quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Assim vai a semana...


Os sapos livraram-se do empate em casa com o Famalicão, para a taça da liga, por força de um fora-de-jogo assinalado, praticamente igual ao fora-de-jogo não assinalado que castigou o Benfica no empate cedido frente ao V. Guimarães. Pepa, quase tão exausto como se acabasse de jogar três campeonatos seguidos tendo pela frente apenas o poderoso clube da fruta, surgiu aos pés-de-microfone com um sentido de humor apurado - «Já não dependemos de nós para o apuramento mas fizemos tudo o que estava ao nosso alcance». Hugo Macron, técnico de vendas da marca que vestia/veste os sapos e o V. Guimarães, reconhecidamente dos batráquios que mais fazem rir a MDCSDQT, aplaudiu que nem uma foca por não poder estar mais de acordo. E ambos foram dormir descansados. O penalti que ficou por assinalar a favor do Benfica, por carga sobre Gonçalo Ramos, revela que esta época talvez o Benfica venha a bater o recorde (que lhe pertence desde da época passada) da segunda equipa do campeonato com menos grandes penalidades assinaladas a seu favor. Com VAR ou sem VAR é tudo a mesma porcaria. Ontem, felizmente, não havia. Infelizmente, apenas atenuou o nauseabundo cheiro da trampa.

Eu acho verdadeiramente descabido que a secção de natação do Benfica ainda não tenha passado a Darwim o «manual do mergulhador» que o Taremi soletra de cor e salteado desde que aterrou em Contumil. Naquela jogada - recuando até à ultima jornada - onde ultrapassa o guarda redes do Vizela, observando o extremo cuidado que o avançado do Benfica usou para não tocar em Charles - desobrigando (vá lá saber-se) o árbitro de apontar para a marca de grande penalidade - ficou demonstrada toda a sua, e a do Benfica, pitoresca ingenuidade. Eu sei que o mais certo, acaso se embrulhasse com o keeper e caísse, era levar com o cartão amarelo do árbitro e suportar o peso de toda a MDCSDQT em cima. Ainda assim, custa ver tanta, mas tanta, falta de conhecimento do submundo da bola nacional! Eu não quero que os nossos futebolistas sejam lobotomizados quando são contratados, como acontece no clube da fruta, mas que Diabo! Também não é preciso servirmos de chacota por não sabermos aproveitar o pouco que o desenrolar do jogo nos oferece. 

Na segunda-feira o site da Bloomberg, especializado no mercado financeiro, noticiou que o foculporto "tem considerado a venda de uma posição minoritária" no capital da fruta SAD e que, para esse feito, ''está a trabalhar com a Certus Capital Partners, um corretor londrino que serviria de intermediário para os eventuais investidores". Outras fontes foram mais longe, afirmando que o foculporto tentou desviar John Textor ("foi abordado por intermediários financeiros") o sacana que, juntamente com Vieira, tinha como propósito vender e destruir o Benfica. Querem a toda a força ligar o americano ao clube do putedo, livrando o Benfica de maiores males! Lamentavelmente, o foculporto já veio informar que não, que o investidor está verde e que, ainda por cima, não é lá muito chegado ao dióspiro. Não presta, portanto.

No dia a seguir toda a merda de comunicação social desportiva que temos seguiu a cartilha da cofina e do canalhadas da manhã alertando os seus leitores (um mistério como ainda há benfiquistas a queimar as suas poupanças em alguns destes pequenos pedaços de merda) para as buscas que, segundo eles, aconteceram na Benfica SAD em...Agosto! Noticia requentada, naturalmente à espera de um bom resultado do foculporto, que não deixará de demonstrar que o malandro do Bieira foi o grande mentor dos negócios que levaram Rodrigo Fernandes do alvalixo para Contumil por 11 milhões de euros, ganhando comissão a dobrar na venda (também por 11M€) de Marco Cruz que fez o percurso inverso sem que haja notícias (uma inovação) de, antes, passar pela lavandaria do foculporto b do Algarve. 

E mais ficarei surpreendido se LFV não estiver no epicentro do negócio que levou do foculporto b para Guimarães Francisco Ribeiro e Rafael Pereira por 15 milhões de framboesas, bem como na compra de Romain Correia e João Mendes que, vindos da equipa b do V. Guimarães, ganharam um lugar especial no plantel às ordens do boneco Conceição por módicos 15 milhões de dióspiros. Há-de haver por ali - tem de haver ou os farejadores do MP são muito mais incompetentes do que sugerem - escondidos no meio dos contratos do Nakajima e do Danilo Pereira, centenas de documentos secretos, iguais aos que Vieira tratou com o Tombense, envolvendo Evanilson, João Marcelo, Wesley e Caíque, que comprometam o antigo Presidente do Benfica. Talvez mesmo, parte das facturas passadas em nome da doce Carolina, incluindo as das últimas e revigorantes férias que passaram em Vigo. É nisso que eu aposto as minhas fichas.

Com tudo isto, o feito do clube da fruta ao livrar-se da taça da Liga  - apesar do boi do Jamor, num assomo de soberba que se revelou não valer um dióspiro, a ter prometido ao velho seboso - passou completamente despercebido à MDCSDQT. Quem também escapou à fúria do boi foi o árbitro Manuel Oliveira, um dos padres do Benfica e habitué dos camarotes dajantas, que tudo fez para prejudicar o foculporto, oferecendo os 9 minutos de desconto - sem cãibras nem desmaios que justificassem metade da oferta - que deram ao Santa Clara a possibilidade de aumentar a vantagem, acabando o clube da fruta por sair dos Açores com uma goleada no bucho muito semelhante à que o Bayern Munique infligiu ao Benfica. Pesaroso, mas sem grunhir por aí além, o boneco Ceição até desculpou os seus mastins: "Sei que alguns jogadores não estão tão bem oleados como outros". E eu finalmente percebi o objectivo aqueles frasquinhos que frequentemente vemos distribuídos durante as partidas. É azeite para olear as dobradiças dos craques. Nos Açores, lamentavelmente, só deu Galo.

Semana foda. Foculporto goleado nos Açores, Bayern de Munique trucidado (0-5) para a taça da Alemanha, Barcelona (0-1) e Real Madrid (0-0 em casa) para a liga espanhola, PSG derrotado pelo Angers na Liga francesa, Manchester City eliminado nas grandes penalidades pelo West Ham na taça da liga inglesa e, Manchester Unitd severamente sovado (0-5) também em casa para a liga inglesa, demonstram bem o quanto o treinador do Benfica é dispensável e incompetente. Razão têm os talibans da internet. Não há campeonato no universo onde a sua influência nefasta no Benfica não acabe por influenciar negativamente todos os grandes tubarões do pontapé na chincha!

Nunca nos falha e à mínima oportunidade não perdoa. Farta de festejar os tiros certeiros do Paulinho, que já custou (contando com os juros do calote mais de 20M€ aos sapos) a MDCDQT já anda a cheirar o cu  e a ferrar as canelas a Yaremchuk, que não marca há não sei quantas jornadas. Pouco tardará para que cotação do ucraniano desça para metade do eficiente batráquio.

5 comentários:

  1. Houve comunicação à CMVM dos negócios de 11 milhões feitos pelos lagartos e pelos andrades?
    Ou só a SAD do Benfica é que tem obrigações?

    ResponderEliminar
  2. Certeiro. Apenas acrescentar que para quem gosta de futebol, foi mesmo um grande jogo.

    ResponderEliminar
  3. Vou dizer aqui:
    No que respeita a interesses desportivos, no contexto futebol português, Conceição sabe mais a dormir que todo o departamento e não só, do Benfica.
    Agora pensem.

    ResponderEliminar
  4. Bom texto.
    Saúdo o regresso do Guachos ao activo.
    Abraço benfiquista.

    ResponderEliminar
  5. Saúdo um regresso de um grande escrita... Nem sempre de acordo, mas admirador sempre....

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não percas tempo...faz-te à vida malandro.