quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Nunca um idiota sem escrúpulos se sobreporá ao clube que representou momentaneamente. Nunca.

Caros benfiquistas,
Por motivos que aqui não cabem, comunico-vos, pelo respeito que me merecem, que deixarei de partilhar com todos os meus disparates diários. A partir de hoje - o meu/vosso GuachosVermelhos deixará de fazer sentido visitar. Não vos digo que é definitivo, pois nem eu próprio o posso afirmar, nesta hora. Ver-nos-emos por aí, e, quem sabe se um dia - outra vez aqui.
Quando dei vida ao GV nunca poderia imaginar que um dia seria forçado a despedir-me de tanta gente. Sou apenas um (fervoroso) adepto anónimo, sem qualquer conhecimento de futebol, e não conheço ninguém ligado a ele. Saber que há tantas pessoas interessadas em perder algum tempo das suas vidas para ler os meus desabafos é algo de que me orgulho mas que nunca poderia imaginar nessa altura. Para me fazer "ouvir" nunca escolhi o lado fácil, do copy & past, ou os dois ou três post´s por dia...e sempre soube que vende muito mais atacar a direcção, os jogadores e as equipas técnicas do que fazer o precisamente o contrário.

Nem mesmo, quando a partir de certa altura os convites para meter publicidade no blog se tornaram tão insistentes eu aceitei mudar de rumo. E só não o fiz por duas razões; por gostar de manter a minha independência e por não querer que os ganhos interferissem na minha agenda. Tenho que agradecer (já o fiz em privado explicando-lhe os meus motivos) publicamente ao José Albuquerque, esse Enormérrimo Benfiquista que um dia resolveu honrar-nos com a sua colaboração no GV. Ele foi, durante todo este tempo, o nosso Eusébio. A Mathayus, outro Enorme Benfiquista que nos deliciou com as suas prosas cheias de humor inteligente; o meu muito obrigado também. Do meu ManoGuachos, a quem tive o privilégio de neste fim-de-semana poder abraçar, entre um queda e uma boa prosa, podem ter a certeza que ele também vos ama. Meus amigos - uma média de oitenta mil cliques por mês - com apenas um post diário - é motivo que a todos nos pode orgulhar. A mim orgulha-me de sobremaneira. Muito obrigado pela vosso contributo.

E desiluda-se a meia duzia de idiotas que me enchem a caixa de spam com insultos, mais ou menos hilariantes, se pensarem ser o medo (dos maus resultados) a afastar-me destas lides. Esta época seria a mais fácil de gerir num blog como o meu/nosso GuachosVermelhos. O coro das putas na comunicação social já pôs as expectativa dos benfiquistas tão por baixo que ao GV bastaria manter-lhes viva uma restia de esperança para ter sempre a casa cheia. O campeonato está arrumado e as taças também. A um Benfica condenado a perder a maioria dos jogos - qualquer vitória será coisa de arromba. Carago! Iríamos todos juntos para o Marquês festejar!

Não sairei de cena sem antes vos deixar uma análise da época desportiva que, embora aos benfiquistas pareça ter mil coisas a lamentar, ainda só agora vai começar...

Os lagartos levaram uma injecção, diria antes que, mil injecções de adrenalina e julgam que elas vão durar eternamente. Não vão. Isso posso garantir-vos sem grande receio de errar. Esperem pelos maus resultados, que chegarão mais tarde ou mais cedo, e verão o ninho de ratos em que aquilo se transformará. Vai ser cada um por si e todos contra todos. Um coquetel onde se juntam personalidades como brunalgas, o novo visconde e o agricultor ótavio, só pode terminar à batatada. Só pode dar merda. E vai dar merda. Mais cedo ou mais tarde.

Os de Contumil continuam a apostar tudo nos árbitros desbloqueadores de resultados. Não fora isso e tinham corrido com o flopatego, que, ontem não valia um traque e que hoje continua a não valer um peido. Todas essas movimentações no mercado, todas essas contratações mirabolantes são mais para ajudar a universitária brasileira a adquirir uns apartamentos na barra da Tijuca e com elas (as comissões) ajudar o antero henriques a comprar o silêncio dos merdias. Fazer crer que aquele director que foi encontrado morto nas instalações dajantas, deu um tiro na cabeça, morreu, para logo a seguir ir a correr esconder a arma da judiciária, custa caro. Muito caro. E é preciso manter mansos os processos dos crimes da noite, da SPDE, e ao macaco da ribeira também não é barato mantê-lo activo e calado...O pior - para eles - é quase não lhes sobrar tempo (nem dinheiro) para os do pito e do...apito. Veremos o que isto vai dar, mas é bom recordar que...o Fonseca também ganhou a supertaça e também iria limpar o campeonato sem dificuldades.

Lembrem-se que apesar de tudo o que agora dizem de Paulo Fonseca, que o moço não tinha jogadores e outras baboseiras, a verdade é que já nessa altura eles é que tinham uma equipa maravilha, que facilmente destroçaria o destroçado Benfica de Jesus! Recordem que os que agora idolatram os métodos do novo visconde são precisamente os mesmos que o condenavam nessa altura; sem reservas. Consultem o que diziam os especialistas à época e verificarão o quanto estou certo.

Quanto mais alto sobes de mais alto cairás...
Os compadres estão sentados em cima de um barril de pólvora mas parecem ambos convencidos que os troféus vão ser a dobrar nesta época. Clube da fruta e lagartos - estão com as expectativas tão altas que qualquer contrariedade vai ser empolada como nunca e as depressões prometem ser de arromba. Digamos que vão sentir na pele um pouco do que se passa com o Benfica em todas as épocas desportivas. Deixem passar esta chuva de verão, aguentem o cair da folha e veremos se no Natal ainda há motivos para eles festejarem...e em Maio...logo nos vemos.

Lembrem-se sempre; quem é grande é o Benfica. As pessoas passam e o Clube continuará a ganhar. Sempre mais que o clube da fruta e infinitamente mais que os viscondes falidos. A história e os resultados não se apagam. Os títulos também não. E é por isso que jamais apagarei imagens do passado. Mas nunca um idiota sem escrúpulos se sobreporá ao clube que representou momentaneamente. Nunca.

VIVA O BENFICA:

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Carta aberta ao Rui Vitória.

Por José Albuquerque

Quem te escreve percebe muito pouco de futebol, mas tenho este hábito estranho de escrever aos Nossos Técnicos quando os vejo fazer burrada da grossa, o que foi o teu caso, para lhes pedir que se desculpem perante os Nossos Atletas. Fi-lo relativamente ao teu predecessor, no dia em que um erro crasso Nos custou um resultado vergonhoso no ladrão e repito a coisa hoje, porque aquilo de ontem foi demasiado mau.

Por seres o Nosso Técnico, eu considero-te o melhor Técnico do mundo, mas, mesmo assim, não estás isento de erros e, ainda menos, de críticas, especialmente quando os erros são tão graves. Por isso, meu caro, aqui vai ...

O meu primeiro pedido passa por te alertar para o discurso miserável que tens mantido nestes dias (um desastre atrás do outro): trata de chamar um bom especialista e ... trabalha a coisa ... muito!
Até lá, livra-te de responder às provocações do visconde novo, porque não tens pedalada para ele e vais ser trucidado com os erros infantis que cometeste nesta final. E também não era mal pensado parares de repetir aquela lenga lenga do “só falo com quem eu quero e quando eu quero”, porque dita uma vez não ficou mal, mas, repetida assim, mostra que não só não tens resposta para ele ( e não tens) como, o que é bem pior, que gostas de te ouvir a dizer coisa nenhuma.
Enquanto não estiveres preparado, eu sugiro-te que respondas por monosílabos, ou não respondas de todo e mandes passar à pergunta (e ao perguntador) seguinte.

Logo que tu chegaste, eu, muito humildemente, escrevi por aqui que esperava que tu mudasses o menos possível na Equipa, que pedisses ajuda ao Pietra, aos Nossos Capitães e a toda a estrutura de apoio que te ensinassem o máximo sobre os métodos de treino e preparação do teu predecessor e que estudasses, dia e noite, todos os Nossos jogos mais recentes (até fui ao ponto de sugerir especial atenção para os desafios em que a Equipa esteve em inferioridade numérica).
Eu não percebo muito disto, mas pareceu-me uma sugestão muito inteligente, apoiada em tantas excelentes exibições desses Atletas por cujo desempenho tu estás, a partir de agora, responsabilizado, num conjunto de resultados muito bons e no objectivo de conseguires repetir umas e outros.
Não sei se já reparaste, mas em todos os desafios que já fizeste, os melhores desempenhos foram, exactamente, quando a Equipa jogou mais próximo do sistema e dos conceitos a que estava habituada. Isso e outra coisa muito séria: quanto mais tempo passa, pior a coisa parece, o que deve significar que tu não estás a seguir este meu conselho ...

E faz-me um último favor: para de te lamuriares com as condições da digressão pelas américas, ou ainda vamos acreditar que andaste com a equipa em palhotas de pau a pique, mal alimentados, sem campos onde treinar, nem salas para debateres e explicares o que queres em cada momento do jogo, ou a dormir ao relento e a fugir das picadas de mosquitos.

Sobre a final da Supertaça.

Não lembra ao diabo colocares em campo um lateral esquerdo sem um mínimo de rotinas e um garoto como lateral direito, num dia em que não podias contar com o Nosso Capitão. A menos que faças saber que o Eliseu não tinha condição atlética para ser titular, esse já foi um erro com o qual podias ter perdido a final.
Não lembra ao diabo colocares uma dupla de médios centro sem lhe dar rotinas e olha que eu acredito que o Samaris e o Fejsa podem vir a formar uma soberba dupla de médios (em 4x4x2), mas isso só pode acontecer depois de muitas horas de treinos.
Mas, acima de tudo, não lembra ao diabo pretender fazer transições ofensivas obrigando o Jonas a disputar a primeira bola com os centrais adversários (ainda se fosse com o João Pereira), depois de pontapeada pelo Nosso imperador e, ainda pior, sem que o Talisca e o Samaris soubessem onde se colocar para o apoio directo.

E tu, do sítio onde estavas, pudeste ver o ridículo de uma situação repetida até ao vómito sempre com o mesmo incontornável resultado: a perda da posse da bola (além do esforço inglório do teu Atleta mais esclarecido e perigoso). Viste, voltaste a ver e não foste capaz de exigir que a Equipa saísse a jogar a partir da área, mesmo enfrentando uma eventual pressão do adversário e mesmo até ao final do encontro, quando eles já não faziam nenhuma pressão.
Qualquer um destes erros (e tu sabes bem que cometeste mais uns quantos) teria sido suficiente para perderes a final, mas o cúmulo destes três só não te custou uma goleada porque tiveste muita sorte e porque, do outro lado, estava uma equipa que ainda não passa de sofrível. Se, daqui a dois meses, voltares a repetir as graçolas contra estes ou contra os do lorpatego, prepara-te para levar meia dúzia!

Ontem, tinhas na Nossa Equipa um (soberbo) dos “Keepers” com melhor jogo de pés do planeta e pediste-lhe que fosse uma espécie de bombardeiro.
Deixaste no banco o médio centro com melhor recepção orientada da bola e só o colocaste em campo quando já tinhas o casaco empapado em suor.
Tinhas o melhor médio ala esquerdo que este país pode ver há seis anos e mandaste-o (eu vi, várias vezes) ficar agarrado à linha enquanto o imperador ia bombardeando para o Jonas.
E tinhas o melhor segundo avançado do país, um tipo capaz de oferecer linhas de passe constantes, de tabelar superiormente com qualquer estremo ou médio e ... mandaste-o para o meio dos centrais. É verdade que não tiveste sorte, porque, enquanto ele ainda tinha pernas, bem podia ter feito dois golos (ainda está longe da melhor forma).
E, apesar de tudo, tiveste uma excelente dupla de centrais e um conjunto de Atletas com vontade de te dar o melhor que podem dentro do que lhes pedes e daquilo para que os treinas. A coisa é tão grave que me apetecia perguntar-te o que raio é que pediste ao Talisca e que raio de treinos é que lhe deste.
Ontem, meu Caro, tu tiveste muitos mais e melhores trunfos do que a alimária do teu colega, mas perdeste para ele em toda a linha (desde que os dois “onzes estavam alinhados e o viste a olhar para os Nossos Atletas com olhar desafiador e intimidador).

Meu Caro Rui Vitória,

Pede desculpas aos Atletas!
Diz-lhes que eles perderam o desafio e aquele troféu por tua culpa!
E, se verificas que eles não acreditam no que lhes pedes que façam, convence-te que o erro é teu e que futebolistas com o currículo de alguns deles só conseguem acreditar no que tiver mérito e, não acreditando, vão sempre entrar em campo com receio de um desastre. Foi esse o receio com que eles subiram àquele relvado, ou será que tu ainda não percebeste?

Tu tens a sorte de ter um Presidente que te deu a prova de confiança que vem com um contrato por três épocas, mas esse simples facto tem de te fazer preferir a humildade de reconheceres que sabes muito menos que o teu predecessor e que só farás bem se estudares tudo o que ele fez no Benfica. Se estudares e aprenderes, para fazer pelo menos tão bem como ele já fez.
E não penses que tens muito tempo (olha que não tens), porque tempo é coisa de clubecos.  

Viva o Benfica!

sábado, 8 de agosto de 2015

A barriga do Aquilani...

O presidente lagarto é um génio. Ninguém se terá apercebido e os "desportivos" tudo fizeram para não lhe dar grande importância - temendo que o fedor pudesse prejudicar-lhe a imagem. Qual quê. O seboso trauliteiro estava coberto de razão. Quando há cerca de um ano afirmou - conquistando com galhardia o cognome de brunalgas - que o "futebol português é um ânus do qual só sai trampa ou vento mal cheiroso" - já brunalgas tinha na ideia esta entrevista do seu treinador, à RTP...

Os "desportivos" até nisso são merdosos. Se ao brunlagas apenas ao de leve mexeram na trampa que então debitou, ao novo visconde só lhes faltou apagar a merda da entrevista. A bem da sanidade mental dos que (ainda) gastam dinheiro para ler trampa - nem me parece mal. Mas percebe-se que se a cor da camisola fosse outra, outro galo cantaria. E o escarcéu que fariam!
É miserável a forma como essas declarações - abomináveis - têm sido mascaradas na comunicação social, com muita gentalha (ao cretino vitor serpa valeu-lhe um violento orgasmo) a querer retirar-lhe importância, e a razão porque não foram repudiadas drasticamente. Valeu brunalgas, que, com a sua veia premonitória, catalogou a entrevista com merdosa maestria. E com um anus de antecedência!

É unânime. Todos; cs, cumentadeiros, paineleiros e outros talibans...ninguém tem duvidas. A cada jogador que aterra no alvalixo ou Contumil - o Benfica fica pior! Mas o pior nem é isso. O pior é percebermos que o bicampeão piora sempre que contrata um jogador. E não melhora nada sempre que se fala que o 'fulano de tal' pode assinar pelo Benfica. Se vier, profetizam, não vem acrescentar qualidade. Os que já cá estão - não prestam. Ou porque são muito novos, ou porque são muito velhos, ou porque estão aleijados. Mas os candidatos que dizem estar a chegar, por estranho que pareça - são ainda piores, porque, vejam lá, não lhes acrescentam qualidade!!

Veja-se o caso de Adel Taarabt. Pesa menos de metade do jovem (31 anos) italiano Aquilani, mas tem os especialistas nutricionistas agarrados à sua braguilha desde o dia que aterrou em Lisboa. Que está acabado (26 anos) e que a barriga não o deixa correr. Já o badocha italiano - parece-lhes mais esbelto que a bela Carborero!

Amanhã vai jogar-se a super-taça. De um lado o bicampeão em crise profunda, empanturrado em derrotas, cansado das longas viagens, sem tempo para recuperar do jet lag, com um treinador gordo e sem carisma, que é trucidado por uma comunicação social que há menos de dois meses enaltecia o seu discurso sem falhas gramaticais, descurtinando-lhe atributos que num ápice se esfumaram. Do outro lado temos o super favorito dos especialistas, telecomandado, não por um, mas por dois cérebros maravilhosamente superiores.
Um, o génio das clausulas milionárias, que conseguiu transformar uma miséria franciscana numa esplendorosa fartura - no curto espaço de meses. E o outro, com um cérebro capaz de, com a sua influencia duradoira, perder todos os jogos no continente americano ao mesmo tempo que em Portugal e na África do Sul destruía o Mafra e demais adversários - sem dó nem piedade!

Os especialistas são unânimes e eu não vejo como desmenti-los. Com os reforços de arromba, com a moral em alta a pontos de rebentar de soberba, e com um cérebro superior a comandar as duas equipas, não há como duvidar. A menos que haja um milagre, do tamanho da barriga do Aquilani, a super-taça já está entregue. 

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

A força da imagem...

Eis a verdadeira história dos direitos de imagem...
Kevin-Prince Boateng tinha tudo para dar certo. Até o aristocrático nome do moço parecia talhado para brilhar nos patetas viscondes. As coisas só começaram a azedar quando os lagartos, ainda sem patrocinadores, lhe quiseram tirar uma foto, imprimi-la nas camisolas, e começar de imediato a vendê-la na feira das galinheiras. Quando brunalgas, querendo impressionar o rapaz, lhe explicou que as negociações com a feira da Nazaré, da Ladra, e da Vandoma (onde espera ridicularizar o patrocínio da Fly Emirates ao Benfica) estão prestes a ser concluidas, Kevin-Prince Boateng começou a pensar que tinha aterrado na Roménia...

Logo ele - um Prince (Boateng) - habituado à Via Montenapoleone - onde gastava o salário na Gucci, Versace, Fratelli Rossetti, Prada, Cartier...Onde raio vim eu parar? questionava-se o ganês alemão. Já com a pouca paciência no limite - pediu ao presidente que lhe mostrasse fotos do seu novo clube festejando a conquista do campeonato...Quando brunalgas lhe garantiu que só as tinha a preto e branco, esteve prestes a enfiar-lhe uma galheta nos cornos. - Racistas do caralho, pensou o ganês. - Vou mas é procurar um clube. Agarrou nas 34 malas que trouxe a tiracolo e zarpou dali para fora. Circo por circo, foi bater à porta do ''Stankowich''...

Mitroglou confirmado no Benfica. Esqueçam tudo o que foi dito do grego nas ultimas semanas. Lembram-se do que disseram de Samaris? - Que não era trinco, nem fechadura, nem defesa nem atacante? Pois aí está. Este antigo grande ponta de lança que viria para revolucionar o futebol dos lagartos, agora, nem ao Tanaka tiraria o lugar; palavra de especialista, Diz que não casa com Jonas e que não se ajusta à táctica de Rui Vitória. Parece ter bicho e já se fala que também tem bicos de papagaio, tal e qual o Júlio César. De Osvaldo, um craque que estava livre mas que foi dar uma volta por um clube uruguaio antes de assinar pelo clube da fruta, esse já casa bem com o Aboubakar, com a senhorita Carbonero, e parece que nasceu feito para a táctica do flopatego. Garantem-nos que não tem bicho e que talvez seja melhor que o Jakson Martinez...

De Teo Gutiérrez nem se fala. Casa com todos; desde o roupeiro Paulinho ao zeduardo. Namora com o mini-Messi e já o viram fazer linguado com o japonês Tanaka. Nada lhe escapa! Até é capaz de fazer umas horas na horta do Otávio, acasalando com os tomates, pepinos e nabos...

As voltas que o mundo dá...
O adeus à liga dos campeões fez Vítor Pereira ajoelhar - e lá se foi a prosápia do professor de Guardiola! Vitó da mosca está cada vez mais próximo de voltar às lides de cumentadeiro. Aí, sim, está na sua praia. Ele, e o grande Carlos Daniel, dão bailarico a qualquer treinador do mundo. Nunca falham na táctica e na estratégia ninguém os pára. Juntos, só lhes falta o Carvalhal para vencerem três Champions League em cada época.

Você já foi ao Bahia?
O novo visconde continua com a mania de copiar o Benfica. Nem dorme a ver se dá certo.
Como o bicampeão foi ao Bahia contratar o Talisca, cismou que o saporting tinha de comprar um Paulista. E lá foi o brunalgas ao Bahia, obrigado a soltar os cordões à bolsa (3,5 milhões por 80% do passe pelo médio de 19 anos). Garantem-nos os especialistas que o brasileiro é um autentico Matic e já pede meças ao fantástico Wlliam Carvalho. E pronto - num abrir e fechar de olhos - 90 milhões em caixa. Aquilani, de 31 anos, mais um jovem formado na academia de alcocheti, que, segundo a imprensa italiana, garantiu dois milhões, limpinhos, limpinhos, por temporada, e o afamado Paulista; ambos com clausula de 45 milhões de euros. É só facturar!

Os benfiquistas estão furiosos com a entrevista do cognominado novo visconde, à RTP. Eu gostei. Acho que jorge de jesus está a fazer um óptimo trabalho. Para além de dinamitar o pouco respeito que ainda tinha entre alguns benfiquistas e da motivação extra que deu à equipa e a a Rui Vitória, de uma penada cagou na comunicação dos lagartos, que garantira que Boateng só fez marcha atrás por causa dos direitos de imagem (falta de pilim para pagar ao Prince), pôs o departamento médico na crista da onda, vomitou em cima de Marco Silva, (algo que lhe trará imensas amizades) e voltou a cagar na cara de brunlagas ao dizer que mudou tudo no lagartedo. Mudou com tudo o que Marco Silva tentou fazer e arrasou o que brunlagas fez até ele chegar ao alvalixo. Melhor só de encomenda.
Manuel Machado tem de ser canonizado.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Nem é triste nem é fado. Existe!


Assim cantava a diva do fado, a grande Amália Rodrigues...
«Tudo isto existe - Tudo isto é triste - Tudo isto é fado» 

Tudo isto existe?
A Fiorentina, que, segundo os especialistas da internet, da radio tv e disco e também da cassete pirata, provocou um terramoto, dois tsunamis e quatro tornados no Benfica ao empatar com o bicampeão nacional na International Champions Cup, espetou duas batatas no campeão Europeu (Barcelona) e ontem aviou o Chelsea de José Mourinho como quem limpa o cu a putos. Terá chegado o Apocalipse a Barcelona e a Londres uma hecatombe? Em Florença? Estarão eles a festejar os títulos que a cs portuguesa já entregou aos compadres cá do burgo? Será que os adeptos da Juve já cortaram os pulsos?

Estava eu nestes considerandos quando resolvi fazer uma pausa na escrita. Comando na mão, zaping..e acabo a ouvir um dos dois especialistas do "mais transferências" - o antigo especialista em comunicação do saudoso saporting de engodinho flopes...
Pedro Sousa - sem se rir - dizia com o ar mais sério deste mundo, que os lagartos contrataram o João Pereira sem ninguém saber, adiantando-se com mestria a toda a concorrência! Melhor, muito melhor que ouvir o "batatinha" ou escutar o "companhia".
Qual fado qual carapuça. E ainda dizem que é mais difícil fazer má comédia do que construir um bom drama!! Àqueles estarolas só lhes falta o nariz de batata..

Andam tão eufóricos com as contratações que já ninguém se lembra que o saporting tem um jogador que todos os grandes clubes mundiais se degladiavam por contratar. Porra! Alguém se lembra do insubstituível William Carvalho? Valha-me Deus! Será que o moço já foi vendido - metade ao Real Madrid e o resto ao PSG - e ninguém ainda se deu conta? - Em que instantes se desfaz um craque que levou três longos anos a juntar as peças. E já se louva mais o Montero que esse desajeitado pé-de-chumbo! 

O entusiasmo é tanto que nem sei se os especialistas já se puseram a pensar na desgraça que aí vem. E não é no Benfica. Não. Até porque o bicampeão está condenado a lutar com Braga, Guimarães e Marítimo, por um lugarzinho na Europa.
O que parece estar a escapar-lhes, é que, das duas equipas maravilha, só uma é que vai poder ganhar o campeonato. No entanto, a euforia é tanta que até parece haver lugar para os dois!!! O proença já não sabe o que fazer! Diz que se os compadres chegarem ao fim do campeonato, ambos sem pontos perdidos, rachará a taça ao meio - qual Salomão justiceiro. É o fado lusitano com um leve cheirinho a hebraico. 

Tudo isto é triste?
Antes era preciso reduzir os gastos, propor redução de salários, despedir funcionários, cortar nas despesas, poupar no papel...Agora já é fixe aumentar os ordenados, cagar no tecto salarial, contratar vedetas em fim de carreira, ignorar os jovens, brincar às clausulas de rescisão...

Poucos meses atrás exigia-se que os clubes nacionais limitassem os gastos para manter o equilíbrio financeiro. Hoje critica-se a quietude do Benfica no mercado e elogia-se a fúria contratual dos compadres da fruta e dos (cada vez mais) viscondes falidos. Ontem elogiava-se a gestão criteriosa (aperto de cinto) de brunalgas e criticava-se os gastos do bicampeão. Hoje elogia-se a gestão gastadora do lagartedo e critica-se a "inoperância no mercado" do Benfica. Antes criticava-se a não aposta nos jovens saídos das camadas jovens do então treinador do Benfica. Hoje elogia-se a politica de contratações do novo visconde, que, em menos de um fosforo, já fez contratar vários atletas acima dos 30 anos!

Brunalgas zangou-se com o anterior treinador porque ele não apostou nos Shikabalas, nos Tanakas e nos mini-Messis que o próprio recrutara. Zeduardo, mandatado por brunalgas, disse então que Marco Silva andava a destruir os viscondes, não apostando nos "activos" que o activo brunlagas contratara. Hoje, o novo treinador caga nos Shikabalas e Tanakas, e, dos mini-Messis nem quer ouvir falar. Zeduardo já comeu um paquiderme e o brunalgas tem 6 ou 7 elefantes para encher a pança nos próximos tempos...

O maxi pereira era um caceteiro até dois meses atrás. Hoje é um raçudo jogador à moda do porto.
O Casillas era, além de um frangueiro em fim de carreira, um 'garganta funda' e a sua namorada não passava de uma vaca calhandreira. Juntos destruíam o balneário do Real Madrid tentando acabar com a carreira do pobre Mourinho, quando faziam chegar à imprensa todos os segredos do balneário merengue. Hoje Casillas é um herói porque defendeu um penalti num jogo de pré-época e a sua namorada é uma deusa a quem os especialistas reconhecem grandes dotes jornalísticos. Casillas pediu uma cunha a peido da costa e o canal porto já garantiu que receberá a moçoila de braços abertos. A cs social portuguesa rejubila. O Mourinho que se foda, esse farsante. Será isto o fado?

Vá lá saber-se porquê - os especialistas então convencidos que os jovens prodígios João Pereira (31) Naldo (26) Bryan Ruiz (30) Téo Gutierrez (30) Michaël Ciani (31) vão fazer do lagartedo uma super equipa capaz de ganhar o campeonato sem pontos perdidos.

Não é crível que Konstantinos Mitroglou seja fadista. À primeira vista até me parece mais fadado para fazer golos, e não parece ter vocação para suceder a Demis Roussos. Uma coisa ele já conseguiu...Depois de semanas a fio em que fez as delicias dos especialistas do "mais transferências", encantados com as mais valias que traria ao futebol do novo visconde, surpreendeu-os de tal maneira (logo a eles que sabem tudo de transferências) a sua vinda para o Benfica, que ficaram com uns cornos do tamanho do Museu do Fado.
Não presta. Está verde; repetem estupefactos. TBI - ''mais transferências'' - Nem é triste nem é fado. Mas existe.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Não é por falta de dinheiro!

Por José Albuquerque

Há mais de um ano e meio, logo que foi anunciada a venda (um soberbo negócio, sob todos os pontos de vista) do Rodrigo e do André Gomes, eu assumi a opinião segundo a qual o CA da Nossa SAD tinha ficado com todas as condições necessárias para executar planos ambiciosos para a época futebolística de 2014/15.
Seguindo os mesmos pressupostos, quando, no passado janeiro, foram concretizadas as vendas do Enzo e do Bernardo, eu voltei a assumir que considerava e não mudei de opinião, que, uma vez mais e apesar do desastre que foi a eliminação das provas da UEFA, tinham sido conseguidas as condições económicas e financeiras para assegurar o crescimento da competitividade das Nossas Equipas profissionais de futebol para esta época de 2015/16.
Esta minha repetida posição, que está amplamente registada em inúmeros textos, teve por base a certeza de que, logo nesses meses de janeiro, tinham sido garantidos que os exercícios económicos que decorriam iam ser positivos e que o “cash-flow” de exploração da Nossa SAD era mais que suficiente para garantir as Nossas responsabilidades perante os financiadores e, além disso, manter um forte investimento nos Planteis em algumas dezenas de milhão de euro, ou seja, mantendo a linha estratégica de há anos que tão bons resultados permitiu.
Obviamente e para todos os Leitores regulares do GUACHOS, essa minha persistente posição também pressupunha e significava a avaliação muito positiva que sempre fui fazendo e reiterando a todas as funções que complementam e potenciam as qualidades dos Nossos Atletas, seja nas componentes de gestão técnica, no chamado “scouting”, na gestão dos activos (incluindo os que são “produzidos na Fábrica”, etc., etc., etc.).

Os Taliban e o “caso BES”.

Já fez um ano que rebentou a tremenda implosão de um dos principais grupos económicos e financeiros nacionais, um grupo cujo motor bancário era um dos Nossos principais sponsors e, de longe, o principal Banco financiador do Grupo Benfica e não faltaram as mais diversas especulações, vindas de muitas subespécies de anti, Taliban incluídos, que não só traçavam o mais tenebroso dos destinos para o Clube, como chegavam ao ponto de justificar tais barbaridades com alegadas e infundadas dificuldades no conjunto de actividades empresariais do Presidente.

Conhecendo bem a situação económica do Benfica e estando informado (directamente, sem recurso a “fontes”) de que o Nosso Grupo tinha ofertas alternativas perfeitamente válidas capazes de, em caso de necessidade, substituir essa instituição financeira no apoio às actividades (correntes e/ou de investimento) do Benfica, empenhei-me em explicar aos Leitores do GUACHOS (e a todos os Companheiros que conheço) as razões pelas quais nada tinham a recear pela estabilidade do Clube e pelo Nosso futuro colectivo, tentando, assim, combater os efeitos nefastos causados por todos os bandalhos que se entretinham a mentir, manipular ou omitir informação no sentido de causar danos ao Nosso Clube.
Felizmente, já tarde e a más horas segundo alguns, a Nossa SAD ainda realizou, em agosto passado, mais um conjunto de investimentos no Plantel (Eliseu, Cristante, Samaris, Júlio César e Jonas) que elevaram o valor acumulado dos investimentos desse início de época para mais de 30M€, um montante semelhante ao registado em épocas anteriores, comprovando como eu tinha razão e como eram alarmistas, aldrabões e/ou asquerosos todos os especuladores que andavam a jurar o contrário.
Nem sequer me vou esquecer de recordar o exemplo vergonhoso da contratação do Eliseu, em que foram “queimados” 1,5M€ sem que ninguém tenha sido despedido por incompetência (só pode ter sido culpa do Presidente), como prova insofismável do significativo à vontade financeiro da gestão desse defeso de há um ano.

A época anterior.

Apesar do já referido desastre na Champions, a Nossa SAD veio a conseguir o bicampeonato (o Glorioso #34), juntar-lhe outro exercício económico lucrativo, consolidar o processo de reforço da autonomia financeira do Grupo (a relação entre Activo e Passivo), tudo isto no quadro do ano com melhores resultados desportivos de um só Clube em toda a história do desporto nacional. Ou seja, os factos comprovaram a validade global de toda a Gestão do Grupo Benfica e a capacidade económica da Nossa Marca (ou o colinho, se assim preferirem).

As últimas semanas e a situação actual.

Não faço ideia de quando é que eu vou perceber, perfeitamente, o que é que Nos obrigou a enfrentar esta nova época sem a desejável estabilidade técnica e, a esse propósito, resta-me a tranquilidade de ter sido um dos que sempre defendeu esse valor e, com ele, o Nosso anterior técnico, sempre e independentemente dos resultados desportivos do dia (nem no dia a seguir à goleada no ladrão eu hesitei).
Não tenho a menor dificuldade em compreender a não renovação com o minipereira.
Percebendo muito pouco de futebol e tal como sempre fiz, não tenho a menor dúvida em apoiar o primeiro conjunto de reforços do Plantel nestas semanas, embora tenha apelado ao CA da Nossa SAD para que tomasse consciência clara de que (o óptimo é inimigo do bom) a relativa instabilidade técnica deveria ser combatida com o mais precoce reforço do Plantel, tanto mais que o impacto económico de um apuramento para os “oitavos” da Champions passa a ter uma importância ainda mais fundamental do que acontecia no passado.

E é por tudo isto que discordo caso a Nossa SAD esteja numa atitude de espera em busca de algumas oportunidades “óptimas” para concretizar novos investimentos no Plantel que possam ser considerados como necessários!
De duas uma, ou a SAD considera que temos os recursos humanos suficientes para atingir os ambiciosos objectivos desportivos que a Marca Nos exige, ou se estão à espera de “saldos” para suprir carências, então estão a cometer um erro grave e sem absolutamente nenhuma desculpa que possa basear-se em restrições financeiras que não existem, por mais que até pareça que seja essa a imagem que pretendem transmitir.
Pior que isso, estão a repetir um erro em que incorreram há um ano e que, muito possivelmente, Nos custou mais de 10M€ em proveitos decorrentes da participação nas provas da UEFA.

Até 31 de agosto.

Enfim ... por alguma razão eu tinha prometido a mim mesmo não voltar a escrever sobre futebol (do qual percebo quase nada) até ao fim desta “janela de transferências” e recordo que me garantiram, em local próprio, que a Nossa SAD não ia promover nenhuma espécie de “downsizing”.

Por tudo isto venho aqui reafirmar que o Benfica não tem nenhuma restrição financeira que limite a sua capacidade competitiva, muito antes pelo contrário e quando comparado com os seus adversários internos.
É falso que existam “livranças”, “contas caucionadas” (só ignorantes é que podiam admitir este tipo de soluções de financiamento numa SA) que impeçam a SAD de proceder aos investimentos que forem necessários.
Eu não vejo em que é que esta pré-época possa ter sido mal planeada, mas se o foi ... foi por incompetência!
Não! Não há desculpas!
Se a Nossa Equipa de Honra não cumprir os seus objectivos (disputar todos os títulos internos até ao fim e atingir os oitavos da Champions), o Presidente tem de ser responsabilizado!
O Benfica não necessita de baixar, em simultâneo, os seus custos salariais, financeiros e de amortizações (o valor contabilístico do Plantel) e fazê-lo à custa da competitividade desportiva, não só seria um erro de consequências imprevisíveis, como pode significar um desrespeito pela legitimidade democrática conferida aos Corpos Sociais pelos Sócios na última AG eleitoral.

Viva o Benfica!