sábado, 21 de abril de 2012

Paralelo redentor?


Segundo o Correio da Manhã, um elemento da claque do clube do putedo, atirou um "paralelo" (supõe-se ser um paralelepípedo) à cabeça de um agente da PSP, desfigurando-lhe o rosto!
Desde já o meu sincero lamento pelo que está a passar o agente agredido!
Pode ser que o Comissário que afirmava perante as câmaras de TVs não ter visto nada de anormal no apedrejamento ao autocarro do Benfica, esteja desta vez mais atento a um dos seus subordinados!
Talvez que se na altura tivesse tomado medidas duras contra os agressores em vez de os tentar desculpar, o seu colega subordinado não estivesse desfigurado no Hospital como agora!


Se forem entrevistar o escuteiro meirim, (josé manuel) dirá que o "paralelo" pode ser equiparado a um espectador, por isso é e pode ser considerado o único responsável pelo sucedido! Prenda-se o paralelo e solte-se tão pura e casta criança!
Por outro lado, pode ser que a PSP do Porto use o livro do macaco madureira, onde descreve  detalhadamente algumas agressões a polícias e o use para prender a canalha em vez de os desculpar e proteger...

12 comentários:

  1. Ainda vão culpar o policia por ter cabeceado o 'paralelo'... se ainda fosse o 'transversal', agora o 'paralelo', está na cara que o culpado é o policia.

    ResponderEliminar
  2. E lá continuo eu a pensar que a "divina providência" não existe!
    Quem devia ter levado com uma "secante" do "paralelo" devia ter sido o comissário.
    Teria razão para dizer depois que não tinha visto nada!
    Esta faz-me lembrar o julgamento dos 1500 sobreiros em que saíram todos impunes.
    E os sobreiros é que levam amarelo por terem caído sem ninguém lhes tocar!

    ResponderEliminar
  3. Concordo com o Carlos.
    Aqui o culpado é claramente o "paralelo", que estava oblíquo em relação ao polícia, cuja cabeça não tinha nada de estar perpendicular em relação ao dito.

    Enfim, vá lá uma pessoa entender esta álgebra...perdão, aritmétic...isto é... geometria, porra! que já não a quantas ando! Os "paralelos" dão-me cabo da cabeça!

    ResponderEliminar
  4. Lawrence;
    «Quem devia ter levado com uma "secante" do "paralelo" devia ter sido o comissário.»
    Disseste tudo

    ResponderEliminar
  5. Certo, certo é q o agente, além de perder a cara, também vai perder o emprego por ter estado no local errado....

    ResponderEliminar
  6. É o que se chama "Escrever direito por linhas tortas"
    Tanto os defenderam e branquearam as suas violências, que agora são eles próprios as suas vitimas!
    Com certeza que perante este ataque, os tão zelosos polícias passam a ter a consciência do grau de delinquência de quem tanto tem defendido!
    As melhoras do senhor polícia! Ah! E já agora, que na recuperação facial seja gravado o emblema do seu clube corrupto!

    ResponderEliminar
  7. Águia Preocupada,
    Só não concordo com a frase; «E já agora, que na recuperação facial seja gravado o emblema do seu clube corrupto!»
    Mesmo que seja adepto do clube corrupto não merece ser atacado dessa forma covarde.
    Uma coisa são as politicas de merda da pSP Porto, outra coisa são os seus agentes, embora alguns (todos sabemos) façam parte do gangue...

    ResponderEliminar
  8. Tens razão Guachos!
    Excedi-me e por isso me penitencio!
    Saiu-me e já tinha carregado na tecla quando o arrependimento me tomou a consciência. Peço desculpa a todos, inclusive ao policia que está a sofrer na pele o ataque cobarde e violento de um inergumeno que há muito deveria estar numa casa de correcção.
    Do coração, desejo as melhoras do senhor e a recuperação física e psiquica totais. Aqui fica o meu mea culpa!

    ResponderEliminar
  9. Que pena!!! E logo do Porto!!!
    Mas a sério,em vez do polícia deveria lá estar a cabeçorra de um apitadeiro daqueles que fazem a viagem semanal para recolher o envelope "vazio".

    ResponderEliminar
  10. Pelo que me foi dito, o jovem menor mandou o paralelepípedo ao polícia porque este ia prender um dos pais por tráfico de droga. Não tinha nada a ver com futebol. Da mesma forma que na altura da detenção do violador de telheiras salientaram a preferência clubística deste.

    ResponderEliminar
  11. O culpado de tudo isto é o paralelo que estava no lugar e à hora errada no local.
    O adepto do clube do putedo apenas fez o que sabia, atirar com o paralelo à cabeça do polícia. A cabeçita dele não dava para mais, afinal era um rejeitado da sociedade, como agora se diz para se desculpabilizar um delinquente do que fez e a culpa não ser do polícia já é uma sorte.


    Miguel

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.