terça-feira, 14 de junho de 2016

Luís Filipe Vieira - Entrevista (parte I)








9 comentários:

  1. Abram as imagens num novo separador e façam zomm...

    ResponderEliminar
  2. Obrigado Guachos.
    Não fora estar aqui publicada e certamente que não iria ler esta entrevista.
    Mas se não for muito abusivo, fica o pedido para que da próxima vez passes corrector sobre todas as referências ao rascord antes de publicares. É que pareço uma super modelo dessas fashion, tantas as vezes que já fui vomitar à casa de banho.

    Mais a sério, sobre o que diz o nosso presidente retive uma frase.
    "Não queria que passasse a mensagem para os nossos jogadores que o Benfica não tinha dinheiro para investir..."

    Para quem acha que se lida com os jogadores como se de escravos se tratassem, tem aqui um bom exemplo de onde chegam os cuidados a ter quando se trata com homens inteligentes, preocupados, e envolvidos com um projecto.
    As vitórias não acontecem por acaso.

    ResponderEliminar
  3. Guachos, meu Bom Amigo,

    Excelente entrevista (o meu Filho mais novo já me tinha enviado uns "scans" do jornaleco), apesar de não trazer nenhuma novidade surpreendente.
    O melhor momento, na minha humilde opinião, é a referência ao facto de ter havido uma reunião em que o Presidente pediu (ou responsabilizou) aos Atletas com mais anos e maturidade para assumirem um papel ativo na fornação e adaptação dos Nossos "miúdos".

    Entretanto e porque já sei que o Zé Nuno Martins fez um apelo (crítico) direto para que o Presidente passasse a dar prioridade à BTV e a "O Benfica" (esqueceu-se do sítio oficial) nestas entrevistas de "junho", abrindo um debate que me parece importante.

    Antes de mais, eu sou amigo do Zé Nuno há muitos anos (há mais do que gostaríamos, ahahah) e reconheço-lhe muito know-how em tudo o que tem a ver com "Comunicação". Depois, creio que será desnecessário reafirmar o que é que eu penso, exatamente, da mérdi@ des_portiva nacional, incluindo os Benfiquistas que nela trabalham: há alguns anos que dou opinião escrita sobre essa cambada, pelo que ninguém pode ter dúvidas sobre o que é que eu penso.

    Chegado aos finalmente e com um pedido de desculpas ao Zé Nuno e a todos os outros Companheiros que, com ou sem fundamento, partilham da opinião que ele acabou de manifestar, eu quero assumir claramente que ... discordo integralmente com essa opção.

    Como tu bem sabes, Querido Amigo, não é a primeira vez que vou ficar com uma pequena minoria (se não ficar completamente isolado, ahahah) e também não creio que vá ser a última.
    Não me recordo das datas (talvez cerca de 2 anos) em que tu aqui publicaste 3 textos meus sobre este tema da "Comunicação", textos esses que escrevi muito baseado na opinião de um especialista (é um tipo que cobra mais de mil US$ à hora) meu amigo que me "ofereceu" um estudo que lhe pedi há pouco mais de 3 anos.

    Quando voltar a ter tempo para escrever, tenho uma lista de vários outros temas para abordar, pelo que não me parece oportuno regressar a este, especialmente porque não teria nada de novo a acrescentar ao que, então, já escrevi e tu fizeste o favor de publicar.
    Ainda assim, quero sugerir aos Leitores do GUACHOS que, quando equacionarem esta questão, se recordem do seguinte:
    1 - O Presidente "fala aos Benfiquistas" com muita regularidade (nomeadamente nos discursos que faz nas Nossas Casas), não tinha nenhuma novidade para anunciar e não estamos em período pré eleitoral;
    2 - O Benfica tem a "obrigação" (até contratual) de divulgar sistematicamente a Marca e os seus principais Sponsors, o Presidente (o Técnico e os Atletas) é um dos principais meios para prosseguir esse objetivo; e
    3 - O facto de o Clube ter uma postura muito crítica (por vezes a roçar o limite) sobre a maior parte dos mérdi@, só é possível de sustentar "se e só se" também lhes continuar a "dar cachas".

    Se o Nosso Clube cometer o erro de "privilegiar os Nossos meios de comunicação" (como pediu o Zé Nuno), ou deixa de fazer críticas aos mérdi@, ou assume um papel de "alta autoridade/censor" completamente incompatível com os Nossos Valores e a Nossa Gloriosa História.

    Nós, Benfiquistas, que Amamos um Clube que TEM DE SER EXEMPLAR, temos a responsabilidade de fazer valer a tolerância e, através dela, divulgar os Nossos Valores.

    Viva o Benfica!
    (José Albuquerque)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais.

      Só continuaremos a ser gigantes se pensarmos em grande. O Benfica é muito mais do que os nossos Grandes Órgãos de Comunicação. Temos um compromisso não só com os nossos sócios, mas com os nossos adeptos e principalmente com os nossos parceiros. A Marca Benfica é única e tem de ser rentabilizada como tal. Precisamos de todos e de chegar a todos.

      De Todos Um

      Et Pluribus Unun

      #Rumoao36

      MG

      Eliminar
    2. Eu aprendi muito ao ler os teus comentários assim como a tentar entender a razão os teus posts sobre comunicação. Sobretudo a tentar entender que o coração não pode (em diversas matérias) sobrepor-se à razão...
      Há, de facto, jornaleiros que só merecem palha ou um murro nas fuças, mas o Benfica tem uma abrangência que não se compadece com guerrilhas de manjedoura. Há muito que moderei os meus instintos "assassinos" e hoje percebo melhor as desvantagens de andarmos sozinhos a pregar no deserto. Quanto mais falarem de nós maiores nos tornam! E quanto mais se mordem de despeito mais pequenos parecem. E no fim - vêm sempre comer à mão do Benfica. Isso já eu aprendi...

      Eliminar
    3. Como já disse noutro blogue, não devemos dar a este assunto grande importância - devemos encarar estas entrevistas como pinars ou, mais apropriadamente, pérolas a porcos...

      Eliminar
    4. Acho que já ficou claro que não estás isolado neste teu pensamento do que deve ser a forma de o clube se relacionar com os mérdia.
      E a este propósito destaco mais uma pequena passagem da entrevista que o Guachos também já abordou.
      O Benfica é gerido com paixão e com razão.
      É a compreensão da importância destas duas componentes que permitem a sua mistura em dose certa.

      Eliminar
    5. Enormérrimo amigo José Albuquerque,

      Obviamente estou totalmente de acordo com esta tua visão sobre a temática da comunicação no Benfica.

      Pena mesmo, é que ande por aí quem se auto-reduza ao insulto ao ver-se às papoilas para argumentar em contrário.

      Aliás, algo me diz que já deve existir algures no médio oriente um Caixa Talibans Campus que já está a dar resultados em pleno...

      Uma espécie de centro de excelência em Dis(Formação) da honestidade intelectual, dotado de um Simulador de treino Patacoadas 360 onde se aprende:

      A comer gelados com a testa, a apostar durante 3 campeonatos seguidos no cavalo errado, a garantir que Rui Vitória é um Azenha, e a apoiar o Benfica desvalorizando e ofendendo meia equipa!!!

      P.S: Quem treina muito nesta máquina recebe grátis (todos os anos ) bilhetes para aparecer nos festejos do Marquês, um fato de Azenha, e mais um bonco PinyPon Bruno de Carvalho.

      Eliminar
  4. Totalmente de acordo com o que escreveu o Sr. Jose Albuquerque...
    O que é estranho é existirem posts em alguns blogs que continuam a criticar a postura do Presidente, esquecendo-se ( ou querem fazer os outros estúpidos ) que para sermos competitivos temos que fazer crescer a nossa MARCA e isso so pode ser possivel se dermos a maior visibilidade aos nossos paceiros.
    Obrigado por voltar a relembrar a importancia da comunicação ( o que não impede que não compremos a "porcaria" desses jornais )!!!

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.