Ps; na sequência do "sorteio" da Champions escrevi isto (AQUI)
«Como era de esperar, ao Real Madrid saiu o "prémio" e a fava ficou a dividir pelo Barcelona e Bayern de Munique.
Talvez lhes saia o tiro pela culatra, digo eu. É que se o Real Madrid esfrega as mãos de contente - a Juventus não lhe fica atrás. Entre defender contra duas equipas que gostam de ter a bola na maior parte do tempo ou defender contra uma que até gosta de a dar ao adversário para aproveitar a velocidade dos seus melhores jogadores - creio que o sorteio não poderia ser melhor para os italianos. Jogarão como gostam e tentarão aplicar ao Madrid a receita que eles teriam preparada se as bolinhas não fossem tão previsíveis.»

E ainda não mudei de opinião...

23 comentários:

  1. Nem eu...Totalmente de acordo com o post

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  2. Na realidade não há melhor elogio dos avençados.
    Afinal o Benfica está sempre obrigado a ganhar e os seus adversários, inclindo a Juventus, São sempre fraquitos quando estão no grupo do Benfica!
    É que a bitola e comparação, aumentam em grande escala se o Glorioso não estiver presente.
    Para o Banal Real Madrid a Juventus já é uma grande equipa que pode muito bem eliminar os Espanhóis.
    Já quando lhes saiu o Benfica os avençados sabiam muito bem que as forças eram desiguais a favor do Glorioso.

    ResponderEliminar
  3. Completamente de acordo no que toca o Benfica. Na verdade existem aí uns quantos cromos que tentam sempre denegrir a imagem do campeonato Benfiquista. Ora é "colinho", ora é "Capela", mas na verdade não passa de dor de cotovelo e maldizer, tão característica da mentalidade portuguesa, a começar pelos (e desculpem-me os que sendo não se comportam desta maneira) portistas. Nós já sabíamos que o JJ não era infalível e que quando inventa geralmente o faz mal. Mas um tal de Lopetegui (lá em casa tenho um cão com um nome menos esquisito e mais decente) mostrou porque é que de Espanha, nem bons ventos nem bons casamentos. Esperemos que continue por muito aninhos sentado ao colinho do Pinto da Costa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O JJ quando inventa faz mal?

      Isso é mito.

      David Luiz na esquerda (que é o caso que lhe é apontado) não foi invenção dele... quando mais, com ele foi David Luiz de novo a central.

      Mais... Fábio Coentrão, Enzo Perez, Pizzi, Matic, Gaitan são exemplos de que ele até inventa bem.

      Para finalizar... o outro caso que dizem do JJ: Roderick no dragão. Este ano, na Luz, ele fez o mesmo... só que tinha o Fejsa no banco enquanto no dragão o trinco disponível era o Roderick.

      A mania... não caiam nos mitos criados pelos antis.

      Eliminar
  4. Fiz o sacrifício de ouvir, do principio ao fim, os comentários do jogo Juve - Madrid na tbi, só para confirmar + uma sacanice do invertebrado lagarto dani e do inominado relator - conseguiram não dizer a palavra Benfica! Compreende-se, esta singela palavra causa-lhes uma reacção alérgica grave c/ um preenchimento rectal deveras incómodo...

    No início eram, grandes equipas, grandes jogadores, grandes treinadores, omitindo q esta mesma Juve, c/ os mesmos jogadores, foi eliminada pelo Benfica de JJ há menos de 1 ano, de forma brilhante! Mesmo durante o jogo não houve qq referência a esta eliminatória, uma das mais brilhantes de toda a história do Benfica e do futebol português...

    Mais à frente, foi necessário referir a final da última Champions - naturalmente q, uma vez +, o nome do Benfica não foi referido - tratou-se, para estes tristes da "final de Lisboa"...

    Como dizia o outro - puta q os pariu!

    ResponderEliminar
  5. Para não falar da injustiça que é o Real jogar à terça esta semana e na quarta na próxima... enquanto que o Barcelona joga quarta esta semana e terça na próxima... e ambos os clubes (devem) ter um jogo no fim-de-semana...

    Já era injusto entre as equipas de ambas as eliminatórias, mas quando mete equipas do mesmo campeonato.

    Neste ano calhou a fava ao Real Madrid... noutros anos calhará a outro... mas não faz sentido nenhum.

    ResponderEliminar
  6. Enormerrimo Guachos, Companheiro e Bom Amigo,

    Mais um texto "na mosca"! Mais um belo sublinhado a alertar os Benfiquistas para a dimensao do tentaculo do POLVO que ainda trabalha pelo anti em quase toda a merdi@ nacional.
    So' em completa apneia de lucidez se pode sugerir que o Benfica vence "por acaso", ou "com sorte", tal como so' assim se pode omitir que temos sido afastados de algumas Vitorias de um modo muito ... frutado.

    E e' por tudo isto que eu nunca vou deixar de insistir/repetir que ainda temos muito mais o que melhorar, muito mais caminho para percorrer e, assim, nao e' tempo nem de descansar, nem de experimentar outros caminhos ... especialmente quando a experiencia Nos comprovou que estamos no melhor percurso. Atentos ao ambiente e prontos a adaptarmo-Nos em termos taticos, isso SIM; humildes e inteligentes na correcao de eventuais erros, tambem; mas ainda nao e' tempo de promover alteracoes profundas na estrategia que sabemos ser a acertada. Isso NAO.

    Continuamos longe dos limites do Nosso Clube com a atual estrutura (a BTV ainda tem muito por onde crescer, a "Fabrica" so' agora comeca a produzir o fluxo constante de "19 anistas" de qualidade pelo qual tanto investimos e esperamos e sao muitas as modalidades em que ainda estamos longe de Honrar a Nossa Historia), o que comprova que estamos apenas "a caminho".

    Por isso, especialmente no Futebol de Equipas seniores, tratemos de garantir a estabilidade do modelo tecnico e, acima de tudo, a coragem nos investimentos, unica forma de defender o nivel qualitativo das Equipas da voracidade dos chamados "tubaroes".
    Que o JJ tenha paciencia e acredite que vai ter qualidade em quantidade crescente (o que ja' constitui uma forma de acrescimo salarial, ao aumentar a probabilidade de maior componente variavel/premios) e que toda a estrutura se dedique a colocar os melhores nas maos do Tecnico, para que ele sonhe cada vez mais alto.

    Eu quero ver os anti, Taliban incluidos, completamente cilindrados pelo Nosso crescimento (e pelas Nossas Vitorias).

    Viva o Benfica!
    (Jose' Albuquerque)

    ResponderEliminar
  7. Eu espero que o tiro não lhes saia pela culatra!

    Espero sim, que lhes saia pelo cu... e que seja tiro de altíssimo calibre!

    Cada vez mais esses especialistas andam a ter grandes dificuldades em sentar, e cada vez mais o andar deles anda a ficar "estranho" e caricato!
    Azarucho...

    ResponderEliminar
  8. Mais um excelente texto do Guachos porra deve pensar ele que sao elogios a mais mas ele merece-os,por tudo e a tudo que ele aqui escreveu merece um nobel de claravidez e inteligencia mas e por tudo isso amigo que o Benfica e cada vez mais amado por nos quanto mais esses merdas do jornalismo Portugues sao contra o Glorioso mais nos o amamos,os jogadores a direcao,equipa tecnica sabem disso sentem o nosso amor a nossa dedicacao e apoio ao clube todos juntos unidos seremos como uma montanha solida irromovivel,nao sei se com o meu comentario fui ao encontro daquilo que relataste no teu texto julgo que andei la perto so sei que a perseguicao ao Benfica nao tem limites tudo serve nao olham a meios caras sem vergonha ja se esqueceram que Benfica,e Fatima sao mais falados em todo o mundo de que todo o resto do Pais.

    ResponderEliminar
  9. Completamente de acordo, mas nada que não fosse previsível. Aliás, os quartos de final da Champions do Porto foram brilhantes, mesmo tendo apanhado equipas acessíveis, e ao primeiro adversário complicado, terem levado 6. Já os quartos do Benfica de há 3 anos foram um feito olvidável, mesmo tendo eliminado o Manchester United e o Zenit, além do mesmo Basileia (mas ainda com Shaqiri, Xhaka, Streller, Fabian e Alexander Frei), tendo sido eliminado pelo eventual campeão europeu Chelsea com duas derrotas pela margem mínima. Mesmo o adversário mais acessível (Otelul Galati) perdeu os jogos por 1 ou 2 golos, não sofreu 27 golos em 6 jogos como o Bate. O Benfica e o Porto, nos anos do ranking da UEFA, conseguiram ambos passar aos quartos apenas uma vez. O Benfica é a equipa melhor colocada no mesmo ranking. No entanto, segundo alguns "jornalistas", o Porto é a única equipa portuguesa com estofo europeu. Essa gente tem a sua opinião, e não vai deixar algo insignificante como factos mudar a mesma. Haja paciência.

    Relativamente ao Lopetegui, caros benfiquistas, não se deixem enganar. Ele é, no mínimo, um treinador competente. E, no mínimo, perspicaz. Apesar de haver um blog portista com os olhos mais abertos que o resto (aqui já citado), mesmo esse está está a colocar a culpa no local errado. Lopetegui foi colocado na linha da frente como arquitecto do "melhor plantel dos últimos 30 anos", mas ele não escolheu nada ou muito pouco. Foi lançada uma campanha sem precedentes na comunicação social sobre a qualidade de um plantel, qualidade essa que simplesmente não existe. Lopetegui, como porta-voz da "estrutura", foi mandando os recados encomendados. Consequentemente, foi criando a imagem "à Mourinho" do "nós contra o mundo". O objectivo é simples: se resulta, é mais uma vitória "contra tudo e contra todos", caso contrário, existe alguém que fique com as culpas. Felizmente Lopetegui está queimado o suficiente para não ser possível a sua continuação. Porque eu considero-o um bom treinador. Principalmente pela sua abordagem ao jogo da Luz. Lopetegui sabe da (pouca) qualidade do seu plantel, por isso sabia que tinha duas opções: ou jogava abertamente para a vitória e provavelmente levava 3 ou 4 no bornal (a segunda parte do jogo foi um cheirinho do que poderia ter acontecido, caso houvesse melhor definição no último passe), ou então jogava de forma conservadora (4 defesas, 2 trincos, 1 médio de transição e um médio ofensivo em vez do habitual extremo), esperando que o Benfica se sentisse na obrigação de atacar. Infelizmente para Lopetegui, o Jesus mandou-o foder. No meio de tudo isto, Lopetegui agora sabe que vai passar por incompetente e culpado de uma época (até agora) desastrosa. Quando os verdadeiros culpados são os ratos que se estão a preparar para abandonar o navio a afundar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É pá! Até que enfim que alguém diz aquilo que penso, em relação ao plantel do Porto! Especialmente quando dizem que é muito melhor do que o do Benfica. Este plantel foi intencionalmente sobrevalorizado. Ponto.
      Curioso é que os anti que o dizem...logo estão ao mesmo tempo a elogiar Jorge Jesus.

      Eliminar
    2. Lotopegui poderá ser um treinador "competente" mas nunca será um grande treinador... aliás seria a 1ª vez q se consideraria um ex-guarda-redes como grande treinador...

      Eliminar
    3. Não sei se será um grande treinador, o que eu acho é que não é incompetente. O Dino Zoff foi guarda-redes e foi considerado um grande treinador...

      Eliminar
    4. Exceptuando a questão de Lopetegui ser ou não treinador competente, porque não o sei, quanto ao resto é exactamente o que penso e que várias vezes tenho dito. A imprensa, na sua generalidade, enalteceu um plantel mediano, onde apenas os 2 laterais e o Jackson estão acima da média, criando um mito, dando de barato que em Portugal eram favas contadas. Pois é, bem se foderam.
      Não deixa de ser algo bizarro que os adeptos dos corruptos, pelo menos os mais avisados, tenham embarcado numa estratégia falaciosa deste ser o melhor plantel dos últimos 30 anos, quando isso não corresponde à verdade: A verdade é que já tiveram muitos melhores jogadores, em qualidade e quantidade, e sobretudo faltou-lhes, em grande parte, aquilo que durante anos e anos os sustentava: os árbitros amigos.

      Eliminar
    5. O Zoff foi considerado 1 grande treinador por quem?

      Eliminar
    6. Venceu taça de itália, taça uefa com Juventus, foi à final do campeonato da europa em 2000, que esteve perto de ganhar (a França empatou nos descontos e ganhou no prolongamento). Também ganhou o prémio de treinador do ano da Série A e foi considerado o treinador do ano em 2000 pela World Soccer. Teve uma carreira curta de treinador, mas normalmente atingia os objectivos propostos. Não é nenhum Guardiola ou Mourinho, que têm quilos de títulos, mas por objectivos conquistados estará ao nível do Ranieri, mas com menos anos de carreira...

      Eliminar
    7. Em Agosto do ano passado, depois toda a propaganda me andar a fazer comichão, escrevi aqui, neste blogue, o seguinte:


      "Não penso que os jogadores que eles foram buscar, embora alguns sejam um “upgrade” em relação aos quase 30 que já saíram, sejam assim tão bons. 


      Penso que os único titulares eram o Brahimi no Granada e o Indi no Fejenoord, uma das mais fracas de La Liga. Outros eram suplentes de equipas espanholas de topo mas eu não acho que a diferença entre os campeonatos português e espanhol seja tão grande que suplentes de equipas como RM, Barça e AM sejam melhores, em geral, do que os muitos titulares dos 3 grandes. Na generalidade, não acho a diferença tão grande.
      A prova é que jogadores saídos do Benfica para o RM, por exemplo, têm dado cartas em Espanha. Para não falar noutros campeonatos.


      Tello, Adrián e Casemiro eram jogadores que os clubes se queriam ver livres porque não tinham lugar na equipa principal. Para além disso, saíram 3 dos 4 melhores jogadores da equipa (Helton (lesionado), Mangala, Fernando), mas os substitutos são piores. Jackson é o 4º, está na porta de saída e não irão encontrar melhor. 

      Deixem a poeira assentar e os outros clubes perceberem como o Lopetegui joga e irão ver o balão continuar a esvaziar."


      Parece que estava a adivinhar. O treinador é aquilo que se pode chamar um treinador normal, nem bom nem mau, pelo contrário.
      Foi elogiado pelos adeptos porque tinham despedido no ano anterior, vergonhosamente, um bom treinador, Paulo Fonseca, que eu considero bastante melhor do que o basco.

      Por isso querem acreditar no treinador apesar de haver sinais de que lhe falta talento. Tem noções básicas e correctas do treino que ele se limita a aplicar de uma forma mecânica. A qualidade dos jogadores é fundamental nesse sistema e como os jogadores que ele tem ao seu dispor não atingem a bitola técnica dos do Guardiola, de quem ele copia o sistema, obtêm um jogo chato, aborrecido e pouco eficiente. Muita parra e pouca uva, isso deixa os adeptos frustrados. Nunca se viu aquilo que JJ chama de "nota artística", apesar de terem jogadores fabulásticos!

      Lopetegui também tem problemas de personalidade que colidem "head to head" com a idiossincrasia dos portugueses. Vir para Portugal armar-se em sabichão de latim, pensando que os portugueses são uns "pobrecitos" e labregos que não chegam aos calcanhares da sua aviltante pessoa é uma atitude que já lhe criou e irá criar problemas.

      Adicionando a isso a preocupação da "estrutura" do Porto pela voz do seu director de comunicação, Rui Cerqueira, de lhe fazer uma lavagem cerebral, "ensinando-lhe" a cultura portista no que ela tem de pior, o ódio ao Benfica, à CS sulista, mostrando complexos de inferioridade com atitude de arrogância e desafio, muito comuns na cultura pintista, vindo de um espanhol irrita de sobremaneira os portugueses.

      Por isso as notícias que saíram hoje de que houve batatal no Olival no treino de ontem entre os colombianos e alguns portugueses não surpreendem. Lá vão de vela mais quatro, Jackson, Quintero, Hernani e Quaresma. LOL!

      Eliminar
  10. Pois é.
    Para o Benfica, todos os adversários europeus não valem nada, é o Tottenham, Juventus, e nesta época o Leverkusen, Zenit e o Mónaco que chegou aos quartos da Champions este ano, o Leverkusen chegou aos oitavos e eliminado nos penalties e o Zenit chegou onde chegou na Liga Europa.
    O JJ chegou a duas finais consecutivas da Liga Europa depois de eliminar a Juventus... EU ESTAVA LÁ e vi como "decapitaram o benfica nesse jogo e para a final com o Sevilha...
    O Benfica e o JJ não presta para nada.... A juventus ganhou ao real madrid coisa que não conseguiu fazer ao Benfica......... são coisas...
    RA

    ResponderEliminar
  11. Messi!!! Ai Messi Messi....what a mess you made hein...

    ResponderEliminar
  12. Excelente post! Todas lá dentro! A não esquecer que de novo a Juventus chegou onde chegou com arbitragens vergonhosas, vide contra o Monaco. Ou seja, o futebol continua poluído e dificilmente irá melhorar nos próximos 10 anos.

    ResponderEliminar
  13. A Canzoada ladra diariamente contra Jorge Jesus e desejam ardentemente que ele saia....

    Porque não fala bem português...
    Porque tem que ter novo desafio
    Porque mastiga pastilha elástica
    Porque arranja o cabelo
    Porque ganha muito

    Porque...têm dor de corno...

    Vamos ver o que dizem os jogadores que saíram do Benfica sobre Jorge Jesus:

    Pablo Aimar á TV Argentina
    “Jorge Jesus é um tipo que percebe e sabe muitíssimo de futebol”

    Javi Garcia
    “Com Jorge Jesus cresci como futebolista, em todos os sentidos. É um magnífico treinador e estou-lhe muito agradecido», diz o médio espanhol, em entrevista ao diário Marca.”

    Matic
    «Tem que renovar. O Jorge é um bom treinador, vocês sabem disso, e tem de ficar», disse aos jornalistas, na zona mista.

    Ramires
    Parabéns ao Benfica pelo excelente trabalho que fez, Jorge Jesus é um treinador brilhante.
    Ramires pensa que a saída de Jesus seria "um desperdício".



    David Luiz:
    "Respeito muito a equipa do Benfica. Tem um grupo centrado, com muita qualidade. As finais são sempre decididas nos detalhes, hoje foi uma bola parada nos últimos minutos que nos deu a vitória. O Benfica vai ter um futuro brilhante com o treinador e os jogadores que tem.

    Fábio Coentrão:
    «Jesus fez-me homem»
    Apanhei um treinador, o Jorge Jesus, que me fez homem e que me deu aquilo que me faltava. Estou pronto para jogar em qualquer equipa.»

    Saviola
    Ao Jornal Olé
    “Jorge Jesus é um treinador que gosta muito de tática e que procura aproveitar as maiores virtudes dos jogadores. Tinha coisas muito boas que adotei. Tenho boas recordações dele, tivemos boa química", afirmou o argentino, atualmente a alinhar no Málaga.”

    Garay
    “Trabalhei durante três anos e meio com Jorge Jesus e aprendi muito com ele no Benfica”

    David Luiz:
    "Talisca caiu nas mãos certas, as do professor Jorge Jesus"

    Witsel
    Em declarações à SIC, no final do jogo entre o Sevilha e o Zenit, Witsel e Garay deixaram elogios ao antigo treinador no Benfica, Jorge Jesus, e disseram que seria um erro se os encarnados não mantiverem o técnico à frente da equipa



    Rodrigo
    O futebolista vê no seu atual treinador um líder diferente dos outros.
    O jogador revela: "Ele tem uma forma diferente de transmitir as coisas. Todo o grupo está com ele".

    Di Maria
    “Jorge Jesus foi um dos melhores treinadores que encontrei”


    Percebe-se a azia que vai por aí...Como é duro para os pseudo-intelectuais da nossa Praça ver um homem do Povo vencer na vida sem necessidade de andar a lamber cus como fazem muitos do “experts” das nossas TV’s…

    Não é Octávio Lopes?

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.