sábado, 9 de outubro de 2010

Foge covarde, foge

O recentemente famoso pa(i)neleiro rui (foge covarde, foge) moreira levou a que o GuacgosVermelhos, sempre em busca de mais conhecimentos (cultura) investigasse a famosa frase; não participo em «autos de fé» proferida pelo referido rui (foge covarde, foge) moreira, no programa TRIO D´ATAQUE ao Benfica. Intrigados com tamanha indignação, fomos à famosa Wikipédia e encontramos:
Auto-da-fé ou Auto-de-fé refere-se a eventos de penitência realizados publicamente ou (em espaços reservados para isso) com humilhação de heréticos e apóstatas bem como punição aos cristãos-novos pelo não cumprimento ou vigilancia da nova fé lhes outorgada, postos em prática pela Inquisição, principalmente em Portugal e Espanha.

As punições para os condenados pela Inquisição iam da obrigação de envergar um sambenito (espécie de capa ou tabardo penitencial), passando por ordens de prisão e, finalmente, em jeito de eufemismo, o condenado era relaxado à justiça secular, isto é, entregue aos carrascos da Coroa (poder secular, em oposição ao poder sagrado do clero). O estado secular procedia às execuções como punição a uma ofensa herética repetida, em consequência da condenação pelo tribunal religioso. Se os prisioneiros desta categoria continuassem a defender a heresia e repudiar a Igreja Católica, eram queimados vivos. Contudo, se mostrassem arrependimento e se decidissem reconciliar com o catolicismo, os carrascos procederiam ao "piedoso" acto de os estrangular antes de acenderem a pira de lenha.
Os autos-de-fé decorriam em praças públicas e outros locais muito frequentados, tendo como assistência regular representantes da autoridade eclesiástica e civil.
Como se vê as semelhanças são mais que muitas, mas tirem as vossas próprias conclusões...
Entretanto como estávamos com vontade de pesquisar, aproveitamos e fomos à procura do currículo (obviamente imaculado) do referido rui (foge covarde, foge) moreira .
Entre outras coisas encontramos esta deliciosa notícia retirada do "correio da manhã", referente ao imaculado senhor e do seu envolvimento, no pouco divulgado "CASO BANCO MELLO": Lindo não é? Com uma memória prodigiosa sempre que o tema é o Benfica, como se foi esquecer ter depositado; 2 MILHÕES E MEIO DE EUROS!!!!!!!!
Interessantes companhias no processo! Seria igualmente interessante saber de onde veio tanto €€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€foge covarde, foge...


3 comentários:

  1. As ratazanas são as primeiras a abandonar o barco, quando este mete água.

    ResponderEliminar
  2. Parabéns pelo magnifico post, todos juntos temos de dar no canastro dessa escumalha corrupta.
    ps. os vosso blog está um espectáculo.

    ResponderEliminar
  3. a pratica é não fui eu foi alguem por mim
    as viagens ao outro tambem foram pagas por engano,provavelmente alguem se enganou novamente ou então foi um autentico acto-de-fé.
    como é que um tipo com aquela massa toda se presta a vigilias e partecipações em programas em que é enxovalhado

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.