terça-feira, 27 de setembro de 2016

Ladrão alemão no caminho do Tricampeão...

Sempre que ouço falar em roubar lembro-me imediatamente de felix brych, o pulha que roubou ao Benfica mais uma conquista europeia. Nem que eu vivesse cem anos conseguiria esquecer aquele focinho de corno.
O alemão é o ladrão nomeado pela UEFA para o Nápoles-Benfica. Não tinham um FDP mais rasca? Um ladrão do nível de fortunato azevedo, rosa santos, soares dias(pai), martins dos santos, josé silvano, jose guedes, calheiros, veiga trigo, donato ramos, jorge coroado, elmano santos, benquerença, proença, xistra, marco ferreira e os muitos mais que não referencio para não ficar sem espaço para o resto do post...

Arbitrando ao nível que esteve na ultima presença do Benfica numa final europeia, esqueçam lá isso de um bom resultado em Itália. Só com uma exibição do outro Mundo. E também muita atenção ao Feirense, já no campeonato, que tem um treinador que não fica nada atrás da rapaziada acima citada. Vai ser canela até ao pescoço e os desmaios à 'lá matrafona' serão uma constante do jogo. Só falta saber quem vai ser o «felix brych» que o pai do Alex Fontelas porá no caminho do Benfica. Dois partidos para que o Tricampeão se mantenha em alerta máximo - no máximo da concentração.

A epopeia lagarta, em Madrid, já leva duas semanas mas não há carneiro que a consiga esquecer!
Depois do «espaço kelvin» - no museu da fruta - recordando a ultima grande gloria do foculporto, eu aconselho à carneirada a criação de um «espaço novo Garrincha» - no museu das osgas. Mesmo depois do Vilarreal e o Las Palmas empatarem com o Real Madrid, pondo a nu as suas actuais evidentes fragilidades, - os batráquios ainda exultam com a gloriosa derrota no Bernabéu. Façam como o clube da fruta, carago; alarguem o museu e perpetuem essa heróica jornada, carago! Uma ala com menos de oitchenta e oitcho metros quadrados - que imortalize a grande exibição e a gloriosa derrota em Madrid - jamais fará justiça à história dos sapos.

Estive muito atento ao ultimo fim-de-semana desportivo - com um sábado especialmente cheio - repleto de muito e bom futebol, mas de difícil digestão para os inteligentes da bola, já sem espaço para explicarem a titularidade do avô Renato, no Bayern, e do lento e sem qualquer tipo intensidade, André Gomes, no Barcelona. Bastante 'interessante' a performance de um conhecido arruaceiro argelino, o cotovelos Slimani (sulimane em linguagem de sapo) que passou um partido inteiro sem usar os ditos, sequer uma vez. Resultado; foi completamente inofensivo, passando ao lado do jogo É fodido jogar com as regras de todos. Logo mais à noite veremos se o amolecimento de Manchester não foi propositado...

Quem eu gostei de ouvir rosnar foi o treinador do Setúbal, José Couceiro, que desatou aos coices com a arbitragem assim que acabou o jogo de Braga! Quem viu este sapo - na Luz - inchado de soberba e prosápia e o vê agora que as bombocas se diluíram no tempo! Na Luz - empatou com um golo marcado em claro fora-de-jogo mas ninguém ouviu pedir que não prejudicassem o Benfica. Saiu do campo eufórico e a pontos de rebentar de cagança. Incha sapo.

domingo, 25 de setembro de 2016

Preocupante. Muito preocupante!...

Tenho de vos confessar. Estou muito preocupado com o resultado de ontem à tarde. Até me custou a dormir, porra. Eu só fico feliz quando o Benfica abafa os adversários, como o sporting do Lumiar fez ao Real Madrid, deixando a carneirada a babar de prazer, e a cs, mais os especialistas da bola, inchados de satisfação e soberba. Os três pontos que se fod@m que o que interessa é ganhar o troféu do rasteirinho rui santos. 

E nem vos conto a vergonha que eu sinto dos golos de bola parada. Meu Deus! Quando é sabido que essa forma de golear é tão pouco importante no futebol actual, eu fico estarrecido imaginando Rui Vitória a perder o seu precioso tempo ensaiando esses lances sem relevância em vez de treinar os cantos e os livres. É uma vergonha. Não fosse a criatividade e contabilidade dos verdadeiros especialistas, que conseguiram ver três oportunidades de o Chaves fazer três golos na mesma jogada, e a noite ainda me seria mais penosa! Tanto que eu adoro vê-los às voltas com estes fenómenos do entroncamento.

15 vitorias consecutivas fora de casa...
É obra. Rui Vitória - o não treinador - acaba de igualar o recorde com 43 anos que pertencia a Jimmy Hagan: 15 vitórias fora seguidas na Liga! Sem um oito, sem defesas laterais que saibam defender, sem avançados, e, sobretudo, sem fazer as vontades a quem realmente percebe da poda; os cumentadeiros desportivos e os verdadeiros especialistas da internet!

Eu tenho que dar razão aos verdadeiros especialistas. É mesmo preocupante este percurso do Tricampeão. Lesões à parte, que já deviam ter dado lugar a eleições antecipadas e à demissão em bloco de toda a equipa médica, também não se admite que o Benfica não tenha contratado um oito para a posição do Renato. Eu tenho quase a certeza que com um oito a sério o Benfica já ia no primeiro lugar - isolado - com a defesa menos batida e o ataque mais realizador. É um feeling que eu tenho, pronto.

O curandeiro Mitroglou...
Um Nobel da bruxaria para o feiticeiro grego, já. Não há como o grego para curar as maleitas dos adversários do Benfica. Assim que a mete na baliza acabam-se os dói-dóis e as perdas de tempo - num piscar de olhos! E até consegue acalmar o pito ao Freitas Lobo...

Muito envergonhados estarão também os adeptos do Las Palmas e do Villarreal.
Sem espantar o Mundo, nem dar ao Mundo novos Garrinchas, empataram ambos com o campeão da Europa, logo a seguir ao colosso espanhol sair vergado do Bernabéu com a vitória mais humilhante do seu historial, frente ao sporting do Lumiar! Como diria um conhecido sapo cagão - terão conseguido o que mais nenhuma equipa do Mundo alcançou até agora. 

sábado, 24 de setembro de 2016

O Capela expulsou o cagão mas ninguém deu por nada!

À berraria da época passada, quaisquer que fossem as nomeações, ao lagartedo só lhes falta espalhar pétalas aos árbitros escolhidos pelo pai do Alex Fontelas, o novel craque dos batráquios do alvalixo. A concertação é tanta que, da enorme falange de suinácios adestrados espalhados pela cs, nem um se insurgiu contra a nomeação de Capela. Três anos e meio foi o tempo que o João teve de penar - excomungado pelo seu clube de coração - impedido de entrar na capela dos sapos, resultado do veto ilegal decretado pelo Benfica, que, nestas coisas de arbitragem (arbitagem em linguagem de sapo) continua a mandar nesta merda toda, como - mais uma vez - se comprova...

Depois do inchaço de Vila de Conde, jorge lagarto apareceu menos emproado na ultima conferencia de imprensa. Os seus jogadores passaram a ser os melhores do Mundo, quando a seguir à epopeia de Madrid - onde o sporting do Lumiar aplicou ao Real a sua vitória mais humilhante - apenas tinham sido fantásticos porque o mestre os tinha ensinado a andar. A prova são os dois golos que sofreram, nos últimos minutos, desorientados com a sua ausência no banco. 

O que é espantoso é que não houvesse um único pé-de-microfone - de espinha direita - com coragem para perguntar ao artista quem tinha sido o bazófias que permitiu ao Estoril marcar dois golos, um aos oitchenta e cinco minutos e o outro aos noventcha mais triês. O Capela tinha expulsado o cagão mas ninguém dera por nada!

Está de volta o forrobodó...
Quanto ao clube da fruta, e apesar de todas as queixas patéticas para entreter a carneirada, parecem estar de volta os bons e velhos tempos da fruta. Na semana passada foi um penalti que passou em claro a favor do Tondela. Ontem foi mais um, a favor do Boavista, que só o árbitro não viu. Mas o pior foi o campo mais inclinado que a espinha do Fontelas. E também reapareceu o Tonel do costume a sossegar as hostes...

O treinador do Boavista limitou-se a dizer, de forma simples e clara;
«Jogar contra onze é complicado, contra mais é ainda mais difícil. Vamos continuar este nosso trabalho de formiga. Todos são inteligentes para perceber, não é preciso de dizer nomes. A educação que tenho ainda me permite um pouco de paciência para certas coisas mas tudo tem limites»

RUi Vitória - "A nossa janela de transferências é já em Outubro"
Depois desta confissão, que ninguém se admire quando os batráquios puserem o suinácio, e os outros dejectos, a berrar que o tricampeão joga com regras diferentes. 

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

“... Eu olho-os com olhos lassos,

Por José Albuquerque

(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)”

Sobretudo cansaços, Companheiros: estou farto de ler, ver, ouvir e verificar que, por mais sucessos e Vitórias que o Nosso Clube acumule, há, sempre, sempre, alguns de Nós que insistem em agredi-Lo.

Este texto é o reflexo desse cansaço, pelo que se, tu que me lês, és daqueles que afirmam barbaridades como “enquanto tivermos de vender os nossos melhores, o Benfica não sai da cepa torta”, ou “ainda não estamos livres da falência técnica”, ou “o orelhas nunca vai fazer baixar o Passivo”, ou “o Benfica tinha de ter lucro sem contar com as vendas de jogadores”, ou “o sucesso económico destes anos só se deve às receitas extraordinárias”, etc., etc. etc., então eu desafio-te a parar de ler aqui mesmo, a menos que te comprometas a contribuir com os teus argumentos na caixa de comentários e porque este texto não o escrevo para ti (embora escreva a pensar nas merdas que dizes e escreves): este texto é (mais) um desabafo que quero partilhar com os outros Benfiquistas, com aqueles que querem perceber como é que o Nosso Clube pode fazer-se ainda Maior e Melhor, porque, afinal, é assim que entendemos o Nosso Benfiquismo.

Ó Zé, olha lá que, assim, vais encher os sonhos dos arautos do “direito à crítica”!

Direito à crítica?
Como, se a esmagadora maioria deles até começa por confessar-se ignorante em matérias de Gestão, Economia, Finanças e Contabilidade?
Como, se, da restante minoria, ainda há vários que, chegando a propor coisas como que se “amortizem custos financeiros” (Caburros) e dizendo que “por acaso até sei bastante deste assunto”, patenteiam a mais aflitiva ignorância sobre aspectos mais elementares destes tópicos?
E como, se, da última réstia de minoritários, misturados entre os andruptos e osgas que fazem vida da mais ridícula contrainformação anti, já só sobram os invejosos, despeitados e soberbos demagogos Taliban?

Cepa torta?
Isso é para parecer que é uma crítica?
Baixar (imediatamente, de preferência) o Passivo?
Mas fazem alguma ideia de como é que isso se consegue? Se é que deve tomar-se tal coisa como um objectivo da Nossa Gestão?

Para falarmos verdade, neste último “argumento” até o Presidente tem culpas significativas, porque não tinha nada de misturar o seu declarado voluntarismo com este tipo de assuntos mais sérios, a menos que fosse num fora em que o tema pudesse ser discutido em toda a sua profundidade, para ficar a coberto dos vómitos dos Taliban.

Receitas extraordinárias? Acham, mesmo, que é isso que elas são? Depois de tantos anos em que assistem ao seu sustentável e racional aparecimento?
Dizem que o Glorioso deveria ter Custos  suficientemente baixos para não necessitar de vender (sol na eira), mas acham que se deveria ter aumentado os salários ao Lima e ao Nico, para que eles preferissem ficar (chuva no nabal).
Só me dão vontade de perguntar se, ao menos, empréstimos podem ser opção, mas receio bem que me critiquem por causa do merdas do talixo.

Ó Zé, tem paciência que o pecado deles é só o excesso de “exigência”!

Exigência?
Mas, exigência a que título?
Alguma vez fizeram alguma coisa que se visse pelo Nosso Clube?
É que nem por eles próprios, ou não seriam só mais um bando de anónimos a destilar invejas e ódios pessoais.
A exigência tem de começar por nós próprios! Tem de começar por muito estudo, mais trabalho e, de preferência, sem recurso à intolerância (ainda menos ao racismo mais abjeto) e aos alardes de falta de humildade.

Ó Zé, tu não nos digas que vais ligar um “Benficómetro”?

Eu?
Phod@-se!
Nunca, jamais, em tempo algum!
Os benficómetras são uma subespécie dos intolerantes e eu, muito humildemente, confesso-vos que ainda estou a tentar aprender a Ser Benfiquista. Ando nisto há mais de 50 anos, mas prometo não desistir. E é uma promessa fácil de fazer, porque sempre me foi necessária esta Paixão para viver.
Além de que conheço mais que um Águia de Prata (que também sou), até com Título Fundador (que eu não tenho e sem a desculpa de não o poder pagar), que me irritam solenemente pelo mais reles anti-Vieirismo.

Não, Companheiros, façam-me a justiça de nunca ter achado que, lá porque aqui me dão espaço para escrever, tenho algum direito especial de Benfiquismo.
As únicas coisas que me movem são o Clube e os Valores que Ele representa: tentar conhecê-Lo, pensá-Lo e, na humilde medida que conseguir, contribuir para que, TODOS UM, o projetemos sempre Maior e Melhor.
É que tudo assenta no princípio de que o Glorioso não Nos pertence e apenas está nas Nossas mãos como que por empréstimo dos Mais Novos, em cujas mãos temos o dever de O depositar, quando já não conseguirmos melhorá-Lo.

Ó Zé, deixa lá os desabafos e começa a discutir essa possível alternativa ao “modelo” de crescimento que tem sido prosseguido e que conta com vendas anuais de alguns dos Nossos melhores Atletas.   
  
Excelente sugestão, embora vá repetir o que já escrevi muitas vezes (depois não se queixem do tamanho do texto, ahahah).
Vamos a isso!

E, começando pelo princípio, vamos lá “meter o Rossio na rua da Betesga”, ou seja ... tratar de comprimir os Custos da SAD até ao limite do crescimento dos Nossos Proveitos Operacionais.
O melhor resultado dos PO foi este mais recente: 126M€.
Como somos exigentes, consideramos que a Equipa vai continuar a chegar aos “quartos” da Champions, que vamos levar a NOS a pagar 50M€, já neste ano, os Sponsors a aumentarem os pagamentos em 10M€, melhorar as receitas de “Match Day” (sem aumento dos preços de bilhetes e Red Pass, obviamente) ...
Ok, admitamos que conseguimos chegar a 160M€ em PO (miséria pega-se, ahahah) ...

Alguém sugere onde é que poupamos os 30M€ anuais necessários para equilibrar as contas deste próximo exercício?

Mandamos o Novo Banco e o Millennium (Custos Financeiros totais de cerca de 20M€) dar uma volta ao bilhar grande?
Matamos o Taarabt e o Helder?
Substituímos o Maestro e todo o Departamento de Scouting por um dos 3 estarolas (devem aceitar vir só por comissões) e o DSO pelo Benfica Eagle (também não deve ser caro)?
Reduzimos a programação da BTV a um programa “Vamos malhar no Vieira” (produzido pela dupla moléculasontistas e apresentado pelo sombras) e outro “Vamos malhar nos anti da mérdi@” (produzido pelo Guachos e apresentado pelo Antitripa)?
Reduzimos todo o Plantel Profissional (Equipa de Honra + Equipa B) a nunca mais de ... quantos Atletas? 50? 40?
Não se esqueçam é que, a partir desse momento, cada nova pérola do Seixal só pode ter contrato profissional, desde que saia um outro (dos piores, claro) que já o tivesse antes, ok?
Suspendemos todo e qualquer projeto de investimento que não tenha um “pay back” imediato? Desenvolvimento do Seixal incluído?

Bem ... vamos ser sérios e, mesmo sabendo que um tal downsizing demoraria muito tempo e só por milagre não teria consequências negativas ao nível da competitividade das Nossas Equipas (é que se admitirmos piores resultados desportivos, teremos de considerar a imediata quebra dos proveitos), admitamos a hipótese teórica de que será possível conseguir o que ninguém acha possível no mercado nacional: Proveitos Operacionais ligeiramente superiores ao somatório de todos os Custos (amortizações contabilísticas incluídas).

E admitamos também, em hipótese meramente teórica, que já reduzimos o Passivo Financeiro Oneroso até ao limite que os especialistas consideram “óptimo” (convinha era que se pusessem de acordo, porque desde “um ano de facturação”, até “um ano de facturação sem vendas de Atletas”, passando por vários diferentes múltiplos do EBITDA, obviamente sem vendas de Atletas, eu já li de tudo um pouco), já pensaram para que valor terá caído o Nosso Activo, a menos que admitam um crescimento exponencial dos Capitais Próprios (com base em que lucros, pergunto-me)?

É que, convém não esquecer, neste quadro são ínfimas as Operações com Passes de Atletas, o que inviabiliza grande peso das contas quer de Clientes (não há vendas importantes), quer de Fornecedores (não há compras nenhumas).

Tudo isto é absurdo, mesmo num plano meramente teórico!
Mas eu faço-vos a vontade e aceito esse desafio ...
Desde que alguém me explique o que fazemos se alguém bater uma cláusula de rescisão das grandes, de um dos melhores Atletas que tivermos (se conseguirmos ter algum, ahahah)?
Assim ... um de 60M€?
E que tal se aparecer um caso desses por ano?
Não há problema nenhum, dizem (estou farto de ler que uma só venda por ano não seria mau)?

Então pensem lá que isso significaria termos Resultados Líquidos anuais de valor muito próximo do Capital Social!
Ou seja, uma rentabilidade anual muito próxima dos 100%!
E uma alternativa mais que simples: ou investimos esses lucros (cuidado, que não poderiam ser investimentos que implicassem aumento de Custos, nem que fossem simples amortizações contabilísticas, sob pena de estarmos a “viciar” as contas na realização dessas vendas de Atletas), ou ... teríamos de distribuí-los, sob a forma de dividendos!

E o que é que acontece a qualquer Empresa que distribua, por sistema, grandes volumes de dividendos?
Pois claro, leva com uma OPA em cima!

Não tem problema, porque o Clube não vende e mantemos o controle sobre a Nossa SAD!
Ai sim? Estão certos disso? Com decisão em AG ou por referendo?
E o que é que o Clube faz aos dividendos (notem que estamos a falar de uma dezenas de milhão de euro por ano) que vai acumular?
Investe na bolsa? Gasta em obras de responsabilidade social?
É que, não se esqueçam, nem o Clube deveria permitir-se a aumentar os seus Custos, sob pena de ficar “viciado” e passar a depender dessas receitas regulares em dividendos, ou seja ... dependente das vendas de Atletas!

Já sei, responde-me uma viúva do visconde novo: o Clube compra a osgasad!
Não pode ser!
A menos que aceitem o regresso “à necessidade de vender os melhores Atletas”, porque a osgasad, mesmo com todas as benesses, tem garantidos (bem) mais de 30 “biscas” de prejuízos anuais, ainda que venda avioncitos ...

Que tal pararmos com o ridículo destas hipóteses absurdas?

Que tal reconhecermos, todos sem excepção (Presidente incluído) que a questão não é se a SAD necessita, ou não, de vender Atletas para ter contas equilibradas?

A questão não passa por sabermos se queremos, ou não!
Porque, quer querendo, quer não, quer necessitando, quer não, a Nossa SAD vai ser “obrigada” a vender os seus melhores Atletas (os de mais alto valor de mercado), pelo simples e evidente facto de que não conseguimos ser competitivos no que respeita aos salários líquidos que pagamos!  

Será que isto é assim tão difícil de entender?
Será que é tão difícil de entender que, a menos que o Benfica tivesse acesso ao mesmo nível de proveitos dos clubes ingleses (olá Campeonato Europeu de Clubes) e a fiscalidade fosse nivelada na UE, nunca teremos capacidade de pagar salários competitivos para os melhores futebolistas?

A alternativa a vender um RS, para o Bayern e por 60+20M€, é fazer dele uma espécie de Carrillo e, depois vê-lo sair a “custo zero”.
A alternativa a vender um Nico, para o AM e por apenas 25M€, é penalizá-lo por ter, um dia, aceitado vestir o Manto Sagrado.

Vá!
Venham lá com as vossas ofensas e argumentos bacocos.

“... Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós, e vós amais o que é fácil!”

Viva o Benfica! 

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Vamos a “contas” (preliminares 2015/16) ?

Por José Albuquerque

Como já devem saber, a Nossa SAD acaba de emitir para a CMVM o já habitual comunicado sintético com os principais números que virão a ser detalhados e explicados no R&C final do exercício económico de 2015/16.
Não sabendo se o Companheiro Guachos vai querer reproduzir, neste texto, as 4 páginas desse comunicado, ou, em alternativa, oferecer-vos o link (AQUI) através do qual lhe poderão aceder, vou fazer um pedido aos Leitores deste texto: tratem de acompanhar as partes pertinentes que vos escrevo com um acesso simples ao comunicado, porque isso facilitará a leitura que vos proponho.
Antes de mais, importa, portanto, sublinhar que este comunicado não substitui, de modo nenhum, a apresentação próxima futura do R&C e deve ser interpretado como o cumprimento de uma oportunidade para informar os Sócios neste período pré-eleitoral, bem como confirmar ao Mercado as melhores expectativas que “ele” já tinha previsto.

A propósito de previsões e recordando o texto (em 3 partes) que o Guachos publicou com as minhas estimativas para os resultados deste exercício (2015/16) da Nossa SAD, da osgasad e da andruptosad, quero prometer-vos que, após a publicação dos 2 R&C ainda em falta (só a osgasad já publicou o deles), farei uma análise comparativa dos aspectos mais relevantes, com uma “autocrítica explicativa” aos desvios verificados entre a realidade e as minhas estimativas.

Ainda antes de entrar pela matéria do tópico em título, permitam-me que, uma vez mais, explicite o meu protesto pela forma como a mérdi@ “des_portiva” nacional quase ignorou o tremendo bléu reflectido no brutal prejuízo de quase 32M€ que o Al Calotes conseguiu na osgasad.
E como acabei de ler/ver diversos “recortes” dos pasquins e das tv’s que os meus Filhos fizeram, como sempre (Obrigado, Filhotes), o favor de me remeter, vou estender o meu protesto anterior às diversas tentativas da mérdi@ para interpretar o mais negativamente possível o conteúdo do comunicado da Nossa SAD, nomeadamente exarcebando o significado do ligeiro acréscimo do Nosso Passivo consolidado.

Eu começo por vos confessar que nunca, mas nunca mesmo, me vou conseguir habituar à ideia de ver nas televisões uns absolutos e militantes ígnaros a botarem faladura sobre a situação económica e financeira do Glorioso.
A coisa é mais ou menos como se me pedissem a mim que fosse comentar uma laproscopia ao pâncreas, ou os cálculos para as fundações da ponte Vasco da Gama: para uma e outros eu olharia como “um burro para um palácio”, que é, exactamente, como aquelas bestas de cumentadeiros olham para este comunicado e/ou para os R&C, sejam eles de quem forem.

O exemplo mais ridículo é de autoria de um dos 3 estarolas que “alertava” para o tal crescimento do Passivo, desrespeitando o, bem maior, crescimento do Ativo porque, na “argumentação” do ignorante, este último “não se pode vender”, ahahah (mas quem é que lhe ensinou tal bacorada?).
E “explicava” o abestalhado comparando com todos os que fizeram um empréstimo para adquirir uma casa (que também não convém vender, a menos que seja para comprar uma melhor, ou ir viver acampado), que têm de pagar com o que recebem de salário .... (?????).
Não querendo fazer-vos perder tempo com este tipo de símios, ainda assim gostava de lhe poder atirar à tromba que não o ouvi discorrer “argumento“ similar quando deu a notícia do crescimento do Passivo da osgasad, esse sim 32M€ superior ao crescimento do Activo e talvez porque esses (ou os andruptos) nem centro de estágios têm para vender, no caso das osgas porque já o “venderam” ao Millennium e, no caso dos andruptos, porque o usam quase de borla por benesse da edilidade de Gaia.
Mas “Caburros”! Cambada de FDGP!

Para não perdermos mais tempo com estes merdas, vou fazer um pedido aos mais voluntariosos entre vós que tenham página de “feicebuque”: por favor, inundem as páginas de todos esses mérdi@s (e, já agora, também dos Companheiros que participam nesses miseráveis programas de “debate”) com as 3 seguintes séries de números ...

... a ver se essa malta começa a conseguir contar pelos dedos e a juntar estes números aos dos títulos entretanto conquistados pelo que eles chamam de “3 grandes” (ahahah).

Bem, deixemos os cães a faladrar e vamos ao comunicado (que, espero, tu já aí tens num dos lados do teu monitor): reparem nas seguintes duas frases ...

“A rubrica de caixa e equivalentes de caixa aumentou essencialmente devido ao recebimento no final do exercício da primeira prestação do valor de alienação do atleta Renato Sanches;” (sic, na página 2).

Porque será que lhes escapou esta parte?
Será, assim, tão difícil de interpretar, sobretudo depois de, há uns dias e na entrevista que deu na Tvi, o Presidente ter dito que a venda do “Bulo” foi feita por 60M€, mais eventuais 20M€, (“eu sei bem o que é que assinei”, ouvi-o eu a sublinhar)?

Não, Companheiros!
Este ponto do comunicado é muito evidente e só vem comprovar o que eu já aqui tinha afirmado anteriormente!
E se me perguntarem como é possível que a CMVM não conteste a diferença entre a informação oficial sobre a venda (apenas 35M€ que, agora, é chamada de “primeira prestação”) e estas sucessivas afirmações (60 + 20), eu digo-vos que a CMVM perdeu toda a autoridade moral quando fechou os olhos à descarada omissão dos custos da osgasad, no ano anterior e respeitando ao caso Doyen, ficando, agora, incapaz de criticar um “adiamento” de proveitos que a Nossa SAD está a confessar nesta operação.

O que é que aconteceu, de facto?
É bastante simples:
1 o Bayern entendeu dever proteger o seu jovem atleta da pressão que os média certamente fariam caso o valor declarado fosse o que, realmente, foi negociado (recordem que o RS nem sequer já tinha sido convocado para o europeu); e
2 o Glorioso não só se solidarizou com os bávaros nesse objectivo, como esfregou as mãos de contente por não ter de apresentar um resultado líquido neste exercício ainda mais exagerado (seria de 45M€).

“A dívida bancária registou uma forte diminuição neste exercício, no valor de 49,7 milhões de euros, a qual foi compensada quase na totalidade pelo incremento do valor dos empréstimos obrigacionistas por subscrição pública;” (sic, na página 2).

Comprovando o que fora anunciado na ocasião da emissão obrigacionista (EM) e confirmando a sustentada troca de financiamentos bancários (mais caros e associados a garantias reais) pelo eficaz recurso ao mercado de capitais, para gáudio de todos os investidores que, assim, lá conseguem uma (pequena) remuneração (líquida) para as suas poupanças sem alternativa e ... com o ínfimo grau de risco associado à Nossa Marca.

E, agora, vamos aos números principais ...

Já devem ter notado que eu tinha sobrestimado o Resultado Líquido do Exercício (estimei 27,1, contra 20,4M€), ainda por cima quando subestimei os Proveitos Operacionais (estimei 120,4, contra 126,1), ou seja ... tudo “trocos”, ahahah (Bcool, trata de ser meigo comigo, ahahah).
Deixemos o primeiro desvio para mais tarde e concentremo-nos no segundo: uma vez que parece que eu “acertei” na estimativa dos proveitos da BTV, creio que vamos ter muito boas notícias no que toca aos novos valores dos Nossos Sponsors, já que não admito ter errado assim tanto quanto à previsão das receitas de “Match Day”.

Quanto à minha estimativa de Proveitos ROPA (84,0 contra 81,9M€), tal como os Custos com Pessoal (60,4 contra 61,5) e com FST’s (33,4 contra 34,8), as minhas estimativas andaram satisfatoriamente e comprovou-se que a Nossa SAD já tinha pago, antes de 31 de março, todos os prémios decorrentes da chegada aos quartos de final da Champions (o talixo tem muitas razões de queixa, o cabrão).

As minhas “surpresas” principais ...

Em primeiro lugar, surpreendeu-me a contabilização de uma Imparidade (um “custo” ou “prejuízo”) de 3,8M€, que não tem a ver com Operações sobre Passes de Atletas e que eu, especulando, vou admitir que corresponda à anulação do valor contabilístico (Activo) dos contratos da BTV relativos às transmissões das outras ligas estrangeiras (só o contrato com a BPL é que terminou em junho).
Se eu tiver razão, tratou-se, então e assim, apenas da “antecipação de um custo”, que será devidamente compensado, no(s) próximo(s) exercício(s) pela NOS, entidade que prefere ter a BTV afastada dos conteúdos concorrenciais.

Em segundo e último lugar, fui surpreendido com a antecipação (face ao que me tinham dito) do pagamento de cerca de 41M€ por parte do Clube/SGPS à Nossa SAD (passando a “dívida” do Grupo para com a SAD a resumir-se a uns míseros 7,4M€), já com algum impacto ao nível da redução dos Proveitos Financeiros que, a partir de agora, reduzem-se a um valor quase residual.

Em síntese, Companheiros,

Este comunicado de que falamos, vem confirmar tudo o que de mais pertinente eu já tinha concluído nas anteriores análises às Nossas “Contas”, sendo cada vez mais gritante a forma como caminham, par a par, os resultados desportivos e económicos do Glorioso, por mais que todos os anti, Taliban incluídos, tentem disfarçar, omitir e/ou deturpar.

E não quero terminar sem saudar, gloriosamente, a forma brilhante como o Companheiro DSO respondeu (ou melhor, aniquilou) ao adjunto do Al Calotes (que vergonha, num tipo que é CFO de uma sociedade cotada): às atoardas da osgalhada, ou não se deve responder, ou, caso se queira, tem de ser assim ... com um “ferro de morte”.

Naturalmente, fico atento às perguntas que queiram colocar-me na caixa de comentários.
  
Viva o Benfica!




Como um carrapato...

Prémios lagartos -  notícia do pasquim oficial dos batráquios (rascord);
Bryan Ruiz, o novo Garrincha e o jorge lagarto vão ser distinguidos com o ''rugido de gato'' - numa cerimónia em Leiria onde os sapos costumam trocar troféus e presentes entre si. 

O novo Garrincha (Gelson), que liderou os lagartos na estrondosa epopeia em Madrid, onde o Real obteve a mais humilhante vitória da sua história, e o jorge lagarto, ganhador do prestigiadíssimo troféu do rasteirinho rui santos, serão, como se percebe, dos mais aplaudidos de uma noite que se prevê de arromba. Uma coisa nunca vista pelos adeptos da bola, como é apanágio dos sapos. Mas a estrela da noite promete ser o Bryan Ruiz. Não há jogador que reuna tanta unanimidade entre os adeptos batráquios e os adeptos do...Tricampeão Nacional. Nem daqui a oitchenta e oitcho anhos nos poderemos esquecer daquele remate em cima do risco da baliza do Ederson! Faltavam parcisamente 16 mts para os oitechenta e oitcho quando o costarriquenho produziu aquela obra de arte, que fez tanta gente gritar, chorar, rir e cantar. O moço não merece somente o "rugido de gato" - ele merece, como poucos, o "crucito da águia".

Devido à expulsão com o Real Madrid jorge lagarto vai estar fora do banco frente ao Legia Varsóvia.
Boas notícias para os polacos. Sem o bazofias no banco, não tem nada que saber; é só apertar os batráquios a partir dos oitchenta e oitcho minutases e aguentar a pressão até ao fim. São duas batatas garantidas na capoeira do Patrício. 

Prémio carrapato; nuno saraiva: «Se Vieira não percebe de futebol nem de finanças, o que faz ele no Benfica» 
Eu não sei se este coiso é somente um execrável cretino ou se apenas presume. Só me faz lembrar um carrapato. Recuperado do inchaço de Vila de Conde - voltou a sentar-se para se agarrar às canelas de Luís Filipe Vieira e Domingos Soares Oliveira. Já me disseram que o coiso não passa de um cretino e que apenas quer ganhar uns cobres à custa do lagartedo. Mas não me convenço lá muito. Se um cretino age como um carrapato, tem focinho de carrapato e vive como um carrapato, só pode ser carrapato. Um carrapato cretino, é certo, mas um carrapato. Mal por mal ainda preferia o brunalgas todos os dias agarrado ao facebook. Se é para javardar o ambiente ao menos que ponham um javardo como deve ser a fazê-lo.

Uma pergunta aos especialistas da internet;
Já se pode escorraçar o Hélder ou espera-se pelo próximo empate?

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Bronzeados do Carrillo...

Rui Patrício vai ter uma estátua de bronze - em Leiria - oferecida por um emigrante em França.
Olhando para os anunciados 4 metros de altura da obra não me parece boa ideia metê-la dentro de uma capoeira, como seria legitimo. Uma coisa é certa, não será o frangueiro lagarto a pagá-la, o que, desde já, lhe dá uma outra dignidade! Seja como for - parece-me uma excelente noticia para os aviários da zona de Leiria. Com alguma imaginação vão poder projectar bem alto os seus produtos.

Os adeptos lagartos é que não param de festejar. É o melhor futebol que a Europa já assistiu, é o novo Garrincha, é a humilhante vitória do Real Madrid, é o Bruno César a defesa esquerdo, é o poliglota dos oitchenta e oitcho minutases, são as 'contas consolidadas'...é tudo à grande!

Já que estamos a erguer coisas, porque não levantar uma estátua ao rasteirinho rui santos? Além de não precisar de capoeira (bastava um pequeno ninho de rato) o bronze gasto numa mão do Patrício chegava para moldar o pequeno batráquio. E ainda sobejava para fabricar o próximo troféu do jorge lagarto.

Eu também não via com maus olhos uma estátua de Leonardo - no Jardim do brunalgas, desde que não ostentasse as protuberâncias da estátua do filho da melhor Dolores do Mundo. Vocês sabem...a velha estória do génio da lâmpada...

Também merece uma estátua...
Banana da Madeira dá prémio à melhor Dolores do Mundo! - diz o "rascord"

Merece uma pera...
Uma vez que o nuno 'saraivadas' ficou sem facebook, desde Domingo à noite, foi lançado mais um sabujo; Carlos Vieira, vice dos sapos, para engordar a carneirada. - "Só o lagartedo e o foculporto apresentam contas consolidadas" - Afiança o lagarto.
É certo, os compadres têm estado muito activos a consolidá-las nos últimos três anos, no segundo e terceiro lugares. E as epopeias de Vila de Conde e Tondela apenas deram uma ajuda preciosa no consolidar das contas desta época, onde seguem ambos, mais uma vez, consolidados no segundo e terceiro lugares. E já só faltam mais uns mesinhos para ficarem tetra-consolidadas, nos segundo e terceiro lugares..

Muito antes da cs desportiva já o José Marinho alertava, no seu facebook, para a presença de Guardiola, no estádio da Luz, para observar o Grimaldo. Guardiola, que procurou por todos os meios, passar despercebido, continua a não saber informar-se com os verdadeiros especialistas portugueses! Primeiro perdeu-se de amores por Renato Sanches sem perceber que o bulo já era mais velho que ele próprio. E agora, veio observar um puto que é tão pequenino, e defende tão mal, que eu começo a pensar que ele veio, sim, mas para observar a forma rápida como o Mitroglou curou o pé do matrafona! Conhecendo os problemas que o aluno do aluno do grande carlos Daniel teve em Munique com as lesões, não me admiraria nada que o mago espanhol andasse à procura de um santo milagreiro para levar para Manchester...

Mais outra da imprensa - Gelson Martins e Odegaard: em Espanha comparam o ordenado dos dois.
Com tantos craques nos lagartos como, Coates, Ryan (mini Messsi) Gauld, Campbell, Markovic, André, Douglas, Bas Dost, Meli, Alan Ruiz...para comparar com o salário de Gelson - foram logo escolher um jogador do Real Madrid! Ele há coisas do Carrillo!