segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Agarrem-me que eu cuspo-os!

Da imprensa - "Bruno de Carvalho decreta cenário de emergência. Reúne-se com Jesus para discutir crise de resultados"
E eu a pensar que iam reunir para discutir a idade de reforma do Jorge Sousa, as 11 medidas que o brunalgas quer ver implantadas na arbitragem, os três vouchers que o Benfica ofereceu a luis ferreira no sábado passado ou a progressão de carreira do Fontelas Gomes filho, nos juvenis dos lagartos. Afinal, parece haver uma crise! Decretada pelo Benfica; naturalmente, motivada pelo melhor futebol que se pratica em Portugal, afogada nos golos que o Peyroteo não se cansa de marcar ou imposta pelos quatro campeonatos ganhos já no decorrer deste ano; que venha um carneiro e escolha.

Eu acho muito bem. Nada mais apropriado do que juntar na mesma mesa um tipo que faz fortuna a vender combustível com um individuo que ganha a vida a incendiar matas. Pô-los a discutir a melhor maneira de evitar incêndios e preservar florestas parecem-me medidas sensatas. Só falta, na reunião, introduzir um isqueiro e gritar pelo paulo cristovão. Aí sim - vão ver o que é um braseiro! 

Agarrem-me que eu cuspo-os! A imprensa relata que o Brunalgas entrou desembestado no balneário dos sapos, chamando chulos aos jogadores - que só pensam em dinheiro - entre vários mimos de autentico carroceiro! A barulheira foi de tal ordem que até acordou o William Carvalho! Impedido de acabar a soneca que começara, momentos antes, no relvado do Municipal de Chaves, o moço não gostou da chinfrineira - juntando a sua à indignação do capitão Adrien - ainda dorido do pontapé que levou na mioleira.
Os relatos dizem que ambos lhe pediram - educadamente - para sair dali para fora, convidando o animal a ir cuspir para outro lado. Como a besta teimava em não fechar matraca, surgiu em cena o bombardeiro Bas Dost que, num ápice, agarrou o javali pelos dentes com vontade de confeccionar, ali mesmo, as costeletas do mês. E o que não deve comer o enorme armário holandês!

William e Adrien terão evitado o pior, metendo-se entre o Bas Dost e o sapo, contando com a ajuda de otávio. Diz-se que o anão se agarrou aos tornozelos (não chegou aos joelhos) do gigante holandês quase o derrubando em cima do brunalgas. E foi assim que o amedrontado cagão deu asas às patas, saindo dos balneários com o rabinho entre as pernas. Cuspiu em cima dos incautos que não fugiram a tempo e ainda deu um safanão no anão. Só acalmou a raiva depois de arrear dois calduços no capacete do saraiva.

Horas mais tarde, depois de inauditos esforços para acordar o William e acalmar Adrien, puseram-nos de corda ao pescoço, na lagartostv, a contar uma estória...A cara dos moços era todo um poema. Não lavaram a escória e fizeram-me pena.  O sapo saraiva disse hoje: «o sporting deixou de ser um clube sem rumo e que estremece a cada tempestade» - confere!

Najantas foi uma vitória à maneira. A equipa da casa ganhou sem contestação e o sobrinho do benquerença fez uma arbitragem porreira. Mais uma expulsão (11 no total esta época) ainda na primeira parte a beneficiar o foculporto e as bancadas ao rubro com o regresso de kelvin, o herói. Um desenho que a todos agradou e até o suinacio gostou. Jogos houve que o coisinho ganhou onde se mostrou bem mais chateado! Ontem só sorriu, agradado.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Foguetes antes da festa!

Aí está - mais uma vez; basta um resultado menos bom e os verdadeiros especialistas - aqueles que no lugar do Rui Vitória ganhavam os 36 jogos do campeonato com uma perna às costas - ficam mais bravos do que o brunalgas quando lhe metem dois presuntos de Chaves nas costas. Epá, sinceramente, eu é que já não tenho pachorra. Convençam-se disto; com ou sem erros dos árbitros, com erros próprios ou sem eles, resultados como o de ontem acontecem a todas as grandes equipas do Mundo. Sempre aconteceram e vão continuar a acontecer. Não há equipas só com vitórias. Se não sabem encaixar um desaire façam-se sócios do lagartos que naquele clube habilitam-se a ganhar quatro campeonatos numa só época, limpam a taça rui santos na boa e dão uma abada ao Real Madrid sempre que o encontrarem pela frente, porra!

Eu ontem (AQUI) já disse o que pensava sobre a performance do árbitro, Faltou dizer que houve 5 substituições na segunda parte, alguns cartões amarelos, várias entradas em campo para assistência médica e o tempo que se perdeu com a marcação do penalti. Só o Medeiros perdeu 2 minutos para ser substituído. E, com todas as recomendações em contrario, apenas concedeu 4 minutos de descontos! 

Para o lagartedo foi dia de foguetório. Começaram a tarde a festejar e foi já roucos de tanto gritar que viram o Chaves comemorar. Desde os 5-1 ao Praiense (volta olímpica do brunlagas) que não tinham tanta alegria! É verdade que os três primeiros foram ''marcados'' pelo árbitro luis ferreira, mas os dois do Bas Doste mostraram categoria. O karma lagarto; festejar 5 golos, sofrer dois e mesmo assim não ganhar!

Gostei de ver Coates e Rúben Semedo esforçarem-se ao máximo para me darem razão (AQUI) e o circo que se instalou na cabine dos sapos apenas vem confirmar o que eu desde sempre previ como certo; brunalgas, jorge lagarto e a "simone" de Palmela hão-de sair do alvalixo escorraçados pelos mesmos batráquios que os trouxeram ao colo até aqui. Basicamente - toda a carneirada que, até ontem, sempre os seguiu cegamente.

A Ryan Gauld e André Geraldes meteram-nos na mala e...ala que se faz tarde. Já vão, neste momento, a caminho da Madeira. Como os dirigentes do Chaves, tal como os de Setúbal, não entenderam os contornos dos empréstimos, esperam os sapos que, no Marítimo, já estejam suficientemente informados!

sábado, 14 de janeiro de 2017

Fantástico hat-trick de luis ferreira!

A arbitragem está bem e recomenda-se. Hoje assistiu-se a mais uma exuberante demonstração de classe. Depois de tanta perseverança foi uma pena luís ferreira não conseguir marcar o quarto golo do Boavista. Após o Hat-trick da primeira parte o árbitro de Braga merecia melhor sorte. Não há duvida; o Benfica manda nisto tudo.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Falemos de bola...

Vocês já sabem que eu de futebol percebo peva. Do Benfica falo quase sempre dos aspectos colaterais - raramente me aventurando por caminhos perigosos como, tácticas, estratégias, entre-linhas, transições, profundidades, atitudes e outras manigâncias que os especialistas dominam de cátedra. O 4-2-4 e o 4-3-3 mais o 3-1-4-1-1 resultam-me perfeitamente iguais ao clássico 4-4-2 que dizem ter feito escola no Benfica. Do que eu gosto (quero) mesmo é ver a bola lá toda dentro.

E como dos adversários ainda me aventuro menos do que com o Benfica - hoje vou partilhar alguns dos disparates que eu ás vezes falo sozinho... 

Apesar de todo o folclore à volta das contratações e entradas - o sporting está claramente mais fraco. Tornou-se, aparentemente, mais perigoso com o Gelson mas era infinitamente mais equipa com João Mário. João Mário é critério. Gelson é todo um fogacho. Mário ligava o que Gelson quase sempre desliga. Com a saída de Teo Gutiérrez, tem agora muito menos capacidade na zona de tiro e o Bas Doste - com qualidade para fazer a diferença dentro da área - revela sérias dificuldades em ser verdadeiramente útil fora dela (as saudades do cotovelos Slimani devem doer como punhais). E apesar do perfume de Bryan Ruiz, o clube do Campo Grande perdeu critério nas alas sem ganhar nada com o Costa-riquenho no meio. Teo tinha técnica, rapidez de pensamento...e golo, mesmo que não jogasse nadinha para agradar às bancadas. Quase tudo o que Bryan não tem.

Se ambos jogassem no Benfica - Coates e Rúben Semedo - não haveria jogo onde eu pudesse estar descansado. Juntos parecem um paiol de pólvora à espera de uma explosão de disparates. Rúben, não evoluiu nada de uma época para a outra, continuando a cometer erros de posicionamento gritantes. É rápido mas revela ser pouco inteligente. Não seria preocupante com outro parceiro de classe a seu lado. Com Coates, demasiado propenso ao penalti (não assinalado) algo que partilha com Rúben, vai ser difícil continuar a evoluir. Os laterais são apenas de média qualidade (André Almeida, quarta opção no Benfica, é mais fiável que qualquer deles). A confusão e o ir do oito ao oitocentos que se observa no banco de suplentes, com gente como o otavio, jorge lagarto, brunalgas e até o médico que está sempre em efervescência, em nada favorece a dinâmica e a tranquilidade da equipa. Com sorte mantêm-se na luta pelo segundo lugar. Com a lógica a prevalecer - em Março estarão arrumados de tudo.

Sobre do foculporto...
Casillas já não é o que era, apesar de todos os dias o nojo lhe arranjar uns recordes. No Benfica provocar-me-ia calafrios a cada saída dos postes. Defesa ao nível do sporting - mais coisa menos coisa - com um caso digno de um estudo aturado; o melhor jogador (Layún) não joga porque é preciso justificar a contratação de maxi pereira. Jogadores talentosos mas demasiados brinca na areia no meio campo e o desembestado Danilo a fazer com que eu acabe por apreciar a "dinâmica" de William Carvalho. Na frente, aquele que eu considero o maior erro da época. E não, não estou a referir-me ao armário belga. Falo de André Silva, um produto claramente empolado (tenho sérias duvidas que vá muito mais para além disto) que meteu o treinador e o clube dependentes de uma promessa...inacabada. Aboubakar, que era - de longe - o melhor avançado do foculporto, foi chutado para longe. Um treinador fraco e uma estrutura à deriva que se recusa a perceber o agigantamento do Benfica, os regressos de Paulinho Santos, João Pinto e Rui Barros, sem ponta de inteligência para outra utilidade que não o "vamos a eles caralho" apenas acentuam a crise de títulos que se instalou em Contumil. A fé no regresso de kelvin diz tudo.

Quer isto dizer que o Benfica vai ter um agradável passeio até ao final da época? De todo. No futebol, como na vida, é preciso provar todos os dias que merecemos ser felizes. Só com muito trabalho e perseverança se consegue ter êxito. E o êxito de um desporto colectivo depende de tantos factores que seria completamente irresponsável quaisquer foguetes extemporâneos. Tudo pode mudar de um dia para o outro. A confiança nos nossos atletas e técnicos é total, mas que ela nunca nos retire a capacidade e a humildade de percebermos as nossas próprias limitações nem os terrenos pantanosos que pisamos. E, sobretudo - que nunca nos faça perder o foco e o respeito que todos os adversários nos merecem.

Uma questão de fé!

Estão muita fortes os compadres da fruta e do cuspe. Este mercado de inverno trouxe-lhes uma nova vida, que não uma vida nova. Ontem foi um dia grande para todos. A UEFA divulgou dados referentes a 2015 - uma lista sem o Real Madrid! - onde o Triacampeão Nacional aparece como um dos clubes com maior passivo da Europa! Nem vou perder tempo sobre a forma como a UEFA fez essas contas; não é isso que interessa. Interessante é ver a forma canhestra e desqualificada como a comunicação social e os desesperados compadres da fruta e do cuspe se agarraram a elas como se fossem a ultima fonte, antes do deserto que vão ter pela frente...

Meu Deus, que desespero! Será que se o Benfica trocar o passivo por VMOC's ainda vai a tempo de conquistar o quarto lugar na lista da UEFA? Os jornais desportivos a escrever sobre finanças são ainda mais facciosos que a perorar sobre o valor dos plantéis no inicio da época, penaltis ou foras-de-jogo. E o pior - na sua esmagadora maioria - é não fazerem a mínima ideia do que estão a falar! Escrevem somente para a carneirada comprar.

Confesso que hoje fiquei desiludido. Estava à espera de ver nos escaparates essa nova forma de Apocalipse anunciado. Mas não. Deu apenas para que os taliban da internet saíssem um bocadito da toca; coitados, com tanta vitória do Benfica já cheiravam a bafio - e para o brunalgas ganhar novo fôlego na campanha eleitoral. Uma ou outra bufa, dos mais despeitados adeptos do clube da fruta, que nem deu para aquecer o ambiente, e a RTP nem sequer abriu o jornal da tarde com essa terrível notícia. Deixou-a quase para o fim! Parece não ser desta que o Benfica vai acabar. O Rui Vitória mantém-se firme no cargo e não vão haver eleições antecipadas. Ufa, que susto!

Só o nojo - ainda assim - lhe arranjou um espacito, na sua primeira pagina, dividindo os avultados números da divida do Benfica com o astronómico numero de dias de peido da costa à frente do clube da fruta. Em vez desse Apocalipse anunciado, os 12 684 dias de presidência e a coça que rei das bufas acaba de aplicar a Santiago Bernabéu. Nem os recordes de Casillas, tiveram tanto destaque nas primeiras paginas de onojo! Melhor só os golos que o Peyroteo se prepara para marcar já este fim-de-semana e a fé que o vitó da mosca garante depositar no kelvin. Está decidido; vai ser a fé no fedelho brasileiro a acabar com a dor de pescoço do foculporto. 

Sem fé para esconder a realidade...
E não é que o Mundo está mesmo a mudar? Pedro Marques Lopes - hoje na sua cronica da bolha - não fala da terrível máquina do Benfica (apenas ao de leve para não desiludir a carneirada), não chora das arbitragens, não refere Calabote...e até se dá ao desplante de tentar encontrar dentro de casa razões para o apagão do foculporto. Oh, Diabo...Qualquer dia ainda vemos o plagiador Tavares a dizer que o Benfica ganhou um jogo sem sorte, e, quem sabe; sem a ajuda do árbitro. Isso preocupa-me a sério. Se eles retirarem as palas as coisas podem ficar bem mais complicadas. Valha-nos que - dos acéfalos lagartos - nenhum dá indícios de mudar.

Tempo para informar (noticia da bolha) que - nas pesquisas do Google - o filho da melhor Dolores do Mundo bate Messi no corte de cabelo mais procurado e que o sporting do Campo Grande entrou em 'blackout' informativo por uma semana. A caminho de Chaves, nada como duas goleadas à transmontana!

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

O crime de Nelson Semedo...

Depois do cobarde achincalho publico de Renato Sanches, o achincalhamento reles de Nelson Semedo. Por questões racistas, clubisticas...o que for. Um asco que a todos devia envergonhar. Nelson Semedo foi tratado como um macaco por alguns grunhos da claque do Guimarães. Farto, fez um gesto para as bancadas. Não lhes cuspiu, não mostrou o dedo do meio ou chamou de ''filhos da puta'', como Bruno César aos adeptos do Boavista. Limitou-se a fazer um pequeno gesto com os dedos. Cometeu um erro e pagou por ele com o correspondente cartão amarelo mostrado por Xistra. Ponto final? Não. Parece ter cometido um crime. 

Num País a sério, Nelson chamava o árbitro e pedia a intervenção da Policia para expulsar os adeptos racistas do estádio. O Guimarães seria severamente punido e os grunhos das bancadas impedidos de voltar ao futebol. Num País a sério os jornalistas ficariam satisfeitos com o cartão amarelo, punição prevista na lei para o seu procedimento. Mas não. Os canalhas exigem mais. Exigem o achincalhamento publico do Nelson. Para os grunhos racistas que passaram o tempo a grunhir como os macacos em direcção a Nelson Semedo, toda a tolerância do Mundo. Afinal, ao jogador do Benfica, só lhe restava agradecer aos grunhos os grunhidos vindos das bancadas!

Aproveitemos - como exemplo - um excerto do programa da Tv espanhola «Punto Pelota» onde o trabalho do GV foi usado para mostrar aos espanhóis o carácter de Ronaldo. Nessa altura não houve criticas à postura do jogador do Manchester e muito menos alguém se lembrou de gastar o tempo de antena a pedir a ''pena de morte'' para os seus actos vergonhosos. Mil outras imagens, ou vídeos, eu poderia mostrar com todo o tipo de jogadores, de todo o tipo de clubes, que tiveram em campo actos ainda mais graves, alguns repugnantes, verdadeiros atentados criminosos, quer para com os espectadores, quer com colegas de profissão. Não vale a pena. O que vale a pena demonstrar é a cobardia que de um modo geral enferma toda a comunicação social desportiva. Um asco.

Fernando Gomes e pedro proença, presidentes da Federação e da Liga, sem voz (calados como ratos) nos grandes problemas que afectam o futebol português, como os casos de racismo com Renato Sanches e Nelson Semedo, ameaças de morte a árbitros, esperas, arruaças e escarradelas nos túneis, jogadores e treinadores à cabeçada (um até se deu ao luxo de fazer uma pega pelas costas ao melhor estilo taurino) conferencias de imprensa a pôr em causa a honorabilidade dos organismos que presidem, e outras - como o vice presidente de um clube apanhado a depositar mil euros na conta de um árbitro - saíram a terreiro para se pendurarem na boleia do filho da melhor Dolores do Mundo. Assim que o moço recebeu o prémio parecia que tinham uma mola no rabo. Em menos do riscar de um fosforo saltaram ambos para tudo quanto é comunicação social cheios de vontade de falar. Ah, valentes!

Um dia depois dos lagartos retirarem a queixa judicial contra José Eduardo Bettencourt, soube-se que o antigo presidente dos sapos vai ser administrador do Novo Banco. Ele há coincidências do caraças!

O crime de Nelson Semedo...



Chega para mais uma bola de ouro?

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

A culpa também é do Carrillo!

Gonçalo Guedes, Rafa, Zivkovic, Carrilho, Jonas, Mitroglou, Jimenez, Salvio, Cervi, Jardel, Luisão, Semedo, Grimaldo, Lindelof, Lizandro, Samaris, Horta, Almeida, Fejsa, Eliseu, Ederson, Júlio César, Pizzi...mas que grande salada esta - a do Polvo! A cidade de Guimarães ainda deve estar a pensar que espécie de tornado a varreu, de cima a baixo! Há nesta lista muito menino que devia ser multado por excesso de pernas, classe, e, sobretudo, velocidade. Um escândalo só possível por a culpa ser do Benfica. 

A coisa é de tal maneira evidente que até o Gonçalo Guedes, eterno suplente de Podence na selecção de Rui Jorge, talvez ainda vá a tempo de fazer uma carreira engraçada! Sem o rotulo de novo Garrincha e não nascendo predestinado, já com um pé no Real Madrid, duas pernas em Barcelona, os braços nos colossos de Manchester e a cabeça no Bayern de Munique, com alguma sorte - fruto da propaganda do Benfica - ainda se consegue fazer do puto Guedes um novo Gelson Martins. De Nelson Semedo é o que se sabe. Se nunca destronou o Esgaio na selecção de Rui Jorge dificilmente convencerá um seleccionador que prefere ter dois guarda-redes no banco de suplentes a dar uma oportunidade ao maestro Pizzi...

E já que falamos de craques...
Zivkovic! A qualidade que tem este menino! Há muito tempo que eu não via de perto tanta classe num só corpo! Top mundial, se nada de mau lhe acontecer, entretanto. Claro...nunca chegará aos calcanhares de um novo Garrincha, mas que diabo...para o Benfica até já é muito bom.
Rafa Silva! Outro que abusa do excesso de velocidade. A facilidade que este moço tem em se isolar na cara do golo só é comparável à aparente teimosia em acertar no guarda-redes. Assim que conseguir ultrapassar a ansiedade e a fobia do golo vai ser o cabo dos trabalhos pará-lo.

Troquei a sportv pela RTP. Se ao nível dos comentadores - fraquinhos, fraquinhos, fraquinhos - não se notaram diferenças de maior, já quanto à transmissão televisiva o desnivelamento foi brutal. Tanto assim, que pude ouvir os adeptos do Tricampeão nacional nas bancadas e, velam lá o desplante da televisão publica, até os pude observar a festejar os golos do Benfica!!! 

O fábio meireles foi um reles jogador, caceteiro e mau carácter. Como director desportivo provou, ontem, continuar reles como sempre. Nelson Semedo terá aprendido que com grunhos o melhor que há a fazer é o mesmo que se faz quando se encontra um cocó de cachorro na rua. Passar adiante sem pisar. O contrario é ficar à mercê de um qualquer ressabiado bruno prata. As cadeiras, atiradas para o relvado pelos grunhos das bancadas, só foi pena o Vieira não levar uma para os balneários, dobrá-la bem dobradinha, amarrá-la com a fita cola do massagista e oferecê-la aos jornalistas para juntar à cartolina da Luz. No final do campeonato ofereciam os dois troféus ao brunalgas, acrescentavam dois golos ao vasto pecúlio do Peyroteo e mais dois pontos ao sporting, na liga da verdade do rui santos.

Só falta chamar a atenção para o mau ambiente que o Carrilho trouxe para a Luz. Todos viram os seus companheiros apontando-lhe o dedo, com maus modos, por ocasião do segundo golo de Guedes. A culpa também é do Carrillo.

Spalvis vai jogar no Belenenses por empréstimo dos sapos. O contrato termina no dia em que o Belenenses ganhar ao sporting. Segue no dia a seguir para Chaves, ou para outro clube que tenha que defrontar os batráquios, por duas vezes esta época.