quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Para desenjoar de onojo & Comp.Lda (parte II)...

Agora que a comunicação social e os interesses comerciais (Adidas/Nike) dos clubes mais poderosos, como o Real Madrid, conseguem vender tudo o que querem, está na moda dizer-se que o fulano de tal é o melhor futebolista de todos os tempos só porque tem a suportá-lo as máquinas de propaganda mais poderosas do Mundo. Eu não gosto de modas. Não gosto de propagandas bacocas e ainda menos que me imponham o que eu tenho de gostar. Mas o pior é quererem à força fazer-me acreditar que aquilo que os meus olhos me mostram é pura ficção cientifica. E não é. 

É verdade, existe uma espécie de jogador que as mete todas lá dentro até quando se engana e remata para fora, mas, embora o golo seja o sal do futebol, eu nunca olhei para o típico goleador como o génio da bola. Se é certo que o futebol é golo, a arte e o génio de um futebolista é muito mais do que meter a bola na baliza e o golo artístico, de génio, poucas vezes faz parte do cardápio dos maiores goleadores da história. Há jogadores que só de vê-los correr me encanta e há outros a quem reconheço enorme eficácia mas que pouco ou nada mexem comigo. Exemplo;...
José Luís, o antigo extremo direito do Benfica e da selecção nacional, fazia tudo com extrema elegância e, olhando-o, parecia-me sempre não tocar no relvado! José Luís não corria, parecia levitar. Quem está na história dos maiores goleadores do Benfica é Cardozo, que apesar da tremenda eficácia, nunca ganharia um "concurso de beleza".

A minha equipa de sonho será sempre a do Brasil de Telê Santana, do Zico, Falcão, Éder, Sócrates e Júnior, e nunca a Alemanha vencedora do Lothar Matthäus, Klinsmann, Rudi Völler e Brehme. A minha equipa de sonho será sempre o futebol arte do Barcelona de Guardiola e nunca o futebol robotizado do Inter de José Mourinho!...E os "meus" jogadores são do tipo Diamantino, João Alves, Oliveira, Sousa, Valdo, Balakov, Futre, Rui Costa, Gaitan, Aimar, Krovinovic, Zivkovic, Jonas...são eles que me levam ao estádio.

Tenho na cabeça uma enorme lista de craques, génios da bola, que desde sempre me encantaram...
Mas no Olimpo, onde os demais mortais nunca conseguirão lá chegar;

Lionel Messi - não só capaz de marcar golos como os maiores goleadores da história como de assinar muitos dos mais belos de sempre! Continua a fazer mais assistências para golo do que os melhores "assistentes" de sempre e ninguém como ele terá feito elevar tão alto o nível dos seus companheiros. O mais espantoso é fazê-lo ininterruptamente durante mais de uma década e na esmagadora maioria dos jogos!

Maradona - o único - não fossem as drogas, as lesões e a vida desregrada - com magia nos pés para o igualar, quiçá de ultrapassar!
Pelé - sobretudo pela lenda, pelo que representa para o mundo da bola e pelos títulos mundiais que conquistou. Vi os seus vídeos. Os números são espantosos mas pouco credíveis e tenho como certo que boa parte dos golos que lhe são creditados ou foram estupidamente facilitados - num tempo onde até os marcados em treinos e nas reservas contavam - ou simplesmente inventados...

Depois, Johan Cruyff, que Deus terá imaginado ao mesmo tempo que inventava a magia e a elegância.
Eusébio, um portento de velocidade, habilidade e potencia e...
Roanldo Nazário Lima, a quem as malditas lesões o deixaram à porta dos Céus!

Seguem-se-lhes uma longa lista (inevitavelmente ficarão de fora muitos que não me recordo de momento) de craques que os mais novos apenas ouviram falar. 

Por ordem (mais ou menos) decrescente deixo aqui muitos dos que habitam nas minhas memórias e no meu coração...Chalana, Zidade, Iniesta, Platini, Zico, Romário, Cantona, Bergkamp, Paulo Roberto Falcão, Butragueño, Van Bastem, Neymar, Roberto Baggio, Ibrahimovic, Laudrup, Raúl, Ronaldinho Gaucho, Rensenbrink, Ruud Gullit, Robenn, Guardiola, Hagi, Kaká, Guti, Beckenbauer, Franco Baresi, Xavi, Redondo, Pilro, Rummenigge, Cristiano Ronaldo, Gerd Müller, Maldini, Roberto Carlos, Kenny Dalglish, MacManaman, David Beckham, Ian Rush...

Dos que não vi mas que muito gostaria ter visto jogar; (ordem aleatória) Mário Coluna, José Águas, Simões, José Augusto, Kopa, Yachin, Gheorge Best, Di Stéfano, Garrincha, Tostão, Cubillas, Gento, Jairzinho, Rivelino, Puskás, Bobby Charlton...

27 comentários:

  1. Waldir Peres, Leandro, Óscar, Juninho, Edinho, Luizinho, Júnior, Falcão, Sócrates, Éder, Dirceu, Zico... aquilo era um tratado de futebol, liderado por Telé Santana.

    Depois o futebol morreu... tem vindo a ressuscitar.

    ResponderEliminar
  2. Guachos

    Quando falaste em levitar, referindo-te ao José Luís, veio-me logo à memória Shéu, levitava, bailava, o que se quiser. Era do mais elegante que havia.
    Noutro dia viu-o no supermercado do Colombo e dei comigo a pensar, recordando-me da sua finura como futebolista, que até a andar o gajo ainda hoje mantém esse jeito elegante.

    ResponderEliminar
  3. Caro Guachos enumeraste muitos e muitos jogadores que me deliciaram na minha juventude,como Pele,Eusebio,Coluna,Gento,Boby Charlton,Gerge Best,entre outros muitos deles nao os vi jogar nem sequer por televisao porque na altura era coisa de ricos,mas tive o privilegio de ver jogar ao vivo em final de carreira,Eusebio,Jose Augusto,Simoes,Jaime Graça,nao sei se estou a comentar certo o teu texto de hoje nao sou muito refinado a comentar mas adorei o teu texto parabens.

    ResponderEliminar
  4. Há 2 Gullits nessa molhada... :)

    ResponderEliminar
  5. Bom post. CR7 é um grande finalizador. Um dos melhores de sempre sem dúvida, mas nao é o melhor da sua geração muito menos o melhor de sempre como gostam de tentar impingir.

    Dos que vi Messi é inigualável e formou com Xavi e Iniesta a mais bela combinação que o futebol nos pode oferecer.

    A seguir a Messi para mim vem acima de todos os outros Ronaldinho Gaucho. Um verdadeiro mago da bola. Depois Ronaldo fenomeno a fechar o podio dos extraterrestres.

    Daí para a frente mais ou menos por ordem Zidane, CR7, Inieata, Xavi, Neymar, Figo, Rui Costa, Maldini, Pirlo, Giggs, Henry, Bergkamp Baggio, Hagi, Futre...

    Tive pena de ver D10s Maradona apenas no mundial dos EUA ja na fase descendente e a ser apanhado nas malhas do doping.

    Adorava ter visto o nosso Rei Eusebio.
    Adorava ter visto jogar a nossa super equipa dos anos 60, Coluna, Simoes, Aguas, Torres...


    E adorava ter visto a magia de Chalanix, pelo que me contam um verdadeiro génio. Um craque da poda de Messi e Maradona, mas que lhe faltou a verdadeira gloria internacional para subir ao olimpo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nos tempos do Manchester o futebol dele tinha tanta magia como o do Messi.Tinha drible e deixou de ser driblador,atendendo as caracteristicas mais agressivas dos defesas do campeonato Espanhol.Em suma foi um jogador que se soube adaptar as circunstâncias.Muito inteligente da parte dele

      Eliminar
  6. Em relação aos melhores de sempre, dos que vi jogar o Maradona supera tudo e todos. Inclusivé o Messi.
    Maradona não foi um génio. Foi o génio dos génios.
    Enchia estádios só para o ver aquecer com a bola.

    Fez a carreira no Nápoles, não num Barcelona super-organizado.
    Messi teve a sorte de ser treinado por um dos melhores treinadores de todos os tempos, que criou um estilo de futebol e concebeu a melhor equipa de sempre.

    O Maradona carregava quase sozinho com o Nápoles às costas. Teve de lutar contra o Milan, uma das melhores equipas de sempre, talvez logo a seguir ao Barça, e contra os corruptos dos Agnelli de Turim.
    Mesmo assim conseguiu ser 2 vezes campeão italiano.
    Maradona era um lutador.
    Quanto mais difícil fosse a batalha maior era o seu contributo. Era um general que desembainhava a espada e ía para a frente de batalha.

    O Messi não tem essa faceta de lutador. É um extraordinário jogador mas quando as coisas correm mal esconde-se um pouco.

    Depois, quando se fazem comparações entre Maradona e Messi há que ter em conta o que cada um sofreu para ser travado.
    O Messi tem sido imensamente protegido pelas arbitragens. E ainda bem. São poucas as entradas a matar a que tem sido sujeito e quando alguma acontece esse jogador é logo expulso.
    Para travar o Maradona recorriam literalmente a tudo. As entradas assassinas, às pernas, a que foi sujeito são incontáveis e davam para fazer horas de filme. Em Itália e em Espanha. Já nem falo da tentativa de assassinio que um tal de Goikocheia cometeu num jogo contra o Barcelona e que o lesionou com gravidade. A violência para o travar era brutal e contava muitas vezes com a conivência dos árbitros.
    Nesses anos o futebol era muito mais violento e terminou precocemente com a carreira de vários excelentes jogadores, como o Van Basten.

    Para mim o Maradona está no lugar mais alto do pódium. Secundado pelo Messi (talvez o jogador mais produtivo de sempre) e pelo Ronaldinho Gaúcho. Outro génio que brilhou intensamente mas pouco tempo.

    Quanto ao Ronaldo, ficaria certamente no meu top-15. Tivesse mais classe e entraria no top-10, fazendo companhia ao Eusébio.

    Dos portugueses, para além do Eusébio e do Ronaldo, o Chalana, o Diamantino, o Futre e o Figo, por esta ordem em termos de genialidade. Uns com carreira mais produtiva outros com menos, mas todos eles junto dos melhores do seu tempo.
    Saudações
    A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Globalmente de acordo. Maradona está acima de todos. Quem mais conseguiria o que ele fez, no Nápoles e na selecção?

      Eliminar
    2. Uma opinião na qual me revejo, mas muito difícil de explicar a quem nunca viu o Maradona jogar...
      Tal como é difícil explicar por que motivo CR7 nunca será Eusébio. Falta-lhe a classe que o Rei teve. É a mesma coisa que comparar o tradutor do Google com um soneto do Camões.

      Eliminar
  7. Acrescenta o Hugo Sanchez do México se o desejares.

    Ainda me lembro dele a jogar e a marcar golos.


    Miguel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hugo Sanchéz? Isso não vale! Fui imitado por antecipação. Inbestigue-se.
      Sérgio.

      Eliminar
    2. Olha que não. Deves estar a falar do Higuita o guarda-redes. Eu do avançado do RM e AM.


      Miguel

      Eliminar
  8. Oh Guachos! Cardozo é Cardozo! O seu último hat trick, aos lagartos, em meia hora, é ou não uma obra de arte em três tempos? E só não foi obra prima, porque o Patrício foi buscar mais duas com selo de golo!

    Refaz lá o texto. Ahahahahahah

    Zé Pincel

    ResponderEliminar
  9. A loucura também faz parte do futebol. Deixem-me fazer um destaque de um guarda redes que está longe de ter sido um dos melhores do mundo, mas que era fantasticamente louco, daqueles jogadores que também contribuem para levar o público ao estádio: Hugo Sánchez.

    E em relação à lista dos grandes jogadores acrescento o Humberto Coelho e o Valdo. E foi pena não terem deixado jogar o Mantorras.

    Sérgio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hugo Sanchez era Mexicano e avançado.
      Não seria o Higuita?

      Eliminar
  10. Caro Guachos,venho aqui acrescentar um dos Nossos q nem na lama tocava.O eterno Sheu Han!!!
    A melhor equipa q me lembro,q me fazia deitar em época de exames às 4 da manhã,foi o Brasil do México70.
    Jairzinho,Pelé,Tostão e Rivelino,comandados pelo capitão Gerson...saiam da frente e não foi contra quaisquer seleções:Inglaterra de Bobby Charlton,Itália de Rivera e Mazzola,Alemanha de Muller,Beckenbauer e Maier e tantas outras q lá estiveram q se for puxar pela memória nunca mais paro.
    Eram só 16 países nas fases finais e aquilo era quase tudo top.
    Desde q alargaram as qualificações às seleções do petróleo , do gaz natural e das marcas desportivas,a maior parte dos jogos,dá-me sono.Mas é assim.Money talks!!!
    Sabes como sou para escrever.Só telegramas e e-mails.Hoje já me excedi,eheheh!!!
    Carrega Benfica!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Red

      A selecção do Brasil do mundial de 70 foi a melhor equipa da história do futebol. As circunstâncias, os astros, as estrelas, sei lá, fizeram coincidir no tempo e no mesmo país alguns dos melhores jogadores da história do jogo.
      Quanto a equipas de clube, eu que passei a ser adepto do Barcelona por causa do tiki-taka não vi nenhuma melhor do que a do Ajax da década de 70, a equipa do futebol total.
      Há malta, embora os compreenda, que se deixam levar pelos vendilhões tipo André Pipa e que acham que o futebol começou há meia dúzia de anos.
      Já agora, eu decerto não estarei cá, mas não estarei errado se disser que mau grado a histeria irracional, interesseira e mercantilista de hoje, um dia, quando se discutir qual o melhor de sempre, CRonaldo não fará parte dessa discussão. Messi sim, esse sim, entre ele, Maradona e o melhor de todos, para mim, Pelé.

      Eliminar
  11. Já vi que não alinhas na comparação Messi / CR7. Eu admiro o Ronaldo pela força mental, pela concentração que tem naquilo que faz. Nisso admiro também os Alemães que, com metade do talento de outras seleções conseguem ganhar títulos. Lembro-me de uma meia-final (ou quartos de final) que jogamos contra eles (euro 2008?) em que foi confrangedora a falta de objectividade da equipa portuguesa. Parecia que nos estávamos a disputar o campeonato das fintas e os alemães o campeonato da europa. Mas sem dúvida que o tempo do pragmatismo puro já acabou. É a beleza do toque de bola que chama as pessoas ao estádio, que promove o espetaculo.
    Então e Rivaldo? E Rui Costa?

    ResponderEliminar
  12. De todos os que vi jogar em directo na tv, sem ser resumos, para mim o maior é Maradona. Aquilo que fez no mundial da "mão de Deus" não tem comparação com nenhum outro jogador que vi. É certo que Messi é um génio mas tambem temos hipotese de ver muito mais jogos do barcelona do que era possivel ver do napoles da epoca do Maradona. Messi é extraordinário num barcelona fantástico que provavelmente teria ganho titulos sem ele. Maradona era o napoles e carregou a propria seleção rumo ao titulo.
    Até fora dos campos era uma especie de artista conturbado

    ResponderEliminar
  13. Sou um felizardo, vi jogar os que referiste no último parágrafo. Continuas a não perceber nada de futebol ?. !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  14. "Há jogadores que só de vê-los correr me encanta..."
    Veio-me logo à cabeça o João Félix.

    ResponderEliminar
  15. O Zidane metia-me um profundo nojo. Era ver a bola amar profundamente um futebolista que lhe ligava alguma coisita de vez em quando, mas que tinha outros interesses. Obviamente um dos meus jogadores preferidos de todos os tempos.

    O Figo está também na minha lista. Começou a extremo, mas quando perdeu velocidade começou a utilizar a inteligência, e teve momentos de absoluto brilhantismo.
    O Rui Costa, nos tempos áureos a combinar com o Batistuta... tem que merecer um lugar na minha lista dos 30 melhores que vi jogar.
    Também o Ryan Giggs teve épocas de absoluto brilhantismo, e merece um lugar nas minhas memórias.

    E outros haverá para juntar à lista do Guachos. É uma questão de lembrança, de um momento de magia que nos ficou gravado na memória. São todos monstros.

    ResponderEliminar
  16. Este é definitivamente um tema que nunca pode ser consensual. Diferentes épocas, diferentes características e, por conseguinte, diferentes condições. Ao longo da minha vida de adepto tenho visto extraordinários jogadores e não me atrevo a enfatizar um que se tenha 'isolado' no restritíssimo lote de 'magos' de todos os tempos. Na sua época sim, mas no panorama global não pelas razões atrás aduzidas. No entanto diz quem o viu, que Alfredo di Stéfano terá sido porventura o jogador mais completo. Daí a grande admiração que por ele nutria o nosso Eusébio.

    ResponderEliminar
  17. Discordo totalmente de: Guti (tantos come ele sem o privilégio de terem feito carreira no Real Madrid) ; Gerd Müller; Kenny Dalglish e Ian Rush (foram míticos sim, mas estes três de magia tinham pouco) ! E devias ter referido o Best, sem dúvida o melhor britânico de todos os tempos !

    ResponderEliminar
  18. Reparei agora que referis-te em baixo o Best ....

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.