terça-feira, 7 de abril de 2020

Rais parta a pandemia!

Covid-19: “Lay-off” já chegou à comunicação social n’“A Bola” e no “Jornal Económico”. Estava eu para aqui a pensar (às vezes dá-me para estas coisas)...no agravamento da problemática do flagelo se o pirata Rui Pinto resolver, como o pasquim abolha  e a B-SAD (e os muitos mais que se lhes seguirão) entrar também em redução temporária de trabalho ou se avançar para a suspensão imediata do ofício...

Os 70% dos dois terços da operacionalidade do larápio serão assegurados por quem? Sairão da desafogada bunda da matrona Gomes ou surgirá mais uma vaga de desinteressados advogados empenhados em suportar o apagão do desafortunado mártir? Será a MDCSDQT, que tanta esterqueira revendeu à sua custa, a arcar com a bucha toda? Ainda mais dramático...estão dispostos a pagar em sabão macaco, e-mails truncados do fruta canal, VMOC recauchutadas dos sapos ou Leaks reciclados do "mercado de Benfica?

11 comentários:

  1. Ácarocoins, Guachos, ácarocoins.

    ResponderEliminar
  2. Lay-off esta palavra tambem ja se aplica em Portugal,lay-off tambem ja me tocou a muitos anos atraz e com filhos para criar nao foi nada doce,mas o que gostei mesmo foi do cartoon sopa de bola lolllllll.

    ResponderEliminar
  3. Aconteceu na Bola mas irá chegar aos outros.
    Tenho pena de alguns jornalistas, uma minoria, infelizmente, aqueles que são sérios e independentes. E ainda os há de muitas cores.
    Porque a profissão de jornalista desportivo foi, como todo o mundo desportivo, tomada por uma corja de lacaios e de esbirros da cartilha do ódio e da propaganda, desde que Pedroto e o seu "afilhado" Pinto da Bosta chegaram. Nunca mais o desporto português foi o mesmo.
    O Código Deontológico do jornalista passou a ser apenas um verbo de encher.

    A esses jornalistas, verdadeiros inimigos do Benfica e dos benfiquistas, desejo-lhes o mesmo que eles desejam ao Benfica! Só que ao quadrado! A matrona ficará sem quem lhe pague os desmandos e a boçalidade à moda do Calor da Noite.

    Há anos que espero que o Jogo, JN, DN, Record, desapareçam de vez da circulação. Sabia que esse dia iria chegar.
    Será uma realidade porque esta crise irá deixar rastos nos hábitos de leitura e na aquisição de jornais. Mesmo os cafés, que são grandes clientes, muitos deixarão de comprar.
    Não deixam saudades, o ar ficará mais puro, como já se observa hoje no ar das cidades.

    Um texto de John McSmith de 2011 do blogue, "O Polvo dos Papalvos", obrigado a fechar pela censura da ditadura corrupta e fascista do Capo, um dos poucos que teve coragem de o enfrentar.

    "Quem sou.
    Apresento-me: tenho, além de outras coisas, 40 anos de jornalismo desportivo em cima, muitos dos quais dedicados a assuntos que extravasaram em muito a reles e entediante análise futebolística a que estamos habituados. Fui aprendiz de feiticeiros, chefe de uns, subalterno de outros, assisti a muita coisa, vi, cheirei, repudiei muita outra e, nos juízos finais, quis sempre poder dizer mais do que me deixaram.

    Por razões puramente profissionais, não pude nunca apontar directamente o dedo àqueles que mancharam - e mancham - a verdade e a justiça do futebol em Portugal. Sofri ameaças, promessas de despedimento, insultos e fui passando pelo jornalismo desportivo como pude, procurando ser fiel aos meus princípios e à conduta profissional que sempre respeitei e quis cumprir. Mas nem sempre pude. Por razões que se prendem com factos tão simples quanto os de querer chegar ao final do dia e poder alimentar-me, alimentar os meus filhos e não acabar a boiar num rio qualquer. Sim, é assim perigoso, desafiar as leis do polvo futeboleiro português.

    O futebol em Portugal está - acreditem - corrompido por uma força poderosa a que ninguém tem a coragem de olhar nos olhos e enfrentar seriamente. Muitos refugiam-se em insinuações mais ou menos evidentes, muitos queixam-se do conteúdo mas usam formas que não beliscam os alvos nem informam os leitores do que verdadeiramente se passa desde que Jorge Nuno Pinto da Costa chegou um dia ao poder. Nada, nem ninguém, foi igual no nosso futebol desde esse fatídico dia. Tenho amigos que, no cumprimento das suas funções jornalísticas, foram insultados (como eu), foram humilhados (como eu) e foram, ao contrário de mim, violentados e agredidos apenas e só porque se dedicaram ao seu labor. Isto acontece há 30 anos no futebol em Portugal.

    Não sou hipócrita, como muitos que dizem não ter clube. Eu sou um apaixonado pelo desporto, pelo futebol em particular, e como tal tenho a minha preferência clubística. Sou do Sporting, sempre fui do Sporting. (…)
    Escreverei sobre o polvo (que tem muitos, alguns inimagináveis, tentáculos) e o mal a que tem votado o nosso futebol. Um polvo criado por papalvos, ignorantes, mesquinhos, donos de uma falta de civilidade a todos os níveis abominável que lhes permite viver na completa impunidade, subjugando e martirizando quem procura denunciá-los."


    É altura de limpar o esgoto que tem corrido a céu aberto, começando pelos pasquins e pelos seus jornalistas amestrados na corrupção, um dos pilares do poder corrupto do Capo.

    ResponderEliminar
  4. Guachos, há uns Anos atraz onojo passou mal e com isso. Teve de despedir muitos funcionários, a maior parte deles bons e alguns escroques, hoje irão fazer o mesmo, a panela fica, alguns bons e outros escroques irão a vida... Mas a panela corrupta continuará ao serviço do Capo, não é fácil limpar as pragas das baratas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vão ficar alguns? De certeza? Pela parte que me toca só desejo a essa cambada o mesmo que quer para o Benfica, que vão de vela que saudades não deixam e nem falta fazem.

      Eliminar
    2. Felizmente os dias de hoje não sãos os do tempo do apito dourado

      O jornal papel tens os dias contados..e com ele vão os escroques e alguns bons jornalistas à vida (a maioria)

      Os que ficam ficarão ligados as máquinas a fingir que têm um jornal online...mas é uma questão de tempo

      Porquê????

      Porque a maioria dos leitores filtra tudo hoje em dia...só le o que lhe interessa é a maquina vai otimizador o que queres ler

      Bummmm

      Que se fodam esses filhos da puta todos dos jornaleiros...cabroes de merda

      Eliminar
    3. "Teve de despedir muitos funcionários, a maior parte deles bons e alguns escroques, hoje irão fazer o mesmo, a panela fica, alguns bons e outros escroques irão a vida..."

      Como?!?
      "A maior parte deles bons..."?!?

      Mas naquela espelunca pasquineira, ao serviço da quadrilha de "Palermo do Douro", vulgo fcp, haverá alguém que se aproveite?
      Um amontoado de folhas, com um "director?!?" mais preocupado em malhar e em guerrilha constante com o Sport Lisboa e Benfica - agora até se meteu com um advogado, por este dizer as verdades e denunciar as más práticas "jornalísitcas" da corja que vagabundeia pela "redacção" desse reles pasquim - e com constantes bajulações à cambada dos morcões das barracas de praia, tem funcionários "bons"?
      Só se for a funcionária da limpeza que, infelizmente e todos os dias, tem de acartar os baldes cheios dos montes de merda que aquela cambada de canalhas lança para cima dos seus "offices"!

      Só espero e desejo que essa MERDA dos jornais e "jornalistas" ditos desportivos rebentem de vez!
      Essa nojeira pasquineira já há muito que deveria ter sido pulverizada!

      Eliminar
    4. Muito bem dito, prezado Grão Vasco!

      Eliminar
  5. Aqui estou de acordo com o Grão Vasco onde estão os jornalistas bons, passo os olhos pelos três diários e não encontro nenhum,mas abro uma ex cessão ao Fernando Guerra da bola, e o Delgado,por estes dois que a bola sobreviva e rejuvenesça após a crise e que todos os outros diários anti benfiquistas sucumbam para mim dá igual ou aprendem a ser isentos se querem sobreviver. Francisco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Fernando Guerra? Eh pah, oiça lá isto e depois diz-me se ainda os achas bom.

      https://tribunaexpresso.pt/futebol-nacional/2019-10-28-Foi-um-Benfica-pobre-demais.-O-Lage-acha-que-recuperou-um-grande-jogador-mas-o-Taarabt-esta-longe-de-ser-um-grande-jogador

      Eliminar
  6. Sobre o Fernando Guerra, deixo 3 links, de "opiniões" deixados n'A Bolha, onde mostra todo o seu fel contra aquele que, quase por unanimidade, é o melhor futebolista a actuar em Portugal: Adel Taarabt.

    http://oindefectivel.blogspot.com/2019/10/saco-para-bater-vontade.html
    http://oindefectivel.blogspot.com/2020/02/reflexoes-breves-sobre-o-classico.html
    http://oindefectivel.blogspot.com/2020/03/lage-amigo-felix-esta-contigo.html

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.