quinta-feira, 2 de março de 2017

Luís Filipe Vieira na CMTV

Para quem não teve oportunidade de ver - aqui está a entrevista do Presidente Vieira à CMTV

29 comentários:

  1. Claramente beneficiados no jogo com o Chaves?
    Referia-se ao lance aos 6 minutos em que foi perdoada a expulsão do jogador do Chaves?

    Nas questões de arbitragem foi desastroso.

    Felizmente fala pouco e dá poucas entrevistas.

    Provavelmente é daquelas pessoas que trabalham bem na sombra e que não sabem vender a sua imagem...
    Espero que seja isso...

    A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sabe vender a sua imagem? Tu percebes mesmo muito de projecções de imagem.
      Vieira está cada vez melhor nesse aspeto e dá 10-0 a todos os outros presidentes.
      O que ele disse sobre a arbitragem não há qualquer razão para criticar, ele não estava lá na função de crítico ou de jornalista, estava como presidente do Benfica. E fala este gajo de imagem!

      Eliminar
  2. Companheiro Guachos, meu Bom Amigo,

    Já por cá tinha passado, a ver se tinhas colocado a oportunidade para escrever alguns comentários sobre esta entrevista, além de te felicitar por mais uma citação feita na Nossa TV (no "Lanças") ao que aqui tens escrito ... tão brilhantemente.

    Quanto à entrevista, eu não tive grandes surpresas, com tudo o que isso significa, quer para o melhor, quer para o menos bom:

    1 - Continuo a irritar-me até aos ossos (eu sei que já não deveria, mas isto deve ser defeito meu) que o Presidente permita confusões entre "Passivo" e "dívida", acabando a anunciar "objetivos" de redução daquilo que só pode ser o nível do endividamento bancário; trata-se de uma falta de rigor que (e ele sabe-o lindamente) só serve para gerar e/ou alimentar uma generalizada confusão que desagua numa realidade absurda, que corresponderia a que todo o património (Ativo Bruto) do Nosso Grupo estivesse financiado exclusivamente por Capitais Próprios (Passivo nulo);

    2 - Tu e os teus Leitores conhecem a minha humilde opinião sobre o "ritmo" da reconstituição dos Capitais Próprios da Nossa SAD e continuo a não ter nenhuma informação válida (talvez o Presidente a tenha e, nesse caso, eu sinto que ele a deveria divulgar) que me permita, enquanto Gestor, apoiar a loucura que ele, aparentemente, está determinado em concretizar e que passa por ter cerca de 90M€ de "lucros" acumulados entre este e o próximo exercícios económicos ... uma brutalidade.

    Quanto a tudo o resto e embora a oratória continue a não ser um dos pontos mais fortes do Presidente, creio que quem acompanha a vida do Clube tem de ter sentido o prazer de ouvir a confirmação coerente de tudo o que tem vindo a ser apresentado como a Nossa Estratégia e desde há vários anos.

    Parabéns ao Presidente, Parabéns para ti (Guachos) e Parabéns para todos os que sentem como sua a determinação de continuarmos a fazer Maior e Melhor este Clube que Amamos.

    Viva o Benfica!
    (José Albuquerque)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em relação aos "passivos" acredito plenamente no que nos vais informando. O Presidente, parece-me, aproveita estas alturas para dizer algumas coisas que o povo gosta de ouvir. Certo ou errado a verdade é que vai sempre a ele que todos pedirão explicações. Quanto às arbitragens, confirma-se a sua inabilidade em falar do assunto. No geral não tenho dúvidas que tem melhorado muito na sua forma de fazer-se compreender. O José Manuel Antunes enviou-me o vídeo do "lanças" . Ontem andei por fora e ainda não pude ver todo. É um dos grandes amigos do GV. Abraço

      Eliminar
    2. Meu Bom Amigo,

      Na medida em que eu quase nada sei sobre o "planeta da BOIADA", confeso-me absolutamente incompetente para comentar as ações que o Glorioso tem empreendido (sei que há várias que não são públicas) no sentido de defender a Verdade Desportiva e impedir o recrudescimento do POLVO imundo e grosso.

      Quanto aos "objetivos" de lucros (eu continuo a acreditar que o Companheiro LFV anda a exagerar ... e muuuito), eu não só agradeço a tua confiança (e a de tantos outros Leitores), como deixo uma pergunta muito simples: quanto teria de valer um "negócio" (ou Empresa), para ser considerado "normal" uma acumulação de 90M€ de Resultados Líquidos, em apenas 2 anos?

      É que, em cálculo simplista e considerando uma taxa de rentabilidade de, admitamos, 5% (mais do que o que a SAD paga nas EO), esse "valor" seria ... 900M€!
      Eu considero que o Grupo Benfica vale várias centenas de milhão de €, mas 900 ... ainda estamos longe disso.

      Viva o Benfica!
      (José Albuquerque)

      Eliminar
    3. Caro Pedro Àlvares Cabral,

      Permita-me que lhe pergunte o que achou da referência que o Presidente fez à posição do Benfica em relação à superliga europeia?

      Abraço

      Eliminar
    4. Amigo Jose o que tens a nos dizer sobre a carneirada com 46 milhoes e tal de lucros ninguem os aguenta,quanto aos teus sabios comentarios obrigado.
      Ja agora aproveito e comento sobre a entrevista do nosso presidente so vi 7 minutos por falta de tempo mas esses 7 minutos agradou-me um homem que vale pelos todos os outros presidente juntos,espero que o nosso amigo Guachos nao retire o Video aqui no blog porque hoje provavelmente nao terei tempo mas amanha vejo o resto obrigado.

      Eliminar
    5. Caro Companheiro manjob,

      Sobre esse assunto - o futuro Campeonato Europeu de Clubes, o Presidente não disse nada que eu já não tivesse escrito aqui, dando a certeza de que a Nossa SAD está a acompanhar esse tema o mais de perto que consegue e completamente determinada em não perder a oportunidade.
      Esse é um dos temas em que eu mais de acordo estou com o Companheiro LFV.

      Caro Companheiro Francisco,

      Já sabíamos que, com as vendas de agosto passado, a osgalhada tinha garantido um exercício económico claramente positivo (por mais guita que continuem a torrar com outros erros clamorosos de gestão), até porque tinham garantido o acesso à CL e beneficiam de um inqualificável "colinho" bancário.

      Viva o Benfica!
      (José Albuquerque)

      Eliminar
  3. Pa, eu achei que o nosso Presidente esteve muito bem... os indios não o deixam concluir uma ideia sem o interromperem e contra interrogar.

    É bom perceber que:
    Depois de várias insinuações, agressões verbais e insultos do bdc e jj, os jornalistas continuam a colocar o SLB, RV, LFV na mesmo plateau. Justissimo (patetico)!!!
    Depois de vermos o scp (no ano passado) e o fcp (escandalosamente nos ultimos meses) este ano com beneficios claros de arbitragem e nós é que ainda somos levados ao colo e nós é que temos que admitir quando somos beneficiados (mesmo que exista um penalti e um golo invalidados contra nós no jogo... se fosse para roubar a nosso favor haveria penalti??).
    As nossas vendas é que são "estranhas" e os monteros, ou o scp duplicar os custos e comprar jogadores de 10mm quando em 2013 estavam À beira da falencia (admitido por eles) e de onde veio o dinheiro? Ou o porto que agora colocou toda a equipa à venda, ou vender jogadores por 15MM a 3 meses do fim do contrato, ou o Adrian, ou depoitre.

    Por fim, e desculpa ser longo mas esta semana li uma reportagem excelente sobre a Juventus. Sobre o grande trabalho que fazem com formação e scouting, este ano fizeram mais de 70 contratações e 65 vendas/emprestimentos. Procuram jogadores com potencial em mercados perifericos, os que têm valor ficam perto em Italia e têm dezenas a rodar o mundo... Se o sombras lê tem uma dor de barriga... "Termos 100 jogadores é um absurdo!".

    Obrigado LFV, CARREGA BENFICA!!!!

    ResponderEliminar
  4. Não gostei. Acima de tudo não gostei de ver o meu presidente na CMTv. Deu-me a ideia que queria discutir temas sérios, o que é evidentemente impossível naquela espelunca e com aqueles entrevistadores.
    Quando se começa a falar a sério de temas sérios com gente daquela, fica-se mesmo pelo começo. E sem aprofundamento sobram frases avulsas e descontextualizadas. Aconteceu assim com as contas, com as transferências, com os relacionamentos institucionais, e com tudo o mais que pudesse ter interesse.

    Eu percebo que muitas vezes é impossível responder na hora à imbecilidade. A imbecilidade apanha-nos muitas vezes de surpresa e deixa-nos sem palavras. Aquelas duas aves raras, sabemo-lo bem, estão no topo da pirâmide dos imbecis, estando um deles também no topo da pirâmide dos anti-Benfiquistas primários. E por 3 vezes repetiram algo que deixou o presidente sem resposta, de boca aberta a pensar se estariam mesmo a dizer tamanha barbaridade.

    Mas como a imbecilidade pode ser contagiosa, e no caso dos papagaios taliban é de certeza, respondo eu.
    Se renovar com os velhos e vender os novos é boa política? É seus, cretinos. É boa política.

    Haverá uma diferença substancial entre contratar jogadores na casa dos 30, e renovar com jogadores na casa dos 30.
    Contratar jogadores na casa dos 30 por sistema, é um vício que não podemos ter, e que era muito do agrado do anterior treinador. Era e é.
    Renovar com jogadores na casa dos 30 é algo de absolutamente essencial para manter as referências da equipa. Única forma conhecida de se poder integrar jovens em quantidade no plantel e ainda assim ser-se competitivo.
    Já os jogadores que se vendem, são os que têm mercado. E os que têm mercado são os melhores, sendo estes velhos, novos ou assim assim.

    Isto a princípio deve ser algo bastante fácil de perceber. Até para um abrunho com um grau de deficiência mental suficientemente alto para poder chegar a director da CMTv.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles percebem amigo. Eles percebem. Por o perceberem tão bem é que gostam de baralhar os espectadores...e o entrevistado...

      Eliminar
    2. O Passivo bancário em 30/06/2016 era de 310 M €. Para o amortizar, na totalidade, durante o próximo mandato - quadriénio 2016/17 a 2019/20 - a SLB, SAD (consolidada) deverá apresentar um Cash-Flow (Resultados Líquidos adicionados das amortizações anuais dos passes dos jogadores) médio anual de 77, 5 M, o que equivalerá a obter resultados líquidos anuais na casa dos 47,5 M €.

      Com proveitos operacionais de 126 M € e venda de jogadores de 82 M €, os resultados líquidos, em 2016, foram de 20,4 M €, o que significa que teremos de obter mais 27 M € de resultados líquidos, em números redondos.

      Em termos de proveitos operacionais temos margem de crescimento – a renegociação com a NOS, naming do Estádio, merchandising –, sendo necessário manter a performance que temos vindo a ter na Champions. Em termos de custos a aposta na formação com a subsequente integração de jovens no plantel principal deverá diminuir os custos com os salários do plantel, sendo certo que a amortização anual do passivo bancário contribuirá para a redução dos custos financeiros (actualmente na casa dos 20 M €/anuais).

      Nas minhas contas, uma média anual de vendas de jogadores na ordem dos 100 - 110 M €, nos três primeiros anos, e de 90 M - 100 € no último ano, deverá ser o suficiente para que seja atingido o objectivo de Luís Filipe Vieira.

      Este ano já fizemos vendas de 46,2 M (Gonçalo Guedes, 30 M, Hélder Costa,16,2 M) e prevejo que no final da época, com quase 100 % de certeza, que Lindelof, Nélson Semedo, deverão render 70 M €, sendo de admitir que mais algum possa ser vendido (Ederson (50%)).

      Se olharmos para o Seixal constatamos que há lá pérolas – umas já prontas para acederem ao plantel principal e outras, mais jovens (como João Félix, por exemplo), num médio prazo - que vão ser alvo de forte cobiça dos grandes europeus.

      Sinceramente, e salvo melhor opinião, acho que o objectivo é exequível.

      Uma nota final: é óbvio que o Benfica tem de liquidar no quadriénio outro passivo não bancário (designadamente, o que surgirá com o investimento que vai ser feito no Seixal), contudo, acho que com o potencial de crescimento dos proveitos operacionais em concomitância com a redução de custos operacionais e financeiros, e com um nível de facturação em jogadores na casa dos 100 – 110 M €, o que me parece verosímil face à qualidade da nossa formação, será suficiente.

      Carrega Benfica!

      Eliminar
    3. Caro Guachos, acho que estás a ser mais esperto do que eu. Acredito que seja mais isso.

      lampiaogrande, com o nível de investimento que está previsto ser feito no Seixal, duvido muito que tal seja possível em 4 anos.
      E o investimento previsto ser feito no Seixal é absolutamente indispensável para continuarmos 10 anos à frente dos nossos rivais.

      E atenção que não digo isto com qualquer sentimento negativo, ou de desapontamento.
      Acho imprescindível, por uma questão de credibilidade interna e também externa, ( e o presidente abordou o tema da liga europeia, que provavelmente terá normas apertadas de acesso, pormenor importante) reduzir a dívida bancária para cerca de 100 milhões de euros o mais rápido possível, sem comprometer com isto o investimento que tem que ser feito e a competitividade das nossas equipas.
      Fora isto... fora isto o melhor é mesmo perguntar ao DSO, que ele é que percebe do assunto. O nosso presidente expressa os seus desejos e rodeia-se das pessoas certas para moverem o mundo. E movem.

      Eliminar
    4. Caro Companheiro lampiãogrande (gosto do teu nick!),

      Estou de acordo com todos os teus cálculos, mas olha que o que tem de estar em causa não é a exequibilidade desse alegado objetivo: o que deveria estar em causa é a respetiva correção.

      Por isso, permite-me uma primeira pergunta: achas correto, como Gestor, submeter o Nosso Grupo a um tal "espartilho"?
      Especialmente quando ele Nos pode inibir de fazer os investimentos que estão no programa para esta "legislatura", ou obrigar a parcerias que limitarão os frutos económicos desses investimentos?

      Por favor, recorda-te que não é só o alargamento da "fábrica" que está em causa!
      Há a BenficaFM, o Hotel, o "Sexal das Modalidades" e, acima de todos eles (em volume de recursos), a internacionalização da Nossa Marca.

      Uma vez que noto que dominas esta matéria, faço-te um derradeiro desafio: projeta o que será o Nosso Balanço a 30/6/2018 com o cumprimento desse alegado objetivo e, depois, diz-me o que achas.
      Parece-te bem?
      Já consideraste o risco que corremos de estar a atrair OPA's hostis?
      Já fizeste os cálculos aos custos que, nesse cenário, iríamos ter de suportar em sede de IRC?
      Ou consideras que, a partir dessa data (2018), a Gestão deveria passar a ter como objetivo o "lucro zero"?

      Não te esqueças que, enquanto não formos salarialmente (em termos líquidos) competitivos, não poderemos deixar de fazer algumas vendas e, assim, continuar a realizar mais valias com Atletas. É que, enquanto assim acontecer, Nós podemos não querer vender, mas os tubarões vão continuar a querer comprar.

      Fico à espera que me respondas e antecipadamente grato por essas opiniões.

      Viva o Benfica!
      (José Albuquerque)

      Eliminar
    5. Caro Guachos,

      Acho que estamos de acordo que estes comentários do Manuel merecem estatuto de posts no blog.
      O comentário do post anterior é delicioso.

      CARREGA BENFICA TRINTA E SEIS!

      Eliminar
    6. Manuel, eu refiro-me à questão que tu próprio te propuseste brilhantemente, diga-se, responder. (aqui que ninguém nos ouve, digo-te que adoraria que o presidente lhes tivesse oferecido esse bigode)...

      "Se renovar com os velhos e vender os novos é boa política? É seus, cretinos. É boa política. Haverá uma diferença substancial entre contratar jogadores na casa dos 30, e renovar com jogadores na casa dos 30.
      Contratar jogadores na casa dos 30 por sistema, é um vício que não podemos ter, e que era muito do agrado do anterior treinador. Era e é.
      Renovar com jogadores na casa dos 30 é algo de absolutamente essencial para manter as referências da equipa. Única forma conhecida de se poder integrar jovens em quantidade no plantel e ainda assim ser-se competitivo.
      Já os jogadores que se vendem, são os que têm mercado. E os que têm mercado são os melhores, sendo estes velhos, novos ou assim assim."

      Custa-me entender que um profissional da área, a menos que esteja de má fé, não perceba esse conceito. O que eu vi, e vejo em todos os programas onde se discute futebol, é somente a procura da polémica. E foi isso que eles tentaram achar. Acredito muito mais na má fé do que na incompetência dos dois...

      Eliminar
    7. Caro companheiro Albuquerque:

      Desde já dizer-te que leio com muita atenção e interesse os teus comentários sobre estas matérias e, por isso, sinto-me grato por me teres dedicado atenção. É, assim, com enormíssimo prazer que, contigo, partilho este debate de ideias sobre o NOSSO GRANDE BENFICA!

      Se bem percebo, o teu ponto não é a exequibilidade da liquidação do passivo bancário neste quadriénio mas, antes, a questão de se saber se ao fazê-lo se podem comprometer os projectos anunciados: Seixal, “Seixal Modalidades”, Benfica FM, Hotel Benfica e Internacionalização da Marca.

      Eu não sei qual é o montante do investimento global por isso, não sei dizer, com total rigor, até que ponto a liquidação do passivo bancário, à média anual de 77,5 M €, pode perigar o seu financiamento.

      Contudo, há algumas coisas que, modestamente, creio que possa dizer:

      i) O Seixal e “Seixal Modalidades” irão proporcionar retorno no médio/longo prazo, fora do quadriénio, pelo que o seu financiamento deverá ser totalmente feito com recurso a uma combinação de capitais próprios, capitais alheios, crédito de fornecedores e, eventualmente, de fundos públicos (Autarquia e/ou Estado).

      ii) A Benfica FM e Hotel Benfica, libertarão fundos próprios (Caixa) durante o período e prevejo – dada a atractividade da Marca Benfica - a parceria com outros agentes económicos privilegiados do sector.

      Não tenho a percepção que as parcerias possam limitar os frutos económicos desses investimentos, antes pelo contrário, acho que seu “know how” pode alavancar os resultados operacionais.

      iii) A Internacionalização da Marca Benfica - parece-me que depende mais da criatividade no aproveitamento da Marca Benfica do que investimento significativo - vai gerar meios financeiros próprios dentro do quadriénio.

      A maior necessidade de recursos, como referes, a este projecto, faz parte, a meu ver, do ciclo de exploração (custos operacionais) e não do de investimento.

      Não sou especialista mas, atrever-me-ia a citar, como estratégia de internacionalização da Marca Benfica, algumas medidas já conhecidas, como a expansão internacional da BTV através de novas plataformas, a associação a marcas de renome internacional - quer através da sponsorização (Emirates, por exemplo), quer através de acordos comerciais, quer através do naming do Estádio – ou, outras, porventura ainda não exploradas, como a colocação de um clube associado ao Benfica na disputa do campeonato chinês (por exemplo o Benfica de Macau) aproveitando essa alavancagem em ganhos de notoriedade no mercado chinês (não se trata de “vão vir charters de chineses”  ).


      Em suma, diria que dos projectos anunciados aquele que me parece que pode ser mais sensível à estratégia de liquidação do passivo bancário é o do projecto do Seixal e “Seixal Modalidades” (inclui o Centro de Alto Rendimento).

      Eliminar
    8. Eu não estou na posse de informação que me diga qual o montante do investimento e como está previsto o seu financiamento, por isso não sei se a estratégia deva ser objeto de correcção, e, se sim, em que medida essa correcção deve ser feita e qual a sua implicação na prossecução dos objetivos da redução do passivo bancário (deverá este ser liquidado em cinco anos e não em quatro? Ou em sete e não em quatro?)

      Pedes-me também para considerar a atracção de uma OPA hostil pelo facto – se bem interpreto – de apresentarmos um Balanço (o de Junho de 2018) já com o efeito da liquidação de metade do passivo bancário ou seja, com Capitais Próprios acrescidos de um valor de 95 M €. Não vejo um nexo de causalidade entre esse facto e a possibilidade de existir uma OPA hostil, o potencial da Marca Benfica é por si só, um forte atractivo. Mas, deixa-me dizer-te o seguinte, uma OPA nunca terá sucesso porque o Benfica detém a maioria de capital (directamente através do Benfica Clube e indirectamente através da SGPS) e porque o Presidente do Conselho de Administração é o Presidente do Clube, portanto, o Benfica nunca aceitará a oferta. Acresce ainda que a maioria dos accionistas, como eu, nunca venderá as suas acções, nem a peso de ouro. O Benfica será sempre NOSSO!
      A última sugestão que me fazes é que comente a tributação de IRC decorrente da apresentação de lucros. Não vejo, sinceramente, problema nisso, tomara eu que o Benfica pague 1 milhão de Euros de imposto por dia , como tal, nada de lucro zero como estratégia e que continuemos, pois, a vender jogadores até que tenhamos competitividade salarial com os tubarões europeus.

      Uma nota: Na verdade, nunca seremos totalmente capazes de segurar os grandes craques porque, como sabes, a atractividade/visibilidade de outros campeonatos é mais aliciante, quer sob o ponto de vista desportivo, quer sob o ponto de vista financeiro - as receitas com direitos de imagem exponenciam-se quando são jogadores do Real, Barcelona, etc.

      Desde logo, muito obrigado por me considerares e aqui vai um grande abraço!

      Carrega Benfica!!

      Eliminar
  5. Eu gostei. Mais importante do que o presidente dar uma entrevista perfeita é continuar a trabalhar/comandar como até aqui tem, e muito bem, feito. Ele foi à CMTV porque é ali que está um dos maiores focos de antibenfiquismo. A maior parte da entrevista correu-lhe bem. Quanto à diminuição do passivo, meu caro José, quando só se fala do passivo (e só do do Benfica, que os outros não o têm ou é um passivo doutra natureza), o presidente querendo reduzir a dívida bancária, dizendo que vai reduzir o passivo para a maior parte das pessoas é a mesma coisa...então diz-se o que elas querem ouvir.
    Também gostei porque, uma vez mais, ficou por ele próprio demonstrado que Octávio Ribeiro é um grande, enorme...MONTE DE MERDA!

    ResponderEliminar
  6. Mais uma vez Parabéns por + uma citação do melhor programa televisivo nacional - o "As Lanças Apontadas".

    Homenagem + do q merecida a este Enorme Blogue, feita pelo Benfiquista José Manuel Antunes, escolhendo 1 dos muitos excelentes textos c/ o selo de qualidade Guachos Vermelhos.

    Parabéns!

    ResponderEliminar
  7. Boa prestação do Presidente, tendo bem conta que a entrevista foi uma sucessão de pequenas/grandes armadilhas. Quanto a mim apenas falhou (ou foi naif) ao admitir benefícios de arbitragem. Tal seria correto e aceitável se vivêssemos num país de gente séria e honesta. Assim, vamos pagar brevemente tamanha honestidade.

    ResponderEliminar
  8. Apreciei a confianca que demonstrou no que está a ser feito e nas pessoas que trabalham no clube bem como a clareza do rumo definido para este mandato.

    Nao apreciei a aparente ligeireza e letargia com que trata a questão das "caneladas" na arbitragem, dizendo até que saiu descansado da reunião!Como é?

    O que está a passar deviar ser antecipado, prevenido, captado, reportado, responsabilizado e punido devidamente. Que não se goze com quem paga o bilhete para no final ver o Proença a dar o campeonato aos queridinhos do fcp!

    ResponderEliminar
  9. Por muito que goste falar e ouvir falar do Benfica, conhecer, perceber e descobrir novidades de fundo ou de circunstancia, ainda para mais vindas de pessoas com responsabilidades dentro do organograma (quem melhor que o presidente), continuo sem perceber o porquê daquela entrevista, o seu timing e ainda por cima a "quem" foi dada... Para mim foi o all in no que toca a dar pérolas a porcos!
    Porquê?
    Porque para qualquer Benfiquista minimamente bem informado não foi feita nenhuma revelação bombástica, nada que justifique uma entrevista de balanço, de antevisão ou mesmo de reacção.
    Dos projectos estruturais sabe-se quais as intenções para este mandato, do modelo de gestão e das intenções de gestão para onde canalizar os superavits, idem, da equipa de futebol, treinador, jogadores, enfim projecto do futebol, mais ainda, do que ficou para trás, sem nunca querer ter memória curta, quem está grato reconhece, então resta a reacção... de quê? Para quê? Para quem?
    Dar explicações públicas às insinuações de coacção nossa aos apitadores?!
    Ter de explicar o porquê de uma visita com carácter de urgência a um órgão cujos membros coçam os ditos cujos desde o inicio de Janeiro?!
    Explicar os inúmeros indícios de que existe uma tribo ligada a um clube a cometer crimes que constituem há muito casos de policia?!
    Explicar o óbvio a quem nem jornalista consegue ser, apenas e sim jornaleiro e vendedor do seu pasquim?! Sinceramente não entendo!
    Ainda por cima para elevar as audiências daquela casa (lembro os mais desatentos que é a casa do Rascord) e para ser interrompido sucessivamente por dois palermas que nem conseguiam deixar concluir raciocínios, quanto mais ter um fio condutor nos assuntos a questionar...
    Aquela pérola da última pergunta tirou-me uma dúvida existencial que nem imaginam!
    Percebo que, talvez por indicação do departamento de comunicação, se pense que sublinhar através desta entrevista as ideias, posições e preocupações relativamente à arbitragem e à sua tutela possa fazer algum sentido e daí esperar alguma acção, mas se pensam que será isso a pôr um fim ao que se tem visto, os super macacos já tiraram todas as dúvidas esta manhã.
    Finalmente, destaco algumas tiradas que não foram do meu agrado como a ideia de estarmos 10 anos à frente da concorrência... isto faz-me lembrar os primeiros anos do Presidente em que cada vez que dava uma entrevista (inusitada como esta) a meio da época éramos comidos e gozados no fim das épocas.
    Saber uma realidade, constata-la, comenta-la em privado é uma coisa, torna-la pública, com tanto ainda em jogo é um comportamento irresponsável que já pensava que tivesse sido aprendido, sobretudo pelo Presidente.
    Isso é mais para os tristes dos nossos rivais!
    No entanto para que se perceba, estou 100% ao lado do que tem sido a gestão de Vieira e o que tem sido o trajecto do nosso clube desde 2003 (com os erros que o próprio também reconhece).
    Talvez por isso mesmo, não compreendo porque se dá uma entrevista, que uma hora depois já tinha sido virada do avesso (no mesmo canal) e sido deturpada na maioria do seu conteúdo (que ainda por cima tem sido coerente com a mensagem passada nas últimas entrevistas).

    Mas enfim, já passou e siga que Sábado o jogo é de campeonato

    Saudações
    Rossetti

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Rossetti,

      Escreveste muito bem o meu sentimento relativamente a entrevista do nosso presidente (porque obviamente partilho o teu sentimento).
      A única explicação que vejo para a tirada dos 10 anos é que esta constitua uma mensagem para dentro, para reforçar os índices de confiança dos nossos, que vão enfrentar importantíssimas e duríssimas batalhas nos próximos tempos.
      Por outro lado tenho que admitir que o nosso presidente tem na sua posse informação que nenhum de nós domina, que ao serviço de uma capacidade e visão estratégica inigualáveis, lhe permitem adoptar posições dificilmente entendíveis para o comum dos Benfiquistas.
      Resta-nos esperar para ver, qual o resultado desta oferta de pérolas a autênticos bácoros alarves, cobardes e invejosos.

      CARREGA BENFICA TRINTA E SEIS!

      Eliminar
    2. Caro Nené

      Espero que esse Às de trunfo esteja bem escondido assim como bem à mão...

      Abraço
      Rumo ao Tetra
      Rossetti

      Eliminar
  10. O que eu tenho a dizer sobre o futebol português...é isto:

    Flatulência ou flato (do latim flatus, sopro) é uma ventosidade anal (da costa) que pode ser ruidosa ou não, e que tem um cheiro fétido (da costa). Tem origem nos gases que são ingeridos juntamente com a comida e, minoritariamente, nos gases acumulados durante o processo de digestão, na etapa de decomposição dos resíduos orgânicos dentro do intestino. Um desses processos é a fermentação de carboidratos por bactérias. A intensificação da flatulência (da costa) pode ocorrer em pessoas ansiosas, que falam ao comer ou que comem muito depressa, ou em pessoas que sofrem de parasitoses intestinais (da costa).

    Um dos seus componentes é o metano, (também conhecido por Gás-dos-pântanos (da costa)) e Hidreto de metila.

    Mais de 99% do volume de uma flatulência (da costa) é composto por gases inodoros. Nos humanos, o gás é expelido aproximadamente a uma velocidade de 0,035 metros por segundo, podendo atingir picos de 0,1 metro por segundo. (ou 0,5 m/s no caso de ter jantado em casa do Dr. Póvoas)

    O odor dos flatos (da costa) provém de pequenas quantidades de sulfeto de hidrogênio, enxofre e os mercaptanos livres na mistura. Quanto mais rica em enxofre (da costa) for a dieta, mais desses gases vão ser produzidos pelas bactérias no intestino (social), fazendo portanto, com que estes gases cheirem ainda pior (da costa).

    Pratos como cebola (santos), couve-flor (carvalho) e ovos (fontelas) são notórios por produzirem esses gases. As leguminosas, como o feijão ou grãos, por exemplo, produzem grandes quantidades de gases, não necessariamente fétidos (da costa). Isso deve-se à presença de açúcares que os seres humanos não conseguem digerir. Quando esses açúcares chegam aos intestinos, as bactérias produzem uma enorme quantidade de gás. Outros produtores notórios de gases são milho, pimenta, repolho e pinto da costa.

    Rumo ao 36!!

    ResponderEliminar
  11. O Brunalgas vai ganhar as eleições de goleada. Portanto continuará a assistir às vitórias do Benfica como presidente da carneirada. Se o Benfica ganhar o Tetra, o Brunalgas e o Capo do Norte serão os primeiros presidentes dos clubes rivais a permitirem um tetra ao Benfica. Ficarão para sempre ligados a este feito e isso é especialmente humilhante para o Capo do Norte. Portanto, este fará tudo, mas tudo mesmo, para evitar que o Benfica seja campeão. Toda a Estrutura do Benfica e adeptos têm que estar especialmente vigilantes e focados no objectivo do Tetra.

    Eu também não entendi bem o timing e o local da entrevista. Mas ela só é anunciada após a tal reunião com o CA da FPF. Portanto o timing pode estar aqui justificado. As mensagens principais foram: nós estamos vigilantes e não vamos permitir um Apito Dourado 2; até agora só têm sido penalizados os dirigentes do Benfica e tem havido uma grande impunidade em relação a actos e palavras da responsabilidade de dirigentes dos outros clubes; na reunião foi garantida equidade no tratamento de todos os clubes e o Benfica dá um voto de confiança ao CA. De certa maneira entendível o timing, falta justificar o local da entrevista. Terá sido escolhido o CM TV pelo facto de ser praticamente o único meio de comunicação que ousou colocar perguntas incómodas ao Capo do Norte e ousou expor a vida do Macaco Madureira? No fundo enviando uma mensagem de reprovação pela falta de coragem dos outros meios de comunicação, normalmente tidos por mais credíveis? Ficam as minhas dúvidas. No entanto, na minha opinião, a entrevista foi globalmente muito positiva.

    Sérgio.

    ResponderEliminar
  12. Não concordando, minimamente, em oferecer um aumento de audiências ao mais estupidificante meio de comunicação social deste País, gostei, na generalidade, da entrevista do nosso Presidente. Permito-me, no entanto, citar duas situações:
    1- Foi pena não ter perguntado aos "entrevistadores!" se a CMTV já tinha accionado algum processo judicial sobre o caso do microfone roubado pelos macacos do fcp. Eu sei que já ficaram muito mal aquando do microfone do filho da dona dolores...
    2- Ao ver a figurinha do octávio "entrevistador" pergunto-me como é possível aquele cromo ser director de um jornal e duma tv, quando há tanto jovem competente e instruido DESEMPREGADO !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo! Desde que me lembro de uma entrevista desse "jornalista", salvo erro na TVI há muitos anos atrás, ao Papá (segundo o próprio e pela entrevista assim parecia) num programa de painel em que estava em representação do nosso clube o João Botelho... ficou-me na memória a figura patética, rastejante, subserviente desse mesmo que na entrevista ao nosso presidente estava cheio de propriedade e presunção!
      Reitero o que mencionei no meu comentário, o tipo é jornaleiro e para isso parece servir como uma luva, já para ser jornalista a sério falta-lhe muita coisa... pode juntar-se ao saco onde pontificam outros auto-denominados jornalistas como o Rui Santos.

      Rossetti

      Eliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.