sábado, 2 de julho de 2016

Memórias que o tempo não (me) apaga...

Um pouco de história...
Os especialistas portugueses são de facto fantásticos. Andaram uma época inteira a marrar com o Benfica, argumentando que não gostavam do futebol praticado, mesmo que tricampeão nacional tenha pulverizado todos os recordes de golos e pontos em campeonatos nacionais, e agora, andam a fazer o pino - sem esconder a euforia - porque a selecção dos amigos do Mendes passa jogos inteiros quase sem criar oportunidades, jogando um futebol enfadonho que "apenas" vai dando para empatar com equipas claramente inferiores. 

Nunca me esquecerei do enxovalho que obrigaram o Rui Costa (sobretudo este) e Simão Sabrosa a passar, apontando-os como os únicos culpados uma derrota cantada...
Anda meio mundo a tentar doutrinar-nos que esta equipa dos ronaldos não tem nada a ver com a Grecia que ganhou o Euro de 2004, em Portugal. E eu não posso deixar de concordar. Essa Grecia jogava um futebol bem mais apelativo do que aquele que os amigalhaços do Mendes tem apresentado em França. Para quem já não se lembra e fala de ouvido, a Grecia ganhou duas vezes a Portugal, logo no primeiro jogo, e também na grande final, na catedral da Luz. Na primeira vitória ainda se pode argumentar que foi fruto da sorte ou por culpa do Rui Costa e do Simão Sabrosa. Agora, na segunda vez, na final, já com os proscritos remetidos ao banco de suplentes, fica-lhes bem mais difícil encontrar os culpados...

Relembre-se que, no seu percurso para a final, a Grecia se qualificou no grupo de Portugal, à frente da Espanha e da Rússia, bateu a França (campeã em titulo) nos "quartos" e a republica Checa nas "meias". E sem precisar de penaltis! Se isto é fruto da sorte ou de um futebol menor...

Na altura também se faziam enormes pressões - diabolizando os jogadores do Benfica. Rui Costa e Simão Sabrosa foram os alvos (abatidos) a abater. Portugal perdeu o primeiro jogo com a Grecia e Scolari foi obrigado, cedendo às pressões, a meter o tal meio campo do foculporto, que era então - para os especialistas - a sétima maravilha do Mundo. Não era, como se comprovou na final, onde não fizeram melhor que os condenados dasjantas. 

Passados todos estes anos - olhe-se para essa cáfila de expert's e o que fizeram para enxovalhar o Renato Sanches, argumentando que o novo jogador do Bayern não tinha qualidade para jogar na selecção, olhe-se para a nova sétima maravilha do mundo que é o meio campo dos ronaldos...e tentem encontrar as diferenças.

14 comentários:

  1. Sem esquecer o Nuno Gomes que só joga com a Espanha por impedimento do Pauleta (0 golos em 2004).

    Cosimo Damiano

    ResponderEliminar
  2. Vi em Coimbra o Rui Costa e o Figo, a jogarem pela selecção de sub 21, quando já tinham mais do que capacidade para jogar, até a efectivos, na seleção principal.

    ResponderEliminar
  3. Concordo com o essencial. Também me lembro bem de terem crucificado o Rui Costa por a equipa da federação de futebol ter perdido com a Grécia. Absolutamente inaceitável, e algo que nunca aconteceria caso estivesse o Deco no seu lugar. Só que aconteceu... mas isto não interessa para nada.

    Mas Guachos, há uma coisa que não percebo. A embirração da grande maioria dos Benfiquistas, parece-me que tu incluído, para com o Jorge Mendes.

    O Jorge Mendes é um dos parceiros estratégicos do Benfica. E não me parece que nos possamos queixar desta parceria.
    Mais, o Benfica, como grande clube que é, deve estabelecer parcerias estratégicas em todas as áreas necessárias com os melhores dentro dessas áreas. E o Jorge mendes é sem dúvida o melhor na área de intermediação de jogadores.

    E chamar à equipa de federação de futebol a equipa de Mendes? A que propósito?
    A segunda não convocação mais absurda, logo a seguir à do André Almeida, foi a do Pizzi, que é atleta do Mendes. E dos 3 indiscutíveis do meio campo, aquele trio maravilha de lagartice, nenhum é representado por ele.
    Foram, mas o Mendes abdicou da sua representação e deu-lhes total liberdade para procurarem outro(s) representante(s), porque se recusou a negociar com o trinca agulhas de lipoaspiração.
    O que é perfeitamente normal. Quem vive de uma reputação construida ao longo de anos, não a coloca em causa envolvendo-se com indivíduos daquela índole.

    Não. A equipa da federação de futebol não é a equipa do Mendes. É a equipa dos jornaleiros e dos lagarteiros.
    E qualquer atrasado mental que a queira treinar sabe bem o que tem que fazer. Caso queira ter uma vida longa e sossegada, não é a Mendes nenhum que tem que agradar. É mesmo a esta escumalha que cada vez me mete mais nojo.





    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode até parecer mas eu não embirro nada com o Jorge Mendes. Muito pelo contrario. A ele se devem grande parte dos mega negócios do Benfica. Agora, quem manda na selecção e no futebol português, estou absolutamente convencido, é o Mendes, o Ronaldo e...o Mourinho. Só lá vai quem eles querem. Não entra lá ninguém que o Ronaldo não queira. Ronaldo e o Mendes são apenas um só. Pensar o contrário não me parece plausível. Os interesses do Mendes não são apenas os dos seus representados...a sua influencia estende-se bem para lá disso.

      Eliminar
    2. Disso sei pouco ou nada.
      Não consigo achar uma relação directa entre os convocados e os gostos do melhor do mundo. Se o Daniel Carriço fosse um dos escolhidos...
      Dos gostos do Mourinho sei menos ainda.
      E não tenho dúvidas que a influência do Mendes se estende muito para além dos seus representados. Mas não acredito que sirva outros interesses que não os seus negócios.

      O que eu sei, é que os jornaleiros e lagarteiros não largaram os tomates do Fernado Santos enquanto não pôs a jogar de início os 3 a que pomposamente chamam de meio campo do sporting.
      E que assim transformaram dos mais miseráveis jogos de futebol que tenho memória de ter visto, em exibições maravilhosas e memoráveis. E o povo come e vai atrás.

      Eliminar
    3. Não te sabia tão ingénuo...
      Achas mesmo que alguém mete o cu na selecção contra a vontade do Ronaldo?
      O Fernando Santos deve muitos favores a quem o livrou do castigo que apanhou no ultimo mundial e ainda mais a quem o meteu na selecção por troca com o mister "tranquilidade". A partir daí...

      Eliminar
  4. Guachos se o Ronaldo te lia mandava-te para aquele sitio que mandou os Benfiquistas em pleno estadio da Luz,a partir dai ligo tanto ao Ronaldo como as primeiras cuecas que usei quanto ao assunto discutido entre o Guachos e Manuel Afonso nao sei quem tem razao se a seleccao e do Mendes,Ronaldo e cp@ so sei que nao joga nada ate os franceses ja se pronunciram que Portugal nao devia estar nas meias finais,Ronaldo para mim so e bom no RM na seleccao nao aparece e para mim apareceu uma vez contra Suecia onde marcou tres fantasticos golos,nesta seleccao salva-se Patricio,Pepe,Renato e gostei do Adrien,o resto nao me entusiasma muito,comparando este portugal com Grecia campeao tem que ser lagartos porque la estao em maioria,estoude acordo contigo a grecia porra era muito mais homogenia que a equipa Portuguesa actual,pronto a culpa quando as coisas correm mal sao sempre dos jogadores benfiquistas que la estao,se formos eliminados pelos Galeses a culpa vai ser do Reanato oops este ja nao e nosso e do Eliseu e tambem do Pizzi e Andre Almeida por la nao estarem a culpa tem que ser nossa basta o badochas ex gordo abrir a boca e ja esta.

    ResponderEliminar
  5. Felizmente, é uma minoria que não gosta do Benfica.
    Fernando Santos é um sujeito limitado. Como o é qualquer pessoa que funciona de acordo com as pressões.
    Demorou, o engenheiro, a reconhecer que Renato Sanches era inevitável. Mas não deixou de cair na tentação em menorizar a exibição do 35 years old, atirando-o para a ala, quase o obrigando a fazer da linha lateral sua companheira.
    De empate em empate lá vai, este grupo de bons rapazes chefiados por um engenheiro medíocre, até onde puderem ir.
    Não esqueçamos que o senhor Santos fez um grande favor ao Benfica ao não convocar André Almeida e Pizzi para a selecção. É que assim, puderam começar a pré época com toda a tranquilidade.

    Saudações benfiquistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devemos dizer que os penaltis foram necessários porque, mais uma vez, o nazi brich fez vista grossa a 2 penaltis e a 2 amarelos contra os polacos... Tivesse a selecção do Mendes perdido e não faltaria mais uma capa da bolha com o herói Fabianski...

      Eliminar
    2. Já q estamos numa de memórias e olhando ao q o beato santos fez ao Renato,recordo-me o q o moirinho fez ao Tiago assim q chegou ao selse.Encostou-o à direita e acabou com ele em três tempos.O Tiago,ao lado do Petit no Glorioso,tinha "só" feito 13 golos no campeonato anterior!!!
      Só no Atlético de Madrid,Tiago voltou à sua posição,mas mais recuado.Tinha feito muita falta nos ronaldettes,mesmo vindo de lesão,em lugar do arteroses de carvalho.
      Mas isto,sou eu q digo,q não percebo nada de futebol.
      Carrega GLORIOSO!!!!!!!!!!!!!!

      Eliminar
    3. Red, estás a falar do génio que tentou fazer de Coentrão o trinco do Real Madrid?

      Eliminar
    4. Ele tentou isso antes ou depois do almoço,eheheh?

      Eliminar
  6. Até posso ser, mas ainda assim garanto-te que não metia o meu cú na seleção por vontade do Ronaldo...
    Se alguém mete ou não, volto a dizer, não sou especialista na matéria nem estou interessado em ser.

    Para todos os efeitos estou-me nas tintas para a equipa da federação de futebol, para o melhor do mundo, e para quem manda nos ditos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazes bem. O meu cú também só vai para onde eu quero.

      Eliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.