segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

GRITEI TANTO QUE AINDA ESTOU ROUCO!

Sim, gritei tanto que hoje quase não posso falar... Gritei antes de mais de indignação por levar com um árbitro carregado de más intenções, que só não terá ido mais longe porque teve medo do ambiente!
Gritei de indignação por ouvir um merdas (zé carlos) que não merece a honra de ter vestido o manto sagrado!
Gritei por saber que o marítimo não levou com a brigada anti-queirós, entretidos a controlar o Olhanense!
Gritei porque senti que tudo fizeram nesta semana, à semelhança das 4 primeiras jornadas para nos afundarem irremediavelmente!
Gritei a minha alegria por ver aqueles bravos rapazes loucos de contentamento ao verem os seus esforços titânicos finalmente recompensados e partilhei a alegria esfuziante vinda das bancadas que emocionou todos os que amam o Benfica!

GRITEI: BENFICA, BENFICA, BENFICA!ABAIXO A CORRUPÇÃO!
Depois de mais um penaltie claro (já nem tem conta os roubos este ano) que o merdas zé carlos logo afirmou não existir, depois de 3 bolas nos ferros, depois de inúmeras defesas feitas por um guarda-redes tocado por inspiração divina, depois de um golo mal anulado, depois de termos jogado consecutivamente 6 jogos num espaço extremamente curto, (quarta-feira há mais) aquela ponta final é digna dos maiores elogios a todos os que deram o máximo até cair para o lado!
Isto é alma, raça, querer...isto é o Benfica!
Segundo os merdias mais o árbitro vasco, um jogador que jogue a bola com a mão dentro da área (adversário do Benfica) pode fazê-lo desde que esteja de costas!
Segundo os mesmos merdias mais o árbitro vasco, um guarda-redes (que não o do Benfica) que ao ver que não chegará à bola se atire para cima atropelando outro que esteja entre ele e a bola, a falta é do avançado atropelado!
Segundo o árbitro vasco, um jogador (Aimar) que seja rasteirado por um adversário que já tenha cartão amarelo, isso não é motivo não para mostrar o segundo amarelo e consequente expulsão, mas sim a amostragem do amarelo ao próprio Aimar!!!
Segundo a aziado pedro martins (mais um pedro de merda) o árbitro vasco não tem estaleca...
Foi única coisa decente que disse no final do jogo, embora por motivos que nada têm que ver com a realidade e sobretudo com a verdade.
Tenho de falar mais uma vez do merdas cúmentadeiro zé carlos:
Logo no inicio do jogo e após um contra-ataque do marítimo, um dos seus avançados isola-se em fora de jogo que o fiscal deixou passar em claro (o mesmo que viu um offside inexistente a  Fábio já na segunda parte que o deixaria isolado)...
Diz o merdas; grande jogada (nem uma palavra sobre o fora de jogo evidente) pena foi que o avançado tenha sido lento a aproveitar! PENA? mas que filho da puta é este a torcer pelo marítimo?
Tirei o som para não vomitar e só soube no final do jogo através do meu ManoGuachos que o merdas continuou a vomitar as maiores atoardas...
GRANDE BENFICA QUE NOS FAZES SENTIR GRANDES!
SEM AJUDAS, SEM FRUTA, CHOCOLATES, PUTEDO, CORRUPÇÃO...

4 comentários:

  1. Boas,

    Toda a razão, aquele zé carlos merecia era dizer aos 55 mil que lá estavam e pagaram bilhete que o golo do maritimo era um prémio para ver que prémio lhe davam. Já não há pachorra para tanta diarreia verbal que estes gajos mandam.

    Cumprimentos
    João Rei

    ResponderEliminar
  2. Se pensas que este árbitro tinha más intenções, espera até veres o que nos reservaram para o Benfica-Sporting. Vamos a ver quantos levam o amarelo. Tenho a sensação que vão ser muitos.

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.