quinta-feira, 9 de junho de 2016

Renato Sanches - o homem do europeu.

Um dia antes do anuncio da ''venda'' de Renato Sanches para o Bayern de Munique eu publiquei (AQUI) um post sobre o nosso velhote Renato Sanches, denominando-o como «o homem do campeonato». 

Hoje, passado todo este tempo e com muito tempo para não cair em analises baseadas apenas na emoção, posso dizer que tudo o que eu escrevi nessa altura, logo após o Marítimo-Benfica onde o Renato (não por acaso) até foi expulso, apenas pode pecar por defeito. Estou cada vez mais convencido que o Renato foi, de facto, o homem do campeonato, assim como reafirmo que o velhote da Musgueira é de longe o melhor e mais mediático jogador português logo a seguir a Ronaldo. E que tudo o que eu disse para o Benfica serve na perfeição para a selecção.

A cada vez que me lembro da vergonhosa campanha que uma vara de suínos encartados levou a cabo para emporcalhar o jogador e o Benfica, percebo ainda melhor o real valor de Renato Sanches. É preciso ser realmente muito bom para que tanto filho da puta o tenha tentado destruir! A cada vez que o vejo envergar a camisola de uma selecção que não o merece, a começar pelo seleccionador, que o tem tratado como um produto menor, quando na realidade todos os que percebem de futebol e não têm uma cabeça de carneiro em cima dos ombros percebem à saciedade que o puto é, de longe, o melhor e em melhor forma médio da selecção...

O único capaz de lhe dar o safanão (o mesmo que fez no Benfica e que convenceu os alemães a pagar uma enorme fortuna pelo seu passe) que a leve ao sucesso. O único capaz de fazer com que o próprio Ronaldo tenha o espaço de manobra necessário para pôr em pratica a sua capacidade de emérito goleador. O mais cómico é percebermos que nem os que mais beneficiariam com a sua titularidade deram ainda conta disso! Eu, se fosse treinador e quisesse mesmo ganhar ou ir longe no Europeu - metia o Ronaldo e o Renato Sanches, e depois escolhia os restantes. Desde que nenhum dos 9 fosse o William pino Carvalho.

PS; Basta que o Renato comece a jogar na Alemanha (ainda cheira demasiado a Benfica) para que toda a carneirada comece a elogiar as suas imensas qualidades. É só aguardar.

37 comentários:

  1. Caro Guachos... cada vez mais me convenço que os Alemães irão pagar 80M ao maior! É só aguardar...

    ResponderEliminar
  2. Acabadinho de ler a "papagueada" de Manuel Queirós no DN. Isto de misturar feriados e férias dá nisto acabamos por ter tempo e chegar lá.
    Leio o jornal quase diariamente mas raramente chego àquela secção de desporto que ele aparentemente dirigiu ou ainda dirige. Não leio o DN por eles, leio-o apesar deles.
    Descobri também outra coisa, não volto a chegar lá. E basta-me uma razão.

    O acompanhamento do DN ao Europeu será feito pelo homem que educou Guardiola,o CDAniel. o ATadeia que como sempre tem o dom da ubiquidade e consegue estar em todas. E o MQueirós cuja única referencia a RS na crónica que desgraçadamente cheguei e li, é "... o sexto (referindo-e ao golo) começou eventualmente numa falta de Renato Sanches não assinalada ...".

    Para esta gente eu só tenho uma resposta. Não preciso deles para nada, não os leio e não os oiço, e orgulho-me de não os conhecer. Ignoro-os. De mim nada recebem sem ser inadvertidamente!

    Aos Benfiquista só lhes peço uma coisa uma vez que parece impossível deixarem de lhes dar atenção façam uma coisa, não se deixem manipular. Depois da campanha abjecta contra RS todos estes miseráveis já perceberam que o mesmo é já incontornável como um dos melhores jogadores Portugueses. E será em breve o melhor.

    O que peço aos Benfiquista é muito simples - eles vão tentar não duvidem - nunca deixem que estes hipócritas se apropriem de RS. Não tardaremos a vê-los a tratar RS como um produto da "formação Portuguesa", o Benfica será apagado da vida do nosso puto! Não se deixem manipular!

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Como disse a Leonor Pinhão, até dia 30 ainda é o Benfica que lhe paga o ordenado... duvido que alguma vez seja titular.
    E se fosse, os méééééééés seriam tantos que o seleccionador rapidamente mudava de ideias, só para não ficar surdo com tanto balido...

    ResponderEliminar
  4. Guachos, meu Bom Amigo,

    Impressionante, o Renato é I M P R E S S I O N A N T E !
    Recordo-me de falarmos, aqui, dele, ainda ele jogava pela Equipa B e de lhe augurarmos um futuro brilhante, mas eu fui completamente surpreendido, porque lhe augurava esse brilhantismo todo sim, mas a médio prazo (2/3 épocas).
    Nunca me passou pela cabeça que o Bulo pudesse demonstrar um futebol tão adulto, imediatamente e no meio de competidores maduros e experimentados: fiquei com o queixo nos joelhos!

    Finalmente, quando o vi na Champions, quer nos oitavos, quer nos quartos, jogando mais e melhor do que o belga que vendemos por 40M€, "acabaram-se-me" todas as dúvidas: o Renato vai ser o melhor "8" do resto desta década!

    O desafio de ontem (Obrigado por este vídeo) já não pode ser surpresa para ninguém que não o olhe com preconceito e ainda custa a acreditar que estamos a ver um Atleta Júnior.

    Vai ser um imenso prazer vê-lo na Bundesliga, na Champions, na seleção do mendes e, um dia, de regresso à Catedral, de Manto Sagrado vestido.

    Viva o Benfica!
    (José Albuquerque)

    ResponderEliminar
  5. Ele só será titular quando as coisas estiverem a dar para o torto e ele entrar.

    ResponderEliminar
  6. Obrigado pelo vídeo - estava a pensar ver os últimos 30 minutos para apreciar a actuação do Renato. Assim já não é necessário.

    Só espero que o Rui Vitória dê uma oportunidade ao Pawel na Equipa Principal - na minha humilde opinião não é inferior ao Renato.

    ResponderEliminar
  7. No dia 15 de Outubro do ano passado escrevi isto noutro blogue:

    "Renato Sanches tem 18 anos feitos há pouco tempo. Mas irá ser o futuro Coluna do Benfica. Vejo-lhe muitas parecenças físicas, até de estilo e personalidade em campo apesar de ser ainda muito jovem. Até tem a coincidência de serem os dois do mesmo símbolo do zodíaco, Leão. Embora não acredite muito na astrologia como factor de previsão do futuro noto que as personalidades das pessoas coincidem bastante com aquilo que está descrito nas características dos simbolos. É a minha experiência pessoal."

    Não é para me gabar, mas terei sido a 1ª pessoa a desejar que Renato seria o futuro Coluna do Benfica, ainda antes de ele "explodir" na 1ª equipa. Era o que eu desejava porque lhe via muitas parecenças não apenas físicas como de personalidade e na maneira como se posicionava e interagia em campo com os outros jogadores.
    Nos videos que eu vi do Coluna, via-se perfeitamente que ele tinha uma preponderância sobre os outros jogadores, até adversários, que arrastava consigo a equipa para a frente, algo que também apontei ao Renato, assim como um excelente pontapé de meia distância.

    Infelizmente não se concretizou a minha previsão porque o Renato deixou-nos para pastagens mais prósperas. No entanto, não terei sido a única pessoa a ver o mesmo, os olheiros do Bayern, e não só, terão chegado à mesma conclusão de outro modo não teriam pago uma fortuna pelos seus serviços. Logo os alemães…!

    De qualquer modo, iremos ver o Renato dentro de 3 ou 4 anos, ou até antes, já muito velhinho e com muitos cabelos brancos como futuro capitão da nossa seleção, para gáudio dos benfiquistas e a azia tremenda das osgas, que continuarão a afirmar que ele não pode passar à frente de jogadores mais velhos (para as osgas, a idade no desporto é uma posição e um direito adquirido) pois já tem joanetes e osteoropose.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dois erros. "Osteoporose".
      "a desejar que Renato fosse..."

      Eliminar
    2. Este país não é para velhos.

      Eliminar
    3. Lol! Pois não Francisco, daí a meu cepticismo! lol!

      Eliminar
  8. Infelizmente, acho que o caso do Renato é de racismo encapotado que se trata.

    O Renato, como diz o LÉquipe, será o líder natural da nossa selecção após Ronaldo, e para mim seria no Europeu- Danilo, João Mário, Renato Sanches e André Gomes(Nani), onde a classe extra e o futebol perfumado do João Mário casariam que nem uma luva com um dos maiores prodígios físicos que já jogou no futebol português, um jogador de rotação máxima, que queima etapas de construção a uma velocidade que os nossos velozes avançados só podem beneficiar, é um Coluna em potencia, e quando se começar a desinibir no remate cuidado com as mãozinhas oh Guarda Redes...

    Reparem na diferença de opiniões de jogadores ou ex-jogadores (tirando o Inácio) com as de comentadores - e mesmo assim noto que já começam a render-se ao menino, como o Vitor Serpa e o santos Neves!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Jomario é um flop.

      Eliminar
    2. O João Mário é um enorme jogador! Flop é o W.Tronco Carvalho que vai estar toda a carreira a ser vendido ao Arsenal , R.Madrid , Barcelona, etc,etc,etc......

      Eliminar
  9. isso moço, aguarda, mas aguarda sentado....

    ResponderEliminar
  10. Parabéns por mais um grande texto.
    Já conhecia a tua opinião sobre o Renato Sanches e também já deves saber que ela coincide integralmente com a minha opinião sobre este extraordinário jogador.
    Aliás os dados estatísticos provam que o Renato Sanches foi o jogador com melhor % de pontos conquistados entre todos os que fizeram mais de metade dos jogos do nosso campeonato, conforme se pode ver aqui.
    http://influenciaarbitral.blogspot.pt/2016/05/os-30-melhores-jogadores-da-liga-201516.html

    Ainda hoje existem opinadores que insistem em não reconhecer as qualidades que o Renato Sanches vai acrescentar a nossa selecção, tal como acrescentou ao Benfica esta época e irá acrescentar mesmo no plantel do Bayern nos próximos anos.
    Renato Sanches fez a sua estreia pelo Benfica na 9ª jornada, nos 24 jogos para o campeonato que disputou o Benfica venceu 22 empatou 1 e perdeu 1. Só alguém a leste da realidade futebolistica não reconhece que este rendimento do Renato é de excelência, é algo que só está ao alcance dos predestinados, só um desses consegue no ano de estreia se assumir rapidamente como o organizador/comandante medio box-to-box capaz de levar atrás de si para o sucesso uma equipa que estava em grande dificuldade para tantar não ficar definitivamente fora da corrida pelo título a 8ª jornada. Atenção que se ele tivesse vencido 21, empatado 2 e perdido 1 não teria conseguido se sagrar campeão.
    Todos termos uma ideia da dificuldade que é obter uma sequência de 22 vitorias em 24 jogos do campeonato nacional, todos sabemos que mesmo no auge do seu desempenho desportivo, jamais em tantos anos de carreira o Adrien (27 anos) conseguiu uma sequência de 22 vitórias em 24 jogos para o campeonato, quanto mais conseguir isso logo na sua época de estreia na 1ª Liga, ainda aos 18 anos!
    Com as qualidades futebolisticas do Adrien/Moutinho alguém acredita que seria possível ao Benfica subir tanto de rendimento ao ponto de só não vencer 2 das partidas que faltavam disputar desde a 9ª jornada até a 34ª jornada. Imaginem que a 8ª jornada em vez do Renato Sanches tivesse sido o Adrien ou Moutinho a entrar no plantel principal do Benfica?
    A Minha resposta: Nenhum dos outros médios centro da selecção tem as qualidades necessárias e capacidades para conquistar 22 vitórias em 24 jogos no campeonato (nem Moutinho de 29 anos, Adrien de 27 anos, André Gomes de 22 anos, Danilo de 24 anos ou William de 24 anos alguma vez conseguiram isso nos vários anos de actividade que já levam). Ronaldo é o único jogador português que seria capaz de entrar no plantel de um dos candidatos ao titulo e elevar o rendimento médio dessa equipa ao ponto de lhe permitir vencer 22 dos seus 24 jogos nesse seu 1º ano na equipa.
    Apesar de muitos já não se recordarem, pois a última imagem das pessoas é que o Benfica fez uma grande época (foi o campeão), mas quando Renato Sanches entrou na equipa, o Benfica já havia sido eliminado da taça de Portugal e perdido a supertaça e nas 8 primeiras jornadas para o campeonato, venceu 4 jogos, perdeu 3 e empatou 1. Esse era o rendimento da equipa antes do Renato Sanches! Felizmente com Renato Sanches na equipa o rendimento do Benfica foi muito melhor, tendo o Benfica terminado o campeonato com 29 vitórias, 4 derrotas e 1 empate. Ainda há quem possa questionar o direito do Renato Sanches poder oferecer as suas enormes qualidades a nossa selecção nacional.
    Fernando Santos por muito que não queira ceder o lugar no palco principal que o Renato merece, os adeptos de futebol já a muito que sabem que Renato Sanches mesmo aos 18 anos já só é inferior a 1 jogador português (Ronaldo) e esse é a largos anos reconhecido por todos como o melhor jogador europeu da actualidade.
    Fernando Santos não premeia o mérito desportivo dos campeões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais. O Renato tem de ser titular. O WC é um calhau com dois olhos e o Moutinho é o Moutinho do sporting (sem velocidade e ideias).
      O meio campo era:
      - Danilo
      - Renato
      - J. Mário (ao contrário de algumas opiniões, é um belíssimo jogador)
      Jogando com dois avançados móveis, com F. Santos já disse, o A. Gomes poderia ser também titular. Jogando tipo: Danilo a trinco, Renato a organizar e J. Mário e A. Gomes a jogar interior.
      Isto é só uma ideia de quem não percebe nada...

      Obrigado e Saudações!

      Eliminar
  11. Portugal corre serios riscos de ser a única seleção do TOP10 do ranking UEFA que não apresenta nenhum campeão do seu campeonato no 11 titular (atenção que Portugal é a 5ª melhor liga europeia e o campeão Benfica é neste momento o 6º melhor clube do Ranking UEFA, mas mesmo assim os portugueses que pertenceram ao 11 base do Benfica, como é o caso do Renato Santos, Eliseu, André Almeida e Pizzi aparentemente aos olhos do selecionador não merecem representar o futebol português em campo).
    Todos os Espanhóis do 11 base do campeão Barcelona estão convocados para o Europeu e ainda foi convocado o jovem Bartra de 24 anos que participou em 24 jogos em toda a época.
    Todos os alemães do 11 base do campeão Bayern estão convocados para o Europeu e ainda foi convoado o Mario Gotze de 24 que participou em 21 jogos.
    Todos os Italianos do 11 base do campeão Juventus estão convocados para o Europeu e ainda o jovem avançado Simone Zaza de 24 anos que participou em 24 jogos e fez 8 golos. Olha que em Portugal o jovem Gonçalo Guedes de 19 anos conseguiu participar em 31 jogos do campeão Benfica mas não teve a mesma sorte com o seu selecionador.
    O mérito desportivo é premiado em Espanha, Alemanha, Italia,etc. E em Portugal, porque não Fernando Santos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem visto - comprova com estatísticas a gritante injustiça que Fernando Santos protagonizou nesta sua actuação como Selecionador...

      Cedric em vez de André Almeida é criminoso...

      Moutinho, Adrien ou mesmo Jomario em vez de Pizzi é uma injustiça tremenda...

      Rafa em vez de Guedes é miopia ou simplesmente inveja de nunca ter lançado para jogo um miúdo desta qualidade enquanto esteve no Benfica...

      Guerreiro em vez de Eliseu seria simplesmente ridículo...

      Moutinho, que vem de lesão prolongada e tem sido suplente do francês Lemar, no Mónaco, jogar a efectivo na Selecção, com o Renato no banco, é inqualificável e vai ser motivo de riso entre os directores do Bayern que o contrataram...

      A chamada do inútil bruto alves e o seu esquecimento depois da sua centésima quarta entrada violenta, é a cerveja no cimo do bolo...

      Eliminar
    2. Tem toda a razão.
      A razão para esse "mistério" é o facto do Sporting ter feito uma campanha europeia miserável e por isso os seus jogadores não terem tido a exposição que lhes permitiria vendê-los pelo valor que os pobres pensam que eles têm.

      Daí a convocatória de alguns actuais jogadores e ex-jogadores dos lagartos. Convém continuar a publicitar a excelência da "formação de Alcochete" algo que já não é verdade mas que eles querem absolutamente continuar a convencer-se com uma campanha vitoriosa em França, aos ombros de alguns ex-jogadores da formação. Jogadores que foram formados há 10 e 15 anos e que por isso já não tem qualquer significado.

      A campanha histericamente agressiva e mentirosa das osgas contra o Renato faz parte da mesma campanha ao verificarem que um jogador da formação do Benfica atinge níveis tão elevados não só em termos de exibições (que eles recusam ver), como em termos de valores de venda, absolutamente extraordinários, retirando mérito à sua própria formação e mostrando a toda a gente que neste momento essa fantástica formação está num nível pouco mais que miserável, algo que toda a gente já viu excepto os adeptos cegos e alienados que vêm esfumar-se o único argumento que ainda os consolava em comparação com o Benfica. Basta ver quanto jogadores têm sido convocados para as últimas convocatórias das selecções jovens.
      Daí a vontade de quererem vender o João Mário nem que seja por um único euro acima dos 35M do Renato. A inveja tem destas coisas.
      João Mário é bom jogador mas não é o jogador que querem fazer dele. Basta ver as actuações que ele teve na Europa, pouco mais que miseráveis, ao nível da restante equipa. Isso irá ser visto neste europeu.
      É na Europa, e não cá dentro, que se vê a verdadeira qualidade dos jogadores. André Almeida e Pizzi nesse caso não têm nada a provar.

      Também sou de opinião que tanto o Pizzi como o André Almeida deviam ter sido convocados em vez de pelo menos Moutinho, Nani e Cédric.

      As cores "verde água" dos equipamentos, muito feia para equipamento oficial, na minha opinião, faz parte da mesma campanha de propaganda para levantar as osgas. Já não nos bastam as ajudas escandalosas dos bancos, dos árbitros e dos conselhos de disciplina no último campeonato agora também temos de aturar instituições desportivas a tentarem levantar as osgas.
      Cheira-me que a campanha europeia vai ser outro fracasso, como já diz o Mathaeus.

      Eliminar
  12. "Basta que o Renato comece a jogar na Alemanha (ainda cheira demasiado a Benfica) para que toda a carneirada comece a elogiar as suas imensas qualidades. É só aguardar."

    Conheço um lagartão que enquanto o André Gomes jogou no Benfica dizia que ele não prestava, que o William é que era um grande jogador. Ao fim du um mês jogar no Valência o André Gomes já era bom, e tinha sido escorraçado pelo Benfica...

    ResponderEliminar
  13. O Mathaus hoje escreveu no Rascord.

    O gajo basicamente disse que a selecção não vai longe, porque só tem 2 jogadores fenomenais e isso não chega. Ele referiu quem era esses 2 jogadores: o Ronaldo... e o Renato!

    Tá engraçade...

    ResponderEliminar

  14. O Renato até carregando com um adversário "às cavalitas" corre e conduz a bola mais depressa que qualquer médio português!
    Mas o que impressiona mais é a confiança do puto. Qualquer puto com 18 anos numa equipa grande ou numa selecção, ou limita-se a jogar simples (tentando errar o mesno possível), ou esconde-se do jogo, ou arrisca demasiado para se tentar mostrar (o que normalmente só dá merda por falta de experiência).
    O Renato nunca se esconde do jogo, quer sempre a bola, e só passa a bola para o lado ou para trás, se não existir mesmo forma de ir para a frente. A obsessão do puto é ir para a frente, independentemente de quem esteja pelo caminho. Também deve ser giro ver o Renato numa disputa de bola, que tenha de ser feita corpo-a-corpo, contra um jogador do tipo Pogba, contra qual todos se encolhem.

    Previsão:
    Daqui a 4 ou 5 anos vai para o Real Madrid por valores astronómicos, e a malta do blog Lateral Esquerdo vai dizer que a formação na Alemanha é espectacular, que não existe melhor país do Mundo para um jogador aprender os principios básicos do jogo, e que por isso o Renato teve muita sorte em ter ido parar ao Bayern, porque assim conseguiu aliar os seu poderio físico (que é uma característica puramente genética) a um profundo conhecimento do jogo (que adquiriu na Alemanha).
    Resumindo, a escolha do Bayern foi sorte, a capacidade física também é sorte, porque nasceu assim (e podia ter nascido assado), e todas as boas decisões que o Renato tiver em campo serão fruto da aprendizagem no Bayern.
    E daqui a 10 anos a lagartada vai dizer que por muita boa que ainda seja a condição física e a qualidade do jogador, devia-se evitar que ele fosse à selecção, porque não tem lógica a presença de quarentões (quase cinquentões) na selecção quando existem uns putos portugueses de 23 e 24 anos tão bons a aparecer no Zbording, que fazem grandes jogatanas contra os Tondelas e os Marítimos cá do burgo.

    10/06/2016

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De facto, Renato não faz parte dos "melhores da liga" do lateral esquerdo... onde não falta o caceteiro Adrien, a promessa Rafa ou o sobrevalorizado Jomario...

      Eliminar
    2. Ahahahah! Esses trolhas do LE dão-me vontade de rir. Teóricos da treta que de futebol no seu significado mais amplo pouco percebem.
      Dão uma no cravo e outra na ferradura. Alteram o bom com o péssimo! Mas não conseguem esconder a sua cor clubística!

      Eliminar
    3. O poder físico do Renato não é apenas genético. Parece que o puto gosta de malhar no ginásio e passa lá horas. Ou seja, o miúdo tem tudo para vencer. Talento e capacidade física, aliados a uma vontade férrea de ser o melhor.

      Eliminar
    4. António Viegas, nós sabemos isso.

      Mas eles todos (blogueiros chico-espertos da bola, lagartada, ajunta-letras, comentadeitos, etc.) não lhe vão dar esse crédito. Tal como não darão nenhum crédito ao Benfica pela sua formação.
      Vão dizer que é sorte ele ter nascido com uma genética tão boa. Vai ser tudo sorte. A sorte de aprender com o Vidal, a sorte de ter ido para a Alemanha onde são mais frios e calculistas que os latinos, a sorte de ter saído do Benfica ainda a tempo de aprender, a sorte de ter morado num bairro pobre o que o tornou humilde... vão inventar sorte às carradas.
      Mérito... pouco ou nenhum.
      Sorte... às carradas.
      Vão arranjar maneira de transformar o Renato no Gastão da Bola, o homem mais sortudo do mundo do futebol.

      Eles já são mais do que previsíveis, e a ver veremos...

      Eliminar
  15. Eu não tenho qualquer dúvida que em menos de um ái, o Renato será apresentado por tudo o que é jornaleiro deste país como um fenómeno surgido de geração espontânea algures na Alemanha.
    E nós vamos ouvir isto com um encolher de ombros, um sorriso irónico, e o pensamento de que não é coisa que mereça o nosso aborrecimento.

    Tem a ver com aquilo que nós somos e com aquilo que eles são.
    Temos que perceber que os títulos dos lagartos são os joadores que têm na equipa da federação, a melhor formação do mundo, a maior potência desportiva do país, uma ou outra vitória ocasional sobre o Benfica, e outras tretas como estas. E nem que a vaca tussa, o céu lhes caia em cima da cabeça ou a madrasta realidade insista em destruir os seus mitos, eles poderão abdicar deste discurso cada vez mais risível.

    Se lhes tirarmos isto eles ficam com o quê? Com um clubeco que nos últimos 40 anos ganhou 4 campeonatos?
    Com um clubeco que ganha um campeonato de 10 em 10 anos e com tendência para piorar? É isto um grande?

    O que fizeram ao Renato não tem nada a ver com racismo ou outras coisas que tal. Tem a ver com desespero.
    O Renato é só o sinal mais evidente de que tudo aquilo a que se agarraram ao longo de décadas para se continuarem a definir como grandes lhes está a ser tirado. É o chão a fugir-lhes de debaixo dos pés.

    Já nós, os nossos títulos são outros. São a conquista do 36. São ganhar a super taça, a taça da liga e a taça de Portugal. As nossas ambições não passam por ter a melhor academia do mundo, apesar de a termos, nem por ter muitos jogadores na equipa da federação de futebol, apesar de isto ser uma inevitabilidade a curto prazo. Passam por voltarmos a ser campeões europeus.
    E as nossa ambições só poderão ser satisfeitas com o suor dos nossos jogadores. Os títulos que vamos conquistar será com o esforço dos nossos jogadores.

    E o Renato, para mim, já não é um nosso jogador. É jogador do Bayern de Munique. É um jogador que da próxima vez que pisar o nosso chão sagrado estará a defender as cores de um rival. Sim, porque o Bayern é nosso rival.
    E eu não gasto uma grama de energia a apoiar jogadores que não sejam os meus.
    Terá para sempre o meu agradecimento pelo que fez com a nossa camisola vestida, e ficarei sempre feliz por coisas boas que consiga alcançar, desde que se comporte para sempre decentemente com o clube que o formou. Mas é só isto.

    E por isto, se os jornaleiros lagartoides precisarem de adoptar para Portugal um jogador que ainda há umas semanas queriam destruir por ser do Benfica, se isto os ajuda a ultrapassar o facto de serem de um clube patético, com adeptos patéticos e tristes, estejam à vontade.
    Lá no fundo no fundo, quando nos virem a encolher os ombros e a esboçar um sorriso irónico, saberão exactamente aquilo que estaremos a pensar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Manuel Afonso, eles não vão conseguir sair do meio das pedras nos próximos anos - vamos continuar a facturar e, ao mesmo tempo, a manter a Equipa Principal na elite europeia...

      Em breve teremos o Bernardo no PSG, o André Gomes (formação corrupta) no Barça, o Ederson no City, o Guedes no Atlético, o Nelson, o Pawel, o Zé Gomes, o Djou, o Jota, enfim, são tantos que eles em breve vão deixar de falar em formação...

      Neste momento alcochit é do BCP por isso, formação, só se for em atendimento ao balcão a abrir contas...

      Eliminar
  16. Nem mais Manuel Afonso!
    Obrigado por tudo o que representou no Benfica e contente por ele enquanto se lembrar quem lhe deu a oportunidade de demonstrar o seu enorme talento.

    Venham os próximos títulos! Melhor se com jovens da formação mas a unica coisa que conta é o Sport Lisboa e Benfica!

    ResponderEliminar
  17. Guachos, meu Bom Amigo,

    Acabei de ouvir esta "nova versão" da canção do Abrunhosa (Tudo o que te dou) que adaptaram a hino da equipa da FPF neste europeu e fiquei sem perceber patavina: talvez tu, um reconhecido melónamo, me consigas explicar ...

    Mas que merd@ é aquela?
    Há alguém que ouça a canção e não pense em momentos idos de namoro?
    E é isso que eles querem que nos ocupe o pensamento quando ouvimos aquilo durante um desafio?
    Querem que a malta adormeça, é?
    E o Autor da canção alinhou neste papelão?

    Ou serei eu que já não percebo este tipo de ... especificidades?

    Estou velho, ahahah

    Viva o Benfica!
    (José Albuquerque)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi o próprio Pedro Vergonhosa q a escolheu.

      Terá hesitado em adaptar uma outra para "Talvez Vencer"...

      Eliminar
  18. Agora que o Barcelona parece estar interessado em comprar um "cubo mágico" igual ao do Benfica, o nalgas deve fazer o mesmo que fez na China. O Benfica abriu 1 academia na China, eles abriram 10... mesmo que sejam da treta.
    Por isso, ainda vamos ver a notícia de que o nalgas vai comprar 25 cubos de Rubik... 1 para cada jogador.... mesmo à grande a aposta deles na formação!

    ResponderEliminar
  19. Não gosto nada de mandar bitaites sobre quem o Benfica deve comprar, até porque o departamento do Benfica conhece 10.000 vezes melhor o mercado do que qualquer adepto bem informado, quanto mais um mal informado como eu.
    Mas esta ideia anda-me a fazer "fernicotes", por isso cá vai...

    Apesar das características dos 2 jogadores serem bem diferentes, não parece mesmo uma boa opção comprar o Oliver Torres para substituir o Renato?
    Mesmo que seja carote.

    É jovem, já conhece o futebol português, não precisa de período de adaptação ao futebol europeu, é simultaneamente criativo e trabalhador nos processos defensivos, pertence a um clube com quem o Benfica tem boas relações, sofreu talvez uma relativa recente desvalorização por falta de aproveitamento, precisa de um novo desafio, e com um bom aproveitamento até pode valorizar bastante.

    É daqueles que me parece mesmo que é merecedor dum esforço finaceiro extra por parte do clube.
    Acho que seria uma contratação entusiasmante, e com poucas probabilidades de correr mal, quer quanto a rendimento em campo, quer quanto a uma possível futura venda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ideia não é má mas o Pawel é melhor e mais barato.

      Eliminar
    2. Agora perdi-me.
      O Pawel a jogar à frente dum trinco?

      Eliminar
    3. Agora também eu meto o bedelho. O Oliver não é grande espingarda, nunca o foi. Se fosse, o AM não o vendia. Temos melhor dentro de casa, bastante melhor, e não vale o dinheiro por que o vendem.
      No Porto era dos melhores mas nunca gostei muito dele, havia era muito hype à sua volta. Actualmente nem o hype os salva.

      É como o Brahimi. Há 9 meses escrevi que o Brahimi não era o que diziam dele, era um flop, e é!! Vejam o que ele fez toda a época. Vamos a ver por quanto o vendem.
      O Porto e a sua máquina de propaganda tenta sempre empolar os jogadores que têm. Deu resultado durante muito tempo, por isso venderam muitos flops por milhões. Mas a mama acabou-se.

      Temos melhor dentro de casa, que há anos jogam e aprendem as bases do futebol com excelentes técnicos e que por isso nos garantem que quando entram… funcionam e cumprem. E não custam milhões.


      Eliminar
    4. Eu não concordo que os jogadores, por aprenderem as bases do futebol com excelentes técnicos, sejam automaticamente bons, que funcionem e cumpram. Nem pouco mais ou menos. Era lindo que bastasse dar bons técnicos e boas condições para um jogador saír bom, mas a realidade não é assim tão linda.
      É verdade para uns e não é tanto para outros.

      Não se pode esperar que a formação forneça excelentes jogadores para todas as posições todos os anos. Se todos os que saissem da formação, onde aprenderam as bases do futebol com excelentes tecnicos, fossem brilhantes, a equipa B teria de ficar forçosamente nos primeiros lugares todos os anos. E a verdade é que a época passada não ficaram. Obviamente que uma das razões é a equipa B usar jogadores mais novos que qualquer uma das outras equipas da mesma divisão, "obrigando" esses jogadores mais novos a evoluirem por terem de enfrentar jogadores mais possantes experientes. Mas apesar disso, nota-se que uns são melhores que outros. Como em qualquer formação ou qualquer equipa deste mundo. Nâo significa que eu não acredite até que os reforços do meio campo para este ano possam saír saír da formação. Simplesmente não sei, porque não acompanho o suficiente nem sou especialista. O que acredito é que se saírem da formação não saiem só e somente porque tiveram bons técnicos e boas condições de trabalho.

      Quanto ao hype do Oliver. Sim, concordo. E nem foi só a comunicação social. Até nos fóruns e blogs existia esse hype. No entanto, eu até acho que o Flopes nem o aproveitava bem, encostando-o muitas vezes a uma ala. Se calhar porque achava que lhe faltava "musculo" para o centro do terreno. Eu acho que a falta de "musculo" pode ser compensada com inteligência e talento. Iniestas e outros que tais são a prova disso. E é por isso que aprecio o Oliver... o gajo parecia-me inteligente e talentoso em campo. Gostei do que vi dele e pronto.

      Eliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.